Logo do Fórum

Sobre a Gest?o do Presidente Jorge Mota 2015-2016
guaramiranga - 1-12-14 em 09:59 PM

Com 528 votos, Jorge Mota é o novo presidente do Fortaleza!

Clubes pequenos conseguem formar bons times e os jogadores demonstram vontade de jogar, de vencer e de crescer.
Ent?o...
É possível.

Que DEUS abençoe a naç?o TRICOLOR.


flaviofor - 2-12-14 em 04:42 PM

que ele n?o tenha parado no tempo...


guaramiranga - 2-12-14 em 07:55 PM

O retorno de Jorge Mota ? presid?ncia do Fortaleza causou frisson na torcida tricolor. Um dia após retornar ao comando do clube, o presidente foi o convidado do programa Trem Bala, da TV O POVO, e cravou que, sob seu comando, o Le?o do Pici sairá da Série C após seis anos seguidos.

"Eu vou subir o Fortaleza pra Série B no ano que vem. Com Chamusca, sem Chamusca, com qualquer que seja o treinador. Até comigo na borda do campo. Eu vou mostrar para voc?s que o Fortaleza sobe esse ano. Se Deus quiser. E eu tenho certeza que ele vai me dar forças para fazer isso", afirmou.

A refer?ncia ao treinador Marcelo Chamusca, que comandou o time em 2014, veio após questionamento se o técnico permaneceria ? frente do time para o próximo ano. Possibilidade que agrada Jorge Mota.

"A quest?o de treinador está indefinida, mas há uma possibilidade forte de permanecer com o Marcelo Chamusca. Ele chegou aqui e montou um time praticamente do nada, e mesmo assim teve uma bela participaç?o ao longo do ano inteiro. Provavelmente será ele. N?o digo que é pois n?o fechei ainda", disse Jorge Mota.


REDENCIONISTA - 3-12-14 em 12:18 AM

COMO FICAM OS JOGADORES "CONTRATADOS" PELO SÍLVIO? FERNANDO E AÍLTON.


Madeira - 3-12-14 em 09:43 AM

N?o foram contratados , foram especulados.


flaviofor - 3-12-14 em 05:52 PM

Citação:
Mensagem original enviada por REDENCIONISTA
COMO FICAM OS JOGADORES "CONTRATADOS" PELO SÍLVIO? FERNANDO E AÍLTON.


Eles n?o t?m poder nenhum de contratar...


guaramiranga - 9-12-14 em 08:20 PM

Já foram anunciados Correa e Pio, volantes.

É preciso lembrar que o goleiro deve ser muito bom.
Pode ser desconhecido como aquele do Macaé, mas precisa ser firme.

E que venha algum jogador que chute de fora da área.


lopez03 - 9-12-14 em 08:34 PM

Quem é Pio? De onde vem? Características? Idade?


REDENCIONISTA - 9-12-14 em 09:59 PM

Pio já teve passagem pelo FORTALEZA. Chegou também Jeferson, outro com passagem pelo LE?O. Em contrapartida, Walfrido rescindiu contrato, que iria até 2015. Só queria entender melhor essa situaç?o do contrato do Walfrido.


REDENCIONISTA - 9-12-14 em 10:02 PM

Nome: Francisco Hércules de Araujo
Apelido: Pio
Posiç?o: Volante
Naturalidade: Fortaleza
Idade: 23/1/1988 (26 anos)
Altura: 1, 75 m- Peso: 75 kg
Principais Clubes: Icasa/CE, Fortaleza/CE, Treze/PB, ABC/RN, Monte Azul/SP, Guarantinguetá/SP, Gil Vicente/POR, Mirassol/SP e Botafogo/PB.
Títulos: Série D 2013; campeonato paraibano 2014

Nome:Jefferson Costa de Oliveira
Apelido: Jefferson
Posiç?o: volante
Naturalidade: Fortaleza
Idade: 3/10/1992 (22 anos)
Altura:1,78- Peso: 69 kg
Principais clubes: Fortaleza, Maracan?, Boa Esporte, Pelotas


SérgioMaia - 11-12-14 em 02:51 AM

Essa falta de transpar?ncia no Fortaleza me mata.
A diretoria do FEC tem obrigaç?o de vir a público explicar esse história do Walfrido. Como pode rescindir um contrato com um jogador promissor, que poderia render algum dinheiro para o clube, sem nenhuma contrapartida?
Tem alguem no Pici se dando bem com essa situaç?o?
A torcida do Fortaleza tem que acordar pra algumas coisas que acontecem no clube;


lopez03 - 11-12-14 em 08:08 PM

Sérgio, o passe dele foi todo fatiado. O FEC tinha algum percentual, mas, pra pagar os vales, acho que deram o resto.


guaramiranga - 19-12-14 em 12:57 PM

Com quatro times na Série A do Brasileiro e um na Série B, Santa Catarina terá um aporte financeiro – apenas de cotas de televis?o – em torno de R$ 100 milh?es em 2015. Se voc? está surpreso com a força do futebol catarinense, que ficou de 2003 a 2013 com um ou dois times – Criciúma, Figueirense e Avai na Série A – saiba que os planos s?o muito maiores.

"Esse valor é muito importante para nosso estado. Faz girar a economia, há contrataç?es em hotéis e os clubes podem melhorar ainda mais", diz Delfim de Pádua Peixoto.

Para ele, a quadra é pouco, a quina virá rapidamente e a sena é um sonho com data marcada para acontecer. "Surpresa n?o foi Joinville e Avaí subirem e nem Chapecoense e Figueirense continuarem na A. Para mim, surpresa foi o Criciúma, nosso maior campe?o e com mais poder financeiro, cair. Alguma dúvida que ele voltará em 2016? Ent?o, poderá ser cinco clubes na A. Sem surpresa".

E há outra bala na agulha. "O Metropolitano de Blumenau tem um trabalho muito bom. Tem chance de ser campe?o catarinense e já bateu tr?s vezes na trave para chegar na Série C. É um clube bem estruturado e terá acessos contínuos".

O número de clubes competitivos é uma das forças de Santa Catarina. Desde 2003, o estado teve cinco clubes diferentes na Série A. Apenas S?o Paulo, com dez clubes, o supera. Santa Catarina está a frente do Rio e de Minas, com quatro e Rio Grande do Sul, com tr?s representantes. Todo o Nordeste teve apenas seis representantes.

"A força econômica do nosso interior é muito grande, supera a capital, ao contrário de outros estados. Isso cria pólos de desenvolvimento que bancam clubes fortes", diz Delfim.


guaramiranga - 19-12-14 em 12:58 PM

Uma conversa com os presidentes de clubes catarinenses faz com que as anotaç?es se confundam, tamanha é a semelhança de projetos. Todos falam em chegar e ficar, cair nunca mais. E a confiança é baseada na frase "tenho o pé no ch?o e n?o gasto mais do que tenho"

"Buscamos planejamento, comprometimento, responsabilidade e transpar?ncia", afirma Sandro Pallaoro, empresário e presidente da Chapecoense.

O clube chegou ? Série D em 2009. Foi campe?o. Em 2010, houve problemas e o time quase caiu para a segunda catarinense. Aí, engrenou: em 2012, subiu para a B e em 2013, para a série A. "Aqui n?o tem 'loucuragem', n?o se contrata figur?o e n?o se paga salários astronômicos. O m?s tem 30 dias, o que é um chamariz no futebol brasileiro", diz o presidente.

O teto salarial é de R$ 80 mil. A folha total é de R$ 1,5 milh?o. "Quando a gente estava na B, o maior salário era de R$ 25 mil e a folha chegava a R$ 500 mil. Nossa cota aumentou muito e n?o torramos tudo. Os gastos aumentaram menos do que nossas receitas", explica Pallaoro.

A busca pela estabilidade faz com que o clube busque cortes. "No Brasileiro, a gente tinha um elenco de 35 jogadores. No catarinense, s?o 26 e muitos v?m da base. Quem for bem, continua e pode sonhar com disputar a série A no segundo semestre".

Chapecó tem 210 mil habitantes e fica 630 quilômetros a oeste da capital. Os dirigentes da Chapecoense querem mais do que representar apenas sua cidade. "Temos gente de toda a regi?o em nossos jogos. Temos torcedores no sul do Paraná", diz o presidente.

Nereu Martinelli, presidente do Joinville, aponta a gest?o empresarial como a raz?o do sucesso catarinense. "Enquanto ninguém falava de nós, construímos um centro de treinamentos, passamos a dar alimentaç?o adequada e balanceada aos jogadores, os campos ficaram ótimos, há ótima fisiologia e departamento médico de qualidade. Passamos a ter uma boa categoria de base. Aqui, é 70% gest?o e 30% emoç?o porque ninguém vive sem emoç?o".


guaramiranga - 19-12-14 em 12:59 PM

Joinville tem 560 mil habitantes e se localiza 150 kims ao norte da capital. Era pedra cantada no boom do desenvolvimento do futebol. "É, a gente n?o podia ficar de fora, mas n?o se consegue nada por decreto. Em 2013, ficamos fora do acesso por um ponto. Procuramos o César Sampaio, que ajudou a planejar o elenco do 2014. Só veio gente comprometida. Mantivemos o treinador, n?o é como em 2008, quando tivemos seis técnicos", diz Martinelli.

O clube n?o deve a ninguém. Nem aos jogadores. "Nosso pr?mio era de R$ 700 mil pelo acesso e mais R$ 300 mil pelo título. Todo mundo já recebeu. Temos R$ 380 mil de patrocínio mensal e estamos negociando com um patrocinador máster. E no catarinense, teremos 14 meninos da base jogando. É como um laboratório para a Série A", diz o presidente.

O Avai sonha com a sul-americana em 2016, mas ficará feliz em manter-se na Série A. "N?o adianta ficar imaginando o que n?o se consegue. O jeito é trabalhar com teto salarial enxuto e com jogadores de caráter. N?o aceitamos mercenários e queremos jogadores que sonhem em crescer."

O acesso só veio na última rodada, com uma série de resultados. "Nosso planejamento era para que fosse mais fácil, mas tivemos problemas financeiros que estamos resolvendo. Subimos para ficar", diz o presidente.

Todos os entrevistados falam em uma mudança de pensamento dos dirigentes do futebol catarinense. "Ninguém mais torce para o outro cair. Se tivermos mais representantes, ficamos mais fortes individualmente", repetem, com uma outra diferença de enfoque.

Unidos e com dinheiro, n?o aceitam ser ioiô. S?o quatro, t?m certeza que ser?o cinco e sonham com o sexto elemento. S?o os catarinenses.


guaramiranga - 29-12-14 em 06:46 PM

http://fortalezaec.net/Arquivos/Fotos/514x386/201412291710-Evento-interna.jpg

Dallas Grill?


[Editado em 29-12-2014 por guaramiranga]


guaramiranga - 29-12-14 em 08:08 PM

Os dirigentes eleitos para os cargos majoritários do Fortaleza assumem o clube automaticamente dia primeiro de janeiro, porém um grande evento está sendo preparado para marcar o começo dessa nova gest?o, e será dia 16, a partir das 20 horas, no Dallas Grill.

Várias atraç?es fazem parte da grande festa de posse nos novos dirigentes leoninos, eleitos num processo democrático e histórico por Conselheiros, Sócios Proprietários e Sócios Torcedores, que a partir de ent?o passam a fazer parte diretamente da administraç?o do clube nessa nova fase.

Um show do grande músico Chico Pessoa animará o evento, que contará ainda com a participaç?o dos novos jogadores que est?o sendo contratados para reforçarem o elenco tricolor, que aos poucos vai ganhando forma e qualidade, oferecendo ao técnico Marcelo Chamusca uma maior gama de opç?es para buscar os objetivos em 2015.

Buffet completo de frios, rodízio de carnes nobres, sucos, refrigerantes e água ser?o disponibilizados para os adquirentes dos convites, que custam R$ 1.000,00 (mil reais), com direito a um acompanhante, e podem ser adquiridos na sede administrativa do clube (Avenida Senador Fernandes Távora, 200 - Pici), na sala do MITT. Para receber em casa o torcedor deve ligar (85) 8690.2730. Há ainda a opç?o de comprar pelo cart?o de crédito ou débito, ou ainda no local do evento. Durante a festa haverá sorteios de brindes, inclusive de camisas autografadas pelos atletas.

Será uma grande oportunidade de congraçamento da família tricolor, que nessa nova fase deve ajudar de todas as formas possíveis a diretoria que está assumindo o clube, com a responsabilidade de levar o Le?o de volta ao seu devido lugar, objetivo que só poderá ser alcançado com muito trabalho, e é claro, com a participaç?o direta da Maior Torcida do Estado, que pediu e vai ter um FORTALEZA DE TODOS.

Serviço

Evento de posse da nova diretoria do Fortaleza Esporte Clube
Data: 16 de janeiro de 2014
Local: Restaurante Dallas Grill (Avenida Dom Luíz, 1219 - Meireles)
Horário: a partir das 20 horas
Atraç?es: Show musical com Chico Pessoa, atletas contratados, dentre outros
Valor: R$ 1.000,00 (mil reais) para duas pessoas (? vista ou no cart?o)
Convites: Sede administrativa do clube, no local do evento ou pelo telefone (85) 8690.2730.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FORTALEZA
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raissa Feijó


guaramiranga - 16-1-15 em 12:16 PM

Hoje ? noite, 16/01/2015, acontece o evento que marca a posse da nova diretoria do Fortaleza, a partir das 20 horas, no Dallas Grill, e a diretoria disponibilizou também convites individuais ao preço de R 500,00 (quinhentos reais).

Os convites seguem disponíveis na sala do MITT, na sede administrativa do Le?o, no Parque dos Campeonatos. Quem quiser pode adquirir no cart?o de crédito ou débito, estando disponíveis também no local do evento, que envolve um jantar com buffet completo, rodízio de carnes nobres, refrigerantes e sucos.

Participam do jantar de logo mais, jogadores contratados pelo Le?o para a atual temporada, dentre eles o goleiro Deola e o volante Dudu Cearense, que foi apresentado ontem ? noite no Pici. Sorteios de brindes e sess?o de autógrafos dos craques do Le?o também fazem parte da programaç?o.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FORTALEZA
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raissa Feijó


guaramiranga - 21-1-15 em 06:02 PM

PRESTAÇ?O DE CONTAS
Jantar de Posse da Diretoria Executiva FEC 2015/2016
Dia: 16.01.215 – Local: Dallas Grill

Total de Convites Individuais Disponibilizados : 300 (trezentos), referente a 150 Convites / Casal.

Valor Individual R$ 500,00 - Valor Casal R$ 1.000,00

RECEITA: R$ 84.000,00
168 Convites x R$ 500,00 = R$ 84.000,00
(Obs:correspondendo ao total de 84 convites/ CASAL de R$ 1.000,00 )

DESPESAS: R$ 21.775,00
1- Dallas Grill R$ 14.925,00
2- Chico Pessoa e Banda R$ 3.000,00
3-Marsom (Aluguel Som) R$ 1.500,00
4-Serviços Decoraç?o R$ 2.000,00
5- Serviço Recepcionista R$ 200,00
6- Serviço Cerimonialista R$ 150,00

SALDO: R$ 62.225,00 ( sessenta e dois mil, duzentos e vinte e cinco reais )


FCOCARLOSBARBOSA - 21-1-15 em 08:13 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
PRESTAÇ?O DE CONTAS
Jantar de Posse da Diretoria Executiva FEC 2015/2016
Dia: 16.01.215 – Local: Dallas Grill

Total de Convites Individuais Disponibilizados : 300 (trezentos), referente a 150 Convites / Casal.

Valor Individual R$ 500,00 - Valor Casal R$ 1.000,00

RECEITA: R$ 84.000,00
168 Convites x R$ 500,00 = R$ 84.000,00
(Obs:correspondendo ao total de 84 convites/ CASAL de R$ 1.000,00 )

DESPESAS: R$ 21.775,00
1- Dallas Grill R$ 14.925,00
2- Chico Pessoa e Banda R$ 3.000,00
3-Marsom (Aluguel Som) R$ 1.500,00
4-Serviços Decoraç?o R$ 2.000,00
5- Serviço Recepcionista R$ 200,00
6- Serviço Cerimonialista R$ 150,00

SALDO: R$ 62.225,00 ( sessenta e dois mil, duzentos e vinte e cinco reais )



Pode até ter sido um bom saldo diante de uma renda pífia de domingo passado, onde líquido salvou-se pouco mais de R$ 25 mil.

A permanecer esse patamar de participaç?o da maior parte da torcida tricolor, que se julga inteligente, já podemos decretar desde já que o ano de 2015 dificilmente será melhor que o de 2014, podendo até mesmo ser catastrófico.

Podemos falar tudo de ruim da torcida do canal aberto de porangabussu, no que endosso, porém num quesito acredito que eles sabiamente est?o bem na frente da gente, pois ao fortalecerem o programa sócio torcedor deles permitiram n?o só debelar uma dívida trabalhista, por eles mesmo considerada impagável, e de sobra permitiram que o canal pudesse formar elencos mais caros que o nosso, se dando ao luxo de nos dar rasteiras, retirando-nos jogadores como Assisinho e Tiago Cametá.

Sei que eles contam com grana da televis?o (série B), mas o fundamental para eles estarem numa situaç?o financeira capaz de tirarem do Avaí (Serie A) o William Batoré, reside tranquilamente na força do sócio torcedor deles ou de dinheiro escuso de verbas públicas, só vejo essa explicaç?o.

Logo, se continuarmos nos fingindo de mortos, com comportamento de avestruz, só estaremos contribuindo para um Penta verdadeiro mais fácil lá pra as bandas do canal aberto de Porangabussu.

Parafraseando o Presidente dos EUA, John Kennedy, eu diria: n?o pergunte o que seu time de coraç?o pode fazer por voc?. Pergunte o que voc? pode fazer pelo FORTALEZA ESPORTE CLUBE.

Torcida tricolor vamos ser realmente inteligentes e vamos unir esforços e remarmos para um mesmo sentido, n?o nos dispersemos. Qualquer ajuda ao Fortaleza, por menor que seja, só nos livrará o mais rápido possível desses últimos seis (anos) de insucessos e do quase.

Que os pecados da VAIDADE e da SOBERBA sejam expulsados para bem longe do nosso PICI.


lopez03 - 21-1-15 em 10:49 PM

N?o defendendo, mas...

Estamos há 6 anos na C;

as últimas (6 a 7 anos) direç?es, foram extremamente INCOMPETENTES;

KANAL está há quanto tempo na B? Subindo um ano e ficando próximo de subir?

Eles, a partir do porc?o, se profissionalizaram.

Se um dia subirmos (subiremos), n?o necessariamente subindo pra A, mas sempre brigarmos pra isto, ficaremos parecidos com eles, gambás.

O que temos que fazer é sair desse inferno. Quando quase saímos, a torcida correspondeu.

Essa nova direç?o já é um alento, pelo começo.

ps: "Pra n?o dizerem que n?o falei em flores". Tá muito mal explicado esse border? do jogo contra o S?o Benedito. Após discriminar várias despesas, n?o explicam em que gastaram R$ 22mil EM OUTRAS DESPESAS.


guaramiranga - 24-3-15 em 10:42 AM

Como está sendo esse início de gest?o? Tem algo que lhe orgulhe ou algo pelo qual se arrepende?

Estou absolutamente satisfeito, feliz pelos resultados. Com a vitória de ontem, estamos na semifinal do Campeonato Cearense e estamos na segunda fase da Copa do Nordeste. E ainda vamos estrear contra o River/PI pela Copa do Brasil. Em todas as competiç?es desse ano, estamos bem 'na foto'.

O financeiro é sempre uma preocupaç?o do torcedor. Ainda mais com clubes que sempre t?m dificuldade, como acontece no Brasil.

Como est?o as finanças em 2015? E como está sendo para trazer recursos e atrair patrocinadores?

Todo clube tem problemas financeiros. Até porque, hoje bilheteria n?o é mais a principal fonte de arrecadaç?o. Ela é nos grandes jogos. Quarta-feira, por exemplo, nós devemos ter uma grande arrecadaç?o contra o campe?o do Nordeste, único nordestino na Série A. No mais, a gente procura equacionar, como um lençol curto, cobre a cabeça, descobre os pés. A gente vai indo, temos grandes parceiros e amigos que colaboram. Nas necessidades mais urgentes, a gente faz uma espécie de caixinha, e todo mundo colabora. Alguns empréstimos, depois a gente paga. N?o vou dizer que está fácil. Mas, com dificuldade, está dando para conduzir.


guaramiranga - 24-3-15 em 10:43 AM

Como está a situaç?o do sócio-torcedor do Fortaleza?

Nós temos um projeto de aumento do número de sócios. Trouxemos o Paulo Zago, que é quem fez aquele programa de sócio-torcedor do Palmeiras. Nós temos outro projeto do cart?o também, corporativo, para junto do sócio-torcedor, possibilitar benefícios. Eu quero acreditar que dentro de pouco tempo, quando a gente divulgar todo o programa de sócio-torcedor, nós devemos ter um aumento substancial no número de sócios-torcedores. Além de assistir aos jogos de graça, ele (sócio-torcedor) terá uma série de benefícios. É um projeto muito bonito e muito bem desenvolvido. E dentro de pouco tempo ele estará pronto, para a gente apresentar a todos.

Dentro de pouco tempo, quest?o de meses?

N?o, n?o, dias, dias. Ja está ficando maduro, quando a gente divulgar, voc? poderá fazer seu sócio-torcedor pelo celular, comprar ingresso pelo celular, pagar a mensalidade pelo celular. Tudo será feito dentro do que se requer na modernidade. Para evitar que tenha que ir ao clube, faz-se de casa, pelo computador, telefone. É um projeto audacioso, mas simples, e muito interessante para o clube.


guaramiranga - 24-3-15 em 10:43 AM

Como está a situaç?o do sócio-torcedor do Fortaleza?

Nós temos um projeto de aumento do número de sócios. Trouxemos o Paulo Zago, que é quem fez aquele programa de sócio-torcedor do Palmeiras. Nós temos outro projeto do cart?o também, corporativo, para junto do sócio-torcedor, possibilitar benefícios. Eu quero acreditar que dentro de pouco tempo, quando a gente divulgar todo o programa de sócio-torcedor, nós devemos ter um aumento substancial no número de sócios-torcedores. Além de assistir aos jogos de graça, ele (sócio-torcedor) terá uma série de benefícios. É um projeto muito bonito e muito bem desenvolvido. E dentro de pouco tempo ele estará pronto, para a gente apresentar a todos.

Dentro de pouco tempo, quest?o de meses?

N?o, n?o, dias, dias. Ja está ficando maduro, quando a gente divulgar, voc? poderá fazer seu sócio-torcedor pelo celular, comprar ingresso pelo celular, pagar a mensalidade pelo celular. Tudo será feito dentro do que se requer na modernidade. Para evitar que tenha que ir ao clube, faz-se de casa, pelo computador, telefone. É um projeto audacioso, mas simples, e muito interessante para o clube.

Nesse pouco tempo de gest?o, já houve acréscimo do número de sócios-torcedores?

Já tivemos, estamos beirando os 5 mil sócios. E eu sei que já já vai ter um 'plus' e nós vamos ter um número muito maior de sócios torcedores. Como eu costumo dizer, se o Internacional de Porto Alegre tem menos habitantes que Fortaleza- tem 120 mil sócios-torcedores, por que nós n?o podemos ter 20, 30 mil?! Vamos ter sim, já, já.

O Fortaleza está de olho em algum jogador para a Série C?

Sempre a gente observa, nunca se deixa de observar. Daqui a pouco, vai acabar o Campeonato Paulista e vai ter jogador para todos os gostos.

Voc? falou uma vez, assim que assumiu, em uma coletiva de imprensa, que, caso n?o subisse, o torcedor poderia arrancar sua cabeça. Está de pé ainda?

Isso é força de express?o (risos). Isso n?o vai acontecer, a gente vai subir nesse ano, para o deleite da torcida tricolor.

A Série C é o principal objetivo. Mas entre Copa do Nordeste e Campeonato Cearense, tem alguma prefer?ncia do Fortaleza?

As duas. Se depender de mim e da vontade do torcedor, nós queremos ser campe?es do nordeste, do cearense, do brasileiro. N?o sei o que eu vou conseguir, mas a gente vai em busca de todos os objetivos. Um time como o Fortaleza, quando entra na disputa de um título, ele entra sempre pensando em ser campe?o.

[Editado em 24-3-2015 por guaramiranga]


guaramiranga - 24-3-15 em 10:44 AM

A troca de comando e a volta do Marcelo Chamusca eram evitáveis? Voc? considera que foi um erro?

N?o, foi um acerto. Quando os resultados n?o v?m na medida que a gente espera, voc? tem que procurar uma mudança. A mudança que se apresentava mais razoável era de treinador. E surtiu um efeito positivo, porque o Marcelo Chamusca conseguiu encontrar e engrenar o time.

Mas dava para segurar o Marcelo Chamusca em dezembro?

Aquele momento foi interessante, de muita indefiniç?o, entorno do projeto do Fortaleza, qualquer treinador teria tido alguma ressalva ou receio diante daquele cenário de dificuldade, que ele sabia. Ao mesmo tempo, tinha uma proposta de um outro clube, que ele achou boa, queria mudar de cenário. Foi muito natural, do dia a dia, do contexto de quem trabalha no futebol. N?o houve nenhuma dificuldade para nós acertarmos a saída dele, nem para trazermos de volta. Foi dado um tempo, que foi interessante para amadurecer o Chamusca, que depois pegou um time mais ou menos encorpado.

O Marcelo Chamusca tem multa rescisória?

N?o, porque nós trabalhamos muito na confiança. Ele é uma pessoa com quem a gente se dá muito bem, se dá bem com o time. A gente trabalha sob uma relaç?o de confiança muito forte.

Foi uma quest?o de resultado a demiss?o do Nedo Xavier?

Também foi isso. Os resultados n?o vieram na proporç?o de um clube t?o grande como é o Fortaleza.


guaramiranga - 24-3-15 em 10:45 AM

Naquela sua passagem vitoriosa nos anos 2000, voc? era visto como um presidente centralizador. Como voc? definiria seu estilo hoje?

Eu centralizei tudo (naquela época)! Hoje, nós temos todas as diretorias do clube andando, funcionando naturalmente, como antes também trabalhávamos. Antes eu influenciava mais. Hoje, influencio (principalmente) as decis?es no setor de futebol. E quando há a necessidade, eu participo, mas a gente tem trabalhado com muita harmonia na nossa diretoria. Uma gest?o compartilhada, moderna, como tem que ser. Fazendo todas as consideraç?es, o futebol n?o pode ser analisado exclusivamente como empresa.

O Osmar Baquit tinha falado que as despesas diárias no Fortaleza custavam até R$ 25 mil. Hoje, voc?s t?m esse calculo?

R$ 30 mil. A despesa média é em torno de R$ 30 mil. Tem que amanhecer o dia com R$ 30 mil no caixa. Se n?o tiver, voc? vai acumulando aquela conta até quando aparecer o dinheiro para regularizar. Dificilmente regulariza, sempre tem uma pend?ncia.

Qual a melhor parte de ser presidente do Fortaleza e a pior?

A melhor parte é o reconhecimento da torcida. Quando a gente está ganhando, isso é importante. Eu já fui presidente uma vez, e atendi ao apelo de vários amigos e acabei voltando. A dificuldade é que voc? tem que estar presente todo dia, toda hora, estar ganhando. Mas as coisas est?o correndo bem. Mesmo com a derrota diante do kanal, a torcida apoiou o clube.

Voc? torce para que Fortaleza e kanal se encontrem na final da Copa do Nordeste?

Eu torço pelo Fortaleza. N?o estou olhando para o kanal. Se o kanal souber fazer sua parte, que faça. Eu vou tentar fazer a minha parte. Levar o Fortaleza ? final é o nosso compromisso. Mas o kanal é um grande adversário, e é importante enfrentá-lo, pela receita e pela rivalidade.


guaramiranga - 28-3-15 em 11:31 AM

Jorge Mota concedeu, ontem pela manh?, no Pici, uma entrevista coletiva na qual mostrou a sua indignaç?o com a decis?o do TJDF local.

O dirigente argumentou que o citado processo já deveria estar extinto, com base no artigo 164 do CBJD, Código Brasileiro Disciplinar de Futebol. Jorge comentou que em 2002, o Fortaleza entrou na Justiça Comum para pleitear o título daquele ano, alegando a irregularidade do atacante David Madrigal, do kanal.

Como perdeu o caso no TJD, recorreu ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), e guardou as certid?es dos referidos julgamentos, para provar que o clube percorreu todas as instâncias da Justiça Desportiva, até ingressar na Comum. Ele lembrou que em 2003, o kanal entrou no TJD pedindo o afastamento do Fortaleza por dois anos do Estadual, alegando o mesmo motivo da decis?o atual do TJDF e teve o pedido negado.

"O que est?o fazendo agora é uma brincadeira. Os auditores do TJDF t?m a miss?o de agir como magistrados e t?m que o fazer com responsabilidade. Eu peço calma ? torcida do Fortaleza. Vamos reverter a situaç?o. E o nosso elenco está blindado contra isso e focado nos jogos. Nós vamos pra cima", disse.


SuperTricolor - 28-3-15 em 02:48 PM

Agora que esse Jorge Mota é um "bund?o" isso n?o há dúvidas.


guaramiranga - 16-4-15 em 12:03 PM

Na última terça-feira, 14, o Fortaleza sofreu um duro revés nos tribunais - e nos cofres.

A juíza Adayde Monteiro Pimentel, respondendo pela 23? Vara Cível de Fortaleza, determinou o valor atualizado de um empréstimo realizado pelo clube em 2010 e ordenou a penhora de parte das receitas do clube.

Naquele ano, o ent?o presidente Renan Vieira fez um empréstimo de R$ 235 mil e n?o honrou o débito, que foi quitado pelo fiador. Em janeiro deste ano, o ex-diretor jurídico Giovanni dos Santos realizou acordo com o fiador, que acionou o clube na Justiça, para pagar a dívida de R$ 1,8 milh?es - com valores corrigidos e atualizados - em 12 parcelas de R$ 150 mil.

? época, entretanto, o advogado já n?o era mais dirigente do clube - foi substituído por Daniel de Paula Pessoa no cargo no dia 1? de janeiro -, e a diretoria eleita em dezembro, encabeçada pelo presidente Jorge Mota, pelo vice Enio Ponte Mour?o e pelo próprio diretor jurídico, entrou com uma aç?o anulatória e um embargo de declaraç?o.

A juíza n?o julgou a aç?o anulatória e n?o conheceu o embargo, apontando que n?o era a maneira adequada para o clube contestar o acordo.
Com a atualizaç?o, de acordo com a Juíza, o valor da dívida sobe para R$ 2,5 milh?es. Para quitar o débito com o fiador, foram penhoradas 15% das rendas líquidas dos jogos, 25% das receitas de patrocínios e 30% das cotas de televis?o das competiç?es que o clube disputa - todas devem ser depositadas em juízo dentro do prazo de 48 horas.

A reportagem n?o conseguiu contato com Daniel de Paula Pessoa, mas apurou que o departamento jurídico irá recorrer da decis?o por n?o avalizar o acordo realizado pelo ex-diretor e discordar do valor total da dívida.

-.-.-.-.-.-.-.-.
Vou repetir o que disse a Juíza:

N?O ERA A MANEIRA ADEQUADA
A juíza n?o julgou a aç?o anulatória e n?o conheceu o embargo, apontando que n?o era a maneira adequada para o clube contestar o acordo.

Nós já reclamamos da maneira errada como um jogador faz um lançamento.
Nós já reclamamos da maneira errada como um jogador chuta a gol.
Nós já reclamamos da maneira errada como o goleiro sai.
Nós já reclamamos da maneira errada como o treinador escala o time.
Nós já reclamamos da maneira errada como o departamento médico trata algumas contus?es.
Nós já reclamamos da maneira errada como cuidam da preparaç?o física.
Nós já reclamamos da maneira errada como a diretoria contrata.

E agora mais uma:
N?o sabemos nem RECLAMAR ou CONTESTAR!


guaramiranga - 25-4-15 em 01:32 PM

?s vésperas do primeiro Clássico-Rei decisivo do Estadual, em que será mandante, o Fortaleza conseguiu importante triunfo extracampo. Ontem, o Tribunal de Justiça do Estado do kanal concedeu liminar que suspende a penhora de parte das receitas do clube leonino.

A juíza Adayde Monteiro Pimentel, respondendo pela 23? Vara Cível de Fortaleza, determinara, no último dia 14, a penhora de 15% das rendas líquidas dos jogos, 25% dos valores de patrocínios e 30% das cotas de televis?o para quitar dívida de R$ 2,5 milh?es.

O débito surgiu após o clube realizar, em 2010, empréstimo de R$ 235 mil, que acabou quitado pelo fiador - o clube foi acionado na Justiça. Em janeiro deste ano, o ex-diretor jurídico Giovanni dos Santos realizou acordo para pagar a dívida de R$ 1,8 milh?es - com valores corrigidos e atualizados - em 12 parcelas de R$ 150 mil. A nova diretoria do Le?o, ent?o, entrou com uma aç?o anulatória e um embargo de declaraç?o.

Na decis?o da concess?o da liminar, o desembargador Francisco Bezerra Cavalcante diz que há indícios que o acordo "foi contra os interesses" da atual gest?o e que o bloqueio das receitas pode causar "dano irreparável ou de difícil reparaç?o" ao Tricolor. Cavalcante ainda requisita informaç?es ? 23? Vara Cível e permitiu ao Fortaleza apresentar documentos para defesa.


guaramiranga - 4-5-15 em 03:41 PM

"O Respeito voltou", disse Eurico, com maiúscula obrigatória, certamente falando de si mesmo. Foi o personagem de um torneio em que o número de p?naltis marcados a favor do Vasco ficou em evid?ncia, em que as visitas de Rubens Lopes ao seu camarote foram debatidas, em que o Campeonato Carioca ganhava ares de influ?ncia mirandesa. Presidentes de Flamengo e Fluminense reforçaram essa tese, sobretudo nas suas horas de adeus.

Eurico deve ter adorado essa "homenagem", porque é exatamente a força que gostaria de ter. Mediocridades como essa o tornam maior por imediato contraste; alimentado pelo ódio, ele cresce.
Quer que todos pensemos que ele tem essa influ?ncia toda: a de dar ao Vasco um título.
"Pega, Gui?azú, toma e mostra", parece ser o que Eurico nos pretende dizer.

Como se um título de futebol fosse algo que dependesse de uma só pessoa. N?o é. Um título depende de artilheiros, como Gilberto, de decisivos, como Rafael Silva, de goleiros, como Martín Silva, de zagueiros como Rodrigo, líderes como Gui?azú, jovens como Madson, técnicos de fibra como Doriva.

No entanto, é de Eurico que nos lembraremos. Do respeito que Eurico dá ao Vasco e de como Eurico torna o Vasco maior do que tinha sido nos últimos anos. Do gran finale de uma taça com direito a suspensórios e charutos. Quem poderia negar que Eurico é o personagem mais importante deste semestre vascaíno?

Ninguém. Por isso mesmo, a generosidade de dar espaço a quem suou e ganhou seria muito bem-vinda. N?o foi desta vez. Mesmo assim, parabéns, vascaíno. Que sua alegria seja respeitada.
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
Concorde-se ou n?o com Eurico e seu estilo ele n?o deu o título ao Vasco, mas apostou em Doriva.
E o respeito voltou!

Da mesma forma com Jorge Mota, o respeito voltou.
E já fomos campe?es.

Falta o mais importante: ser 1?, 2?, 3? ou 4? da série C 2015.


guaramiranga - 25-5-15 em 04:44 PM

Prestes a completar cinco meses de gest?o, a diretoria do Fortaleza Esporte Clube segue o planejamento de qualificar, modernizar e profissionalizar todos os departamentos. Bastante acionado neste início de ano para solucionar quest?es trabalhistas, combater cambistas e atuar em julgamentos nos tribunais desportivos, o setor jurídico do clube tem novo objetivo, com apoio de um grupo de trabalho: equacionar débitos tributários.

Na última sexta-feira, o 1? vice-presidente Enio Ponte Mour?o, o diretor jurídico Daniel de Paula Pessoa e o diretor administrativo Gigliani Maia receberam um grupo de advogados torcedores do Fortaleza para discutir o tema e traçar diretrizes no plano de aç?o. Roberto Henrique Gir?o, Mikael Pinheiro, Marcell Feitosa e José Gomes ir?o colaborar com a diretoria tricolor a resolver pend?ncias desta área.

"A gente precisa de um relacionamento maior com um grupo de advogados que cuida dessa área tributária, que envolve quest?es de execuç?es fiscais e impostos. Trouxemos um grupo extremamente qualificado de torcedores que vai dar uma ajuda e tornar o Fortaleza melhor nessa área administrativa tributária", explica o diretor jurídico Daniel de Paula Pessoa.

A diretoria do Le?o já tem a contribuiç?o da Timemania para recuperaç?o da dívida com a Uni?o e aguarda mudanças no Programa de Modernizaç?o da Gest?o e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut) para decidir se deve aderir ou n?o ao refinanciamento, mas, paralelamente, trabalha para equacionar os débitos do clube. Desta forma, o Fortaleza ficaria apto a acertar patrocínios estatais e captar recursos em projetos através da Lei de Incentivo ao Esporte.

"Alguns advogados tricolores se prontificaram e v?o prestar um serviço de alta qualidade na área tributária para o Fortaleza Esporte Clube. Eles v?o dar uma assessoria para minimizar e até solucionar os problemas tributários que o Fortaleza enfrenta, principalmente junto ? Receita Federal. Nosso objetivo é chegar a um nível que possamos tirar Certid?o Negativa de Débito, por exemplo, e realizar qualquer operaç?o sem nenhuma pend?ncia com a Uni?o Federal", projeta o vice-presidente Enio Ponte Mour?o.

http://www.fortalezaec.net/Arquivos/Fotos/514x386/201505251034-reuniao-juridico-interna.jpg


guaramiranga - 3-8-15 em 07:58 PM

No último sábado, diante do Icasa, na Arena Castel?o, o Fortaleza entrou em campo para realizar a 40? partida oficial na temporada 2015. Campe?o estadual, o Le?o atingiu a marca em oito meses, com quatro competiç?es disputadas, e ostenta números positivos, com quase 70% de aproveitamento no ano.

Entre Campeonato Cearense, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série C, o Tricolor atuou 40 vezes. Foram 24 vitórias, dez empates e seis derrotas, com aproveitamento de 68,3%. A equipe balançou as redes adversárias 64 vezes e sofreu 32 gols, com saldo positivo de 32 tentos.

No Estadual, em que o Maior Campe?o do Estadual conquistou o seu 40? título, foram 18 jogos: dez vitórias, seis empates e duas derrotas, com 30 gols marcados e 14 sofridos.

No Nordest?o, o Fortaleza realizou oito duelos e obteve quatro vitórias, dois empates e duas derrotas, sendo eliminado nas quartas de final. Foram dez gols feitos e sete tomados. Já na Copa do Brasil, o Tricolor teve quatro confrontos - caiu na segunda fase. O time conseguiu tr?s vitórias e uma derrota, com seis bolas nas redes a favor e quatro gols levados.

Já no Campeonato Brasileiro, competiç?o ainda em disputa, o Le?o soma dez jogos, com sete vitórias, dois empates e uma derrota - é o líder do Grupo A, com 23 pontos, e possui a melhor campanha geral. Com 18 gols marcados, possui o ataque mais positivo do Nacional, e a segunda defesa menos vazada, ao lado de Tupi e Londrina, do Grupo B, com sete gols sofridos.

Números dos técnicos

Na temporada 2015, o Tricolor dois comandantes ? frente do elenco. No início do ano, o técnico era Nedo Xavier, que permaneceu no cargo por 14 jogos, entre Cearense e Copa do Nordeste. Foram seis vitórias, seis empates e duas derrotas, com 57% de aproveitamento.

A troca no comando ocorreu no início de março, e Marcelo Chamusca retornou ao Pici para assumir o time. O treinador, que foi campe?o estadual invicto, disputou as quatro competiç?es da temporada. Obteve 18 vitórias, quatro empates e quatro derrotas em 18 partidas, com 74,% de rendimento ? frente do Tricolor.

Os jogos do Fortaleza em 2015

14/01 - Quixadá 0 x 0 Fortaleza - Campeonato Cearense
18/01 - Fortaleza 3 x 2 S?o Benedito - Campeonato Cearense
21/01 - Icasa 2 x 0 Fortaleza - Campeonato Cearense
24/01 - Fortaleza 1 x 1 Horizonte - Campeonato Cearense
28/01 - Fortaleza 0 x 0 Quixadá - Campeonato Cearense
01/02 - S?o Benedito 1 x 5 Fortaleza - Campeonato Cearense
04/02 - kanal 1 x 1 Fortaleza - Copa do Nordeste
07/02 - Fortaleza 1 x 0 Icasa - Campeonato Cearense
10/02 - Fortaleza 2 x 1 Botafogo-PB - Copa do Nordeste
14/02 - Horizonte 1 x 3 Fortaleza - Campeonato Cearense
18/02 - Ríver 2 x 2 Fortaleza - Copa do Nordeste
21/02 - Fortaleza 1 x 1 Maranguape - Campeonato Cearense
25/02 - Guarani de Juazeiro 0 x 1 Fortaleza - Campeonato Cearense
28/02 - Fortaleza 0 x 1 kanal - Campeonato Cearense
03/03 - Fortaleza 2 x 0 Ríver - Copa do Nordeste
07/03 - kanal 1 x 2 Fortaleza - Campeonato Cearense
11/03 - Botafogo-PB 0 x 1 Fortaleza - Copa do Nordeste
15/03 - Maranguape 0 x 5 Fortaleza - Campeonato Cearense
18/03 - Fortaleza 1 x 2 kanal - Copa do Nordeste
22/03 - Fortaleza 2 x 0 Guarani de Juazeiro - Campeonato Cearense
25/03 - Fortaleza 1 x 0 Sport - Copa do Nordeste
29/03 - Sport 1 x 0 Fortaleza - Copa do Nordeste
01/04 - Ríver 0 x 1 Fortaleza - Copa do Brasil
05/04 - Icasa 1 x 2 Fortaleza - Campeonato Cearense
12/04 - Fortaleza 0 x 0 Icasa - Campeonato Cearense
16/04 - Fortaleza 2 x 1 Ríver - Copa do Brasil
26/04 - Fortaleza 2 x 1 kanal - Campeonato Cearense
03/05 - kanal 2 x 2 Fortaleza - Campeonato Cearense
06/05 - Fortaleza 2 x 1 Coritiba - Copa do Brasil
13/05 - Coritiba 2 x 1 Fortaleza - Copa do Brasil
17/05 - Icasa 0 x 2 Fortaleza - Campeonato Brasileiro
23/05 - Fortaleza 3 x 2 Vila Nova - Campeonato Brasileiro
01/06 - Cuiabá 1 x 3 Fortaleza - Campeonato Brasileiro
07/06 - Fortaleza 1 x 1 ASA - Campeonato Brasileiro
28/06 - Salgueiro 0 x 1 Fortaleza - Campeonato Brasileiro
04/07 - Fortaleza 1 x 0 América-RN - Campeonato Brasileiro
11/07 - Confiança 0 x 1 Fortaleza - Campeonato Brasileiro
18/07 - Fortaleza 3 x 0 Botafogo-PB - Campeonato Brasileiro
25/07 - Águia 2 x 2 Fortaleza - Campeonato Brasileiro
01/08 - Fortaleza 2 x 0 Icasa - Campeonato Brasileiro


guaramiranga - 29-10-15 em 02:34 PM

Jorge Mota, presidente do Fortaleza, abriu o coraç?o no programa A Grande Jogada (TV Diário), apresentado por Sebasti?o Belmino. Disse da agonia que passou na recente decis?o de vaga.
Antes dos jogos com o Brasil/RS, numa reuni?o com atletas e o técnico Chamusca, ele implorou aos jogadores para que chutassem no gol. "Testem o goleiro deles", pedia. Qual seu desapontamento ao ver o tempo passar e nada de gol do Le?o. Jorge Mota afirmou que foi ao desespero ao ver os toques laterais.
"Só no fim, já na metade do segundo tempo, com a entrada do Pio, os chutes a gol começaram a acontecer. Tarde demais. Aí foi trave, goleiro deles, e deu no que deu. Como entender aquilo? Como aceitar aquilo, se todo apoio tinha sido dado? Foi muito sofrimento", concluiu.


Caprichos

O torcedor n?o sabe a dimens?o do sofrimento, angústia e desespero de quem preside um time como o Fortaleza, máxime numa situaç?o assim.
Conforta apenas saber que tudo foi feito no planejamento para dar aos atletas o que havia de bom e de melhor. Mas em campo há os caprichos do destino que n?o dependem da aç?o presidencial.

Futuro
O maior desafio do Le?o em 2016 n?o será o Campeonato Cearense, nem Copa do Brasil, nem Copa do Nordeste. Jorge Mota deixou claro que o principal objetivo será sair da Série C. Virou obstinaç?o quebrar tabus, fantasmas, complexos, dramas, impasses, naturais e até sobrenaturais (para quem acredita nisso). Jorge Mota n?o desiste.


lopez03 - 29-10-15 em 02:49 PM

N?o esquecer que FALTOU QUALIDADE, CULPA EXCLUSIVA DA DIRETORIA.

Chorando MISÉRIA, que saiu pior do que o soneto.