Logo do Fórum

T.J.D.F-CE e S.T.J.D. - Tudo sobre justiça desportiva
ANIBALDANTAS - 25-4-08 em 06:42 PM

Citação:

O Auditor Presidente do Tribunal Pleno do T.J.D.F-CE, Dr. JOSÉ HELDER DE MESQUITA, no uso de suas atribuiç?es legais e de conformidade com os Arts. 45 ? 51 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), faz saber a quantos o presente Edital virem ou dele tomarem conhecimento, que tramita(m) nesta Secretaria os processo( s ) abaixo enumerado( s ) o( s ) qual( is ) será( ?o ) apreciado( s ) e julgado( s ), no dia 24 de abril de 2008, ?s 16h 30min na sala de reuni?es do T.J.D.F-CE - Rua Paulino Nogueira, 77, 2? Andar - Gentilândia.

PROCESSO N.? 060/2008

- Relator Dr.: Dr. Márcio Torres
- Procurador Dr.: Paulo Roberto Braun

Assunto:

QUEIXA DESPORTIVA INTERPOSTA PELO kanal SPORTING CLUB CONTRA O FORTALEZA ESPORTE CLUBE.

Fica( m ) o( s ) interessado( s ) devidamente citado( s ) para produzir ( em ) a( s ) defesa( s ) que tiver( em ), nos prazos estipulados pelo CBJD, bem como intimado( s ). Reputando-se verdadeiros os fatos afirmados na inicial, no caso de revelia. O presente Edital será afixado no local de costume.

http://www.futebolcearense.com.br/noticia_ver.asp?id=126
O kanal reclama de qu??


[Editado em 25-4-2008 por ANIBALDANTAS]


pauloroberto - 25-4-08 em 07:11 PM

da peia?!


Alberto - 25-4-08 em 07:38 PM

É sobre o caso do efeito suspensivo da puniç?o imposta ao Erandir. O canal n?o aceita e quer que o Le?o perca os pontos. É mole?!


Clerton - 25-4-08 em 08:41 PM

É por essas e outras que eu tenho raiva mortal desse campeonato.
Para desviar o assunto principal, que é a final do turno e do campeonato, eles buscam qualquer coisa para chamar a atenç?o e se possível “melar” o Manjadinho.
Ainda tem torcedor que reclama do desprezo que os meios de comunicaç?o do sul do País d?o ao nosso campeonato. Se existir um terceiro mundo futebolístico, podem ter certeza que é aqui.
Se formos atrás das notícias comentadas hoje nos jornais e rádios veremos que só se falam em 44 jogadores irregulares e ainda colocam em jogo o próprio resultado do campeonato, mesmo Fortaleza e Ferroviário estando fora desse grupo de irregularidades. Ora bolas, quer dizer que mesmo sem ter culpa de nadas esses dois times seriam punidos?
O amadorismo e o clientelismo dominam esse meio esportivo e chega a ser revoltantes certas atitudes tomadas por quem tem o poder nesse Estado.


RAFAELE?O - 26-4-08 em 02:21 AM

Como acreditar na isenç?o de um "negócio" desses???

Mas é interessante como a imprensa começou agora a querer "melar" o campeonato, com história de 44 jogadores irregulares e agora da composiç?o do Tribunal. Será que um certo time estivesse nas finais eles estariam comentando agora???




IRREGULAR
Tribunal em xeque

Ciro Câmara
da Redaç?o

O Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (TJDF) deveria ser formado por auditores indicados por Federaç?o, OAB, clubes, atletas, árbitros. Deveria...



25/04/2008 01:02


Há quase sete anos o órg?o responsável por julgar o que é certo ou errado no futebol cearense atua de modo irregular. Desde dezembro de 2001 o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (TJDF) é composto, em sua maioria, por auditores nomeados ? revelia dos grupos que deveriam representar, conforme prega a Lei Pelé. Os nomes atendem basicamente ? vontade do ex-presidente da Federaç?o Cearense de Futebol (FCF), Fares Lopes, falecido em 2004.

Dos nove integrantes do Pleno do órg?o, apenas os dois representantes da Federaç?o e os dois da Ordem dos Advogados do Brasil, secç?o kanal (OAB-CE) foram de fato indicados pelas entidades. Os cinco restantes deveriam ter sido indicados por clubes (2), atletas (2) e árbitros (1), conforme prega a Lei Pelé. Mas a determinaç?o n?o saiu do papel na sua totalidade, e a nomeaç?o partiu sem a consulta dos grupos.

A atual composiç?o do TJDF foi instituída, através de ato assinado por Fares Lopes em 18 de dezembro de 2001. A ata de nomeaç?o indicava os auditores conforme as seguintes indicaç?es: pela FCF (Geraldo Saraiva e Aderson Maia); pelos clubes (Gilson Liberato e Bérgson Bezerra); pelos atletas (Guilherme Gouveia e Irapuan Diniz Aguiar); e pelos árbitros (Helder de Mesquita). Posteriormente, em 2 de fevereiro de 2002, a OAB-CE indicou seus representantes (Sérgio Bezerra e Humberto Tabosa, hoje substituído por Márcio Torres).

O Sindicato dos Atletas de Futebol nega ter sido consultado ? época. "Nós (atletas) n?o julgamos o TJD legítimo enquanto n?o tiver lá dois representantes indicados pelos atletas", destaca o presidente do Sindicato, Marcos Gaúcho. O POVO tentou falar com o ex-presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol-Sindarf, Marcos Brasil. Porém, ele n?o atendeu as ligaç?es. Ontem, o Ministério Público, através da promotora Roberta Coelho, encaminhou ofício ao TJDF exigindo cópias das atas de indicaç?es por parte das entidades.

O próprio presidente da entidade, Helder Mesquita, admite n?o ter conhecimento de como o processo de nomeaç?o aconteceu. "Eu n?o sei como é. Eu sei que fui nomeado, indicado pelos árbitros. Os outros eu n?o sei (as circunstância das indicaç?es)", reconhece Helder, que se aposentou como magistrado, mas nunca teve ligaç?o com a arbitragem. "Conhecia alguns árbitros mas só".

O auditor Irapuan Diniz Aguiar, presidente do órg?o em tr?s ocasi?es, aponta possível explicaç?o. "O processo de encaminhamento na época vinha mesmo da Federaç?o, até porque essas instituiç?es (de classe) ainda estavam muito debaixo das asas da Federaç?o. Ela fazia o encaminhamento ao Tribunal e estipulava qual a indicaç?o", assegura. Mas a melhor foi a do auditor Guilherme Gouveia. Informado por O POVO de que era representante dos atletas no TJDF, ele soltou: "Estou sabendo só agora, sempre pensei que fosse pelos clubes". Ok, ent?o tá!


E-mais

A Lei Pelé (N? 9.615/98) sofreu alteraç?es por outras Leis - como a N? 9.981/00 e a 10.672/03. No início, os TJDFs eram compostos de sete a onze integrantes. A partir da modificaç?o imposta pela Lei n? 9.981/00 o número estabilizou em nove auditores.

O mandato da atual composiç?o do TJDF termina em julho deste ano. Até o momento, ainda n?o existem movimentaç?es em torno da sucess?o dos auditores.

Questionada pela kanal, em 2005, a OAB-CE, disse que a prorrogaç?o no mandato dos TJDFs até 2008 é irregular.

O MP concedeu sete dias corridos para que o TJDF apresente as atas de indicaç?o de sua composiç?o. A promotora Roberta Coelho prefere aguardar a entrega ou n?o dos documentos para revelar o posicionamento do órg?o.


OS "INDICADOS"

Os nove auditores que comp?em o TJDF foram "indicados" da seguinte maneira:

Pela FCF
Geraldo Saraiva
Aderson Maia

Pelos clubes
Gilson Liberato
Bérgson Bezerra

Pelos atletas
Guilherme Gouveia
Irapuan Diniz Aguiar

Pela OAB
Márcio Torres
Sérgio Bezerra

Pelos árbitros
Helder de Mesquita


FRASE

“Estou sabendo só agora, sempre pensei que fosse pelos clubes”

Guilherme Gouveia, auditor, ao saber que estava relacionado como indicado pelos atletas“.


guaramiranga - 7-11-08 em 07:34 PM

Há algum tempo o Adilson tomou o cart?o do juiz, numa atitude desrespeitosa, e a puniç?o foi apenas 1 partida.

Um jogador do Botafogo fez o mesmo nessa semana.

Qual será a puniç?o?


Julio - 8-11-08 em 12:47 AM

Aproveitando o topico.
O Fortaleza, foi derrotado por 5X1, nas pretens?es de participar do processo para a homologaç?o do penta que pariu(f) do kanal.
Ou seja o kanal vai deitar e rolar.
tá na hora da Diretoria do LE?O, dar um soco na poha dessa mesa e acabar com essa camarilha que se instalou na fcf e no tjd (é em minúsculo mesmo)


habilidoso - 8-11-08 em 11:46 AM

Essa diretoria é t?o fraca que eles est?o com a faca e o queijo na m?o pra registrar esses campeonatos.


ESSA VAI FECHAR COM CHAVE DE OURO


Franz - 8-11-08 em 02:23 PM

Como todo canalense, s?o todos VAGABUNDOS!!!


Julio - 14-3-09 em 12:13 AM

O Pleno do TJDF-CE apreciou nesta quinta-feira alguns recursos da Procuradoria, inconformada com decis?es das comiss?es disciplinares.


O zagueiro Diguinho, do Fortaleza, e o lateral esquerdo Fábio Vidal, do kanal, tiveram suas penas reformuladas pela corte do pleno.

Diguinho que foi punido com duas partidas teve sua pena aumentada para quatro partidas e ficará por mais dois jogos suspensos.

Já Fábio Vidal, tinha recebido apenas uma partida de puniç?o, também já cumprida, mas também teve sua pena aumentada para duas partidas.

Postado por - Fernando Graziani
13/03/2009 10:39

Como já disse em outra ocasi?o: É UMA CORJA DE VAGABUNDOS!
Ficaremos (diretoria) omissos em mais uma sacanagem dessas.


ANIBALDANTAS - 14-3-09 em 10:02 AM

Eu nem digo mais nada sobre isso, já passou da hora de se encomendar uma investigaç?o sobre "laços" e benefícios desse órg?o. Precisa-se, sim, de pagar investigaç?o e colocar a boca no tromboone, aí é esperar pelas puniç?es.


Ariston - 14-3-09 em 06:43 PM

Citação:
Mensagem original enviada por ANIBALDANTAS
Eu nem digo mais nada sobre isso, já passou da hora de se encomendar uma investigaç?o sobre "laços" e benefícios desse órg?o. Precisa-se, sim, de pagar investigaç?o e colocar a boca no tromboone, aí é esperar pelas puniç?es.



Professor, no caso em tela até que o tribundal deu uma canja para o Le?o, deixando o formidável Diguinho descansando mais um pouco.


ANIBALDANTAS - 18-3-09 em 01:25 AM

Citação:

TJDF TEM NOVO AUDITOR

Alegando falta de tempo a advogada Lígia Arraes pediu afastamento definitivo da composiç?o do Pleno do TJDF.

O Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do Estado do kanal (TJDF) ter?o o o advogado Marcelo Gir?o como seu novo auditor. A eleiç?o aconteceu por maioria de votos e teve os representantes dos clubes que disputam a Primeira Divis?o do Campeonato Cearense 2009 como colégio eleitoral.

O novo auditor do TJDF, Marcelo Gir?o, foi indicado pelo Boa Viagem e teve também os votos de kanal, Ferroviário, Icasa, Horizonte e Quixadá. O advogado Alexandre Borges teve os votos de Fortaleza e Maranguape, enquanto o procurado do Tribunal, Cresc?ncio Pereira, teve o voto do Itapipoca.

A nova eleiç?o aconteceu por causa da saída da Dra. Lígia Arraes, que alegou falta de tempo para seguir como auditora do TJDF. Nos próximos julgamentos do Pleno, Marcelo Gir?o já irá compor o Tribunal.

http://www.artilheiro.com.br/ver_news.asp?cod=20121
N?o muda nada, continua a composiç?o alvinegra como maioria.


ANIBALDANTAS - 24-3-09 em 01:28 PM

FORTALEZA E MARÍLIA ENTRAM COM AÇ?ES CONTRA O kanal




Fortaleza e Marília acreditam que o kanal deveria ter sido suspenso pelo n?o pagamento da multa e com a aç?o perderiam os pontos disputados em 2008 na Série B e em 2009 no estadual.

O Fortaleza protocolou uma aç?o contra o kanal Sporting Club no Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol (TJDF) fazendo uma queixa de que o Clube Alvinegro teria atrasado o pagamento de multa que foi parte da pena pela invas?o de torcedores no Estádio Clenils?o no início de 2008. Além de uma partida de suspens?o, o kanal foi punido com uma multa de R$ 10 mil, que foi parcelada pelo próprio Tribunal.

O departamento jurídico do Fortaleza alega que as parcelas teriam sido pagar com atraso, além do parcelamento ter sido feito de forma arbitrária pelo TJDF. Informado pelos advogados Fernando Curamu e D?nis Luís de Abreu, o Marília também deve ingressar com uma aç?o contra o kanal no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Fortaleza e Marília acreditam que o kanal deveria ter sido suspenso pelo n?o pagamento da multa e com a aç?o perderiam os pontos disputados em 2008 na Série B e em 2009 no estadual. “Com a nossa aç?o, o kanal perde todos os pontos no estadual e com a aç?o que vamos dar entrada em S?o Paulo, patrocinada pelo Marília, o Clube irá disputar a Série C em 2009”, afirmou o advogado Fernando Cumaru.

A direç?o do kanal afirma que o Clube pagou a multa e que o parcelamento foi feito pelo próprio tribunal. “Nós estamos tranqüilos porque o nosso direito é bom e Clube n?o é passível de nenhuma sanç?o”, afirmou o advogado Haroldo Martins.

http://www.artilheiro.com.br/


ANIBALDANTAS - 24-3-09 em 06:30 PM

Citação:

Por reconhecimento de títulos nacionais, clubes preparam dossi? para a CBF

Times que conquistaram a Taça Brasil e a Taça de Prata querem ser apontados como campe?es brasileiros dos torneios de 1959 a 1970

Seis times que, juntos, conquistaram 14 títulos nacionais entre os anos de 1959 e 1970 (Palmeiras, Santos, Fluminense, Cruzeiro, Botafogo e Bahia) se reuniram nesta terça-feira. A competiç?o, no entanto, primeiro chamava-se Taça Brasil (entre 1959 e 1968) e depois virou Taça de Prata (nos anos de 1969 e 1970). A CBF (Confederaç?o Brasileira de Futebol), no entanto, só reconhece os campe?es a partir de 1971, quando o mesmo torneio passou a chamar-se Campeonato Brasileiro.


Marcelo Prado/GLOBOESPORTE.COM
Bahia, Botafogo, Cruzeiro, Palmeiras, Fluminense e Santos: clubes anunciam aliança por reconhecimento

E os clubes citados acima resolveram criar um dossi? que tem como objetivo fazer com que a entidade que controla o futebol brasileiro reconheça o grupo também como campe?o brasileiro. Isso acontecendo, Palmeiras e Santos deixariam o S?o Paulo para trás e seriam os maiores campe?es brasileiros, cada um com oito conquistas. A cerimônia de lançamento do dossi? aconteceu na manh? desta terça-feira, no sal?o nobre do Palestra Itália.

- Parece que o mundo e o futebol brasileiro começaram apenas em 1971. É preciso reconhecer o que aconteceu antes. Ninguém aqui está querendo mudar o passado. É lógico e simples. Agora, n?o é porque é lógico que vai dar certo – afirmou o presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo.

O vice-presidente do Botafogo, Antonio Carlos Mantuano, seguiu pela mesma linha de raciocínio.

- Entre os anos de 1958 e 1970, o futebol brasileiro viveu o seu período de ouro. A seleç?o brasileira conquistou tr?s Copas do Mundo. Ent?o, n?o podemos ignorar o que aconteceu no país.

O presidente do Bahia, Marcelo Guimar?es, lembrou que o tricolor baiano usa duas estrelas na sua camisa, já contando a conquista da Taça Brasil de 1959.

- Inclusive, o Bahia teve a honra de ser o primeiro clube brasileiro a disputar a Taça Libertadores da América. E claro que isso teve o aval da CBF.

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL1056213-9825,00-POR+RECONHECIMENTO+DE+TITULOS+NACIONAIS+CLUBES+PRE PARAM+DOSSIE+PARA+A+CBF.html
E nós ganharíamos dois vicecampeonatos brasileiros.


ANIBALDANTAS - 30-3-09 em 09:04 PM

Citação:

Marília quer jogar a Série B

Clube entra com aç?o pedindo para que kanal perca todos os pontos do Brasileir?o do ano passado

Se em campo o Marília n?o conseguiu garantir a sua perman?ncia na Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, pode ser que no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o time paulista ganhe uma vaga para a competiç?o deste ano. Acontece, que o clube entrou com uma queixa no STJD pedindo para que o kanal perca o dobro de todos os pontos disputados na campanha do ano passado, ou seja, 228 pontos, o que obviamente deixaria o atual campe?o do Primeiro Turno Cearense na última colocaç?o da Série B de 2008.

Segundo a equipe jurídica do Marília, o kanal deixou de cumprir uma puniç?o do Tribunal de Justiça Desportiva do kanal (TJD/CE). O clube foi punido com a perda de um mando de campo e multa de R$10mil por conta de problemas ocorridos no jogo contra o Horizonte, no estádio Clenils?o, em 2007. O Tribunal anterior concedeu um parcelamento da multa ao clube, determinando que a cada dia 30 do m?s o Vovô efetuasse um pagamento de mil reais. O clube chegou a pagar a primeira parcela e depois, por conta da sucess?o no Tribunal, n?o realizou os demais pagamentos. Depois disso, com a posse do novo Tribunal foi ratificado o parcelamento, apenas alterando o pagamento das parcelas para o dia 28 de cada m?s e uma multa de 20% caso ocorresse atraso. Daí por diante, o kanal pagou algumas dessas parcelas de forma atrasada.

O kanal já quitou todas as parcelas, mas já que o artigo 176 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) diz que se um clube n?o cumprir com qualquer obrigaç?o imposta pela justiça desportiva, no prazo fixado pela decis?o, acarretará em suspens?o automática do infrator, o clube cearense estaria impossibilitado de disputar qualquer competiç?o oficial.

Sendo assim, o kanal n?o poderia ter participado de nenhum jogo do Campeonato Brasileiro da Série B e como o artigo 214 (Incluir na equipe ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta que n?o tenha condiç?o legal de participar de partida) do CBJD prev? como pena perda do dobro do número de pontos previstos no regulamento da competiç?o para o caso de vitória e multa de R$1mil a R$10mil, o kanal perderia o dobro de pontos dos 38 jogos que disputou na competiç?o.

Além do Marília, que seria privilegiado com a promoç?o a Série B, o Fortaleza, o Ferroviário e o Quixadá devem entrar como terceiros interessados. No TJD/CE, o Fortaleza entrou com uma aç?o requerendo que o kanal perca os pontos disputados no Campeonato Cearense, da mesma forma que o Marília pediu nacionalmente.

Voc? acompanhará o desfecho deste caso aqui no Justicadesportiva.com.br.

http://justicadesportiva.uol.com.br/noticia.asp?id=8629
Pelo menos vai ser julgado, aqui no TJDF nem isso. Diz o Karan que o processo deverá ser apreciado na sexta feira.


ANIBALDANTAS - 30-3-09 em 09:29 PM

Citação:

NÚMERO DO PROCESSO 001/2008

TIPO REEXAME PARA O PLENO, REFERENTE AO DESPACHO QUE AUTORIZOU O PARCELAMENTO DE DÍVIDA PROCESSUAL DO kanal SPORTING CLUB.
RELATOR Antônio Rodrigues Filho
AUTOR Procuradoria Da Justiça Desportiva
PROCURADOR José Cresc?ncio Pereira
ADVOGADOS Clarke Moreira Leit?o e Irazer Gadelha Brito


RESULTADO DO JULGAMENTO

O Tribunal Pleno, por maioria de votos, anulou o despacho do Dr. Hélder Mesquita, acolheu o despacho do atual Vice-Presidente, implicou as tenazes do Art. 176 § 1? do CBJD ao kanal Sporting Club para pagamento ou comprovaç?o do pagamento da 1? parcela da multa, ou seja, de R$ 1.000,00 (um mil reais), junto a Federaç?o Cearense de Futebol, no prazo de 24 horas.
Lindo, TJDF, agora só falta julgarem o Marcelo Nicácio ?s vésperas da decis?o do turno, por conta da expuls?o contra o Icasa. N?o julgam agora porque s?o bonzinhos, né?


RAFAELE?O - 31-3-09 em 12:49 AM

Podem ter certeza que le vai ser julgado na véspera das finais. E vai pegar no mínimo 2 jogos. Tudo pra prejudicar o Le?o!!


ANIBALDANTAS - 31-3-09 em 02:58 AM

Citação:
EXMO. SR. DR. PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA.

QUEIXA.

MARÍLIA ATLETICO CLUBE, agremiaç?o filiada junto a Federaç?o Paulista de Futebol, pessoa jurídica de direito privado, com sede na Avenida Vicente Ferreira, 152 – Centro – Marília – S?o Paulo., CEP 17.509 – 180 ,neste ato representado por seu Presidente o Sr. JOSE ROBERTO DUARTE DE MAYO, por seus patronos judiciais ao final assinado, no uso das atribuiç?es que lhe s?o conferidas por seus estatutos, e com base ao artigo 73 do CBJD, veem, respeitosamente ? presença de Vossa Excel?ncia, oferecer QUEIXA em face da Agremiaç?o do kanal SPORTING CLUB, agremiaç?o filiada na Federaç?o Cearense de Futebol, com sede na Avenida Jo?o Pessoa n? 3532 – Porangabuçu – Fortaleza – kanal., CEP 60.425.680, pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DA INTERPOSIÇ?O DA QUEIXA

Atende o pré-requisito do artigo 74, do CBJD, quando menciona, em seu corpo, a exist?ncia do conhecimento do fato, esse configurado pela a publicaç?o do edital de citaç?o e intimaç?o numero 021/2009, do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol exposto em 20 de março de 2009, com finco de julgar o reexame para o Tribunal Pleno com referencia ao despacho que autorizou o parcelamento de divida processual da equipe do kanal Sporting Club, tudo ensejado no bojo do processo de numero 001/2008, conforme copia do presente edital, em original, anexo e capa a capa da totalidade em copias autenticadas de toda matéria a ser discutida sobre a inadimpl?ncia contumaz em face de multa imposta pelo TJD/CE e confirmada por este pretório, fato que demonstra flagrante irregularidade por parte da agremiaç?o do kanal Sporting Club, quando ser?o expostos os fatos as diverg?ncias que merecem serem apenadas.

DOS FATOS



Em data de 20 de março de 2009, conferido os relatos, com possibilidade de existir algumas irregularidades por parte da agremiaç?o do kanal Sporting Club, a requerente adotou providencias que viesse a refletir, em favor da mesma, visto que a equipe do kanal Sporting Club disputou o Campeonato Brasileiro de Futebol da Segunda Divis?o, em sua vers?o de 2008, onde permitiu que a sua perman?ncia viesse a se configurar com manobras ardilosas, desobedecendo a Legislaç?o Desportiva Brasileira, e consequentemente prejudicando a quem atendeu e respeitou as Leis e o regulamento da competiç?o acima dita., tal expediente resultou em efetuar no referido processo em xerocar para análise para expor as veracidades desobedecidas por parte do kanal Sporting Club, como descrito abaixo:

Processo inicialmente distribuído em 15 de janeiro de 2008, (fls. 01 do anexo), recebido a denúncia em 16.01.2008 (fls. 02 do anexo), marcado primeiro julgamento para 21 de janeiro de 2008, e com o resultado do julgamento (doc. 05 e 06).

A agremiaç?o apenada ofertou recurso tempestivo em 24 de janeiro de 2008, com devido preparo, (fls. 51/58 do anexo)., marcada nova sess?o para 10 de março de 2008, para análise em segunda instância e seu resultado final, foi devolvido para a instância inicial, visto entender existir cerceamento de defesa. (fls.65 do anexo).

Retornando para apreciaç?o em primeira instância, o referido processo, onde obteve nova marcaç?o de julgamento em 10 de março de 2008, (fls. 84/90 do anexo), onde foi mantido o mesmo resultado, ou seja, a mesma condenaç?o de outrora.

No dia seguinte, a parte apenada ingressou com pedido de recurso voluntário ao TJD, (fls. 92/97 do anexo), sendo marcado novo julgamento para 27 de março de 2008, com o respectivo resultado do julgamento em 28 de março de 2008. (fls. 104/118 dos autos).

Após manifestaç?o da procuradoria, foi designado o julgamento para 08 de maio de 2008, tendo a equipe do kanal sido intimada em 05 de maio de 2008. (fls. 145 do anexo)



No dia acima mencionado, com a realizaç?o do pleito e sustentaç?o do defensor da agremiaç?o ré, foi proclamado o resultado do julgamento, por unanimidade de votos, mantendo a decis?o recorrida que multou em R$ 10.000,00 e a perda de mando de campo em uma partida, por infraç?o ao artigo 213, parágrafo segundo do CBJD., conforme pode ser visto as folhas 149/150.



A narrativa acima é uma breve síntese do desenrolar do processo em quest?o.



1?. Entendemos que a equipe do kanal Sporting Club, encontra-se em diverg?ncia com a legislaç?o desportiva desde o dia seguinte, ou seja, desde 09 de maio de 2008, quando foi proclamado o resultado do julgamento no STJD, vez que se fazia presente seu defensor naquela oportunidade, ver artigo 133 do CBJD.

“Art 133 Proclamado o resultado do julgamento, a decis?o produzirá efeitos a partir do dia imediato, independentemente de publicaç?o ou da presença das partes ou de seus procuradores, desde que regularmente intimados para a sess?o de julgamento.

Parágrafo único: Nenhum ato administrativo poderá afetar as decis?es proferidas pelos órg?os da justiça desportiva.

2?. A iniciativa do kanal Sporting Club, em cumprir sua pena, deu-se início somente no dia 09 de junho de 2008, quando protocolou petiç?o junto ao TJD-CE, pleiteando o parcelamento da referida multa, alegando que já houvera pago R$ 1.000,00 (hum mil reais), (detalhe consignado acima, ao nosso ver, fez refer?ncia ao primeiro pagamento da parcela confundindo-se com o pagamento do preparo., indispensável para recebimento do recurso no STJD), pagamento esse, que n?o encontra-se nos presentes autos, onde a equipe do kanal Sporting Club requer que seja aceito como primeira prestaç?o., portanto 31 (trinta e um) dias passado do trânsito em julgado.

Deferido o pedido as folhas. (155 do anexo)., (se válido for) o kanal Sporting Club, passou a efetuar as parcelas somente a partir de 03 de novembro de 2008, conforme ver as (fls.157 do anexo)., desta maneira, o kanal Sporting Club, infringiu textualmente o artigo 176 do CBJD. Como pode ser observado abaixo:



Artigo 176: O n?o cumprimento de qualquer obrigaç?o imposta pela justiça desportiva, no prazo fixado pela decis?o, acarretará suspens?o automática do infrator até que o faça.



Parágrafo primeiro: o recolhimento das penas pecuniárias deverá ser efetuado na Tesouraria da entidade de administraç?o do desporto que tenha a mesma jurisdiç?o do órg?o judicante (STJD ou TJD), devendo a parte comprová-lo nos autos.

De tal forma, n?o restou comprovado o cumprimento da puniç?o sofrida pelo kanal Sporting Club, quando por sua vez, trouxe para si todas as conseqü?ncias e reflexos, do artigo 176 do CBJD.

Raz?es assiste a queixosa em sua delaç?o, visto que o kanal Sporting Club, disputou todas as partidas estando suspenso automaticamente por força de sua inadimpl?ncia, infringindo o artigo 176 do CBJD, desde o dia 09 de maio de 2008 até os dias de hoje, por força do art.133 do mesmo diploma, confirmando a inadimpl?ncia ao tentar quitar tal dívida de forma antecipada em face do parcelamento que n?o cumpriu, em 19 de fevereiro de 2009, sendo certo que n?o acostou aos autos, o comprovante do pagamento supostamente que mencionou ter efetuado, como primeiro pagamento, ou seja, além desse fato, estava suspenso automaticamente desde 09 de maio de 2008 até 19 de fevereiro de 2009, por raz?es de inadimplemento.

Assim agindo, incorreu a equipe do kanal Sporting Club, nas sanç?es desportivas previstas nos artigos acima mencionados, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, raz?o pela qual é oferecida a presente queixa, que se espera ser acolhida e recebida em todos os seus termos, citando-se e requisitando-se os representantes a quem de direito, para oferecer o que lhe convier e responder os demais atos do processo, sob as penas da lei e Legislaç?o pertinente ? matéria.

Por fim, se assim o desejar, notifique a CBF para que faça juntar as súmulas dos jogos acima elencados, no prazo de tr?s dias, como determina o CBJD, para no final julgar procedente a presente queixa, para decretar a perda dos pontos do kanal Sporting Club, em todos os jogos do Campeonato Brasileiro de Futebol Profissional da Segunda Divis?o, em vers?o de 2008, como determina o artigo 214 do CBJD.

Após comprovados os indícios apontados e julgados, no caso de procedente, desde já informe a CBF para refazer a classificaç?o do referido campeonato com o objetivo de promover a requerente, Marília Atlético Clube ocupante de Direito da vaga atualmente destinada ao kanal Sporting Club.

Em todos os termos, requer a oitiva da douta Procuradoria de Justiça Desportiva.

Nesses Termos,

Pede Deferimento.

Fortaleza, 23 de março de 2009.



FERNANDO ANTONIO MEDEIROS COMARU
Representante Jurídico



DENNIS LUIZ DE ABREU
Representante Jurídico
Para quem está com preguiça de ler tudo, interessa apenas:

Raz?es assiste a queixosa em sua delaç?o, visto que o kanal Sporting Club, disputou todas as partidas estando suspenso automaticamente por força de sua inadimpl?ncia, infringindo o artigo 176 do CBJD, desde o dia 09 de maio de 2008 até os dias de hoje, por força do art.133 do mesmo diploma, confirmando a inadimpl?ncia ao tentar quitar tal dívida de forma antecipada em face do parcelamento que n?o cumpriu, em 19 de fevereiro de 2009, sendo certo que n?o acostou aos autos, o comprovante do pagamento supostamente que mencionou ter efetuado, como primeiro pagamento, ou seja, além desse fato, estava suspenso automaticamente desde 09 de maio de 2008 até 19 de fevereiro de 2009, por raz?es de inadimplemento.



Assim sendo, Senhores, por força do art.214 do CBJD, confirmada a irregularidade do querelado, seus atletas n?o tinham condiç?o de jogo e, como tal, somente resta aplicar as sanç?es que prev? o nosso ordenamento jurídico desportivo com a perda do dobro de pontos, por cada partida que a equipe do kanal Sporting Club, tenha jogado no Campeonato Brasileiro de Futebol da Segunda Divis?o, em sua vers?o 2008 .


HugodeLeon - 31-3-09 em 01:51 PM

Eu acredito que o kanal pode se ferrar nessa aç?o por 02 motivos:

1 - Vai ser julgado no STJD, que com certeza analisará de forma justa. N?o é igual o Tribunalzinho daqui sempre passa a m?o na kbca de seus filiados, principalmente o Kanal.

2 - A FEDERAÇ?O PAULISTA com certeza vai acompanhar esse julgamento, procurando dar uma força ao MARÍLIA.

Esperemos pra ver !!!!


Julio - 1-4-09 em 11:52 PM

Pessoal me tirem uma dúvida:
O Marcelo Nicassio foi expulso em que jogo? N?o deveria ter sido julgado?
Minha preocupaç?o é a seguinte: será que esta sendo adiado o julgamento do jogador, para só o julgarem as vésperas da semi final ou final do turno e assim tirarem o jogador de partidas importantes.
Lembrem-se que já houve fatos assim, como a suspens?o do Maurilio denunciado que foi pelo k-anal.
É bom a diretoria ficar esperta....


ANIBALDANTAS - 4-4-09 em 01:48 AM

Citação:
Luís Carlos próximo de estrear, Marcelo Nicássio será julgado próxima terça!

Um novo momento vive o Fortaleza. Passada a tempestade da péssima campanha no 1? turno do Cearense, o time v? um tempo melhor, e as boas partidas recentes vem renascendo a esperança do Tri nos coraç?es tricolores. Jogadores foram, outros vieram. Outros até sumiram, mas n?o atrapalharam a subida de produç?o do Le?o.

Se Adaílton n?o quer se apresentar, tem gente que está querendo trabalhar pelo clube, como é o caso do centroavante Luiz Carlos, que nesta quinta-feira fez uma rápida corrida em volta do gramado. Caso ele continue com boa recuperaç?o de uma contus?o no joelho, na próxima terça-feira ele poderá ser entregue para treinos físicos.

Enquanto isso, o atacante Marcelo Nicácio será julgado na próxima terça-feira no TJDF-CE, por expuls?o ocorrida contra o Icasa.

http://verdesmares.globo.com/v3/canais/noticias.asp?codigo=253674&modulo=173

De propósito para n?o jogar a primeira (ou primeiras) partida (s) da fase final.


Julio - 4-4-09 em 08:23 PM

Pela falta que gerou a expuls?o, (segundo cart?o amarelo), por ser primário, se o Nicassio n?o for absolvido esta caracterizada a má vontade (ou calhordice) do tjdf contra o Le?o.

[Editado em 4-4-2009 por Julio]


RAFAELE?O - 7-4-09 em 12:35 AM

Vai ser julgado amanh?. Pode ter certeza que far?o de tudo pra prejudicar o FEC...


ANIBALDANTAS - 7-4-09 em 03:33 PM

Citação:
kanal VOLTA A SER MULTADO PELO TJDF

Os auditores do TJDF negaram a possibilidade do kanal ser punido com perda de pontos no estadual ainda em questionamento preliminar.

A 1? Comiss?o do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol (TJDF) determinou nova multa ao kanal Sporting Club pelo atraso no pagamento de uma multa anterior quando a equipe também foi apenada com a perda de mando de campo de uma partida no Campeonato Cearense 2008. A nova multa é do mesmo valor da multa anterior, R$ 10 mil.

O julgamento e a puniç?o do kanal ocorreu a partir de uma queixa feita pelo Fortaleza Esporte Club, que gerou a denúncia por parte da procuradoria do Tribunal. A direç?o do Fortaleza pleiteava que o kanal perdesse os pontos de todos os jogos do estadual desse ano por ter pago a multa anterior com atraso, mas os auditores do TJDF descartaram essa possibilidade ainda em argüiç?o preliminar.

Como a quest?o foi julgada apenas na primeira instância, o departamento jurídico do Fortaleza pode recorrer ao Pleno do TJDF. O Marília entrou com uma queixa sobre a quest?o ? procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a finalidade de tomar a vaga do kanal na Série B do Campeonato Brasileiro, mas até agora a procuradoria do Tribunal n?o se pronunciou.

Site Artilheiro
Traduzindo: já pagou (em atraso) multa de r$ 10.000,00, pela aç?o do Fortaleza, pagará mais R$ 10.000,00, mas n?o perde pontos. O STJD vai manter a mesma pena, podem ter certeza. Isso se a 2? instância do TJDF n?o anular a segunda multa em seu julgamento, o que é mais provável.


C - 7-4-09 em 03:59 PM

Citação:
Mensagem original enviada por ANIBALDANTAS
Citação:
<b>kanal</b> VOLTA A SER MULTADO PELO TJDF

Os auditores do TJDF negaram a possibilidade do <b>kanal</b> ser punido com perda de pontos no estadual ainda em questionamento preliminar.

A 1? Comiss?o do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol (TJDF) determinou nova multa ao <b>kanal</b> Sporting Club pelo atraso no pagamento de uma multa anterior quando a equipe também foi apenada com a perda de mando de campo de uma partida no Campeonato Cearense 2008. A nova multa é do mesmo valor da multa anterior, R$ 10 mil.

O julgamento e a puniç?o do <b>kanal</b> ocorreu a partir de uma queixa feita pelo Fortaleza Esporte Club, que gerou a denúncia por parte da procuradoria do Tribunal. A direç?o do Fortaleza pleiteava que o <b>kanal</b> perdesse os pontos de todos os jogos do estadual desse ano por ter pago a multa anterior com atraso, mas os auditores do TJDF descartaram essa possibilidade ainda em argüiç?o preliminar.

Como a quest?o foi julgada apenas na primeira instância, o departamento jurídico do Fortaleza pode recorrer ao Pleno do TJDF. O Marília entrou com uma queixa sobre a quest?o ? procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a finalidade de tomar a vaga do <b>kanal</b> na Série B do Campeonato Brasileiro, mas até agora a procuradoria do Tribunal n?o se pronunciou.

Site Artilheiro
Traduzindo: já pagou (em atraso) multa de r$ 10.000,00, pela aç?o do Fortaleza, pagará mais R$ 10.000,00, mas n?o perde pontos. O STJD vai manter a mesma pena, podem ter certeza. Isso se a 2? instância do TJDF n?o anular a segunda multa em seu julgamento, o que é mais provável.

Tenho dúvidas se o STJD vai manter a mesma pena. O interesse será da Federaç?o Paulista de Futebol, que tem influ?ncia política. Além do que, o próprio TJDF reconheceu o erro do kanal, ao aplicar-lhe nova multa. A quest?o da perda de pontos no campeonato local geraria complicaç?es, que os auditores resolveram acobertar. Já no STJD, a quest?o poderá ser vista por outro ângulo. A falta de pagamento da multa significa que o time estaria jogando de forma irregular e isso significa perda de pontos. Mas isso é uma opini?o particular, pois o julgamento ainda ocorrerá, mas a perda de pontos na série B, n?o acarretaria maiores problemas relativos ? continuidade, pois o campeonato já findou, diferentemente do campeonato cearense.


Julio - 7-4-09 em 11:47 PM

A geraç?o de uma nova multa caracteriza a culpa do k-anal, visto que foi aplicada uma penalidade por um erro cometido, os advogados do marilia poder?o usar esse argumento no caso Marilia x k-anal.


ANIBALDANTAS - 9-4-09 em 08:06 PM

Citação:

PROCESSO CONTRA O kanal ESTÁ ARQUIVADO

Marília e Fortaleza perdem na Justiça.

O processo movido por Marília e Fortaleza contra a equipe do kanal Sporting Club no Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol (TJDF) e no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) foi arquivado nesta quinta-feira, 09.

A aç?o contra o kanal Sporting Club era uma denuncia de que o Clube Alvinegro teria atrasado o pagamento de multa que foi parte da pena pela invas?o de torcedores no Estádio Clenils?o no início de 2008. Além de uma partida de suspens?o, o kanal foi punido com uma multa de R$ 10 mil, que foi parcelada pelo próprio Tribunal.

O departamento jurídico do Fortaleza alegou que as parcelas teriam sido pagas com atraso, além do parcelamento ter sido feito de forma arbitrária pelo TJDF. Informado pelos advogados Fernando Curamu e D?nis Luís de Abreu, o Marília sabendo do caso ingressou com uma aç?o contra o kanal no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que também foi arquivada.

http://www.artilheiro.com.br/
Pelo que eu soube, o TJDF da FCF aplicou nova multa, R$ 10.000,00. Fortaleza conseguiu, em partes, alguma coisa.


SuperTricolor - 9-4-09 em 08:33 PM

É minha impress?o, mas o k-anal ganha tudo na justiça. O que é isso? Eles s?o mais bem representados que nós? Porque o Fortaleza nunca ganha nada? Nem um campeonato que todo mundo sabe que foi dado pra gente o k-anal consegue pelo menos n?o perder. Ganharam no caso do Clodoaldo, ganharam o penta, quase nunca s?o suspensos. Que diabo é isso?


Julio - 9-4-09 em 11:54 PM

Citação:
Mensagem original enviada por SuperTricolor
É minha impress?o, mas o k-anal ganha tudo na justiça. O que é isso? Eles s?o mais bem representados que nós? Porque o Fortaleza nunca ganha nada? Nem um campeonato que todo mundo sabe que foi dado pra gente o k-anal consegue pelo menos n?o perder. Ganharam no caso do Clodoaldo, ganharam o penta, quase nunca s?o suspensos. Que diabo é isso?



Eles tem ótimos advogado$$$$$$$$


NonatodeManaus - 10-4-09 em 02:04 PM

Citação:
Mensagem original enviada por Julio
Citação:
Mensagem original enviada por SuperTricolor
É minha impress?o, mas o k-anal ganha tudo na justiça. O que é isso? Eles s?o mais bem representados que nós? Porque o Fortaleza nunca ganha nada? Nem um campeonato que todo mundo sabe que foi dado pra gente o k-anal consegue pelo menos n?o perder. Ganharam no caso do Clodoaldo, ganharam o penta, quase nunca s?o suspensos. Que diabo é isso?



Eles tem ótimos advogado$$$$$$$$


O Júlio colocou exatamente o que eu ia colocar.
Uma coisa que todo bandido deve ter para seguir impune s?o bons advogados.


ANIBALDANTAS - 18-4-09 em 03:20 AM

Citação:

QUEST?O ENVOLVENDO LEGALIDADE DO PARCELAMENTO DA MULTA DO kanal CHEGA AO STJD




Em primeira instância o Clube foi absolvido que qualquer sanç?o referente a essa quest?o.

O processo baseado na queixa do Fortaleza contra o kanal Sporting Club quanto ao parcelamento de uma multa por invas?o de torcedores no campo do Estádio Clenils?o, em 2008, vai ser julgado em grau de recurso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Nestas sexta-feira, 17, o presidente do STJD, Rubéns Aprobato, abriu vistas ao kanal Sporting Club para fazer a sua defesa.

No dia 26 de março deste ano, o Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do estado do kanal (TJDF) julgou o caso e absolveu a equipe Alvinegra. “O parcelamento é um procedimento legal e já foi feito outras vezes, até mesmo para o fortaleza que está argüindo essa legalidade”, afirmou o procurador do TJDF Carlos Tolstoi. Um novo julgamento vai acontecer no Pleno do STJD, mas a data n?o está marcada até o momento.

http://www.artilheiro.com.br/ver_news.asp?cod=20593
Alguém avisa a esse Tolstói K-anal-ense que n?o se questionou o parcelamento, mas O N?O PAGAMENTO das parcelas!


FCOCARLOSBARBOSA - 18-4-09 em 03:37 AM

É isso mesmo caro Anilbadantas, a quest?o meritória é o descumprimento, sem justificativa razoável, de decis?o da justiça desportiva, ou seja, N?O PAGAMENTO A TEMPO E A HORA.


ANIBALDANTAS - 4-6-09 em 04:32 PM

Citação:
TJD julga importantes recursos do Fortaleza nesta quinta-feira ?s 14 horas

O Tribunal de Justiça Desportiva julga dois recursos importantes nesta quinta-feira, ?s 14 horas. Através do departamento jurídico, o Fortaleza pediu uma revis?o da decis?o do Presidente do TJD, que impediu que um recurso do clube fosse encaminhado para apreciaç?o do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro.

O recurso se refere ao clube entrar como parte interessada no julgamento do caso dos títulos concedidos ao kanal Sporting antes que existisse campeonatos organizados no Estado.

O Fortaleza entrou com o recurso para a decis?o do TJD ser revista. Caso isso n?o aconteça, um outro recurso do clube pede para o caso ser apreciado pelo STJD, no Rio de Janeiro, situaç?o que foi impedida pelo Presidente do TJD local.

Por ser um recurso importante, diretores, conselheiros, sócios e torcedores do Fortaleza devem acompanhar o julgamento na sede do TJD.

http://fortalezaec.net/2009/Noticia.aspx?id=93bfd1d52a3a488cbdd5a5ce8634a10d

FEC deve perder os dois recursos, destino é a justiça comum.


EBJ-CORA - 5-6-09 em 02:02 AM

Citação:
Mensagem original enviada por ANIBALDANTAS
Citação:
TJD julga importantes recursos do Fortaleza nesta quinta-feira ?s 14 horas

O Tribunal de Justiça Desportiva julga dois recursos importantes nesta quinta-feira, ?s 14 horas. Através do departamento jurídico, o Fortaleza pediu uma revis?o da decis?o do Presidente do TJD, que impediu que um recurso do clube fosse encaminhado para apreciaç?o do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro.

O recurso se refere ao clube entrar como parte interessada no julgamento do caso dos títulos concedidos ao <b>kanal</b> Sporting antes que existisse campeonatos organizados no Estado.

O Fortaleza entrou com o recurso para a decis?o do TJD ser revista. Caso isso n?o aconteça, um outro recurso do clube pede para o caso ser apreciado pelo STJD, no Rio de Janeiro, situaç?o que foi impedida pelo Presidente do TJD local.

Por ser um recurso importante, diretores, conselheiros, sócios e torcedores do Fortaleza devem acompanhar o julgamento na sede do TJD.

http://fortalezaec.net/2009/Noticia.aspx?id=93bfd1d52a3a488cbdd5a5ce8634a10d

FEC deve perder os dois recursos, destino é a justiça comum.


AINDA EST?O ATRÁS DISSO... EU JÁ TO PENSANDO É NO NOSSO HEXALUXO...


Julio - 5-6-09 em 11:33 PM

Citação:
Mensagem original enviada por EBJ-CORAÇ?O-DE-LE?O
Citação:
Mensagem original enviada por ANIBALDANTAS
Citação:
TJD julga importantes recursos do Fortaleza nesta quinta-feira ?s 14 horas

O Tribunal de Justiça Desportiva julga dois recursos importantes nesta quinta-feira, ?s 14 horas. Através do departamento jurídico, o Fortaleza pediu uma revis?o da decis?o do Presidente do TJD, que impediu que um recurso do clube fosse encaminhado para apreciaç?o do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro.

O recurso se refere ao clube entrar como parte interessada no julgamento do caso dos títulos concedidos ao <b>kanal</b> Sporting antes que existisse campeonatos organizados no Estado.

O Fortaleza entrou com o recurso para a decis?o do TJD ser revista. Caso isso n?o aconteça, um outro recurso do clube pede para o caso ser apreciado pelo STJD, no Rio de Janeiro, situaç?o que foi impedida pelo Presidente do TJD local.

Por ser um recurso importante, diretores, conselheiros, sócios e torcedores do Fortaleza devem acompanhar o julgamento na sede do TJD.

http://fortalezaec.net/2009/Noticia.aspx?id=93bfd1d52a3a488cbdd5a5ce8634a10d

FEC deve perder os dois recursos, destino é a justiça comum.


AINDA EST?O ATRÁS DISSO... EU JÁ TO PENSANDO É NO NOSSO HEXALUXO...



E eu no david madrigal... deixa o penta que pariu pra lá...


flaviofor - 6-6-09 em 02:22 AM

o time com 5 jogos, 1 ponto ganho, na "fona" e preocupado com poha de justiça desportiva!!!(f)(f)(f)(f)(f)(f)

?i?...(f)(f)(f)(f)(f)

[Editado em 6-6-2009 por flaviofor]


SuperTricolor - 6-6-09 em 02:51 AM

Vai ver que vai virar moda dos times do estado. Como n?o ganham nada pra frente vamos ganhar pra traz. Porque o FEC e o k-anal só ganham pra frente o manjadinho porque qualquer outra coisa é peia muita!


racoelho - 6-6-09 em 03:07 AM

É muita falta do que fazer, v?o cuidar do time que esta uma lástima.


guaramiranga - 19-9-11 em 07:44 PM

A partida entre Fortaleza e Flamengo, vencida pela equipe carioca, no dia 16 de março, pela Copa do Brasil, voltou a ser comentada no mundo esportivo. Só que desta vez, fora das quatro linhas. A Federaç?o Cearense de Futebol (FCF) e o Fortaleza ter?o de explicar irregularidades em relaç?o ? venda, controle de acesso e prestaç?o de constas relacionados aos ingressos da partida. O caso será analisado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

De acordo com o coordenador financeiro do Flamengo, Claudio Lima, o Castel?o estava praticamente lotado, mas no borderô apresentava-se apenas 17 mil ingressos vendidos e 2.500 em relaç?o a gratuidades e cortesia. Teve como resposta que alguns ingressos estavam na sede do Fortaleza e outra parte em um shopping, de acordo com o site Justiça Desportiva.

Como n?o há um documento que confirme qualquer tipo de dados referente ? quantidade de público, vendas e devoluç?es, tanto o Fortaleza quanto a Federaç?o podem ser punidos com uma multa de até R$ 100 mil. O julgamento será nesta terça-feira, a partir das 18h00 (de Brasília.


guaramiranga - 23-9-11 em 04:04 PM

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu julgar a pol?mica partida entre Fortaleza e CRB/AL na próxima terça-feira (27). Os dois clubes est?o denunciados e a partida pode ser anulada, tendo que ser disputada novamente.

A principal denúncia contra os times é de combinaç?o de resultados segundo STJD. Além de Fortaleza e CRB/AL como um todo, o próprio árbitro e quatro jogadores ser?o julgados separadamente. O caso está na pauta da Segunda Comiss?o Disciplinar, em sess?o marcada para a próxima terça-feira, dia 27 de setembro, ?s 17h.

Confira a lista de jogadores que devem ser julgados e o que pode acontecer com cada um:

Fortaleza Esporte Clube: artigos 206, 243-A § único e 213 III, todos do CBJD.

- 206 = Dar causa ao atraso do início da realizaç?o de partida ou deixar de apresentar a sua equipe em campo até a hora marcada para o início ou reinício da partida. Pena: multa de R$ 100 a R$ 1 mil por cada minuto de atraso.

- 243-A = Atuar, de forma contrária ? ética desportiva, com o fim de influenciar o resultado de partida. Pena: multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

- Parágrafo único do 243-A = Se do procedimento atingir-se o resultado pretendido, o órg?o judicante poderá anular a partida.

- 213 III = Deixar de tomar provid?ncias capazes de prevenir e reprimir: lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo. Pena: multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

CRB: artigo 206 do CBJD.

- 206 = Dar causa ao atraso do início da realizaç?o de partida ou deixar de apresentar a sua equipe em campo até a hora marcada para o início ou reinício da partida. Pena: multa de R$ 100 a R$ 1 mil por cada minuto de atraso.

Árbitro Gutemberg de Paula Fonseca: artigo 266 do CBJD.

- 266 = Deixar de relatar as ocorr?ncias disciplinares da partida ou faz?-lo de modo a impossibilitar ou dificultar a puniç?o de infratores, deturpar os fatos ocorridos ou fazer constar fatos que n?o tenha presenciado. Pena: suspens?o de 30 a 360 dias, cumulada ou n?o com multa de R$ 100 a R$ 1 mil.

Jogador Paulo Rodrigues, do CRB: artigo 250 do CBJD.

- 250 = Praticar ato desleal ou hostil durante a partida. Pena: suspens?o de uma a tr?s partidas.

Goleiro Cristiano, do CRB: artigo 258 do CBJD.

- 258 = Assumir qualquer conduta contrária ? disciplina ou ? ética desportiva n?o tipificada pelas demais regras deste Código. Pena: suspens?o de uma a seis partidas.

Luiz Anderson de Abreu, o Maisena, do CRB: artigo 243-A do CBJD.

- 243-A = Atuar, de forma contrária ? ética desportiva, com o fim de influenciar o resultado de partida. Pena: multa de R$ 100 a R$ 100 mil e suspens?o de seis a 12 partidas; no caso de reincid?ncia, a pena será de eliminaç?o.

Carlinhos Bala, atacante do Fortaleza: artigo 243-A, parágrafo único, do CBJD.

= 243-A = Atuar, de forma contrária ? ética desportiva, com o fim de influenciar o resultado de partida. Pena: multa de R$ 100 a R$ 100 mil e suspens?o de 12 a 24 partidas.


guaramiranga - 23-9-11 em 08:09 PM

“O Ministério Público do Estado do/Ceará, através dos integrantes do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (NUDETOR), coordenado pela procuradora de Justiça Maria Neves Feitosa Campos, requisitou, ao secretário de Segurança Pública e Defesa Social do/Ceará, coronel Francisco José Bezerra Rodrigues, a instauraç?o imediata do competente Procedimento de Investigaç?o Criminal (Inquérito Policial), para apurar denúncias uma possível “combinaç?o de resultado” entre os integrantes dos clubes Fortaleza e CRB/AL, durante a partida de futebol disputada no dia 17 de setembro de 2011.

Chegou ao conhecimento do NUDETOR, através de ampla divulgaç?o na imprensa, notícia de que no dia 17 de setembro de 2011, durante a partida de futebol disputada entre Fortaleza x CRB/AL, realizada no Estádio Municipal Presidente Vargas, em Fortaleza, teria ocorrido uma possível “combinaç?o de resultado” entre os integrantes dos dois clubes, o que teria gerado, por conseguinte, a vitória do Fortaleza Esporte Clube por 4×0, evitando, assim, o seu rebaixamento para a “Série D”, do Campeonato Brasileiro.

Também assinaram a requisiç?o o procurador de Justiça e vice-coordenador do NUDETOR, José Wilson Sales Júnior, e o promotor de Justiça Pedro Casimiro Campos de Oliveira. Segundo o documento, a recusa injustificável e o retardamento indevido do cumprimento das requisiç?es do Ministério Público implicar?o em responsabilidade de quem lhe der causa. Segundo a requisiç?o, a conduta de “combinar resultado” de competiç?o esportiva é caracterizada como crime pela Lei n? 10.671/2003 (Estatuto do Torcedor).

Tal prática está prevista nos seguintes dispositivos da referida legislaç?o: artigo 41-C “Solicitar ou aceitar, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem patrimonial ou n?o patrimonial para qualquer ato ou omiss?o destinado a alterar ou falsear o resultado de competiç?o esportiva, com pena de reclus?o de dois a seis anos e multa. Artigo 41-D “Dar ou prometer vantagem patrimonial ou n?o patrimonial com o fim de alterar ou falsear o resultado de uma competiç?o desportiva, com pena de reclus?o de dois a seis anos e multa. E o artigo 41-E “Fraudar, por qualquer meio, ou contribuir para que se fraude, de qualquer forma, o resultado de competiç?o esportiva, com pena prevista de reclus?o de dois a seis anos e multa.”

(Site do MP- CE)


RAFAELE?O - 24-9-11 em 03:34 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
“O Ministério Público do Estado do/Ceará, através dos integrantes do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (NUDETOR), coordenado pela procuradora de Justiça Maria Neves Feitosa Campos, requisitou, ao secretário de Segurança Pública e Defesa Social do/Ceará, coronel Francisco José Bezerra Rodrigues, a instauraç?o imediata do competente Procedimento de Investigaç?o Criminal (Inquérito Policial), para apurar denúncias uma possível “combinaç?o de resultado” entre os integrantes dos clubes Fortaleza e CRB/AL, durante a partida de futebol disputada no dia 17 de setembro de 2011.

Chegou ao conhecimento do NUDETOR, através de ampla divulgaç?o na imprensa, notícia de que no dia 17 de setembro de 2011, durante a partida de futebol disputada entre Fortaleza x CRB/AL, realizada no Estádio Municipal Presidente Vargas, em Fortaleza, teria ocorrido uma possível “combinaç?o de resultado” entre os integrantes dos dois clubes, o que teria gerado, por conseguinte, a vitória do Fortaleza Esporte Clube por 4×0, evitando, assim, o seu rebaixamento para a “Série D”, do Campeonato Brasileiro.

Também assinaram a requisiç?o o procurador de Justiça e vice-coordenador do NUDETOR, José Wilson Sales Júnior, e o promotor de Justiça Pedro Casimiro Campos de Oliveira. Segundo o documento, a recusa injustificável e o retardamento indevido do cumprimento das requisiç?es do Ministério Público implicar?o em responsabilidade de quem lhe der causa. Segundo a requisiç?o, a conduta de “combinar resultado” de competiç?o esportiva é caracterizada como crime pela Lei n? 10.671/2003 (Estatuto do Torcedor).

Tal prática está prevista nos seguintes dispositivos da referida legislaç?o: artigo 41-C “Solicitar ou aceitar, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem patrimonial ou n?o patrimonial para qualquer ato ou omiss?o destinado a alterar ou falsear o resultado de competiç?o esportiva, com pena de reclus?o de dois a seis anos e multa. Artigo 41-D “Dar ou prometer vantagem patrimonial ou n?o patrimonial com o fim de alterar ou falsear o resultado de uma competiç?o desportiva, com pena de reclus?o de dois a seis anos e multa. E o artigo 41-E “Fraudar, por qualquer meio, ou contribuir para que se fraude, de qualquer forma, o resultado de competiç?o esportiva, com pena prevista de reclus?o de dois a seis anos e multa.”

(Site do MP- CE)








Sinceramente: FALTA DO QUE FAZER.


guaramiranga - 24-9-11 em 08:07 PM

Ao Exmo Sr.
RUBENS APPROBATO MACHADO
DIGNO PRESIDENTE DO STJD/RJ

Senhor Presidente,


A Associaç?o Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do/Ceará (APCDEC) diante de tudo que vem sendo dito do jogo entre o Fortaleza Esporte Clube e o Clube de Regatas Brasil, realizado em 17.09.2011, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza/CE, n?o pode ficar silente, afinal n?o se fala de outra coisa na crônica esportiva local e nacional.

O que nos assusta enquanto cronistas, diarista do futebol, estudiosos do esporte bret?o, é a forma leviana e cruel com a qual setores da imprensa vem, irresponsavelmente, tratando do caso. Por acaso n?o vivemos nós em um Estado Democrático de Direito? N?o mais vigora no direito brasileiro o princípio da presunç?o de inoc?ncia? Restou revogado o axioma de que “o ônus da prova compete a quem alega”?

O Fortaleza Esporte Clube através de seus atletas ou dirigentes n?o agiu, em momento algum, durante o jogo de maneira contrária a ética desportiva, como querem fazer crer alguns. E n?o fazemos essa veemente afirmativa “por ouvir dizer” ou tendo por base “matérias” implantadas. O fazemos porque a APCDEC estava presente a partida em quest?o, e mais, em posiç?o privilegiada, a borda do campo de jogo, como lhe assegura o RGC/CBF e o REC da Série C.

A todos os cronistas que estavam ? borda do campo de jogo uma única impress?o restou: o jogo foi limpo, dentro das normas do esporte; dentro da moralidade desportiva; sem qualquer violaç?o de ordem ética. Sim. O jogo foi tenso,”catimbado”, com provocaç?o mútuas entre atletas de ambas as equipes, mas n?o houve, em momento algum, qualquer atentado contra a moral ou a ética no desporto.

N?o bastasse a presença maciça dos cronistas cearenses ? borda do campo de jogo, a diretoria da APCDEC, dada a importância do jogo, se fez presente ao PV naquela tarde-noite. Nosso Vice-Presidente, Alano Maia; o Diretor Financeiro, Morais Filho; e o Presidente do Conselho Fiscal; Fran Nogueira estavam presentes e, desprovidos de cores clubísticas - até por que o signatário desta e Presidente Edilson Alves da APCDEC é simpatizante, torcedor, do/Ceará Sporting Club – atestam, a uma voz só: o jogo foi limpo.

Isso posto, Senhor Presidente, a Associaç?o Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do/Ceará vem manifestar sua solidariedade, plena e irrestrita ao Fortaleza Esporte Clube, repudiando os abjetos ataques que vem vitimando o Tricolor-de-Aço-do-Pici, o que o faz, n?o por bairrismos ou por uma paix?o clubística que n?o existe no caso concreto, mas sim, o faz, porque é dever da imprensa levantar a voz contra a injustiça, é dever de uma imprensa responsável e livre erguer a voz em favor dos inocentes.

Atenciosamente,

Fortaleza/CE, 26 de setembro de 2011.

Associaç?o Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do/Ceará
Edilson Alves
PRESIDENTE


FCOCARLOSBARBOSA - 25-9-11 em 04:18 PM

Citação:
Mensagem original enviada por RAFAELE?O
Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
“O Ministério Público do Estado do/Ceará, através dos integrantes do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (NUDETOR), coordenado pela procuradora de Justiça Maria Neves Feitosa Campos, requisitou, ao secretário de Segurança Pública e Defesa Social do/Ceará, coronel Francisco José Bezerra Rodrigues, a instauraç?o imediata do competente Procedimento de Investigaç?o Criminal (Inquérito Policial), para apurar denúncias uma possível “combinaç?o de resultado” entre os integrantes dos clubes Fortaleza e CRB/AL, durante a partida de futebol disputada no dia 17 de setembro de 2011.

Chegou ao conhecimento do NUDETOR, através de ampla divulgaç?o na imprensa, notícia de que no dia 17 de setembro de 2011, durante a partida de futebol disputada entre Fortaleza x CRB/AL, realizada no Estádio Municipal Presidente Vargas, em Fortaleza, teria ocorrido uma possível “combinaç?o de resultado” entre os integrantes dos dois clubes, o que teria gerado, por conseguinte, a vitória do Fortaleza Esporte Clube por 4×0, evitando, assim, o seu rebaixamento para a “Série D”, do Campeonato Brasileiro.

Também assinaram a requisiç?o o procurador de Justiça e vice-coordenador do NUDETOR, José Wilson Sales Júnior, e o promotor de Justiça Pedro Casimiro Campos de Oliveira. Segundo o documento, a recusa injustificável e o retardamento indevido do cumprimento das requisiç?es do Ministério Público implicar?o em responsabilidade de quem lhe der causa. Segundo a requisiç?o, a conduta de “combinar resultado” de competiç?o esportiva é caracterizada como crime pela Lei n? 10.671/2003 (Estatuto do Torcedor).

Tal prática está prevista nos seguintes dispositivos da referida legislaç?o: artigo 41-C “Solicitar ou aceitar, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem patrimonial ou n?o patrimonial para qualquer ato ou omiss?o destinado a alterar ou falsear o resultado de competiç?o esportiva, com pena de reclus?o de dois a seis anos e multa. Artigo 41-D “Dar ou prometer vantagem patrimonial ou n?o patrimonial com o fim de alterar ou falsear o resultado de uma competiç?o desportiva, com pena de reclus?o de dois a seis anos e multa. E o artigo 41-E “Fraudar, por qualquer meio, ou contribuir para que se fraude, de qualquer forma, o resultado de competiç?o esportiva, com pena prevista de reclus?o de dois a seis anos e multa.”

(Site do MP- CE)








Sinceramente: FALTA DO QUE FAZER.


Onde estava esse mesmo Min. Público no caso da torcida organizada AKANALMOR, naquele triste episódio envolvendo integrantes daquela facç?o em roubo de carro e tráfico de drogas?

Por acaso eles pediram a extinç?o dessa quadrilha organizada, como o fez o M. Publico de S?o Paulo contra torcidas orgs. daquele estado?


guaramiranga - 26-9-11 em 07:58 PM

O Diário do Nordeste Online também entrevistou, com exclusividade, um dos maiores especialistas em Direito Esportivo do País, o advogado paranaense Domingos Moro. Para ele, o Fortaleza Esporte Clube tem grandes chances de se sair bem do julgamento.

"S?o muito raros os exemplos de anulaç?o de partida no futebol brasileiro. Para que uma partida seja anulada tem de ter uma condiç?o comprobante muito forte. Apenas um indício, por mais claro que ele seja n?o constitui prova. Gestos ou conversas entre jogadores s?o muito comuns, n?o querem dizer muita coisa. A n?o ser que o Campinense consiga fazer um conjunto de provas muito consistente, n?o creio em anulaç?o", analisa.

O especialista também acredita que mesmo havendo derrota do Tricolor de Aço, na sess?o desta terça, no pleno do STJD, o Fortaleza deve ter uma condiç?o muito boa de revert?-la.

"É pouco provável que haja puniç?o. A minha expectativa como advogado é que o clube saia vencedor desse julgamento. O Fortaleza precisava do resultado de 4 a 0 e conseguiu, bom para ele. N?o vejo provas contundentes contra a equipe".


RAFAELE?O - 26-9-11 em 10:10 PM

Observem um detalhe:

- O Fortaleza foi incluso para julgamento no 243-A (Atuar, de forma contrária ? ética desportiva, com o fim de influenciar o resultado de partida. Pena: multa de R$ 100 a R$ 100 mil.). O CRB, N?O.

- Ent?o cabe a pergunta: Como condenar o Le?o pela combinaç?o de resultado se o CRB n?o concordou, conforme a própria denúncia???


SérgioMaia - 26-9-11 em 10:26 PM

Citação:
Mensagem original enviada por RAFAELE?O
Observem um detalhe:

- O Fortaleza foi incluso para julgamento no 243-A (Atuar, de forma contrária ? ética desportiva, com o fim de influenciar o resultado de partida. Pena: multa de R$ 100 a R$ 100 mil.). O CRB, N?O.

- Ent?o cabe a pergunta: Como condenar o Le?o pela combinaç?o de resultado se o CRB n?o concordou, conforme a própria denúncia???


Se a denúncia é só essa, a resposta é simples: n?o estará em julgamento a combinaç?o de resultados e, por consequ?ncia, a anulaç?o da partida. Ou seja, o máximo que pode acontecer é sermos apenados com multa.


Julio - 26-9-11 em 11:35 PM

Campinas, SP, 26 (AFI) - Dois julgamentos prometem estremecer o futebol brasileiro nesta terça-feira e causar reviravoltas nas Séries C e D do Campeonato Brasileiro. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai analisar as pol?micas envolvendo o suposto acordo de entrega de jogo do CRB-AL para o Fortaleza-CE e o cai-cai do Tocantinópolis-TO que teria sido financiado pelo Itumbiara-GO com o objetivo de garantir a vaga e prejudicar o Anapolina-GO.

Confira!
» Mário Fernandes alega 'motivo pessoal' para dispensa na Seleç?o Brasileira
Mesmo com a competiç?o em andamento (Itumbiara venceu o Villa Nova no fim de semana enquanto o CRB estreou com empate na segunda fase das Séries D e C, respectivamente), muita coisa pode mudar. O Portal Futebol Interior conversou com o advogado de CRB e Anapolina, Osvaldo Sestário Filho, que falou um pouco sobre os casos.

Sobre o julgamento do CRB, Sestário foi enfático ao analisar que nada deverá acontecer. Defendendo o clube, o advogado relembrou que apenas Maisena, do CRB, foi denunciado, mas que o atleta já se explicou sobre o motivo da denúncia.

De acordo com leitura labial feita por uma emissora, o atleta teria dito "deixa fazer" ao volante Roberto Lopes, quando o jogo estava 3 a 0 e o Fortaleza precisava de um gol para se salvar do rebaixamento. O jogador do CRB argumenta que Roberto Lopes havia sofrido uma les?o minutos antes e que ele teria se oferecido para bater o tiro de meta.

"Era tiro de meta e o Roberto tinha sofrido uma pancada. Eu falei para ele: 'qualquer coisa, deixa eu fazer o tiro de meta', porque ele ia cobrar. Ele falou: 'n?o, n?o'. Só que n?o mostra, n?o tem o áudio. Tanto é que eu faço até o gesto do tiro de meta", defendeu-se Maisena.
Fonte: FI


Torçamos para ser um jugamento isento, sem interferencias politicas.


guaramiranga - 4-10-11 em 03:10 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
A partida entre Fortaleza e Flamengo, vencida pela equipe carioca, no dia 16 de março, pela Copa do Brasil, voltou a ser comentada no mundo esportivo. Só que desta vez, fora das quatro linhas. A Federaç?o Cearense de Futebol (FCF) e o Fortaleza ter?o de explicar irregularidades em relaç?o ? venda, controle de acesso e prestaç?o de constas relacionados aos ingressos da partida. O caso será analisado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

De acordo com o coordenador financeiro do Flamengo, Claudio Lima, o Castel?o estava praticamente lotado, mas no borderô apresentava-se apenas 17 mil ingressos vendidos e 2.500 em relaç?o a gratuidades e cortesia. Teve como resposta que alguns ingressos estavam na sede do Fortaleza e outra parte em um shopping, de acordo com o site Justiça Desportiva.

Como n?o há um documento que confirme qualquer tipo de dados referente ? quantidade de público, vendas e devoluç?es, tanto o Fortaleza quanto a Federaç?o podem ser punidos com uma multa de até R$ 100 mil. O julgamento será nesta terça-feira, a partir das 18h00 (de Brasília.

Foi adiado para hoje, 04/10/11.


juquinha - 5-10-11 em 02:24 AM

Penas:

R$20.000,00 Fortaleza e R$20.000,00 Federaç?o.

ABS


guaramiranga - 21-4-12 em 10:54 AM

O Juan Aurich ainda n?o desistiu da Libertadores. Mesmo que tenha terminado na lanterna do Grupo 1, com seis pontos, o time peruano espera que a Conmebol reverta os tentos da primeira partida da chave, diante do Internacional. A equipe peruana perdeu por 2 a 0 no Beira-Rio no dia 9 de fevereiro, mas alega que o meia Oscar, que passa por um imbróglio jurídico entre o clube colorado e o S?o Paulo, n?o poderia ter sido inscrito na competiç?o.

"O Juan Aurich soma agora seis pontos, e estamos ? espera que a Conmebol nos outorgue os pontos pela má inscriç?o de Oscar pelo Inter. A apelaç?o foi feita e se espera que nas próximas horas saia a nosso favor. Com isso, iríamos a nove pontos e estaríamos classificados para a próxima etapa", disse o site oficial do clube de Chiclayo, na crônica da vitória sobre o Inter, por 1 a 0, nesta quinta.


RAFAELE?O - 27-4-12 em 11:58 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
O Juan Aurich ainda n?o desistiu da Libertadores. Mesmo que tenha terminado na lanterna do Grupo 1, com seis pontos, o time peruano espera que a Conmebol reverta os tentos da primeira partida da chave, diante do Internacional. A equipe peruana perdeu por 2 a 0 no Beira-Rio no dia 9 de fevereiro, mas alega que o meia Oscar, que passa por um imbróglio jurídico entre o clube colorado e o S?o Paulo, n?o poderia ter sido inscrito na competiç?o.

"O Juan Aurich soma agora seis pontos, e estamos ? espera que a Conmebol nos outorgue os pontos pela má inscriç?o de Oscar pelo Inter. A apelaç?o foi feita e se espera que nas próximas horas saia a nosso favor. Com isso, iríamos a nove pontos e estaríamos classificados para a próxima etapa", disse o site oficial do clube de Chiclayo, na crônica da vitória sobre o Inter, por 1 a 0, nesta quinta.





N?o deu em nada. Inter já jogou a primeira partida das oitavas contra o Fluminense (0x0) e Oscar foi liberado para atuar pelo Inter...


ANIBALDANTAS - 29-4-12 em 05:14 PM

Embrólio: Fortaleza afirma que Guto está regular e Reina Irregular. O kanal de [Censurado] diz o contrário. O tempo dirá o que todos já sabem: tudo terminará em pizza (ou n?o?).


RAFAELE?O - 5-5-12 em 02:02 AM

FIM DA NOVELA??????????????????????????


http://esportes.opovo.com.br/app/esportes/campeonatocearense/2012/05/04/noticiacampeonatocearense,2327937/procuradoria-do-tjdf-d ecide-arquivar-casos-guto-e-reina.shtml

Procuradoria do TJDF decide arquivar casos Guto e Reina




André Victor Rodrigues
Portal Esportes O POVO

Depois de muita pol?mica, assuntos arquivados. O Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol no kanal (TJDF-CE) optou, nesta sexta-feira (4), por n?o levar adiante as acusaç?es de que os jogadores Guto, lateral do Fortaleza e Reina, meia do kanal, teriam atuado pelo Campeonato Cearense deste ano em condiç?o irregular.

O motivo do arquivamento do caso, segundo a procuradoria do TJDF-CE, é a publicaç?o dos nomes dos atletas no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF), o que dá condiç?o regular aos dois atletas para reforçar os times rivais.

No dia 20 de abril, o Fortaleza decidiu recorrer ? Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do kanal (TJDF-CE), acusando o clube alvinegro de escalar o atleta Reina quanto este estaria irregular. A acusaç?o do Tricolor apontava que o atleta colombiano teria jogado dez partidas ferindo o artigo 46 da Lei Pelé, ou seja, sem visto para trabalhar no país.

Contra o Fortaleza, surgiu acusaç?o do Crato sobre a condiç?o de jogo do lateral tricolor Guto. O clube do Cariri entrou com aç?o contra o Le?o, no dia 19 de abril, alegando irregularidade de Guto por ferir o artigo 30 da Lei Pelé.

Conforme aponta a lei, Guto n?o poderia assinar o primeiro contrato profissional com o clube que o formou por um prazo maior do que cinco anos. O Fortaleza apresentou aditivo de um ano no contrato do jogador, o que poderia render penalidade aos tricolores.

Para o procurador do TJDF-CE, Franklin Alencar, que esteve na análise desta aç?o, se o nome dos atletas constam como regulares no site da CBF, n?o há o que se fazer e nem porque levar os casos adiante.

"O assessor jurídico da CBF mandou a resposta de que os jogadores estavam em condiç?o de jogo. A Confederaç?o Brasileira de Futebol é o org?o gestor do futebol nacional. Se ela dá o aval, n?o tem como o clube nem o atleta ser punido por isso", explica.

Sobre o a aç?o movida pelo Crato, Franklin diz que houve desatenç?o do clube na hora de interpretar a Lei Pelé.

"O Crato quis enquadrar o atleta t?o somente no artigo 30 da Lei Pelé. Só que esqueceram de ver o artigo 29. No parágrafo 7?, diz que o clube detentor dos direitos do atleta por este profissionalizado tem direito de apresentar um aditivo no contrato, cujo o prazo n?o poderá superior a tr?s anos, salvo equiparaç?o de contrato. Se o kanal apresentou proposta para o jogador, o Fortaleza tem o direito de cobri-la", argumentou.

Sobre a aç?o do kanal contra Guto, alegando que o jogador precisa cumprir o pré-contrato assinado no fim do ano passado, Franklin destacou tal acusaç?o foge da alçada do TJDF-CE, por se tratar de um acordo entre as partes.


guaramiranga - 17-5-12 em 12:26 PM

A CBF divulgou por intermédio de seu site oficial um comunicado em que dá orientaç?es aos clubes das quatro séries do Campeonato Brasileiro para encaminharem suas reclamaç?es contra a arbitragem em seus jogos. Os documentos devem ser enviados via Federaç?o para a Comiss?o de Arbitragem da CBF (CA/CBF), que vai analisar para tomar as medidas cabíveis, seja para puniç?o ou aperfeiçoamento dos árbitros.

Veja abaixo os procedimentos necessários:

"1- O clube reclamante deverá encaminhar, via Federaç?o, um DVD completo da partida e um editado contendo as situaç?es em que julgue ter ocorrido equívoco (s) de um ou mais componenetes da equipe de arbitragem designada para a partida;

"2- T?o logo o material citado seja entregue na Federaç?o, um instrutor local, indicado pelo presidente da comiss?o estadual interessada deverá realizar uma análise preliminar e confidencial com menç?o de mérito no Livro de Regras atualizado pela Fifa/CBF e a remeterá, junto com os DVDs completo e editado ? Ouvidoria de Arbitragem da CBF;

"3- De posse dos DVDs e do relatório confindencial, o ouvidor abrirá um processo administrativo, anexando o relatório do assessor de arbitragem da partida em quest?o, enviado pela CA/CBF e realizará sua análise sobre o trabalho da arbitragem, emitindo um parecer conclusivo, com as aç?es recomendadas e pertinentes;

"4- O parecer técnico da partida será enviado ao clube interessado via Federaç?o."


guaramiranga - 22-5-12 em 11:05 AM

Nesta terça-feira, dia 22, ao vivo, pela CBF TV, ?s 14h30, será realizado o sorteio para definiç?o dos árbitros das partidas do Campeonato Brasileiro das Séries A, B, C e D, dos dias 26, 27 e 29.

-------
Santo André ou Brasil/RS?

Rio Branco/AC ou Treze/PB?


guaramiranga - 24-5-12 em 06:41 PM

O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Rubens Approbato, declarou nesta quinta-feira que a Fifa e a Conmembol podem sim tomar medidas punitivas contra o Treze e contra o Brasil de Pelotas, clubes que ingressaram na justiça comum para garantir no tapet?o vagas na Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol. Ele explica que apesar de a Constituiç?o Federal prever que entidades esportivas possam ingressar na justiça comum após esgotados todas as instâncias da justiça desportiva, uma resoluç?o da Fifa proíbe que os clubes a ela filiados façam isto.

Approbato diz ainda que esta regra da Fifa, diferente do que diretores dos clubes alegaram, n?o afeta de forma alguma a soberania do Brasil, justamente pelo fado da Fifa ser uma “entidade internacional com regras próprias”.

- Na liminar em que determino a suspens?o das séries C e D do Brasileir?o, mando que a Conmembol e a CBF sejam comunicadas do que está acontecendo no Brasil. As entidades ent?o v?o tomar ci?ncia e tomar?o as medidas cabíveis. N?o sei que medidas ser?o estas, mas ela pode decidir por punir os clubes – declarou, destacando inclusive que a desfiliaç?o é uma possibilidade.


guaramiranga - 24-5-12 em 06:41 PM

Ele explica ainda que a Fifa costumeiramente se manifesta em quest?es de “caráter desportivo internacional”, como é o caso do ingresso de clubes na justiça comum. Outras quest?es do tipo, segundo o presidente do STJD, s?o casos de doping e de racismo.

- Nestes casos, a Fifa pode se manifestar e tomar decis?es que est?o numa instância acima dos tribunais desportivos. Um caso conhecido foi o do atacante Dodô. Pego em doping, foi absolvido no STJD, mas depois acabou punido pela Fifa – exemplifica.

Em casos parecidos ao que se encontra hoje o Treze e o Brasil, Approbato diz que tempos atrás o clube colombiano Milionários foi desfiliado da Fifa por ter entrado na justiça comum para resolver quest?es esportivas.


guaramiranga - 24-5-12 em 06:43 PM

O presidente Rubens Approbato declarou ainda que uma conciliaç?o entre as partes (CBF e clubes envolvidos) seria a forma mais rápida de se chegar a uma soluç?o para o impasse que paralisou o Campeonato Brasileiro de Futebol das séries C e D.

Segundo ele, se isto n?o acontecer a “enxurradas de aç?es e recursos” que est?o por vir pode inviabilizar que o campeonato comece até mesmo neste ano de 2012.

- É difícil prever o que vai acontecer. Mas a Justiça possui uma gama t?o grande de possibilidades de recursos que esta briga pode demorar muito para ser resolvida. Um acordo envolvendo todas as partes resolveria isto – declarou.

------------

Assim é muito fácil : Acordo é a saída mais rápida.

Mas...

Quais os termos desse acordo?


guaramiranga - 30-5-12 em 07:24 PM

O advogado Wilson Sales Belchior, que representa na Paraíba os interesses da CBF, entrou com um Agravo de Instrumento no Tribunal de Justiça da Paraíba contra a liminar do Treze que inclui o clube paraibano na Série C do Campeonato Brasileiro. Ele pede que os efeitos da liminar sejam imediatamente cassados e diz que o clube n?o tem legitimidade para requerer a vaga.

Ele explica, entre outras coisas, que pelas regras esportivas, apenas quatro clubes poderiam subir da Série D de 2011 para a Série C de 2012, e que o time de Campina Grande n?o logrou ?xito nisto. Assim, mesmo que o Rio Branco fosse mesmo excluído da competiç?o nacional, a tese do advogado da CBF é a de que apenas um dos times rebaixados da Série C de 2011 é que poderiam requerer a vaga.

Ainda de acordo com o jurista, o clube rebaixado no grupo do Rio Branco (no caso o Araguaína), seria o dono prioritário da vaga caso o Rio Branco deixasse a competiç?o.

- Se o Rio Branco Football Club, que disputou a Série C em 2011, nâo foi rebaixado para a “D" em 2012, obviamente que só tem interesse e legitimidade para disputar-lhe a vaga um dos clubes que participaran do mesmo campeonato da Série C em 2011 e foram rebaixados para a “D” em 2012 - destaca o advogado numa certa parte da aç?o.

Depois, em outro momento, o advogado diz que o
"o único clube que poderia disputar vaga ao Campeonato Brasileiro da Série C de 2012, caso o acordo impugnado fosse declarado nulo, seria o rebaixado no Grupo do Rio Branco".

O curioso é que o advogado acaba por cometer um erro de informaç?o no texto, ao citar o Luverdense como o rebaixado do grupo, quando na verdade foi o Araguaína. O Luverdense, inclusive, já está garantido na competiç?o.


guaramiranga - 31-5-12 em 12:54 AM

A confus?o nas Séries C e D parece estar longe de terminar. O juiz Sérgio Paio, da 1? Vara da Fazenda Pública deu ganho de causa ao Araguaína (TO) que disputa vaga na Terceirona com Rio Branco (AC) e Treze (PB).

Com a decis?o a Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) estaria obrigada a incluir o clube tocantinense na competiç?o, sob pena de multa de R$ 100/dia em caso de descumprimento. O problema é que as justiças do Acre e da Paraíba deram ganho de causa ?s equipes de seus respectivos estados.

O Araguaína foi rebaixado da Série C para D, em 2011, mas escaparia do descenso, com a puniç?o inicialmente imposta ao Rio Branco por ter ido ? Justiça Comum antes de esgotar as esferas jurídicas desportivas. Contudo, ainda no ano passado a CBF, o STJD e o clube acreano entraram em acordo que salvou o "Estrel?o".


guaramiranga - 31-5-12 em 09:49 PM

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB) indeferiu, nesta quinta-feira (31) o pedido da Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) que pedia a cassaç?o da liminar favorável ? inserç?o do Treze (PB) na Série C. Em caso do descumprimento, a multa é de R$ 50/dia.

O clube paraibano pleiteia a vaga do Rio Branco (AC) que teria acionado a Justiça Comum antes de esgotar todas as esferas jurídicas desportivas em 2011. O "Galo da Borborema" alega ter direito ? vaga do clube por ter sido o quinto melhor colocado na Série D, no ano passado.

A decis?o do desembargador Genésio Gomes Pereira Filho, mantém a da juíza Ritaura Rodrigues, da 1.? Vara Cível, e piora a situaç?o da CBF que foi obrigada pelo STJD a adiar o início das duas competiç?es nacionais até que se resolvam as pend?ncias na Justiça Comum.


EBJ-CORAÇ?O-DE-LE?O - 31-5-12 em 11:28 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB) indeferiu, nesta quinta-feira (31) o pedido da Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) que pedia a cassaç?o da liminar favorável ? inserç?o do Treze (PB) na Série C. Em caso do descumprimento, a multa é de R$ 50/dia.

O clube paraibano pleiteia a vaga do Rio Branco (AC) que teria acionado a Justiça Comum antes de esgotar todas as esferas jurídicas desportivas em 2011. O "Galo da Borborema" alega ter direito ? vaga do clube por ter sido o quinto melhor colocado na Série D, no ano passado.

A decis?o do desembargador Genésio Gomes Pereira Filho, mantém a da juíza Ritaura Rodrigues, da 1.? Vara Cível, e piora a situaç?o da CBF que foi obrigada pelo STJD a adiar o início das duas competiç?es nacionais até que se resolvam as pend?ncias na Justiça Comum.


PARA MIM A ÚNICA SOLUÇ?O É INCLUIR TODOS OS ENVOLVIDOS NAS CHAVES DA C E AUMENTAR O NUMERO DE REBAIXADOS, OU SEJA, EM VEZ DE QUATRO, SEIS REBAIXADOS (3 AO FINAL DA FASE CLASSIFICATÓRIA DE CADA GRUPO).


LinoFortaleza - 31-5-12 em 11:36 PM

Pronto, disse tudo Coraç?o de Le?o, matou a xarada, inclui esses chor?es e aumenta o número de rebaixados, acabou o problema, e resolve essa celeuma dos demais que ficam paradas olhando essa bola de tenis para lá e para cá.


guaramiranga - 1-6-12 em 10:39 AM

“Eu queria estar aqui conversando com voc?s sobre outros temas, mas como eu devo uma satisfaç?o ? torcida do Fortaleza, que é a Maior do Estado, tenho que falar sobre o início da Série C. Inicialmente eu queria dizer que o Fortaleza está rigorosamente em dia com seu elenco, REFIS foi pago hoje, tudo em dia. Entretanto o Fortaleza está numa dificuldade, assim como todos os 20 times da Série C e os 40 da Série D. Fizemos investimentos, novas contrataç?es, renovaç?es de contratos, e isso demanda numa folha muito maior do que a do campeonato cearense. E diante dessa falta de informaç?es hoje eu liguei pra CBF e falei com o senhor Reinaldo Bastos (diretor de Desenvolvimento e Projetos da CBF), que me disse que talvez n?o tivesse mais os campeonatos das Séries C e D. Ent?o eu liguei para o Virgílio Elísio, conversei com ele sobre essa informaç?o e ele ficou um tanto quanto assustado, mas me retornou há pouco tempo. Segundo ele, deve ter sido um desabafo do Reinaldo Bastos. Mas essa interpretaç?o é dada porque, até que a justiça resolva julgar o mérito, isso demora um ano, dois anos, tr?s anos, é por isso”.

Problemas na Série B

“Quem está na Série A cai pra Série B, e da Série B cai pra C. E como é que se resolve isso? Eu tomei conhecimento há pouco tempo, que clube que era da Série B e que caiu pra C, está entrando na justiça pra voltar pra B. Por que? Porque se ele estava na B e caiu pra C pra jogar na C, e n?o tem a Série C ele vai jogar o que? Talvez isso resolva, porque quando mexe com Série B ou Série A eles d?o uma outra atenç?o. N?o estamos pedindo nada ? CBF, n?o estamos pedindo favor, estamos apenas querendo que comece uma competiç?o que estava programada, e que nós fizemos contratos baseados nisso, pois quando chegar no dia do pagamento nós somos obrigados a pagar, e vamos tira de onde?

----------
Vamos dar corda para que o Icasa entre com aç?o para suspender a série B ?


guaramiranga - 5-6-12 em 02:38 PM

A diretoria do Treze divulgou na noite desta segunda-feira uma nota explicando a cronologia jurídica do clube no imbróglio que envolve a disputa da vaga na Série C. De acordo com o documento, o clube só resolveu acionar a justiça comum após receber uma orientaç?o do próprio Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) de que o clube deveria buscar no poder judiciário, e n?o na justiça desportiva, anular o acordo feito entre a CBF e o Rio Branco.

- Após esgotar todos os recursos na Justiça Desportiva, o próprio STJD, no acórd?o de n° 036/2012, em seu ponto '13', assim dispôs expressamente: "Deveria o Treze, portanto, buscar a anulaç?o desse acordo perante o juiz competente, isto é, perante o poder judiciário e n?o perante a justiça desportiva." - diz a nota.

Este acordo, segundo o time paraibano, foi feito depois que o Rio Branco foi condenado pelo STJD com a pena de exclus?o do campeonato por ter acionado a justiça comum antes de esgotar todas as instâncias desportivas. O Treze, inclusive, alega que a CBF chegou a declarar oficialmente que a vaga herdada na Série C seria sua, já que foi o quinto melhor colocado na Série D do ano passado.

No entanto, o time de Campina Grande reclama que este acordo que recoloca o time do Acre na competiç?o foi feito de forma “ilegal e ?s escuras” e viola dois artigos da Constituiç?o Federal. Sabendo disso, os advogados galistas disseram que resolveram ir atrás dos seus direitos e procuraram anular o acordo pelos meios legais desportivos. Tendo todos os recursos negados e sendo orientado pela justiça desportiva, entrou ent?o com uma representaç?o no Tribunal de Justiça da Paraíba.

Foi ent?o que no último dia 18, a juíza Ritaura Rodrigues Santana, da 1? Vara Cível de Campina Grande, concedeu uma liminar em favor do Treze e ordenou a “imediata inclus?o” do clube na Série C. Com a decis?o, o Rio Branco perderia a vaga na competiç?o nacional e previa ainda multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento por parte da CBF.

Após isso, o Galo vem tendo uma série de vitórias na justiça. O desembargador Genésio Gomes Pereira Filho negou os recursos do Rio Branco e da própria CBF e manteve a decis?o inicial da juíza de Campina Grande.

É ent?o que o clube finaliza a nota dizendo que o Treze é o único representante paraibano no Campeonato Brasileiro da Série C e que permanece na expectativa de que a CBF cumpra a determinaç?o da justiça brasileira.


guaramiranga - 6-6-12 em 03:03 PM

O advogado paraibano Alexandre Cavalcanti, que representa o Rio Branco do Acre, declarou na manh? desta quarta-feira que está em Brasília para ingressar com uma aç?o no Superior Tribunal de Justiça (STJ) em que pretende suscitar um “conflito de compet?ncia” nas diversas aç?es que tramitam na justiça comum sobre a Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol.

O advogado explica que tr?s decis?es judiciais, expedidas por tribunais da Paraíba, do Acre e de Tocantins, tratam sobre o mesmo assunto, inclusive com conclus?es divergentes. Deste modo, ele defende que só o STJ pode decidir a quest?o.

- Vamos pedir basicamente que o Superior Tribunal de Justiça suspenda todas as decis?es estaduais, chame o feito ? ordem e decida sobre a quest?o. Que o STJ decida definitivamente de quem é a vaga na Série C - declarou.


guaramiranga - 6-6-12 em 09:48 PM

Com o impasse, aumentam as especulaç?es de que possa haver suspens?o também nas Séries A e B do Brasileir?o. Os clubes alegam que o campeonato é um só dividido em quatro divis?es.

A diretoria do Icasa, por exemplo, afirma que no caso de cancelamento das Séries C e D n?o faria sentido o descenso da equipe na ediç?o do ano passado e o clube deveria ser incluí­do na Série B, assim como Duque de Caxias (RJ), Salgueiro (PE) e Vila Nova (GO).

Aç?es judiciais que incluam novos clubes na B poderiam levar a paralisaç?o do campeonato e gerar uma reaç?o em cadeia que atingiria também a Série A.


--------------------
Seria a única saída.


guaramiranga - 8-6-12 em 10:55 AM

A Confederaç?o Brasileira de Futebol entrou com um pedido no Superior Tribunal de Justiça para cassar a liminar que devolveu ao Brasil de Pelotas a vaga na Série C do Campeonato Brasileiro. Assim que foi notificada da aç?o da CBF, o clube gaúcho solicitou uma reuni?o com o ministro que julgará o caso para realizar um reforço de argumentaç?o. O Brasil acredita que a decis?o deve sair ainda nesta sexta-feira.

De acordo com o vice-presidente jurídico do clube gaúcho, Adriano Soares, a CBF quer cassar a liminar do Brasil de Pelotas para manter o Santo André na Série C e, dessa forma, iniciar imediatamente a competiç?o.

- A CBF n?o está preocupada com o mérito da quest?o. Eles querem apenas cassar a liminar, resolver o problema e iniciar a Série C. O que nos preocupa é que todas as aç?es da confederaç?o beneficiam o Santo André – disse.

Soares garante que o Brasil de Pelotas nunca pediu na Justiça a suspens?o da competiç?o:

- Nós em nenhum momento pedimos para a competiç?o parar. Só lutamos pelo nosso direito, que é uma vaga na Série C, já que perdemos a vaga no tapet?o depois de uma decis?o equivocada – explicou.


jroberto - 8-6-12 em 06:14 PM

NEGADA !!!

CBF N?O SABE O QUE FAZER MAIS...

POR ENQUANTO, NADA FEITO....


guaramiranga - 8-6-12 em 06:24 PM

A aç?o da Confederaç?o Brasileira de Futebol que pedia a suspens?o da liminar que recolocou o Brasil de Pelotas na Série C do Campeonato Brasileiro foi indeferida pelo Superior Tribunal de Justiça na manh? desta sexta-feira. A CBF tentava retirar o clube gaúcho da disputa para recolocar o Santo André no certame e, dessa forma, recomeçar imediatamente a competiç?o nacional.

Logo depois da negativa do STJ, a direç?o do Brasil de Pelotas comemorou a decis?o. O vice-presidente jurídico do clube, Adriano Soares, pede que a CBF ‘se convença’ que tem de incluir o Xavante na Série C.

- Recebemos a notícia com muita satisfaç?o. Foi mais uma vitória. Esperamos que agora a CBF se convença que nós temos um lugar na competiç?o por direito. Se eles fizerem isso, ter?o um problema a menos para se preocupar e poder?o focar em outras situaç?es que também atrapalham a disputa da Série C – disse.

De acordo com Soares, a paralisaç?o do campeonato atrapalha os clubes e possibilita novas aç?es da CBF na Justiça.

- Enquanto o campeonato estiver paralisado, estaremos sujeitos a novas investidas do órg?o, que está muito bem representado e tem ótimos advogados trabalhando nisso. Mas essa postura só prejudica os times, que querem apenas jogar - explicou.

---------

O STJ negou o pedido da CBF.

Em resumo: acabou.

Vamos ficar sem jogar.


RAFAELE?O - 9-6-12 em 01:24 AM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
A aç?o da Confederaç?o Brasileira de Futebol que pedia a suspens?o da liminar que recolocou o Brasil de Pelotas na Série C do Campeonato Brasileiro foi indeferida pelo Superior Tribunal de Justiça na manh? desta sexta-feira. A CBF tentava retirar o clube gaúcho da disputa para recolocar o Santo André no certame e, dessa forma, recomeçar imediatamente a competiç?o nacional.

Logo depois da negativa do STJ, a direç?o do Brasil de Pelotas comemorou a decis?o. O vice-presidente jurídico do clube, Adriano Soares, pede que a CBF ‘se convença’ que tem de incluir o Xavante na Série C.

- Recebemos a notícia com muita satisfaç?o. Foi mais uma vitória. Esperamos que agora a CBF se convença que nós temos um lugar na competiç?o por direito. Se eles fizerem isso, ter?o um problema a menos para se preocupar e poder?o focar em outras situaç?es que também atrapalham a disputa da Série C – disse.

De acordo com Soares, a paralisaç?o do campeonato atrapalha os clubes e possibilita novas aç?es da CBF na Justiça.

- Enquanto o campeonato estiver paralisado, estaremos sujeitos a novas investidas do órg?o, que está muito bem representado e tem ótimos advogados trabalhando nisso. Mas essa postura só prejudica os times, que querem apenas jogar - explicou.

---------

O STJ negou o pedido da CBF.

Em resumo: acabou.

Vamos ficar sem jogar.




Acho que ainda vai rolar um acordo e teremos os torneios. Pra forçar a CBF a resolver a quest?o, o negócio é suspender as séries A e B, tendo em vista o efeito cascata que a inexist?ncia das Séries C e D iria gerar..


guaramiranga - 11-6-12 em 11:12 AM

O presidente Osmar Baquit espera um posicionamento da Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) nessa segunda-feira (11), conforme fora previsto pelo diretor de competiç?es da entidade, Virgílio Elísio, por ocasi?o do encontro da segunda-feira passada, quando o dirigente em quest?o esteve reunido com representantes dos clubes que comp?em a Série C do Campeonato Brasileiro.

Enquanto espera por boas notícias vindas da CBF, o presidente do Tricolor de Aço confirma que estará nesta segunda-feira ? tarde na sede da Federaç?o Cearense de Futebol (FCF), em atendimento a uma convocaç?o do presidente Mauro Carmélio, que discutirá com os dirigentes dos clubes cearenses das Séries C e D, estratégias a serem usadas no sentido de se dar um fim a essa novela jurídica que envolve as duas competiç?es, que foram suspensas no dia 23 de maio pelo STJD, por conta de liminares conseguidas na justiça comum, dando-lhes o direito de disputar a terceira divis?o do Brasileiro.

“Vamos esperar por um posicionamento do doutor Virgílio Elísio, que acredita em boas notícias vindas de Brasília nessa segunda-feira. Independente disso estaremos na Federaç?o ? tarde, já que fomos convocados pelo presidente Mauro Carmélio, que quer conversar comigo e com os presidentes do Icasa, do Guarany e do Horizonte sobre toda essa situaç?o”, revelou Baquit.


pauloroberto - 12-6-12 em 12:31 AM

Está na hora de um laranja entrar na justiça comum pedindo a suspens?o das séries A e B.


guaramiranga - 12-6-12 em 02:48 PM

“O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marco Buzzi determinou que a Justiça paraibana decida quest?es urgentes relativas a uma vaga disputada por tr?s times na série C do Campeonato Brasileiro de futebol. Est?o em conflito decis?es de juízes do Acre, Tocantins e Paraíba, mas foi este estado o primeiro onde ocorreu a citaç?o do réu.

Os tr?s processos t?m a mesma causa de pedir: a prerrogativa de disputar a série C do campeonato nacional. Disputam o direito: o Treze Futebol Clube (da Paraíba), o Rio Branco Football Club (do Acre) e o Araguaína Futebol e Regatas (do Tocantins). Cada time buscou, e conseguiu, decis?es favoráveis em seus respectivos estados, gerando o conflito de compet?ncia.

Acordo

A origem das disputas está em acordo extrajudicial firmado entre o time acreano, a Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) e o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A Justiça do Acre considerou o acordo válido, enquanto as demais o t?m como nulo, levando ?s liminares favoráveis aos respectivos times locais.

O Treze, que suscitou o conflito de compet?ncia perante o STJ, afirma ser o detentor do direito de disputar a série C, já que decis?o do STJD transitada em julgado teria excluído o Rio Branco da vaga.


LinoFortaleza - 12-6-12 em 03:48 PM

Citação:
Mensagem original enviada por pauloroberto
Está na hora de um laranja entrar na justiça comum pedindo a suspens?o das séries A e B.


Grande Paulo Roberto,

Estou em Fortaleza de férias por 10 dias, me programei para poder pegar o jogo do dia 17 de junho contra o Salgueiro, mas nem jogo e muito menos campeonato; se o Fortaleza quiser entrar com seu departamento jurídico e precisar estou ? disposiç?o, pois sou torcedor e estou me sentindo lesionado em meus direitos como consumidor e por morar distante, em Brasília, essas minhas vindas s?o impares para poder ver o meu time em campo. Por isso sou um interessado direto. Como disse, estou em Fortaleza até o dia 20 deste mes, é só a diretoria se manisfestar que passo os meus dados. Valeu, Lino Fortaleza, junto com o Fortaleza eternamente.

[Editado em 12-6-2012 por LinoFortaleza]


SuperTricolor - 12-6-12 em 07:49 PM

Citação:
Mensagem original enviada por LinoFortaleza
Citação:
Mensagem original enviada por pauloroberto
Está na hora de um laranja entrar na justiça comum pedindo a suspens?o das séries A e B.


Grande Paulo Roberto,

Estou em Fortaleza de férias por 10 dias, me programei para poder pegar o jogo do dia 17 de junho contra o Salgueiro, mas nem jogo e muito menos campeonato; se o Fortaleza quiser entrar com seu departamento jurídico e precisar estou ? disposiç?o, pois sou torcedor e estou me sentindo lesionado em meus direitos como consumidor e por morar distante, em Brasília, essas minhas vindas s?o impares para poder ver o meu time em campo. Por isso sou um interessado direto. Como disse, estou em Fortaleza até o dia 20 deste mes, é só a diretoria se manisfestar que passo os meus dados. Valeu, Lino Fortaleza, junto com o Fortaleza eternamente.

[Editado em 12-6-2012 por LinoFortaleza]


Pior que é verdade. Eu também viajo pra Fortaleza quinta feira e estou indo nessa época porque queria ver meu Le?o jogar. Agora parece que n?o vou ver nada!!!


webmaster - 12-6-12 em 09:40 PM

OAB-CE entra na briga


DiscipuloTricolor - 13-6-12 em 06:27 AM

O negócio da Série C e D parece que estava se resolvendo,
Aí vem esta notícia sobre esta da OAB para parar a Série A e B.

Só digo uma coisa: n?o creio que exista possibilidade de parar a Série A.
Ali é mexer com muito cachorro grande, bravo e endinheirado.


Agora tudo isso da Série C e D só está demorando mesmo pq n?o houve a UNI?O de Clubes com representatividade mesmo, como exemplo: os Dirigentes do FEC unido com os do santa cruz, paysandu, braziliense, vila nova exigir uma posiç?o da CBF.



Mas o importante é que tudo indica que a Série C 2012 já vai ter data para começar.


guaramiranga - 13-6-12 em 11:47 AM

Citação:
Mensagem original enviada por pauloroberto
Está na hora de um laranja entrar na justiça comum pedindo a suspens?o das séries A e B.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-CE) resolveu entrar na celeuma da suspens?o das Séries C e D. Hoje, a entidade dará entrada a uma aç?o civil pública exigindo que a Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) retome as competiç?es. Do contrário, o documento é claro: as Séries A e B também precisam parar até que o caso seja resolvido.

Segundo o presidente da OAB-CE, Valdetário Monteiro, a Comiss?o de Desporto fez estudo complexo para elaborar a aç?o. E está bem fundamentada ao dizer que ou as Séries C e D começam ou todo o Brasileir?o está comprometido.

“O campeonato é de subidas e descidas. É uma competiç?o só. E n?o pode haver paralisaç?o de parte dele”, defende. “Centenas de pessoas n?o podem ficar prejudicadas por causa de um interesse privado”, completou.

Valdetário explicou que a aç?o será entregue hoje a uma das 30 varas cíveis do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza. “A OAB tem legitimidade para ingressar em juízo em defesa do torcedor e do consumidor”.


guaramiranga - 14-6-12 em 05:15 PM

A aç?o civil pública ingressada na Justiça comum pela Ordem dos Advogados do Brasil, (OAB-CE), que pedia o início imediato das Séries C e D do Brasileir?o, foi declinada pelo juiz Josias Nunes Vidal, titular da 18? Vara Cível, mas que está respondendo também pela 20?, a qual foi distribuída a aç?o.
Desta forma, a aç?o passou da Justiça Estadual para ser definida pela Justiça Federal. A aç?o deve ser encaminhada ainda nesta sexta-feira (15).


guaramiranga - 14-6-12 em 05:16 PM

A aç?o civil pública ingressada na Justiça comum pela Ordem dos Advogados do Brasil, (OAB-CE), que pedia o início imediato das Séries C e D do Brasileir?o, foi declinada pelo juiz Josias Nunes Vidal, titular da 18? Vara Cível, mas que está respondendo também pela 20?, a qual foi distribuída a aç?o.
Desta forma, a aç?o passou da Justiça Estadual para ser definida pela Justiça Federal. A aç?o deve ser encaminhada ainda nesta sexta-feira (15).


guaramiranga - 14-6-12 em 07:44 PM

Terminou sem acordo imediato a reuni?o realizada na tarde desta quinta-feira entre o presidente da Confederaç?o Brasileira de Futebol, José Maria Marin, e os clubes que entraram com aç?es na justiça comum.
E apesar do tom ameaçador da CBF, que promete começar a punir os clubes envolvidos na confus?o a partir de segunda-feira, o Treze reafirma que só aceita um acordo se este incluir o clube paraibano na Série C do Brasileir?o.

-----------

Após pouco mais de duas horas de reuni?o na CBF, os cinco clubes envolvidos nos imbróglios judiciais que paralisaram as Séries C e D do Brasileiro no dia 23 de maio saíram da entidade sem uma soluç?o nas m?os e com um novo encontro marcado para buscar uma alternativa para iniciar os campeonatos, que deveriam ter começado em 26 e 27 de maio. Na próxima segunda-feira, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), os representantes se reunir?o mais uma vez depois de ouvirem os argumentos da confederaç?o. Apesar do tom conciliador da conversa, foi dado um ultimato. A partir de segunda, sem acerto, o tribunal desportivo e a entidade passar?o a tomar todas as medidas que permitam inciar os torneios, o que pode significar puniç?es, e até desfiliaç?o, dessas instituiç?es.

O procurador-geral do STJD, Paulo Schmidt, foi escolhido para mediar a nova tentativa de acordo e participou da reuni?o desta quinta. Ele defendeu a autonomia da Justiça desportiva.

- O Marín fez um apelo para que haja o máximo de compromisso de todos os envolvidos no sentido de acatar as decis?es da Justiça desportiva. Nunca vai agradar a todos, clubes perdem pontos, s?o punidos, e assim a banda toca. Se a Justiça desportiva decide e o Poder Judiciário modifica, está aberto o precedente para o caso, para n?o haver nenhum campeonato. S?o quatro ou cinco clubes que postulam direitos em detrimento de outros mais de 50.

Schmidt deixou claro que, sem consenso na segunda-feira, o tom da conversa n?o deverá ser t?o ameno.

Se n?o houver acordo, vamos tomar todas as medidas cabíveis no sentido de denunciar as infraç?es disciplinares, como descumprimento de regulamento. A Justiça desportiva é a esfera apropriada para discutir quest?es de competiç?o. N?o queremos brigar, queremos resolver. Exclus?o, multas, afastamento de clubes e dirigentes, todos sabem as normas que existem, mas n?o quero falar em puniç?es, mas sim em acordo.


RAFAELE?O - 15-6-12 em 01:52 AM

Mais um capítulo desta comédia pastel?o...

TJ-RS derruba liminar que colocava Brasil na Série C
(0) ENVIE SEU COMENTÁRIO

14.06.2012| 17:54



Enviar
Imprimir
Corrigir
-+Mudar tamanho
O Brasil de Pelotas sofreu nesta quinta-feira uma dura derrota na batalha por uma vaga na Série C-2012. O clube viu ser derrubada a liminar que dava ao Xavante o direito de jogar a competiç?o deste ano.

A decis?o foi tomada pela 12? Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS). O placar foi 2 a 1 contra o Brasil. O departamento jurídico do clube promete recorrer e a estratégia será definida em uma reuni?o que está marcada para esta sexta-feira.

Com a decis?o, a vaga na Terceira Divis?o volta a ser do Santo André, assim como decidiu o STJD em 2011, ao tirar seis pontos dos gaúchos pela escalaç?o irregular do lateral-direito Cláudico.

A derrota do Brasil aconteceu no mesmo dia em que uma reuni?o aconteceu na sede da CBF, entre os clubes que foram ? Justiça comum para jogar a Série C. Nela, o presidente da CBF deixou claro que quem n?o retroceder será punido com uma desfiliaç?o.

O prazo máximo é a próxima segunda-feira, quando os dirigentes voltaram a se encontrar, mas agora no STJD.
















Na minha opini?o, a CBF deveria pegar duro com esses times que ingressaram na Justiça Comum. Será aberto um perigosíssimo precedente se nada for feito. Todo time agora que for punido na Justiça Desportiva pode ir pra Justiça Comum e conseguir liminar, para reintegra-lo no campeonato!!! Quero ver quando isso acontecer na série A...


guaramiranga - 15-6-12 em 12:50 PM

A CBF comunica que o Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul deu provimento a recurso interposto pela entidade, para o fim de reformar a decis?o anteriormente proferida pelo relator, que determina a inclus?o do Gr?mio Esportivo Brasil na Série C do Campeonato Brasileiro de 2012.

Com esta primeira decis?o favorável ? CBF, o Gr?mio Esportivo Brasil fica excluído da Série C, além de confirmar a decis?o do STJD do Futebol que puniu o citado clube com a perda de seis pontos, em virtude da inclus?o em seu time de um jogador sem condiç?o legal, visto que deixou de cumprir a suspens?o automática resultante de expuls?o na última partida da Série C do ano de 2010.

A decis?o da justiça gaúcha fortalece a confiança da CBF na obtenç?o de um resultado final, reconhecendo a compet?ncia do STJD em apreciar e julgar a matéria.


LinoFortaleza - 15-6-12 em 02:05 PM

Pau neles CBF, tem que no mínimo suspender esses ilegais por uns 5 anos de disputas nacionais. CBF tem que ter algo em seus regimentos ou regulamentos para aqueles time que entrarem na justiça comum sem que sejam esgotados as decis?es na justiça desportiva sejam punidos com suspens?o ou até exclus?o da entidade. Pronto... pau neles!


guaramiranga - 15-6-12 em 08:30 PM

O presidente da CBF, José Maria Marin, avisa que n?o vai ceder ? press?o dos clubes (Santo André-SP, Rio Branco-AC, Brasil de Pelotas-RS, Treze-PB e Araguaína-TO ) que buscam na Justiça vagas na Série C do Brasileiro, e acredita que um acordo geral está próximo de acontecer para o início das Séries C e D em dez dias. O recado foi dado no dia em que visitou as obras da Arena Corinthians, em Itaquera, Zona Leste de S?o Paulo.

"N?o vamos desmoralizar a CBF, n?o tem virada de mesa. Se isso acontecesse todos os clubes iam bater na nossa porta. Temos uma reuni?o na segunda-feira e o acerto deve acontecer para que as competiç?es sejam iniciadas", destacou Marin.

A CBF cumpre ordem do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e suspendeu as competiç?es até que um acordo geral entre os clubes seja feito. A confus?o está travada na Justiça Comum e n?o tem data para acabar.

"Já tivemos uma longa reuni?o na sexta e a coisa caminhou. Nós gostaríamos que os clubes brigassem pelas vagas na esfera esportiva, mas eles entraram na Justiça Comum e n?o podemos arcar com as consequ?ncias", destacou o presidente da entidade máxima do futebol brasileiro.

A CBF está pressionada por grande parte dos 60 clubes envolvidos nas competiç?es. "Já entendemos que essa suspens?o resultou em um prejuízo geral muito grande aos clubes. Isso n?o pode seguir assim", destacou Marin.


guaramiranga - 18-6-12 em 12:05 PM

Citação:
Mensagem original enviada por EBJ-CORAÇ?O-DE-LE?O
OUTRA VERS?O DOS FATOS...

2011 - RIO BRANCO DO ACRE APRESENTA DEFESA

O Presidente da Federaç?o Acreana de Futebol, Antônio Aquino, fez um resumo de toda confus?o que se arrasta desde 2011, e mostra que o Rio Branco tem raz?o.

Fala do presidente

"Mostramos mais uma vez que a decis?o do STJD foi cumprida na quest?o do Rio Branco no ano passado, sendo isso confirmado na reuni?o pela CBF e pelo próprio tribunal. Nada que foi decidido no acordo feriu ou descumpriu a decis?o do STJD, que puniu o Rio Branco com a exclus?o da Série C 2011. Excluir n?o acarretava em rebaixamento ou suspens?o. CBF nunca afirmou em nenhum momento que o Rio Branco foi rebaixado pela decis?o do STJD. O Rio Branco foi retirado da segunda fase, sendo que ainda tinha mais tr?s jogos a se fazer. O STJD e a CBF mantiveram os pontos conquistados pelo clube na primeira fase, que garantiram ele na Série C 2012."

E AGORA... QUEM TEM RAZ?O?


http://www.cbf.com.br/noticias/competicoes/campeonato-brasileiro---serie-c/2011/10/14/rio-brancoac-excluido-da-serie-c

Notícia de 14/10/2011
Por decis?o unânime do STJD, time acreano está fora da Série C. Luverdense/MT fica com a vaga na segunda fase.

O Rio Branco/AC está fora da Série C do Campeonato Brasileiro. Por decis?o unânime do STJD, tomada na tarde da última quinta-feira, a equipe acreana foi excluída da competiç?o por infringir o artigo 231 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Por conta disso, a Diretoria de Competiç?es da CBF definiu nesta sexta-feira que o Luverdense/MT, terceiro colocado na primeira fase, substituirá o Rio Branco/AC na segunda fase do Grupo E da Série C.

----------------
Vejam que o Rio Branco perdeu a vaga da segunda fase, conquistada também pelo Paysandu. E também pelo América-RN e CRB.
Jamais a primeira fase, que determina a queda para a série D, foi questionada.

Assim Rio Branco tem vaga garantida na série C 2012 e o Araguaina caiu para a série D.



Os tr?s jogos já realizados pelo Rio Branco/AC na segunda fase da competiç?o devem ser desconsiderados. O Luverdense/MT jogará todas as seis partidas, respeitando a ordem dos jogos anteriomente estabelecida.

A Diretoria de Competiç?es da CBF comunica, ainda, que os cart?es recebidos por jogadores de equipes que enfrentaram o Rio Branco durante a segunda fase da Série C ser?o desconsiderados.


guaramiranga - 18-6-12 em 02:16 PM

Uma reuni?o marcada para as 13h30min desta segunda-feira, na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, pode definir os destinos das Séries C e D do Campeonato Brasileiro, que se encontram suspensas desde o dia 23 de maio, por determinaç?o do STJD.

O encontro reunirá representantes dos clubes dissidentes que ainda lutam por vagas na competiç?o via justiça comum, casos do Treze de Campina Grande/PB, Araguaína/TO e o Rio Branco/AC. O Brasil de Pelotas/RS, n?o deve participar da reuni?o, tendo em vista que a liminar que lhe dava o direito de disputar a Série C foi revogada na última sexta-feira.

O presidente da Federaç?o Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, estará presente representando os interesses dos clubes cearenses que est?o prejudicados com a paralisaç?o, como Fortaleza, Icasa e Guarany, que est?o na Série C, e o Horizonte, que disputa a Série D.

O presidente da Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, tentou fazer convencer os clubes dissidentes a retirarem suas aç?es na quinta-feira passada, entretanto n?o obteve ?xito. Foi ent?o que estipulou um prazo até esta segunda-feira para que assim o fizessem, sob pena de desfiliaç?o de citadas equipes.

Aguarda-se portanto uma definiç?o para hoje ? tarde, quando poderemos ter finalmente marcado o início das Série C e D, aliviando a tens?o e os prejuízos dos clubes envolvidos em referidas competiç?es.


flaviofor - 18-6-12 em 03:48 PM

Tá faltando um cara de pulso, um presidente maxo, para acabar com toda essa put**** pois, sen?o, todo clube vai entrar na justiça querendo uma vaga...


phoda!


guaramiranga - 18-6-12 em 06:02 PM

A reuni?o no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), envolvendo os respresentantes dos clubes dissidentes, em busca de uma soluç?o que permita o início das Séries C e D ainda n?o começou.

A previs?o era do encontro ter início ?s 13h30min, entretanto o respresentante do Rio Branco/AC ainda n?o chegou ao local, devendo faz?-lo somente por volta das 15 horas, quando finalmente devem ser iniciados os debates acerca do rumoroso caso.

Já se encontram na sala, o Procurador do STJD, Paulo Smith, os representantes do Araguaína/TO e do Treze/PB, além do presidente da Federaç?o Cearense de Futebol (FCF), Mauro Carmélio, que representa o futebol cearense e a própria CBF, nomeado que foi pelo presidente da entidade, José Maria Marin. A secretária do tribunal, Dra. Joice Nascimento também se encontra no local.

------------------
N?o há transmiss?o por rádio nem TV.
S?o 3 times contra 60.
E os 3 tem uma força inacreditável.
Do lado dos 60 praticamente só o Fortaleza e o Santa Cruz esboçaram uma reaç?o.

E o jogo está 0 x 0. E o trio joga pelo empate.


LinoFortaleza - 18-6-12 em 06:59 PM

Será que um Ricardo Teixeira n?o faz falta nessas horas; acho que esse atual presidente é um fantoche sem atitude. O pres. do Rio Branco do Acre n?o apareceu a reuni?o e por isso ela n?o teve início, e se ele n?o aparecer... outra reuni?o vai ser marcada ou v?o tomar uma atitude séria sobre o caso e iniciar esse campeonato. Na minha opini?o, o RT mandava e desmandava mas nunca houve uma palhaçada como essa que está acontecendo, alguma soluç?o rápida saía muito antes mesmo de algum início de campeonato. Volta Teixeira e desata esse nó. Todo mundo chiou, principalmente times que só diziam para o que veio nas finais, quando sobravam oito clubes, a tv G também foi contra, mas nada mais justo que os pontos corridos. O melhor no geral é o campe?o e pronto. N?o tem essa do último ser campe?o nos confrontos diretos... uma covardia para aqueles que se preparam o campeonato todo para em duas partidas perderem a classificaç?o ou título para um fubulento que na sorte se dava bem... coisa que acontece com muito timeco protegido por aí.


LinoFortaleza - 18-6-12 em 07:36 PM

A reuni?o envolvendo os representantes dos clubes dissidentes no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, foi encerrada mais uma vez sem acordo. Agora os clubes prejudicados esperam que a CBF cumpra o que prometera na última quinta-feira, com a desfiliaç?o dos clubes que acionaram a justiça comum, para que possa marcar o iníicio do campeonato.

Informaç?es oriundas da Federaç?o Cearense de Futebol (FCF) d?o conta de que o Rio Branco/AC e o Araguaína/TO, concordaram em retirar as açoes da justiça comum, entretanto o Treze de Campina Grande n?o concordou, e o impasse continua. Resta ? CBF cumprir o que regem as normas da FIFA.

Fonte: Site Oficial do Fortaleza Esporte Clube


LinoFortaleza - 18-6-12 em 07:38 PM

Cartada final, agora cabe a CBF tomar uma providencia contra o Treze que prejudica sozinho Sessenta e desfiliar essa porcaria de time. Acho que os paraibanos est?o causando muito problemas e se achando os reis da cocada preta desde o problema com o Campinense. Agora chega, a CBF exclui esse dissidente e o manda disputar futebol de praia em cabo seixas... pronto e acabado. Vamos para frente com as séries C e D. Todo o país prejudicado por causa desses...


FCOCARLOSBARBOSA - 18-6-12 em 08:22 PM

Vamos combinar, essa conversa fiada de reuni?o para os clubes desistirem da m... que fizeram já passou dos limites, né.

O momento atual exige que a CBF tome uma medida drástica e responsável, para fazer valer o direito da MAIORIA, ou ent?o encerra logo essa por.. e cada um que arque com os seus prejuízos e, ao depois, processem em massa a desmoralizada CBF pelos prejuízos suportados injustamente, em face de uma minoria que, com a complac?ncia da CBF e STJD e ?s vésperas do início da competiç?o, arma essa barafunda toda.

Vamos ver agora de que é feito esse novo Presidente da CBF, se é um dirigente de comando ou um desmoralizado e incompetente.


guaramiranga - 18-6-12 em 08:28 PM

No entanto, o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt avisou que iniciará nesta semana vai formular a denúncia contra o clubes e apresentar ao presidente do Tribunal, Rubens Approbato, pedindo puniç?es aos clubes que - formalmente - n?o retirarem as aç?es. Hoje, seriam Treze e Brasil de Pelotas (o clube gaúcho admite jogar a Série D, mas ainda quer ressarcimento financeiro). Se Treze e Brasil desistirem até a finalizaç?o da formulaç?o da denúncia, eles podem escapar.


Além disso, a CBF - segundo o presidente da Federaç?o Cearense, Mauro Carmélio - já estaria inclinada a começar a Série D por completo no próximo fim de semana, além do grupo da Série C que n?o conta com a participaç?o de Rio Branco ou Treze. A definiç?o acontece nesta terça-feira, em uma reuni?o na sede da entidade.


- N?o dá para continuar nesse impasse. Tem que começar logo - afirmou Carmélio.


A presidente da Federaç?o Paraibana de Futebol, Rosilene Gomes, está preocupada com o futuro de seu filiado.


- Vou tentar ter uma oportunidade de conversar. Tentei falar com o clube, liguei para uns dez diretores. Ainda acredito em um acordo. Tem que haver para n?o haver prejuízo para o Treze no futuro - disse a presidente da Federaç?o da Paraíba, revelando ainda o temor que o Treze seja responsabilizado pelos outros clubes pela paralisaç?o das Séries C e D.


LinoFortaleza - 18-6-12 em 08:39 PM

A desfiliaç?o ou suspens?o desses times seria a soluç?o para acabar com essa bagunça gerada por eles em prejuízo da grande maioria. Desfiliaç?o já para o Treze e pronto, eles v?o jogar pelada na praia e o futebol brasileiro agradece e vai muito bem.


guaramiranga - 19-6-12 em 10:31 AM

POR cima de pau e padra o nó que emperrava o início das série C e D foi desatado. Porém, n?o totalmente. Como assim? O Treze, de Campina Grande, emperrou, comprou a briga mesmo que sozinho, n?o retirou a liminar, desfraldou a bandeira do daqui n?o saio daqui ninguém me tira.

EMBORA acionado pra resolver a quest?o o STJD foi até onde seu limite deu. Cabe a pergunta - afinal, ele n?o tem ou n?o plenos poderes para decidir a quest?o? Até certo ponto, sim. Esbarrou na decis?o tomada pelo Treze de ter recorrido ? Justiça Comum.

DETALHE relevante. Os outros clubes que brigavam pelas vagas sairam do caminho. Eram quatro. Ficou apenas o clube paraibano. N?o houve apelo que o fizesse retroagir. Pelo menos, até onde a vista alcançou, mesmo diante da ameaça de que poderá ser punido com a desfiliaç?o. Nada disso o fez tremer. Pelo contrário.

TIPO da briga inglória? Vá lá que seja. O Treze deve ter suas raz?es de brigar por aquilo a que tem direito. Jorge Mota, diretor de futebol do Fortaleza, também advogado, portanto do ramo, qualificou a postura do Treze, apelando para o bord?o t?o usado pelo PT dos bons tempos. Vale recordar. “Quanto pior, melhor”.


guaramiranga - 19-6-12 em 06:43 PM

A Série C depende ainda de uma soluç?o no caso do Treze. A CBF tenta derrubar na Justiça comum a liminar que trava o campeonato, já que a decis?o favorável ao Brasil de Pelotas foi revertida na última quinta-feira. Schmitt já confirmou que denunciará Treze e Brasil, que insistiram em prosseguir na Justiça comum. Ainda está para acontecer um novo encontro entre a presidente da Federaç?o Paraibana, Rosilene Gomes, e o presidente da CBF, José Maria Marin, possivelmente para comunicar o rompimento oficial com o Treze-PB.


LinoFortaleza - 20-6-12 em 12:42 AM

A insist?ncia do Treze Futebol Clube em permanecer com a aç?o na justiça comum, acarretando sérios problemas para o inicio da Série C do Campeonato Brasileiro, começa a lhe render também a antipatia dos próprios conterrâneos. Nesta terça-feira, a presidente da Federaç?o Paraibana de Futebol (FPF), Rosilene Gomes, emitiu uma nota através de sua assessoria de imprensa, oficializando o rompimento com o filiado Treze de Campina Grande.

Rosilene afirma lamentar a intransig?ncia da diretoria do Galo da Borborema diante da atual situaç?o. Com o desfecho da reuni?o realizada no STJD nessa segunda-feira, que mais uma vez n?o resultou em acordo com o clube paraibano, a presidente da FPF afirma que n?o tem mais como seguir ao lado do Treze.

Além de declarar oficialmente que n?o apoiará mais o alvinegro paraibano nessa quest?o, a presidente Rosilene Gomes também lamentou a aus?ncia do presidente do clube na reuni?o ocorrida no STJD. “Sinceramente, n?o entendi porque o Fábio Azevedo n?o compareceu nesse momento importante. Uma pena. Agora, a situaç?o se complicou muito. N?o posso correr o risco do futebol paraibano ser prejudicado, pois a FPF também pode ser desfiliada”, justificou.

Com a manutenç?o da liminar conseguida pelo clube paraibano, a CBF já anuncia que vai agilizar o processo de suspens?o por dois anos ou até mesmo de desfiliaç?o do Treze Futebol Clube, o que deixará a equipe impedida de participar de qualquer competiç?o oficial, seja da CBF ou FPF.

Enquanto isso, o Fortaleza segue trabalhando com a possibilidade de jogar no próximo final de semana, restando uma confirmaç?o oficial e saber contra quem o Le?o irá estrear.

Fonte: Site Oficial do Fortaleza Esporte Clube.


guaramiranga - 20-6-12 em 06:48 PM

O presidente da Confederaç?o Brasileira de Futebol, José Maria Marin, continua empenhado em resolver a quest?o legal que impede o início da Série C do Campeonato Brasileiro. O início da competiç?o, previsto para o m?s de maio, foi embargado devido a aç?es judiciais de clubes na Justiça Comum.

"Esta é uma situaç?o bastante preocupante para todos nós. Sessenta agremiaç?es est?o praticamente paralisadas. Fizeram investimentos, tiveram custos e est?o inativas porque determinados clubes foram ? Justiça Comum, quando existe uma Justiça especializada que é a Justiça Desportiva", afirmou Marin em vídeo divulgado pela CBF.

De acordo com Marin, as equipes t?m responsabilidades em relaç?o aos seus co-filiados e, por isso, deve haver uma cooperaç?o mútua entre todos e as quest?es relativas ao âmbito futebolístico precisam ser solucionadas na justiça especializada no assunto.

"Uma única agremiaç?o está nos causando esse problema, sem nenhum direito. Tanto no campo da disputa como no campo do Direito e insiste em atrapalhar o início do campeonato, causando um grande prejuízo n?o só aos clubes da Série C, mas a todo o futebol brasileiro. Isso é uma ofensa e a CBF n?o vai aceitar", disse.

O time que continua com a aç?o aberta na Justiça Comum é o Treze-PB. Marin prometeu puniç?es ao clube após o imbróglio jurídico acabar.


guaramiranga - 26-6-12 em 07:09 PM

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou a denúncia apresentada pelo procurador Paulo Shimidt contra Treze e Brasil de Pelotas e já marcou para a próxima sexta-feira o julgamento dos clubes. As agremiaç?es, que ingressaram na Justiça Comum reivindicando participaç?o na Série C do Campeonato Brasileiro, s?o acusadas de desrespeitar o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A aç?o vai ser inicialmente julgada pela Quarta Comiss?o Disciplinar do órg?o.

A informaç?o foi confirmada no começo da tarde desta terça-feira junto ? assessoria do STJD. O procurador Paulo Shimidt cita em sua acusaç?o o artigo 191 do CBJD, que fala em punir equipes que venham a "deixar de cumprir deliberaç?o, resoluç?o, determinaç?o ou requisiç?o do Conselho Nacional de Esporte (CNE), ou de entidade de administraç?o do desporto".

O procurador destaca que Treze e Brasil podem pegar pena de até um ano de suspens?o das atividades desportivas e que ambos podem ser multados em R$ 100 mil.


guaramiranga - 26-6-12 em 07:10 PM

Por conta da série de batalhas judiciais que est?o sendo travadas na Justiça Comum, o presidente do STJD, Rubens Approbato, decidiu suspender por tempo indeterminado o inicio das duas últimas divis?es do Campeonato Brasileiro. A paralisaç?o, que completaria um m?s na próxima quarta-feira, já vem afetando os cofres dos clubes que est?o aptos para as disputas. Nesta semana passada, a Série D finalmente teve início, mas a Série C continua paralisada.

A confirmaç?o do julgamento de Treze e Brasil de Pelotas acontece exatamente quando alguns times que ir?o disputar a Série C do futebol nacional já começavam a anunciar através das redes sociais que seus jogos estariam confirmados para este final de semana.

A CBF, contudo, ainda n?o emitiu nenhum posicionamento oficial sobre o caso. Um dos clubes envolvidos nas disputas, o Rio Branco (que tem sua vaga contestada pelo Treze), foi um dos que usou o microblog para convocar a torcida para seu jogo de estreia na Série C.


guaramiranga - 27-6-12 em 11:35 AM

Depois da confirmaç?o de que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai julgar Treze e Brasil de Pelotas por conta das aç?es que os dois clubes movem na Justiça Comum contra a CBF, o advogado George Ramalho Júnior, que representa o time paraibano, declarou nesta terça-feira que a denúncia do procurador Paulo Schmitt é "totalmente ilegal". Ele alega que Schmitt n?o poderia atuar no caso já que teria expressado seu posicionamento antes da matéria ser apreciada, fato que seria ilegal para a Justiça Desportiva.

- Antes de tudo o Treze acredita que a denúncia n?o tem validade, tendo em vista que o procurador Paulo Schmitt descumpriu os artigos de números 18 e 22 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva ao se pronunciar publicamente, inclusive nos meios de comunicaç?o, deixando claro seu posicionamento sobre a quest?o antes que ela tivesse sido apreciada pela Justiça Desportiva. Esse fato faz com que ele fique impedido de apresentar qualquer denúncia que envolva essa matéria ou os seus envolvidos – explicou o representante trezeano.

Mesmo garantindo que o julgamento seria ilegal, o advogado do Treze disse que o clube vai mandar representantes para a audi?ncia marcada para a próxima sexta-feira e que vai também usar as provas que disp?e para dar fundamento a defesa. George Ramalho garantiu também que acredita na absolviç?o do clube paraibano.

-----------
Tudo que possa contrariar o Treze é ilegal.
Era um time sem qualquer previs?o de jogos, fora até mesmo da série D, mas conseguiu parar 60 clubes.
Agora continuam parados 20 times e algo em torno de 1000 pessoas entre jogadores, técnicos e preparadores cansados de treinar, treinar e treinar.


guaramiranga - 27-6-12 em 07:17 PM

O advogado paraibano Cláudio Lucena, que além de torcedor do Treze é professor e diretor do Departamento de Ci?ncias Jurídicas da Universidade Estadual da Paraíba, remeteu ? Fifa nesta quarta-feira um pedido de investigaç?o contra a Confederaç?o Brasileira de Futebol e contra o Superior Tribunal de Justiça Desportiva, alegando que o acordo extrajudicial feito com o Rio Branco (que colocou o time acriano de volta ? Série C de 2012) fere frontalmente o Código Disciplinar da entidade internacional. O fato inusitado se dá porque, de acordo com o jurista, qualquer pessoa, e n?o apenas uma entidade esportiva, pode acionar a Fifa contra “irregularidades” cometidas no futebol.

Advogado diz que a CBF e o STJD desrespeitaram resoluç?es da Fifa quando aceitaram 'despunir' o Rio Branco e assumiram compromisso de n?o informar o caso ? entidade que rege o futebol mundial.

Todo este comportamento abusivo serviu apenas para esconder o caráter inaceitável e ilegal do acordo.


guaramiranga - 28-6-12 em 10:46 AM

A CBF vai se posicionar na manh? desta quinta-feira sobre a Série C. A promessa foi feita ao LANCENET! pelo diretor de competiç?es da entidade, Virgílio Elísio. Apesar de ele n?o adiantar o teor do texto, a tend?ncia é que a entidade finalmente anuncie o início da competiç?o, e sem o Treze, que ainda tem a seu favor uma liminar na Justiça comum para entrar na disputa.

- Hoje n?o tem mais nada. Amanh? (quinta) de manh? nós daremos no site uma posiç?o sobre o assunto, mas n?o posso dar mais detalhes - disse Elísio.

O dia foi de reuni?es na sede da CBF. Tanto Virgílio quanto o diretor jurídico, Carlos Eug?nio Lopes, correram atrás de uma segurança judicial e técnica para poder sacramentar o início da competiç?o. Só que para esta quarta n?o houve tempo.

Para que a CBF consiga iniciar a competiç?o, seria necessário pagar o preço pelo descumprimento da liminar no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB): multa de R$ 50 mil por dia. O Treze continua confiante na decis?o a seu favor.

Os clubes da Série C já foram avisados no início da semana que a competiç?o tinha grandes chances de começar no fim de semana e intensificaram os preparativos. A escala de árbitros já está pronta desde antes da suspens?o do início da competiç?o por parte do STJD. Mas a angústia cresceu ? medida que os dias se passaram. Será que ela termina nesta quinta? Só a CBF pode dizer.


guaramiranga - 28-6-12 em 04:47 PM

A cúpula da Confederaç?o Brasileira de Futebol está reunida desde o início da manh? desta quinta-feira na sede da entidade com o objetivo de chegar a um desfecho sobre a Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2012.
A informaç?o foi confirmada pelo diretor de Competiç?es Virgílio Elísio, que no entanto n?o quis dar detalhes sobre o que está sendo decidido.

Informaç?es repassadas por diferentes presidentes de federaç?es estaduais, contudo, d?o conta de que
o campeonato deve começar neste fim de semana sem a presença do Treze e com perman?ncia do Rio Branco do Acre.
A CBF ainda n?o se pronunciou oficialmente, mas Virgílio diz que a entidade pode anunciar o desfecho para o caso ainda nesta quinta-feira.

- Tudo o que posso dizer é que estamos em reuni?o fechada para tratar da Série C. N?o posso adiantar mais nada agora. Mas me ligue depois – resumiu, dando a entender que algum desfecho pode sair ainda hoje.

Fonte:
http://globoesporte.globo.com/pb/noticia/2012/06/cupula-da-cbf-se-reune-para-discutir-possivel-inicio-da-serie-c-sem-o-treze.html


guaramiranga - 28-6-12 em 08:06 PM

Após 32 dias de pol?mica e disputas judiciais, a CBF finalmente confirmou o início da Série C do Campeonato Brasileiro para este final de semana. A competiç?o reunindo 20 clubes era para ter começado no último dia 27 de maio, mas um imbróglio provocado pelo Treze-PB e pelo Brasil-RS, que acionaram a Justiça comum para tentarem garantir suas vagas no torneio após perderem o julgamento da causa na esfera desportiva, provocou a paralisaç?o das Séries C e D. De acordo com as normas da CBF e da Fifa, clubes e associaç?es a elas filiadas n?o podem recorrer ? Justiça comum para tratar de quest?es desportivas sob risco de sofrerem duras penas, entre elas a desfiliaç?o. Semana passada teve início a Série D e agora será a vez da C. Nesta primeira rodada, os jogos ser?o disputados no sábado (30/6), no domingo (1/7) e na segunda-feira (2/7).

Desde o início da manh? desta quinta-feira (28), a cúpula da CBF esteve reunida tentando encontrar uma soluç?o para o impasse. A entidade decidiu que o Rio Branco-AC será mantido na Série C e fez um depósito em juízo de R$ 2,48 milh?es para o Treze-PB até que o mérito da aç?o seja julgado em definitivo, atendendo a uma decis?o da Primeira Vara Cível da Comarca de Campina Grande, que exigia a inclus?o do Galo da Borborema na competiç?o.

Ao longo do dia, o diretor de comunicaç?o da CBF, Rodrigo Paiva, já dava indícios que o imbróglio estava perto do fim.

- Desde ontem (quarta-feira), a CBF trabalha para que a Série C comece este final de semana. Acredito que até o final da tarde tenhamos uma posiç?o oficial.


guaramiranga - 29-6-12 em 12:49 PM

A decis?o da CBF de n?o incluir o Treze-PB na Série C deste ano desagradou - e muito - a diretoria do clube paraibano. O advogado do Treze, George Ramalho, afirmou que vai pedir a pris?o dos dirigentes da CBF por crime de desobedi?ncia.




“Eles tentaram fazer uma manobra jurídica, mas na verdade cometeram uma capotagem jurídica. A decis?o de começar a Série C sem o Treze é esdrúxula e um claro desrespeito a uma decis?o judicial”, disparou, em entrevista ao G1 da Paraíba.



O advogado explicou ainda que cabe ? juíza Ritaura Rodrigues, da 1? Vara Cível de Campina Grande, a decis?o sobre os responsabilizados.



Mais cedo, antes do anúncio da CBF, a juíza havia expedido uma ordem para a CBF de inclus?o do Treze na Terceirona em até 24h, cumprindo a liminar dada pela 1? Vara de Campina Grande.



“O fato da CBF ter pago a multa n?o ameniza em nada o desrespeito dela ? decis?o da juíza. O que nós vimos hoje foi uma temeridade. Vamos atrás das medidas cabíveis”, finalizou o advogado. (Thaís Jorge)

-
Fonte : jornal O Povo
http://www.opovo.com.br/app/opovo/esportes/2012/06/29/noticiaesportesjornal,2868534/treze-quer-prisao-de-dirigentes-da-cbf.shtml


LinoFortaleza - 29-6-12 em 12:56 PM

Problemas deles!!! como dizia os mais antigos e com grande sabedoria: p?e o dedo lá e rasga com vontade! podem fazer isso pessoal dessa imprensa maldita, a diretoria do kanal com toda sua nojenta e imunda torcida, e alguns dos nossos travestidos de kanal, que torcia cada vez mais pelo atraso e com a demora o Fortaleza ia cada vez mais ficando em dificuldade.


LinoFortaleza - 29-6-12 em 12:59 PM

Tem uns cabocos aqui no forum que parecem que tem satisfaç?o em algumas notícias que s?o péssimas para nossas cores. Concordo que informaç?o tem que ser dada, mas observo que só colocam informaç?o negativa e de mal agouro contra as nossas cores. Sei n?o viu... será? tenho minhas dúvidas.

[Editado em 29-6-2012 por LinoFortaleza]


guaramiranga - 29-6-12 em 07:41 PM

A Confederaç?o Brasileira de Futebol acaba de confirmar a inclus?o do Treze na Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol, conforme determina a decis?o liminar do juiz substituto Falkandre Queiroz, da 1? Vara Cível de Campina Grande. A estreia vai ser contra o Salgueiro, ´no interior de Pernambuco.

Na tabela da competiç?o, divulgada no site oficial da entidade, o clube paraibano entra como o 11? participante do Grupo A. A entidade máxima do futebol nacional manteve a tabela original da competiç?o com jogos sendo realizados sempre aos domingos, e incluiu o clube paraibano com jogos sempre as quartas-feiras.


guaramiranga - 29-6-12 em 07:50 PM

25/07/2012 - Treze x Fortaleza
03/10/2012 - Fortaleza x Treze


juquinha - 29-6-12 em 08:04 PM

Só quero saber como será caso o Treze perca na justiça.

Como ficar?o os resultados dos jogos contra esse palhaço.

Ou seja, ésseano a série C terminará em pizza.

Vamos aguardar.

Abs

Roberto Jucá


LinoFortaleza - 29-6-12 em 09:24 PM

Juquinha, acho que a CBF vai "catracar" esse timeco de m#$%& e com certeza vai dar um jeito de rebaixa-lo... se n?o tomar uma catracada maior. Acho que cada clube se sentiu prejudicado com essa palhaçada desse timeco de M@#$%& e vai com gosto de gás para dar uma chibata nesses porqueiras. Toda torcida adversária tinha que fazer movimento de repúdio e protesto das arquibancadas a cada estádio que eles entrassem em campo. E acho que n?o faltará torcedor para ter uma idéia boa.


guaramiranga - 1-7-12 em 01:24 PM

Se o Treze perder os jogos dele n?o ser?o computados.
Mas se n?o perder....
caem 3?
Este 3? a cair vai reclamar na Justiça e ai será outra novela, pois n?o está previsto.


guaramiranga - 6-7-12 em 02:56 PM

O imbróglio jurídico envolvendo a Série C do Campeonato Brasileiro parece n?o ter fim. É que a juíza da 1? Vara Cível de Campina Grande, Ritaura Rodrigues, resolveu dobrar a multa contra a CBF caso o Rio Branco n?o seja excluído imediatamente da competiç?o nacional. Segundo ela, a decis?o da Justiça paraibana n?o é simplesmente de incluir o Treze como o 21? representante da Série C, como fez a CBF, mas de primeiro tornar nulo o acordo extrajudicial firmado entre Rio Branco, CBF e STJD que recolocou o clube acriano no campeonato.

Desta forma, o time acriano estaria impedido de entrar em campo neste domingo, em jogo previsto para acontecer no Estádio Romeir?o, contra o Icasa.

Caso a CBF n?o cumpra a decis?o, a entidade vai ter que pagar agora uma multa diária de R$ 200 mil.
Antes era de R$ 100 mil.

A magistrada paraibana ainda remeteu uma cópia dos autos do processo ao Ministério Público denunciando o presidente da entidade máxima do futebol, José Maria Marin, e o diretor jurídico, Carlos Eugenio Lopes. Os dois poder?o ser enquadrados no crime de desobedi?ncia.


flaviofor - 6-7-12 em 09:28 PM

esse campeonato num vai dar em nada... podem esperar...

------------------------------
Veja tabela revisada do Brasileiro Série C 2012, com a substituiç?o, por determinaç?o judicial, do Rio Branco pelo Treze na tabela

A CBF publica a tabela revisada do Campeonato Brasileiro da Série C 2012, com a substituiç?o, devido a determinaç?o judicial, do Rio Branco pelo Treze F. C.

Veja abaixo o ofício enviado pela Diretoria de Competiç?es com a aç?o cautelar em anexo e a tabela da competiç?o.

http://www.cbf.com.br/media/475789/of%20dco-ger%20158.12%20de%2006.07.12%20-%20alterac%CC%A7a%CC%83o%20da%20tabela%20da%20se%CC%81ri e%20c.pdf
---------------------------------


Agora todo time que se sentir prejudicado é só entrar na Justiça Comum... CBF faz as "meladas" e taí a [Censurado]...


guaramiranga - 8-7-12 em 11:06 AM

Os imbróglios judiciais que marcaram o início da Séries C e D do Campeonato Brasileiro voltaram a agitar os tribunais desportivos nesta sexta-feira. Após a Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) aceitar a liminar que colocava o Treze-PB na terceira divis?o nacional e retirava o Rio Branco-AC da competiç?o, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) caçou a medida favorável aos paraibanos e recolocou a equipe do Acre no torneio.
O ministro Marco Buzzi determinou a anulaç?o da medida que favorecia o Treze nos tribunais e garantiu a perman?ncia dos acreanos no campeonato. A equipe da Paraíba havia conquistado uma liminar favorável no dia 28 de junho e tinha ganhado o direito de disputar a Série C após a CBF atender a uma chamada da 1? Vara Cível de Campina Grande (PB), mudando a tabela da competiç?o.

Embora a juíza Ritaura Rodrigues Santana tenha assinado uma norma que obrigava a integraç?o do Treze na Série C, as decis?es do STJ prevalecem sobre as que foram tomadas anteriormente e agora garantem o Rio Branco na sequ?ncia do campeonato.

Com a inclus?o do Rio Branco e a exclus?o do Treze, o Grupo A da Série C volta a ter dez equipes, mesmo número da outra chave. Enquanto o time do Acre ainda fará sua estreia na competiç?o, neste domingo, contra o Icasa, no kanal, a equipe paraibana já havia jogado pelo torneio, estreando com derrota para o Salgueiro, na última quarta.


Julio - 8-7-12 em 11:44 AM

ô ROLO GRANDE...ISSO N?O VAI ACABAR BEM....


guaramiranga - 27-7-12 em 11:49 AM

A Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) entrou com o pedido de liminar no Superior Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira, para cassar as tr?s decis?es 1? Vara Cível de Campina Grande, que asseguram a perman?ncia do Treze na Série C do Campeonato Brasileiro e a exclus?o do Rio Branco, do Acre. Na aç?o, a CBF alega que as liminares concedidas pela juíza Ritaura Rodrigues e pelo juiz substituto Falkandre Queirós ferem a autonomia organizacional e de funcionamento da entidade.

No processo, a CBF alega que o Treze n?o tem direito de participar na terceira divis?o do Brasileir?o. De acordo com a autora da aç?o, o time paraibano n?o conquistou sequer a vaga da Série D deste ano, “vindo a pleitear em juízo o seu ingresso na Série C, de 2012, de forma manifestamente ilegítima e despropositada”.

A entidade máxima do futebol brasileiro também explicou nos autos do processo a forma que se deu o acordo entre ela e o Rio Branco, que gerou toda esta pendenga judicial. Conforme a CBF, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu o Rio Branco com a exclus?o da Série C de 2011 por conta do time acriano ter entrado na Justiça Comum sem antes ter passado por todas as instâncias da Justiça Desportiva.

No entanto, um acordo foi firmado entre as partes. Nele ficou assegurado “ o cumprimento da decis?o do STJD que eliminara o Rio Branco FBC da Competiç?o e, ao mesmo tempo, garantiu também ? agremiaç?o os efeitos desportivos licitamente consumados no curso da referida disputa antes de sua eliminaç?o, ou seja, sua perman?ncia na Série C, para a disputa do Campeonato de 2012”.


guaramiranga - 13-9-12 em 03:54 PM

A CBF n?o desistiu mesmo de brigar para retirar o Treze das disputas da Série C do Brasileir?o. Na sess?o desta quinta-feira, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) volta a discutir sobre o caso do time paraibano na competiç?o. Dessa vez, a procuradoria do Tribunal faz dois pedidos para serem analisados pelos auditores. Um deles é para que os resultados obtidos pelo time paraibano no campeonato fiquem pendentes até que se tenha uma sentença final da Justiça Comum.

O outro pedido é em relaç?o aos efeitos da pena de exclus?o de competiç?o. Neste quesito, os auditores v?o decidir se a eliminaç?o será aplicada ao campeonato todo ou apenas ? fase. No caso do Rio Branco-AC, definiria se ele seria excluído de toda a Série C do ano passado, ou apenas da fase em que se encontrava quando recebeu a puniç?o.
---------
Situaç?o atual
1 Luverdense, 23
2 Fortaleza, 22
3 Paysandu, 15
4 Santa Cruz, 14
5 Treze-PB, 13
6 Salgueiro, 13
7 Águia Marabá, 13
8 Icasa, 12
9 Cuiabá, 12
10 Guarany, 6
---------
Se as partidas contra o Treze ficarem sub-judice
1 Luverdense, 20
2 Fortaleza, 19
3 Paysandu, 15
4 Salgueiro, 13
5 Santa Cruz, 11
6 Cuiabá, 11
7 Águia Marabá, 10
8 Icasa, 9
9 Guarany, 6
10 Treze, 0


Julio - 13-9-12 em 08:50 PM

Rio de Janeiro, RJ, 13 (AFI) – A Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) deu um passo rumo ? exclus?o do Treze na Série C. É que em julgamento na tarde desta quinta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) determinou que a entidade n?o homologue os pontos do clube até decis?o da Justiça Comum.

Confira!
» Série C: Paysandu volta ao 3-5-2 e tem nova dupla de atacante

Ou seja, pode ser que todos os clubes que venceram ou empataram com o Treze até aqui n?o fiquem com os pontos na classificaç?o do Grupo A – caso de Salgueiro, Icasa, Santa Cruz, Cuiabá, Fortaleza, Águia e Luverdense. Porém, caso a Justiça Comum absolva o clube, a pontuaç?o dos rivais seguirá do jeito que está.

Outro pedido da CBF antes do encontro com o Pleno, era de que o Treze fosse excluído por ter acionado a Justiça Comum antes de esgotar todas as chances em mérito desportivo, o que acabou n?o sendo aceito pelos auditores. Após a sess?o, o relator do processo do STJD, Ronaldo Piacente, amenizou a decis?o.

"N?o há prejuízo ao Treze. Se a Justiça der ganho de causa, os resultados ser?o validados", disse Ronaldo Piacente, relator do processo.

Se excluído, o Grupo A terá apenas nove times. O Rio Branco, que lutava com o Treze pela vaga na chave, já “fechou as portas” neste segundo semestre, tendo dispensado comiss?o técnica e parte do grupo que integrava o elenco profissional. Aliás, o Estrel?o já começou a definir o planejamento para a próxima temporada.

O Treze é o quinto colocado do Grupo A, com 13 pontos ganhos – um atrás do Santa Cruz (4.?), com 14.
Fonte: FI


MAIS DO MESMO...
ISSO N?O VAII ACABAR BEM.....


Anaximandro - 13-9-12 em 10:21 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
A CBF n?o desistiu mesmo de brigar para retirar o Treze das disputas da Série C do Brasileir?o. Na sess?o desta quinta-feira, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) volta a discutir sobre o caso do time paraibano na competiç?o. Dessa vez, a procuradoria do Tribunal faz dois pedidos para serem analisados pelos auditores. Um deles é para que os resultados obtidos pelo time paraibano no campeonato fiquem pendentes até que se tenha uma sentença final da Justiça Comum.

O outro pedido é em relaç?o aos efeitos da pena de exclus?o de competiç?o. Neste quesito, os auditores v?o decidir se a eliminaç?o será aplicada ao campeonato todo ou apenas ? fase. No caso do Rio Branco-AC, definiria se ele seria excluído de toda a Série C do ano passado, ou apenas da fase em que se encontrava quando recebeu a puniç?o.
---------
Situaç?o atual
1 Luverdense, 23
2 Fortaleza, 22
3 Paysandu, 15
4 Santa Cruz, 14
5 Treze-PB, 13
6 Salgueiro, 13
7 Águia Marabá, 13
8 Icasa, 12
9 Cuiabá, 12
10 Guarany, 6
---------
Se as partidas contra o Treze ficarem sub-judice
1 Luverdense, 20
2 Fortaleza, 19
3 Paysandu, 15
4 Salgueiro, 13
5 Santa Cruz, 11
6 Cuiabá, 11
7 Águia Marabá, 10
8 Icasa, 9
9 Guarany, 6
10 Treze, 0

Quem se daria bem caso o Treze saísse era o Maesandu. Palhaçada esse negócio. Deixa essa mer.da quieta.


LinoFortaleza - 15-9-12 em 11:57 AM

Citação:
Mensagem original enviada por Anaximandro
Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
A CBF n?o desistiu mesmo de brigar para retirar o Treze das disputas da Série C do Brasileir?o. Na sess?o desta quinta-feira, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) volta a discutir sobre o caso do time paraibano na competiç?o. Dessa vez, a procuradoria do Tribunal faz dois pedidos para serem analisados pelos auditores. Um deles é para que os resultados obtidos pelo time paraibano no campeonato fiquem pendentes até que se tenha uma sentença final da Justiça Comum.

O outro pedido é em relaç?o aos efeitos da pena de exclus?o de competiç?o. Neste quesito, os auditores v?o decidir se a eliminaç?o será aplicada ao campeonato todo ou apenas ? fase. No caso do Rio Branco-AC, definiria se ele seria excluído de toda a Série C do ano passado, ou apenas da fase em que se encontrava quando recebeu a puniç?o.
---------
Situaç?o atual
1 Luverdense, 23
2 Fortaleza, 22
3 Paysandu, 15
4 Santa Cruz, 14
5 Treze-PB, 13
6 Salgueiro, 13
7 Águia Marabá, 13
8 Icasa, 12
9 Cuiabá, 12
10 Guarany, 6
---------
Se as partidas contra o Treze ficarem sub-judice
1 Luverdense, 20
2 Fortaleza, 19
3 Paysandu, 15
4 Salgueiro, 13
5 Santa Cruz, 11
6 Cuiabá, 11
7 Águia Marabá, 10
8 Icasa, 9
9 Guarany, 6
10 Treze, 0

Quem se daria bem caso o Treze saísse era o Maesandu. Palhaçada esse negócio. Deixa essa mer.da quieta.


Na minha opini?o o que deveria ficar pendente seriam os pontos conquistados pelo treize, as derrotas deveriam ser mantidas e consequentemente os pontos conquistados em cima deles. Mas com certeza todo castigo é pouco para esse time que atrapalhou a vida de todos na série C, inclusive a minha que fui a Fortaleza ver os primeiros jogos do Le?o neste campeonato e fui prejudicado com a paralisaç?o do certame (certame é a cara da imprensa de rádio cearense).

PRÁ CIMA DELES AMANH? LE?O!


guaramiranga - 20-9-12 em 10:04 PM

Depois de ver Harison e Potiguar serem julgados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e liberados para jogar contra o Santa Cruz, o Paysandu continuou em pauta no tribunal nesta quinta-feira. Dessa vez, para responder pela atitude de torcedores bicolores que, após o jogo contra o Icasa, pela 9? rodada da Série C, arremessaram objetos em direç?o ao gramado. O Pap?o acabou sendo punido com dois jogos de suspens?o, tendo que mandar seus jogos a, no mínimo, 100 quilômetros de distância de Belém. O clube também foi multado em tr?s mil reais. Vale ressaltar que essa puniç?o n?o vale para o confronto contra o Santa Cruz, neste sábado, apenas para as duas partidas seguintes.

– O Paysandu terá que fazer seus próximos dois jogos a 100 km da capital paraense, mas ainda será julgado pelo jogo contra o Guarany de Sobral, pelo mesmo motivo – explicou Paulo Romano, diretor técnico da Federaç?o Paraense de Futebol (FPF).


guaramiranga - 21-9-12 em 12:13 PM

Em péssima fase no Campeonato Brasileiro da Série C, o Icasa pode ter se complicado ainda mais na briga contra o rebaixamento ? Quarta Divis?o. Tudo isso porque em julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), clube foi punido com a perda de quatro mandos de campo.

A decis?o veio após o clube ter sido denunciado pelo árbitro Avelar Rodrigo, que relatou na súmula do confronto diante do Fortaleza (19 de agosto), que uma pedra havia arremessada em sua direç?o quando descia aos vestiários. O objeto acabou parando num dos escudos da PM que fazia a segurança do trio de arbitragem.

Como o clube n?o conseguiu encontrar o torcedor que arremessou a pedra, acabou tendo que ser julgado.
Além dos quatro jogos de puniç?o, terá que pagar multa de R$ 10 mil. Apesar da decis?o, a mesma só começará a entrar em vigar após a partida contra o Luverdense, marcada para este domingo. Seriam mais tr?s jogos até o final da primeira fase: contra Santa Cruz, Salgueiro e Paysandu.

---------------
Resumo : n?o joga mais em casa, exceto se passar para a outra fase.


guaramiranga - 7-11-12 em 04:11 PM

O Oeste/SP pode perder seu goleiro titular para a partida contra Fortaleza. Fernando Leal, que foi suspenso e vinha atuando por conta de um efeito suspensivo, será julgado nesta quinta-feira e corre risco de ficar de fora do confronto decisivo.

Fernando Leal foi expulso após o término da partida entre Oeste/SP e Gr?mio Barueri, no dia 4 de setembro. Depois do apito final, o goleiro jogou água de sua garrafa plástica no trio de arbitragem. Fernando Leal foi suspenso por sete partidas, cumpriu dois jogos de gancho e vem jogando sob efeito suspensivo desde o dia 3 de outubro.

Na próxima quinta-feira, Fernando Leal terá seu recurso julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), buscando reduç?o da pena para entrar em campo contra o Fortaleza. Caso seja negado, o goleiro n?o joga no próximo domingo e será o segundo desfalque importante do Oeste/SP para a decis?o, já que o time n?o contará com o meia Wanderson.


Julio - 7-11-12 em 10:02 PM

19:37

Presente no tribunal, Esley, do Fortaleza, explicou o choque com o adversário Chic?o. "Foi um lance casual em que n?o senti nenhum tipo de contato com meu corpo. Senti o atleta puxando minha camisa e depois só vi o sangue jorrando. Normalmente quando a gente dá um soco ou cotovelada, sente algum tipo de atrito com o corpo, mas na hora n?o senti. Foi um lance de jogo e infelizmente acabei cortando o rosto dele. Fiquei surpreso com o sangue escorrendo. Foi a reaç?o dele (passar o sangue no rosto de Esley) e fiquei sem reaç?o, sem saber o que fazer", afirmou o jogador em depoimento.


Julio - 7-11-12 em 10:02 PM

Rafael Vanzin sustenta as consideraç?es da Procuradoria. "A imagem é clara que houve a cotovelada e a quest?o do sangue no rosto do outro atleta. Com relaç?o ao chute de Ciro, na súmula da partida o árbitro n?o é louco o suficiente para narrar algo que n?o existiu, e o revide n?o justifica. A Procuradoria afirma com segurança as imagens do momento da cotovelada. Houve efetivamente uma les?o. Já o ato em si do atleta Francisco, de passar a m?o com sangue no rosto de ser agressor, requer uma puniç?o também. Com relaç?o ao técnicos, eles n?o deveriam ter entrado no campo. N?o cabe a eles separar qualquer ocorr?ncia dos atletas e também mecerem ser punidos. Portanto, a Procuradoria ratifica a denúncia em todos os termos".


Julio - 7-11-12 em 10:02 PM

O advogado Jorge Mota inicia a defesa do Fortaleza: " Fortaleza é um clube que há poucos anos esteve na Série A, foi para a Série B e está na Série C lutando. O Esley afirmou que n?o teve a intenç?o e realmente ficou sem reaç?o com a atitude do adversário. Se n?o tivesse ocorrido a atitude do atleta Chic?o, o árbitro teria seguido normalmente com a partida. O ato gerou a confus?o e depois gerou a expuls?o dos técnicos. Nós estamos numa final e há tr?s anos na Série C. Temosumjogo de mata-mata no domingo e precisamos de um resultado. O vídeo é muito claro, em resumo peço a desclassificaç?o dos atletas para o artigo 250 e a absolviç?o do técnico",.


Julio - 7-11-12 em 10:08 PM

Em defesa do Santa Cruz, Renata Oliveira sustenta : "Foi um tumulto a lina hora. O atleta Everton n?o visualizou o chute. N?o entendo que houve chute e revide. Por ser primário, a defesa pede a absolivaç?o ou advert?ncia. No caso do Chic?o, que foi mais emblemático no momento, houve a cotovelada tanto é que teve o sangue todo. N?o se espera que o atleta tenha a atitude que ele teve, mas no momento foi a reaç?o que o atleta teve ao ver e sentir o sangue jorrar, fruto de uma agress?o que ele recebeu. Creio que ele teve uma atitude do momento e por isso, a defesa pede a absolviç?o do atleta. Com relaç?o ao técnico, ele teve a intenç?o de apaziguar os ânimos e a atitude justifica a invas?o. A defesa pede também a absolviç?o".


Julio - 7-11-12 em 10:08 PM

Com a palavra o relator Ricardo Graiche, que vota no sentido de absolver o atleta Ciro Sena,do Fortaleza EC, incurso no Art. 254-A do CBJD; absolver o atleta Everton Sena,do Santa Cruz FC, incurso no Art. 254-A do CBJD; suspender por cinco jogos o atleta Esley,do Fortaleza EC, incurso no Art. 254-A do CBJD; suspender por duas partidas o atleta Chic?o,do Santa Cruz FC, incurso no Art. 258 do CBJD; absolver o preparador físico/treinador Vica,do Fortaleza EC, incurso no Art. 258-B do CBJD; absolver o técnico Sandro Barbosa,do Santa Cruz FC, incurso no Art. 258-B do CBJD


OI AS BOAS NOTICIAS CHEGANDO.....


Julio - 7-11-12 em 10:09 PM

O auditor Francisco Pessanha acompanha o voto do relator na íntegra.

OOOOIIIII...


Julio - 7-11-12 em 10:11 PM

Já o presidente diverge apenas com relaç?o ao atleta Chic?o e vota por suspender por quatro partidas.

Ciro Sena e Vica absolvidos...parece que o uesley vai pegar cinco jogos....


Julio - 7-11-12 em 10:12 PM

Resultado do Julgamento: Por unanimidade de votos, absolvido o atleta Ciro Sena,do Fortaleza EC, incurso no Art. 254-A do CBJD; absolvido o atleta Everton Sena,do Santa Cruz FC, incurso no Art. 254-A do CBJD; suspenso por cinco jogos o atleta Esley,do Fortaleza EC, incurso no Art. 254-A do CBJD; por maioria dos votos, suspenso por duas partidas o atleta Chic?o,do Santa Cruz FC, incurso no Art. 258 do CBJD; por unanimidade, absolvido o preparador físico/treinador Vica,do Fortaleza EC, incurso no Art. 258-B do CBJD; absolvido o técnico Sandro Barbosa,do Santa Cruz FC, incurso no Art. 258-B do CBJD

Tudo o que queriamos....
BORA LE?O...
VAMO SUBIR...


Ricarte - 7-11-12 em 10:35 PM

Tudo bem que todos consideram o Esley uma dinamite prestes a explodir...ora é um grande jogador, ora estamos com um a menos por causa dele.

No entanto, n?o acredito que todos os treinadores estejam errados em escalá-lo como essencial em seus esquemas. Talvez por isso, seria importante nessa reta final.

Porém, prefiro o Careca ali nesses jogos e este vai demonstrar que o treinador n?o sentirá falta do Esley, já que este n?o sabe jogar com press?o, sendo um risco para o Fortaleza.


Anaximandro - 7-11-12 em 10:53 PM

Olha aí as coisas dando certo mais uma vez pra gente. N?o existe mais a chance de o Ésley nos prejudicar justamente no jogo mais importante do ano.


DiscipuloTricolor - 8-11-12 em 12:39 AM

"Esley é suspenso por cinco jogos."



ÓTIMA NOTÍCIA!

VALEU, LE?O!


RAFAELE?O - 8-11-12 em 12:43 AM

Olha as coisas melhorando. Faltava só o Jo?o Carlos voltar pro gol no lugar do Lopes, outra bomba ambulante.

Ésley é até bom jogador, mas n?o pode jogar partidas decisivas. Num pontos corridos, tranquilo, mas num mata-mata...


RAFAELE?O - 8-11-12 em 12:47 AM

Tomara que n?o seja dado este efeito suspensivo. O tribunal deu gancho até pequeno, diante do histórico do atleta...





Ciro Sena é absolvido e Esley é punido com cinco jogos; Fortaleza pedirá efeito suspensivo

Esley esteve no Rio de Janeiro e participou do julgamento (Foto: Banco de Dados do O POVO )
Julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no início da noite desta quarta-feira (7), o volante Esley foi punido com cinco jogos de suspens?o.

Como o Fortaleza só pode fazer até cinco partidas na competiç?o, caso chegue na final, o atleta n?o teria mais como defender o clube na competiç?o.

Contudo, o diretor de futebol do Fortaleza, Jorge Mota, que também atuou na defesa do jogador no Rio de Janeiro, informou que o clube irá protocolar, já na manh? desta quinta-feira (8), o pedido de 'efeito suspensivo' para garantir a presença do atleta na partida de domingo (11), contra o Oeste, no PV.

Dessa forma, o jogador estaria apto a jogar até que um novo julgamento fosse marcado.

CIRO SENA ABSOLVIDO

Também julgados no STJD, o zagueiro Ciro Sena e o técnico Vica foram absolvidos. Com isso, o zagueiro tem presença assegurada no jogo de volta pelo mata-mata da Série C.

Os dois jogadores foram denunciados acusados de “praticarem agress?o física” durante a partida contra o Santa Cruz, na 16? rodada da fase classificatória na Série C. Já o técnico Vica foi a julgamento por também ter sido expulso na ocasi?o, por invadir o campo para tantar separar a confus?o entre os jogadores dos dois times.

DEFESA DO JOGADOR

Após ser exibido o vídeo com as imagens do lance que provocou sua expuls?o, numa dividada com o volante Chic?o, do Santa Cruz, Esley se pronunciou.

"Foi um lance casual em que n?o senti nenhum tipo de contato com meu corpo. Senti o atleta puxando minha camisa e depois só vi o sangue jorrando. Normalmente quando a gente da um soco ou cotovelada a gente sente algum tipo de atrito com o corpo, mas na hora n?o senti. Foi um lance de jogo e infelizmente acabei cortando o rosto dele. Fiquei surpreso com o sangue escorrendo no rosto dele. Foi a reaç?o dele (Chic?o) e eu fiquei sem reaç?o, sem saber o que fazer", disse Esley.

O diretor de futebol do Fortaleza, Jorge Mota, ainda fez um apelo, destacando a situaç?o atual do time. "Nós estamos numa fase final e por tr?s anos na Série C. Temos um jogo de mata-mata no domingo e precisamos de um resultado", argumentou.

REINCIDENTE

A situaç?o de Esley era preocupante. Titular absoluto do time comandado por Vica, o volante foi expulso durante a partida entre Santa Cruz e Fortaleza, por dar uma cotovelada no adversário. O jogador completou sua quinta expuls?o desde quando foi contratado pelo Tricolor. O histórico de expuls?es do volante e a súmula do árbitro do jogo, Paulo Henrique Godoy, complicaram a situaç?o de Esley.


NonatodeManaus - 8-11-12 em 01:47 AM

Citação:
Mensagem original enviada por RAFAELE?O
Olha as coisas melhorando. Faltava só o Jo?o Carlos voltar pro gol no lugar do Lopes, outra bomba ambulante.

Ésley é até bom jogador, mas n?o pode jogar partidas decisivas. Num pontos corridos, tranquilo, mas num mata-mata...


Concordo, essa é a definiç?o que eu também dou ao Lopes: UMA BOMBA AMBULANTE, a qualquer momento pode explodir.


roberioximenes - 8-11-12 em 12:27 PM

Jorge Mota, meu filho, esquece isso até domingo. Entra com esse efeito suspensivo somente na segunda.

Deixa esse cara pagar pelo que fez até como forma de ensiná-lo a ter mais equilibrio.

Careca é um grande jogador e substituirá o Ésley ? altura, DIGO MELHOR AINDA. VAMOS SUBIR e depois voc? entra com esse ES para os outros jogos.


pauloroberto - 8-11-12 em 12:45 PM

Citação:
Mensagem original enviada por roberioximenes
Jorge Mota, meu filho, esquece isso até domingo. Entra com esse efeito suspensivo somente na segunda.

Deixa esse cara pagar pelo que fez até como forma de ensiná-lo a ter mais equilibrio.

Careca é um grande jogador e substituirá o Ésley ? altura, DIGO MELHOR AINDA. VAMOS SUBIR e depois voc? entra com esse ES para os outros jogos.


Prefiro mil vezes o Marielson. Mas o Vica tem todo o crédito do mundo. Pode escalar até um cone, que eu n?o reclamo.

Estou aqui na Argentina, e volto de sábado para domingo, na madrugada, direto para o PV!


[Editado em 8-11-2012 por pauloroberto]


roberioximenes - 8-11-12 em 01:08 PM

Atenç?o vai começar a pauta de julgamentos do Pleno do STJD de hoje 8/novembro.


Destaques desse julgamento o caso Internacional x Palmeiras e no nosso caso específico o julgamento do efeito suspensivo do goleiro Fernando Leal do Oeste-Sp.


roberioximenes - 8-11-12 em 01:41 PM

Iniciaram os julgamentos pelo caso do Palmeiras.

Vou dizer uma coisa: É MUITA COISA POR UM GOL DE M?O !!!

Em S?o Paulo torço Palmeiras mas sinceramente: DEVERIAM METER O RABINHO ENTRE AS PERNAS E FICAREM QUIETOS. Fazem um gol ilegítimo e ainda querem usar AS BRECHAS DA LEI para conseguir outra partida.

TRISTE O FUTEBOL NACIONAL. Incompet?ncia buscando fugas!!!


Já levaram 1 hora e meia somente em testemunhos, vídeos e bate boca. Ainda v?o ter as defesas de cada advogado e o posicionamento do Relatos. Depois que os desembargadores v?o começar a votar o caso do Palmeiras.

Pelo visto somente lá prás 16 horas é que teremos alguma notícia. S?o 17 processos e o do Oeste era o 9? da pauta que ainda teve o acréscimo de mais 7 (sendo um deles esse do Palmeiras x Inter) daí ninguém sabe a verdadeira ordem de julgamentos


[Editado em 8-11-2012 por roberioximenes]

[Editado em 8-11-2012 por roberioximenes]


pauloroberto - 8-11-12 em 03:12 PM

Citação:
Mensagem original enviada por roberioximenes
Iniciaram os julgamentos pelo caso do Palmeiras.

Vou dizer uma coisa: É MUITA COISA POR UM GOL DE M?O !!!

Em S?o Paulo torço Palmeiras mas sinceramente: DEVERIAM METER O RABINHO ENTRE AS PERNAS E FICAREM QUIETOS. Fazem um gol ilegítimo e ainda querem usar AS BRECHAS DA LEI para conseguir outra partida.

TRISTE O FUTEBOL NACIONAL. Incompet?ncia buscando fugas!!!


Já levaram 1 hora e meia somente em testemunhos, vídeos e bate boca. Ainda v?o ter as defesas de cada advogado e o posicionamento do Relatos. Depois que os desembargadores v?o começar a votar o caso do Palmeiras.

Pelo visto somente lá prás 16 horas é que teremos alguma notícia. S?o 17 processos e o do Oeste era o 9? da pauta que ainda teve o acréscimo de mais 7 (sendo um deles esse do Palmeiras x Inter) daí ninguém sabe a verdadeira ordem de julgamentos


[Editado em 8-11-2012 por roberioximenes]

[Editado em 8-11-2012 por roberioximenes]


Vamos saber hoje o peso da mafia para que o palmeiras n?o caia. E se cair, ano que vem teremos mais problemas com o apito amigo paulista.
Tomara que caia. Já torci Fluminense, Palmeiras, Cruzeiro e Inter. Hoje quero que todos se lasquem, pois na primeira oportunidade eles detonar?o o futebol nordestino. Sou Fortaleza, e só!

[Editado em 8-11-2012 por pauloroberto]


roberioximenes - 8-11-12 em 03:42 PM

Sempre fui Fortaleza e sempre serei mas nem por isso me privo de ter prefer?ncia em outros estados.

Na hora H o Primeiro e Sempre FORTALEZA inclusive contra outros times quando na passagem pela primeira divis?o.

SP - Palmeiras
RJ - Flamengo
MG - Cruzeiro
RS - Gr?mio

MAS NUNCA JAMAIS NENHUM TIME ALVINEGRO. Prefer?ncia é muito de sua personalidade.

Lembro ao camarada que há outros campeonatos em que o Fortaleza n?o participa ou já saiu que N?O VEJO PROBLEMA NENHUM EM TORCER OUTRO TIME.

Por exemplo: Copa do Brasil - Nosso Tricolor de Aço sai - Eu torço por outro time e isso deu certo quando o meu GR?MIO ganhou da karniça (e deixa eles espernearem).

Copa Libertadores- N?o vejo problema nenhum torcer S?o Paulo, Palmeiras, Fluminense, Santos. Mas jamais Corinthians.

Em suma. N?O VEJO PROBLEMA NENHUM NISSO!!! N?o tenho essa crise.


[Editado em 8-11-2012 por roberioximenes]


roberioximenes - 8-11-12 em 03:45 PM

e quanto ao Palmeiras foi uma goleada só.

Por unanimidade o STJD nega recurso ao Palmeiras e mantem o resultado do jogo.

N?o virou pizza n?o!!!


Franzé - 8-11-12 em 05:58 PM

Eita, Robério, confessando que é um "misto", hem? Brincadeira, cada um tem sua prefer?ncia, e prá quem gosta de futebol acaba torcendo por um ou outro, no final das contas.


roberioximenes - 8-11-12 em 07:22 PM



Torço o Flamengo no Rio pois desde criancinha assistia aos famosos FLAFLU's ainda com a presença de Doval e Cafuringa. Sempre gostei do Flamengo.

Torço Cruzeiro desde os tempos de Tost?o

Torço Palmeiras desde a época de Ademir Daguia

Torço Gr?mio principalmente pelo seu hino e pela força e garra nas partidas


AMO NOSSO TRICOLOR DE AÇO DESDE CRIANÇA QUANDO ERA LEVADO PELO MEU PAI AO PV e via ÍDOLOS como: LULINHA, LOURO, PEDRO BASÍLIO, OSÍRES, RONER, QUEIROZ, BAUER (nem tanto), CHINESINHO, AMILTON MELO, LUCINHO, ZÉ CARLOS, AMILTON ROCHA , HAROLDO, MARCIANO, BEIJOCA E GERALDINHO SARAVÁ


Mas notem bem. Todos times TRICOLORES ou de cores bonitas. NADA DE ALVINEGRADA DETESTO ISSO ME LEMBRA O ENTERRO DA MINHA AVÓ. Todos de preto e alguns de branco (senhores mais idosos) e TODOS TRISTES. GOSTEI N?O DAÍ: SOU MAIS MEU LINDO ABADÁ TRICOLORIDO, ALEGRE, GOSTO MESMO É DE FESTAS !!!!

[Editado em 8-11-2012 por roberioximenes]


roberioximenes - 8-11-12 em 07:24 PM

Eita camaradas. Já saí, já voltei, já almocei, já resolvi vários problemas e nada do julgamento do Oeste.

Até agora já aconteceram 9 julgamentos e nada.

continuo no aguardo.


pauloroberto - 8-11-12 em 07:54 PM

Citação:
Mensagem original enviada por roberioximenes
Sempre fui Fortaleza e sempre serei mas nem por isso me privo de ter prefer?ncia em outros estados.

Na hora H o Primeiro e Sempre FORTALEZA inclusive contra outros times quando na passagem pela primeira divis?o.

SP - Palmeiras
RJ - Flamengo
MG - Cruzeiro
RS - Gr?mio

MAS NUNCA JAMAIS NENHUM TIME ALVINEGRO. Prefer?ncia é muito de sua personalidade.

Lembro ao camarada que há outros campeonatos em que o Fortaleza n?o participa ou já saiu que N?O VEJO PROBLEMA NENHUM EM TORCER OUTRO TIME.

Por exemplo: Copa do Brasil - Nosso Tricolor de Aço sai - Eu torço por outro time e isso deu certo quando o meu GR?MIO ganhou da karniça (e deixa eles espernearem).

Copa Libertadores- N?o vejo problema nenhum torcer S?o Paulo, Palmeiras, Fluminense, Santos. Mas jamais Corinthians.

Em suma. N?O VEJO PROBLEMA NENHUM NISSO!!! N?o tenho essa crise.


[Editado em 8-11-2012 por roberioximenes]


Robério,

N?o há problema nenhum em torcer para quinhentos times. É quest?o pessoal. E acho inclusive que n?o problema nenhum em torcer para um alvinegro. N?o tenho essa crise cromática. Torça pra quem voce quiser.

Expressei minha forma de torcer, e respeito a sua. Sou Fortaleza, e só. N?o torço para nenhum time de express?o, porque esses times fortalecidos aumentam ainda mais o abismo financeiro para os pequenos. Para Fluminense, Palmeiras e todos os outros, Fortaleza e [Censurado] é a mesma coisa. Tem um forista que diz: "N?o gosto de futebol, gosto do Fortaleza". É mais ou menos por ai.

Em suma. SOU SOMENTE TRICOLOR DE AÇO! Sem traumas.

[Editado em 8-11-2012 por pauloroberto]


guaramiranga - 8-11-12 em 08:05 PM

Fernando foi expulso ainda pela Série B, quando defendia o Gr?mio Barueri. De acordo com o árbitro Jailson Freitas, Fernando Leal levou o cart?o vermelho direto após o fim da partida contra o ABC, no dia 4 de setembro, por jogar água no trio de arbitragem “deliberadamente”. O líquido estava em sua garrafa plástica.

Pela atitude, o goleiro respondeu a dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o 254-A, acusado de “praticar agress?o física”, e por “assumir conduta contrária ? ética desportiva”, conforme o 258. A denúncia foi feita na forma do artigo 183, onde a pena maior absorve a menor. Porém, tudo mudou no julgamento.

Em sess?o da Terceira Comiss?o Disciplinar, no dia 3 de outubro, Osvaldo Sestário defendeu o atleta. "N?o consigo entender a denúncia. O atleta foi expulso por ter jogado água no trio de arbitragem, mas o árbitro n?o relata se o atleta o xingou, se tentou agredir, ou algo do tipo. O goleiro nos passou ao fim da partida que foi conversar com o árbitro e acabou deixando cair água, mas n?o atirou em nenhum momento", sustentou.

Porém, o goleiro foi suspenso por quatro partidas no primeiro artigo e por mais tr?s no segundo, de acordo com o relator Ivaney Cayres Souza, que foi acompanhado pelos demais auditores. E para piorar a situaç?o, ao invés de a pena maior absorver a menor, o relator decidiu aplicar o artigo 184 do CBJD e somar as duas penas.

O advogado do clube, Osvaldo Sestário, conseguiu um efeito suspensivo para o goleiro Fernando Leal. Após cumprir dois jogos de gancho, um quando ainda defendia o Barueri e outro pela Série C, no duelo entre Oeste e Duque de Caxias, o jogador ficou livre para atuar até que o novo julgamento ocorresse.

Agora, caso n?o haja reduç?o de pena para no máximo dois jogos, Fernando Leal será desfalque na "decis?o" deste sábado e nas possíveis fases seguintes da Série C. Caso o Oeste n?o passe para as semifinais, a puniç?o teria que ser cumprida na próxima competiç?o nacional disputada pelo atleta em 2013.

---------
Acabaram de fazer a leitura, 18:00 h de Brasilia


guaramiranga - 8-11-12 em 08:06 PM

18:03 Os demais auditores acompanham o voto do relator integralmente.



18:02 O relator Ronaldo Botelho mantém a denúncia com base no artigo 258 do CBJD, e reduz a pena para duas partidas, e ainda afasta a aplicaç?o no artigo 254-A do CBJD, o absolvendo.



18:01 O advogado Osvaldo Sestário pede, levando em conta o pedido também da Procuradoria, que seja provido o recurso para que se leve em conta o artigo 183, e n?o o artigo 184, e ainda e reduç?o para dois jogos de suspens?o.


guaramiranga - 9-11-12 em 01:47 PM

O diretor de futebol do Fortaleza Esporte Clube, o advogado Jorge Mota, afirmou que está confiante na concess?o do efeito suspensivo da pena aplicada ao atleta Esley pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Esley foi punido com cinco jogos por conta de uma suposta agress?o a um atleta do Santa Cruz, ainda pela fase de grupos da Série C.

“Fizemos o pedido ontem (quinta-feira) e estamos aguardando a decis?o do STJD, que sairá a qualquer momento, durante o dia de hoje, concedendo ou negando”, afirmou.

“Nossa expectativa é favorável. Entramos com a aç?o pois acreditamos que é possível (reverter a decis?o dos juízes). O tribunal é quem vai dizer se acata ou n?o”, finalizou o advogado.


Julio - 9-11-12 em 07:00 PM

Ou nós todos torcedores do forum e das redes sociais estamos loucos, ou n?o enxergamos um palmo a frente da napa, e os dirigentes e comiss?o técinica do Le?o s?o verdadeiros genios, n?o entendo por que tanta insistencia em livrar o sr. ueslei da pena que lhe foi aplicada e colocá-lo em campo.
N?o vejo nada demais de positivo nesse jogador, no último jogo contra o Velho Oeste, levou cart?o amarelo, errou pelo menos dois passes gerando contra ataque do time adversário.
Por falar nisso é bom ver como esta a situaç?o de cart?es do elemento, já que acho que a expuls?o dele contra o santa, n?o teve segundo cart?o e ele foi expulso direto.
Outra coisa, com a personalidade desse rapaz, fico com medo de que ele com raiva pela rejeiç?o declarada de boa parte da torcida resolva se vingar e nos prejudique...
POR FAVOR JM., UESLEY N?O, DEIXA O CARA QUIETO.


pauloroberto - 9-11-12 em 07:13 PM

Citação:
Mensagem original enviada por Julio
Ou nós todos torcedores do forum e das redes sociais estamos loucos, ou n?o enxergamos um palmo a frente da napa, e os dirigentes e comiss?o técinica do Le?o s?o verdadeiros genios, n?o entendo por que tanta insistencia em livrar o sr. ueslei da pena que lhe foi aplicada e colocá-lo em campo.
N?o vejo nada demais de positivo nesse jogador, no último jogo contra o Velho Oeste, levou cart?o amarelo, errou pelo menos dois passes gerando contra ataque do time adversário.
Por falar nisso é bom ver como esta a situaç?o de cart?es do elemento, já que acho que a expuls?o dele contra o santa, n?o teve segundo cart?o e ele foi expulso direto.
Outra coisa, com a personalidade desse rapaz, fico com medo de que ele com raiva pela rejeiç?o declarada de boa parte da torcida resolva se vingar e nos prejudique...
POR FAVOR JM., UESLEY N?O, DEIXA O CARA QUIETO.


Julio, já fui um crítico do Esley, mas é complicado ser t?o contumaz, quando ele é titular absoluto de um time que está a 17 jogos invicto. Ele é destemperado, mas melhou bastante ultimamente. E ninguem pode negar que ele se mata em campo. Ele tem parcerla de contribuiç?o no excelente desempenho do time. N?o tiro a raz?o do Vica em querer ele no time, e ao mesmo tempo tenho medo do gardenal ter acabado.

O mesmo vale pro Lopes. Jo?o carlos é muito mais goleiro. Mas no jogo decisivo tirar assim? deixo a dor de cabeça pro Vica, e só me resta torcer.


Ricarte - 9-11-12 em 07:51 PM

O pedido feito pelo Fortaleza para suspender a pena aplicada ao atleta Esley pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) foi acatada e o atleta terá condiç?es de jogo para enfrentar o Oeste neste domingo (11).

O pedido para o efeito suspensivo de Esley foi despachado pelo auditor Paulo Cesar Salom?o do STJD. Esley foi punido com cinco jogos por conta de uma suposta agress?o a um atleta do Santa Cruz, ainda pela fase de grupos da Série C.

No início da manh?, em entrevista ao blog Time de Fora, o advogado do clube, Jorge Mota, se dizia confiante na liberaç?o do atleta para o jogo.

Valei-me


Julio - 9-11-12 em 08:46 PM

PR, tambem n?o critico a vontade do uesley, e sim a vontade exagerada, o cara tem historico, tem cabeça quente, todos os que jogam contar ele sabem e ficam provocando constantemente, se n? tivessemos outro jogadores mais qualificados que ele, eu até entedenria, mas temos sim, Leandro, Careca, Marinelson...
Essa insistencia, quero acreditar que só pode ser por unidade do grupo....


pauloroberto - 10-11-12 em 01:18 AM

Citação:
Mensagem original enviada por Julio
PR, tambem n?o critico a vontade do uesley, e sim a vontade exagerada, o cara tem historico, tem cabeça quente, todos os que jogam contar ele sabem e ficam provocando constantemente, se n? tivessemos outro jogadores mais qualificados que ele, eu até entedenria, mas temos sim, Leandro, Careca, Marinelson...
Essa insistencia, quero acreditar que só pode ser por unidade do grupo....


Essa insistencia é de todo treinador. Sei n?o, talvez ele taticamente seja extremamente disciplinado. Só taticamente, fique bem claro...rs.
Agora, na casa do sem jeito, é torcer. Tomara que a torcida n?o ensaie vaia.


guaramiranga - 20-11-12 em 08:04 PM

O quebra-quebra no Presidente Vargas foi pauta de reuni?o entre a Secretaria de Esporte e Lazer do Município (Secel) e o Ministério Público Estadual (MP-CE), realizada na manh? de ontem. No encontro, o procurador de Justiça e coordenador do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudetor), José Wilson Sales Júnior, afirmou que o Fortaleza deve arcar com o prejuízo ao estádio.



Segundo o titular da Secel, Nildo Sobral, a reuni?o foi para esclarecer a cobrança ao clube pelos prejuízos deixados no PV após partida entre Fortaleza e Oeste, no último dia 11.

“Estamos tomando provid?ncias para cobrar do Fortaleza”, afirmou Sobral. Durante a reuni?o, Prefeitura e MP ressaltaram que, no Estatuto do Torcedor, a responsabilidade do mandante sobre o que ocorre na partida é clara. Caso n?o pague pelo prejuízo, aç?o pode ser movida contra o Le?o.

Perguntado sobre por que nenhum representante do clube foi chamado para o encontro, o secretário alegou que cabia ao próprio Fortaleza procurar a Secel. “N?o vou tentar uma mediaç?o com o Fortaleza. Vou deixar tudo pronto para que o time seja cobrado.”

Na semana passada, a diretoria do Fortaleza disse ao O POVO , com exclusividade, que n?o arcaria com nenhum prejuízo causado ao PV. Jorge Mota, diretor de futebol do Tricolor, alegou que quem deve pagar é quem quebrou. De acordo com o MP, os responsáveis ser?o julgados em dezembro.

O orçamento referente aos reparos será apresentado pela Secel na próxima quarta-feira. Alguns assentos danificados já foram restaurados pela administraç?o do PV. (André Victor)

----------
E depois ainda teremos alguns jogos com perda de mando de campo.


AlessandroFontenele - 20-11-12 em 08:27 PM

Mas quanto ao David Madirgal, nádegas, né/
abs, ALex


FCOCARLOSBARBOSA - 20-11-12 em 09:18 PM

Para punir o Fortaleza e/ ou beneficiar a mundiça de porangabussu essa turma é lépida e fagueira, s?o ágeis e se portam como verdadeiros paladinos, agora para decidir uma coisa ilegal e imoral que já se v?o pra lá de mais de dez (10) anos, isso mesmo DEZ ANOS, o que vemos s?o os velhos e caquéticos EMBARGOS DE GAVETA atuarem no maior cinismo, e haja ÓLEO DE PEROBA!!!!!!!

Enquanto isso o Futebol Catarinense, talvez por sua maior civilidade, organizaç?o e também dinheiro, vai ter 1 clube (Criciúma) na série A e 4 clubes na série B (Avaí, Chapecoense, Joinvile e Figueirense).


roberioximenes - 20-11-12 em 11:56 PM

Sobre esse caso alguém comentou que o jogador do Oeste provocou a torcida que já estava uma pilha de nervos e revoltada.

Será que ninguém tem gravaç?o, mesmo que de celular, que mostre isso ???

Seria de fundamental importância que, SE ALGUÉM TIVESSE, levasse a conhecimento da Diretoria para ajudar na defesa. Do jeito que a coisa aconteceu e ao ALARDE que essa imprensa nojenta SEMPRE DÁ QUANDO É JOGO DO LE?O, deveremos pegar uns 20 jogos de suspens?o e aí babau Série C no PV ou Castel?o. Teremos que jogar em Sobral ou Horizonte.


Outra coisa será que n?o teve nenhuma cadeira já quebrada no jogo do rival. Afinal os poucos torcedores n?o saíram nada satisfeitos em perder do CRB em casa.

N?o vi até hoje colocarem e darem destaque ao quebra quebra da torcida deles. Nem comentam, nem d?o destaque e nem tratam COMO BANDIDOS.

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS !!!


[Editado em 20-11-2012 por roberioximenes]


FCOCARLOSBARBOSA - 21-11-12 em 12:33 AM

Citação:
Mensagem original enviada por roberioximenes
Sobre esse caso alguém comentou que o jogador do Oeste provocou a torcida que já estava uma pilha de nervos e revoltada.

Será que ninguém tem gravaç?o, mesmo que de celular, que mostre isso ???

Seria de fundamental importância que, SE ALGUÉM TIVESSE, levasse a conhecimento da Diretoria para ajudar na defesa. Do jeito que a coisa aconteceu e ao ALARDE que essa imprensa nojenta SEMPRE DÁ QUANDO É JOGO DO LE?O, deveremos pegar uns 20 jogos de suspens?o e aí babau Série C no PV ou Castel?o. Teremos que jogar em Sobral ou Horizonte.


Outra coisa será que n?o teve nenhuma cadeira já quebrada no jogo do rival. Afinal os poucos torcedores n?o saíram nada satisfeitos em perder do CRB em casa.

N?o vi até hoje colocarem e darem destaque ao quebra quebra da torcida deles. Nem comentam, nem d?o destaque e nem tratam COMO BANDIDOS.

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS !!!


[Editado em 20-11-2012 por roberioximenes]


Robério, n?o sei se ainda está no site da globo.com, na parte de esporte referente ao Fortaleza, mas no vídeo dos melhores lances do jogo contra o Oeste, no terceiro gol o jogador do Oeste, sem ter porque (pois n?o era a torcida do time dele), vai comemorar, acho que já sem camisa, abrindo os braços e fazendo algum gesto que n?o dá para ver bem em direç?o ? torcida, que, sob forte comoç?o (termo jurídico), começou a protestar e jogar coisas no gramado.

Penso que esse caso é típico de culpa concorrente, pois se n?o houvesse a incitaç?o do jogador do Oeste, muito provavelmente aquelas cenas lamentáveis n?o teriam ocorrido.

Penso até que há mais culpa da parte do jogador, pela incitaç?o desnecessária e anti-esportiva, que dos próprios torcedores, que naquele momento se encontravam sob forte emoç?o e de cabeça super quente.

Temos que sopesar também esse fato no julgamento que virá, espero.


guaramiranga - 28-11-12 em 11:57 AM

A Secretaria Executiva Regional (SER) IV atestou o prejuízo do vandalismo no estádio Presidente Vargas ao fim do jogo entre Fortaleza e Oeste, no último dia 11, que atingiu 693 cadeiras, dois port?es, duas portas, dois corrim?os, uma parede de banheiro e lixeiras.

E o valor, somado também aos danos na partida contra o Paysandu ainda na primeira fase da Série C (93 cadeiras e duas lâminas de vidro danificadas), em 16/9, já está cravado: R$ 148.042,83. Agora, a cobrança da “quebradeira” será uma quest?o judicial.

A conta é alta, a atual gest?o municipal está chegando ao fim e o Fortaleza n?o aceita ser responsabilizado. Assim, a Secretaria de Esporte e Lazer (Secel) vai entregar o caso ? Procuradoria Geral do Município (PGM), que acionará a Justiça para ter ressarcimento aos cofres públicos. O argumento é de que a responsabilidade sobre o estádio é do clube mandante da partida.

Falta ainda receber o laudo da Perícia Forense do Estado do /Ceará (Pefoce), que tem até 30 dias para entregar o documento. “Esse laudo é muito importante porque vai apontar se todos os danos foram por dolo”, afirmou Nildo Sobral, titular da Secel. Só de posse desses papéis é que PGM vai entrar em aç?o, intimando o Fortaleza a apresentar defesa ou acordo prévio. Caso o clube rejeite a conta, a cobrança passa para o âmbito judicial.

Discordância

O diretor de futebol do Fortaleza, Jorge Mota, alega que n?o cabe ao clube arcar com os prejuízos, pois os torcedores que danificaram o PV foram detidos e identificados na aç?o policial desencadeada para conter o vandalismo. “Cobrar o clube e n?o o real causador do dano abre um precedente perigoso. É um despropósito: dá a entender que o torcedor pode fazer o que quiser que o clube vai pagar”, reclamou o dirigente.


guaramiranga - 28-11-12 em 11:58 AM

Juntos,/Ceará e Fortaleza fizeram 69 jogos em 2012 no estádio Presidente Vargas. Sem contar a parte técnica, de resultados em campo, a realidade é que atuar em casa pesou um bocado no bolso dos dois clubes.
E nos relatórios financeiros das partidas, um tópico chama a atenç?o: “Outras despesas”. Só nele, alvinegros e tricolores pagaram R$ 1.206.154,00 ao longo da temporada. Uma pequena fortuna, destinada a lanches, segurança privada, grades e custos que muitas vezes n?o ficam claros.

O item está em todos os borderôs e contempla o que exige o artigo 64 do Regulamento Geral das Competiç?es (RGC) da Federaç?o Cearense de Futebol (FCF) - que especifica os gastos de responsabilidade dos mandantes. E vale também para as determinaç?es da Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF). O problema é que ele abre brechas para suspeitas, já que apenas recibos s?o suficientes para a comprovaç?o dos gastos.

“É muito dinheiro, mas n?o sei se os clubes s?o cúmplices ou enganados”, sugere um funcionário que trabalha nos jogos. De acordo com ele, que preferiu n?o se identificar, há possibilidade de superfaturamento no item “Outras despesas”.

“N?o temos provas, mas muita gente está ficando rica só com aquilo”, afirma Fábio Mota, diretor de comunicaç?o do Fortaleza. Sobre as “outras despesas”, o diretor deixa claro que n?o acredita em benefício interno dos clubes. “De dentro do clube acho difícil (que haja desvio). N?o podemos colocar ninguém para trabalhar. Tudo tem que ser terceirizado”, explica.

Para Daniel Frota, assessor da presid?ncia do Fortaleza, as despesas s?o absurdas.“S?o alguns absurdos. Por exemplo, no último jogo, gastamos mais de R$ 4 mil só com lanches para policiais”, enfatiza.


guaramiranga - 28-11-12 em 12:10 PM

Os times n?o podem colocar seus funcionários ou colaboradores ou voluntários para realizar os trabalhos.

A Policia está lá fazendo seu trabalho e os times pagam até lanches.

O PV cobra taxas altíssimas para utilizar o espaço.

Assim como estacionamentos pagos arcam com prejuízos nos carros dos clientes, se o PV cobrou taxa deve arcar também com os prejuízos.
O FEC cobrou ingresso deve também assumir uma parte.
E se o policial foi escalado e recebeu lanche deveria ter cumprido a miss?o.
E a miss?o tinha os riscos pela eliminaç?o e revolta. O Estado pecou por n?o avaliar corretamente o grau de risco.

Os torcedores devem pagar os prejuízos pois causaram danos.
Alguns ser?o advertidos e dever?o realizar trabalhos sociais para se reeducar.

E no final o valor ainda restante deverá ser rateado entre a Polícia, a Adm do PV e o Fortaleza.


SuperTricolor - 29-11-12 em 07:02 AM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
Juntos,/Ceará e Fortaleza fizeram 69 jogos em 2012 no estádio Presidente Vargas. Sem contar a parte técnica, de resultados em campo, a realidade é que atuar em casa pesou um bocado no bolso dos dois clubes.
E nos relatórios financeiros das partidas, um tópico chama a atenç?o: “Outras despesas”. Só nele, alvinegros e tricolores pagaram R$ 1.206.154,00 ao longo da temporada. Uma pequena fortuna, destinada a lanches, segurança privada, grades e custos que muitas vezes n?o ficam claros.

O item está em todos os borderôs e contempla o que exige o artigo 64 do Regulamento Geral das Competiç?es (RGC) da Federaç?o Cearense de Futebol (FCF) - que especifica os gastos de responsabilidade dos mandantes. E vale também para as determinaç?es da Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF). O problema é que ele abre brechas para suspeitas, já que apenas recibos s?o suficientes para a comprovaç?o dos gastos.

“É muito dinheiro, mas n?o sei se os clubes s?o cúmplices ou enganados”, sugere um funcionário que trabalha nos jogos. De acordo com ele, que preferiu n?o se identificar, há possibilidade de superfaturamento no item “Outras despesas”.

“N?o temos provas, mas muita gente está ficando rica só com aquilo”, afirma Fábio Mota, diretor de comunicaç?o do Fortaleza. Sobre as “outras despesas”, o diretor deixa claro que n?o acredita em benefício interno dos clubes. “De dentro do clube acho difícil (que haja desvio). N?o podemos colocar ninguém para trabalhar. Tudo tem que ser terceirizado”, explica.

Para Daniel Frota, assessor da presid?ncia do Fortaleza, as despesas s?o absurdas.“S?o alguns absurdos. Por exemplo, no último jogo, gastamos mais de R$ 4 mil só com lanches para policiais”, enfatiza.


Soluç?o pra isso? Fortaleza e kanal deveriam nesse assunto se aliarem para construírem seus próprios estados. Rivalidade é dentro de campo. Fora deveríamos colaborar pr'um melhor futebol cearense!


guaramiranga - 29-11-12 em 08:14 PM

Citação:
Mensagem original enviada por SuperTricolor
Soluç?o pra isso? Fortaleza e <b>kanal</b> deveriam nesse assunto se aliarem para construírem seus próprios estados. Rivalidade é dentro de campo. Fora deveríamos colaborar pr'um melhor futebol cearense!


Em 2013, os dois clubes também querem passar por cima da rivalidade para fugir de alguns monopólios e reduzir custos com grades, serviços e comunicaç?o, de acordo com o diretor de marketing do Fortaleza, Fábio Mota. “Já buscamos o /Ceará, já existe esse diálogo. A gente n?o aguenta mais o dinheiro saindo pelo ralo”, afirma.

“No próximo ano, vamos exigir que a Prefeitura e o PV tenham suas próprias grades”, declara o diretor financeiro do /Ceará, Sérgio Costa.

Segundo Fábio Mota, do Fortaleza, o problema vem da própria infraestrutura do PV. “O estádio foi remodelado de uma forma infeliz. Colocaram o acesso ao lado de bilheterias. A PM teve de impor aos clubes essas medida”, explica. Somente com grades, o Fortaleza pagou mais de R$ 70 mil.

“N?o pensamos que a empresa (responsável pelo fornecimento) é desonesta. Ela monopolizou isso e ficou inviável reduzir os custos”, explica Fábio.


guaramiranga - 9-12-12 em 11:32 AM

O Fortaleza Esporte Clube vai ser julgado na próxima terça-feira (11), pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em decorr?ncia dos vandalismos que ocorreram na partida do clube contra o Oeste (SP).

O advogado do Fortaleza, Jorge Mota, informou que o julgamento ocorrerá no Rio de Janeiro, ?s 17 horas, e apenas ele deve viajar para realizar a defesa do Tricolor. “No caso do Tricolor ser condenado, o clube pode ser multado ou punido em partidas, isso depende do juiz”, explicou.

No dia 11 de novembro, o Fortaleza foi eliminado do Campeonato Brasileiro pelo Oeste (SP) e os torcedores do clube se revoltaram depredando o Estádio Presidente Vargas (PV). Um laudo feito pela Regional IV concluiu que 693 cadeiras foram destruídas, sendo 469 arrancadas e quebradas e outras 224 danificadas.


guaramiranga - 11-12-12 em 08:49 PM

Como está o julgamento?
Alguma notícia?


guaramiranga - 11-12-12 em 08:50 PM

O Fortaleza seria julgado pelos incidentes ocorridos no jogo do dia 11 de novembro passado, no Estádio Presidente Vargas, quando após o jogo em que o Tricolor de Aço foi derrotado por 3 a 1, perdendo assim a chance do acesso, alguns torcedores promoveram atos de vandalismo nas arquibancadas, mas ao final todos foram identificados e levados ? presença da autoridade policial, como prev? a legislaç?o vigente no tocante ?s providencia que cabem ao mandante do jogo.

O advogado e Diretor de Futebol do Fortaleza, Jorge Mota, preparou toda a defesa baseado nas providencias tomadas pelo clube, entretanto o processo foi retirado de pauta. Segundo Mota, que fez contato com a assessoria de imprensa do clube por volta das 16 horas, agora resta ao Le?o aguardar nova intimaç?o por parte daquela corte judicante.


guaramiranga - 24-1-13 em 10:58 AM

O volante Esley foi liberado pela CBF para poder atuar no jogo de amanh?.

O departamento jurídico do clube conseguiu converter a suspens?o do atleta em uma multa pecuniária.

O valor pago será revertido para uma ONG da capital cearense.


guaramiranga - 19-2-13 em 12:14 PM

Além da preparaç?o para o primeiro jogo das semifinais, o Fortaleza tem uma preocupaç?o a mais para hoje. ?s 18 horas, o clube será julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pelos atos de vandalismo no estádio Presidente Vargas ocorridos no dia 11 de novembro do ano passado. Após derrota diante do Oeste, assentos foram arrancados e atirados a campo e partes da estrutura da arena foram depredadas. O jogo foi válido pelo mata-mata da Série C.

O clube foi denunciado com base no artigo 213 do Código Brasileiro da Justiça Desportiva. O terceiro inciso prev? que a agremiaç?o pode ser punida por “deixar de tomar provid?ncias capazes de prevenir e reprimir lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo”. Caso seja enquadrado, o Fortaleza estará sujeito a pagar multa de R$100 a R$100 mil. Além disso, o Le?o pode perder até dez mandos de campo na temporada.

O julgamento estava marcado, primeiramente, para o dia 11 de dezembro de 2012. Porém, a Segunda Comiss?o Disciplinar do STJD adiou, por conta do recesso no final de ano. Sob análise, estará a súmula do árbitro da partida, Edvaldo Elias da Silva.

-----------
Mesmo se punido n?o haverá tempo hábil para alterar o jogo contra o Campinense.


webmaster - 19-2-13 em 08:12 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
Além da preparaç?o para o primeiro jogo das semifinais, o Fortaleza tem uma preocupaç?o a mais para hoje. ?s 18 horas, o clube será julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pelos atos de vandalismo no estádio Presidente Vargas ocorridos no dia 11 de novembro do ano passado. Após derrota diante do Oeste, assentos foram arrancados e atirados a campo e partes da estrutura da arena foram depredadas. O jogo foi válido pelo mata-mata da Série C.

O clube foi denunciado com base no artigo 213 do Código Brasileiro da Justiça Desportiva. O terceiro inciso prev? que a agremiaç?o pode ser punida por “deixar de tomar provid?ncias capazes de prevenir e reprimir lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo”. Caso seja enquadrado, o Fortaleza estará sujeito a pagar multa de R$100 a R$100 mil. Além disso, o Le?o pode perder até dez mandos de campo na temporada.

O julgamento estava marcado, primeiramente, para o dia 11 de dezembro de 2012. Porém, a Segunda Comiss?o Disciplinar do STJD adiou, por conta do recesso no final de ano. Sob análise, estará a súmula do árbitro da partida, Edvaldo Elias da Silva.

-----------
Mesmo se punido n?o haverá tempo hábil para alterar o jogo contra o Campinense.


Eu n?o entendo como pode o clube ser punido nesses cassos... quem teria que ser punido era os torcedores irracionais e vândalos que destruiram o patrimônio público. Deveriam ser identificados e autuados pela policia que é a responsável pela segurança e promoç?o da paz nesses eventos. Se o torcedor esta frustrado e chateado pq o time perdeu e mata a mulher quem vai condenado é o FEC?


Sartojr - 19-2-13 em 09:53 PM

Para quem quiser acompanhar.

http://justicadesportiva.uol.com.br/gmsonline/index.asp?idtribunal=1


Sartojr - 19-2-13 em 10:35 PM

Citação:
Mensagem original enviada por Sartojr
Para quem quiser acompanhar.

http://justicadesportiva.uol.com.br/gmsonline/index.asp?idtribunal=1



Resultado do julgamento: por unanimidade de votos, advertido o jogador Serginho, do Oeste/SP, denunciado no artigo 258 do CBJD; e, por maioria de votos, absolvido o Fortaleza, denunciado no artigo 213, III, do CJBD.


flaviofor - 19-2-13 em 10:36 PM

Citação:
Mensagem original enviada por Sartojr
Citação:
Mensagem original enviada por Sartojr
Para quem quiser acompanhar.

http://justicadesportiva.uol.com.br/gmsonline/index.asp?idtribunal=1



Resultado do julgamento: por unanimidade de votos, advertido o jogador Serginho, do Oeste/SP, denunciado no artigo 258 do CBJD; e, por maioria de votos, absolvido o Fortaleza, denunciado no artigo 213, III, do CJBD.


BOOOOOOORA LE????OOOO!!!


webmaster - 19-2-13 em 11:12 PM

Citação:
"mais uma vez , justiça feita. Fortaleza absolvido pelos lamentáveis incidentes ocorridos pós -jogo contra o Oeste. Para os amigos do outro lado , lembrar que o Departamento Jurídico lavrou 42 B.O contra os tais vândalos . N?o poderia ser penalizado . É a lei . Espero que cansem de dar ouvidos ? imprensa tendenciosa que temos. N?o me surpreendeu , embora os fatos sejam lamentáveis . Gostaria muito que os tais pagassem centavo por centavo , mas a Justiça alega um tal de conflito de compet?ncia para evitar maiores puniç?es aos mesmos. Parabéns a Jorge Mota e Daniel de Paula Pessoa . Agora podem passar adiante..."
- Paulo Roberto


roberioximenes - 19-2-13 em 11:21 PM

EITA!!! Mais uma cipoada nos couros desses karniças de plant?o que teimam em queimar a imagem do Fortaleza Esporte Clube.

E como o STJD julgou esses merdas do Ministério Público, torcedores do rival, e o Sec. de Esporte do Estado que vá buscar ressarcimento junto aos vândalos. V?O ENCHER O SACO DA P. Q. P. ser kanalenses.


Julio - 19-2-13 em 11:30 PM

Resultado do julgamento: por unanimidade de votos, advertido o jogador Serginho, do Oeste/SP, denunciado no artigo 258 do CBJD; e, por maioria de votos, absolvido o Fortaleza, denunciado no artigo 213, III, do CJBD.

Resultado nos favorece....


RAFAELE?O - 20-2-13 em 12:17 AM

Aí os kanaletes dizem que somos os reis do tapet?o... Esquecem dos "5 (cinco) estaduais", o famoso penta fantasma...


guaramiranga - 20-2-13 em 04:17 PM

Citação:
Mensagem original enviada por FCOCARLOSBARBOSA
Citação:
Mensagem original enviada por roberioximenes
Sobre esse caso alguém comentou que o jogador do Oeste provocou a torcida que já estava uma pilha de nervos e revoltada.

Será que ninguém tem gravaç?o, mesmo que de celular, que mostre isso ???

Seria de fundamental importância que, SE ALGUÉM TIVESSE, levasse a conhecimento da Diretoria para ajudar na defesa. Do jeito que a coisa aconteceu e ao ALARDE que essa imprensa nojenta SEMPRE DÁ QUANDO É JOGO DO LE?O, deveremos pegar uns 20 jogos de suspens?o e aí babau Série C no PV ou Castel?o. Teremos que jogar em Sobral ou Horizonte.


Outra coisa será que n?o teve nenhuma cadeira já quebrada no jogo do rival. Afinal os poucos torcedores n?o saíram nada satisfeitos em perder do CRB em casa.

N?o vi até hoje colocarem e darem destaque ao quebra quebra da torcida deles. Nem comentam, nem d?o destaque e nem tratam COMO BANDIDOS.

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS !!!



Robério, n?o sei se ainda está no site da globo.com, na parte de esporte referente ao Fortaleza, mas no vídeo dos melhores lances do jogo contra o Oeste, no terceiro gol o jogador do Oeste, sem ter porque (pois n?o era a torcida do time dele), vai comemorar, acho que já sem camisa, abrindo os braços e fazendo algum gesto que n?o dá para ver bem em direç?o ? torcida, que, sob forte comoç?o (termo jurídico), começou a protestar e jogar coisas no gramado.

Penso que esse caso é típico de culpa concorrente, pois se n?o houvesse a incitaç?o do jogador do Oeste, muito provavelmente aquelas cenas lamentáveis n?o teriam ocorrido.

Penso até que há mais culpa da parte do jogador, pela incitaç?o desnecessária e anti-esportiva, que dos próprios torcedores, que naquele momento se encontravam sob forte emoç?o e de cabeça super quente.

Temos que sopesar também esse fato no julgamento que virá, espero.

Parabéns a todos os que colaboraram para mostrar que o FEC fez tudo que era de sua competencia para evitar os abusos.


guaramiranga - 21-2-13 em 11:46 AM

O Fortaleza, por maioria de votos, foi absolvido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O time, na última terça-feira, foi julgado por arremesso de cadeiras e outros objetos no gramado contra o Oeste, dia 11 de novembro de 2012, no PV, pela Série C.

A absolviç?o, no entanto, pode abrir precedente para outros atos de vandalismo, na opini?o do presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do /Ceará (TJDF-CE), Antônio Rodrigues, já que n?o houve puniç?o.

Para ele, nesses casos, o torcedor que cometeu o ato é que deve ser punido. Enquanto n?o há mudanças na legislaç?o desportiva, os times ficam com a responsabilidade. Apesar disso, o presidente classifica como justa a posiç?o do STJD, já que o clube tomou todas as provid?ncias para coibir e punir o ato. Ao ser questionado sobre decis?o diferente para o Santos, cuja torcida lançou moedas em campo no jogo contra o S?o Paulo, no último dia 3, Rodrigues acredita que foi por falta de provid?ncia do clube. O Santos perdeu um mando de campo e foi multado em R$ 10 mil.

“Quando o clube toma as provid?ncias, n?o pode ser penalizado”, reforçou o diretor jurídico do Fortaleza, Jorge Mota. Ele informou que a própria torcida tricolor ajudou a identificar quem praticou os atos de vandalismo.

No ano passado, a Prefeitura de Fortaleza responsabilizou financeiramente o clube tricolor pela depredaç?o do estádio. O time está pagando os prejuízos. Mas diz que vai cobrar dos torcedores. O coordenador do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudetor), procurador José Wilson Sales, informou que 17 pessoas presas no dia da partida foram julgadas. Outras ainda aguardam as audi?ncias. As penalidades variam entre prestaç?o de serviços comunitários e impedimento de comparecer aos jogos.

-------------
Essa matéria está no jornal O Povo de 21/02/13.

Para mim, n?o cabe ao Fortaleza punir os que depredaram o patrimônio público.


roberioximenes - 22-2-13 em 04:14 AM

Ainda bem que nosso julgamento foi antes do jogo do Corinthians. Se tivesse sido depois essa imprensa suja já teria nos comparado aos assassinos de lá.

Fariam novo estardalhaço para que sofressemos um julgamento político.


Mas o que aconteceu lá na Bolívia serve de alerta para nós. N?o podemos deixar que o futebol cearense chegaue a essa loucura. e olha que acho que está muito próximo.

Voc?s lembram do que aconteceu no jogo contra o Paysandu. Alguns marginais que torcem nosso rival foram para secar e lançaram roj?o contra nossa torcida. Aí um marginal pegou corda e lançou um roj?o de volta que quebrou o vidro. Já imaginaram se pega em alguém. Seríamos trucidados por essa imprensa imparcial.

Lembram daquele jogo do kanal contra o ferroviário onde bandidos agrediram e brigaram causando uma grande confus?o. A iprensa abafou e o kanal nada sofreu. isso eles n?o falam

Lembram que mesmo depois da inauguraç?o do PV houve atos de vandalismo por parte da torcida deles e a imprensa SEMPRE DEFENDEU QUE O kanal N?O TINHA COMO SER PUNIDO POIS TOMARA A PROVIDENCIA PRENDENDO OS VANDALOS E FAZENDO BO.


FCOCARLOSBARBOSA - 22-2-13 em 03:48 PM

Citação:
Mensagem original enviada por roberioximenes
Ainda bem que nosso julgamento foi antes do jogo do Corinthians. Se tivesse sido depois essa imprensa suja já teria nos comparado aos assassinos de lá.

Fariam novo estardalhaço para que sofressemos um julgamento político.


Mas o que aconteceu lá na Bolívia serve de alerta para nós. N?o podemos deixar que o futebol cearense chegaue a essa loucura. e olha que acho que está muito próximo.

Voc?s lembram do que aconteceu no jogo contra o Paysandu. Alguns marginais que torcem nosso rival foram para secar e lançaram roj?o contra nossa torcida. Aí um marginal pegou corda e lançou um roj?o de volta que quebrou o vidro. Já imaginaram se pega em alguém. Seríamos trucidados por essa imprensa imparcial.

Lembram daquele jogo do <b>kanal</b> contra o ferroviário onde bandidos agrediram e brigaram causando uma grande confus?o. A iprensa abafou e o <b>kanal</b> nada sofreu. isso eles n?o falam

Lembram que mesmo depois da inauguraç?o do PV houve atos de vandalismo por parte da torcida deles e a imprensa SEMPRE DEFENDEU QUE O <b>kanal</b> N?O TINHA COMO SER PUNIDO POIS TOMARA A PROVIDENCIA PRENDENDO OS VANDALOS E FAZENDO BO.


Robério voc? foi perfeito nas suas observaç?es. A imprensa local esportiva, ou melhor, parte dela, é t?o doente de paix?o pelo time do pântano fétido de porangabussu que sempre vem apequenando o futebol cearense, pois para eles o único time que deve existir é o deles, pouco se importando se isso é bom ou n?o para o Estado.

Situaç?o essa que n?o consigo ver por parte da imprensa de outros estados brasileiros.

O certo é que, quando é para nos ferrar, s?o capazes de tudo, de vociferar, enganar, distorcer, esquecer, aumentar, falsificar, ser coniventes com montagens de vídeo, etc.

Já quando a corda aperta pro lado do kanal, s?o capazes de, na maior cara dura, tentar justificar um erro com outro, vide o caso recente de falta de Fair-play deles contra o Criciúma, quando se deram o trabalho de desenterrar caso parecido havido trocentos anos, em outro confronto com o time de Santa Catarina.

No caso nosso recente, o tal jogador do Oeste que ascendeu o estopim, foi apenas advertido pelo STJD e tudo bem, nada se fala, nada se comenta. Agora o Fortaleza que tomou todas as provid?ncias que eram de sua alçada, até porque n?o é policia, caíram de pau querendo nos tomar como bode expiatória do problema grave da viol?ncia que atinge todo o futebol nacional.

Viol?ncia essa, cuja parcela de culpa da imprensa (parte) é relevante, visto que em vez de procurar apaziguar os ânimos de exaltados torcedores, alguns da imprensa e até dirigentes fazem é jogar mais lenha na fogueira.

Por fim, devo dizer que todo tipo de roj?o, sinalizador ou algo que possa trazer dano físico ao torcedor de bem deveria ser banido do nosso futebol, pois esses artefatos em praça de esporte s?o por demais perigosos, verdadeiras armas.

[Editado em 22-2-13 por FCOCARLOSBARBOSA]

[Editado em 22-2-13 por FCOCARLOSBARBOSA]


guaramiranga - 27-2-13 em 05:07 PM

Citação:
Mensagem original enviada por roberioximenes

E como o STJD julgou esses merdas do Ministério Público, torcedores do rival, e o Sec. de Esporte do Estado que vá buscar ressarcimento junto aos vândalos.

MÁRCIO Lopes, novo secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura, sentou-se na terrível Cadeira Elétrica do Trem Bala da TV. Aquela história de cadeiras voando, quem paga a conta.

“...FORTALEZA pode ter sido absolvido pelo STJD, mas o caso das cadeiras quebradas está na Justiça Comum. Alguém vai pagar...”

“...SUPERADA a dívida do dinheiro que pertencia ? Secel do aluguel do PV no jogo contra o Oeste. Chamei o Baquit para um acordo proposto por ele - dez prestaç?es de R$ 4.300 está honrando...”


LinoFortaleza - 1-3-13 em 11:08 AM

Quero saber quando a karniça pagou alguma conta sobre quebra quebra...


FCOCARLOSBARBOSA - 14-3-13 em 09:43 PM

Olhem só o resultado da press?o de uma mídia INQUISIDORA e PARCIAL, ajudada pelos efeitos do fatídico jogo de Oruru na Bolívia.

E aí quem vai pagar o prejuíuzo da Instituiç?o Fortaleza? Será que a TUF ainda n?o se deu conta do mal que tem feito ao FEC?

Lamentável, fogo amigo com a ajuda dessa imprensa kanalha, e juizes despreparados, que n?o puniram na mesma moeda aquele que deu causa ao estopim, no caso o jogador do Oeste que foi tirar sarro da torcida tricolor (isso parece que pode, na ótica dos juízes midiáticos da nova Inquisiç?o).

"STJD julga recurso e pune Fortaleza com perda de dois mandos de campo
Puniç?o deve ser cumprida pelo clube na Série C do Campeonato Brasileiro deste ano. O Tricolor do Pici ainda foi multado em R$ 5 mil.
Na tarde desta quinta-feira (14), o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou recurso da Procuradoria da Segunda Comiss?o Disciplinar e puniu o Fortaleza com a perda de dois mandos de campo e ainda multa de R$ 5 mil, pelo arremesso de objeto no gramado, durante a partida entre Fortaleza e Oeste, pelas quartas-de-final da Série C do Campeonato Brasileiro de 2012.
No dia 19 de fevereiro, o clube foi julgado em primeira instância e acabou absolvido. Isso motivou recurso da Procuradoria. Com o resultado no Pleno do STJD, o Tricolor do Pici terá que cumprir a pena nos seus dois primeiros jogos na Terceirona deste ano.
(...)"


RAFAELE?O - 16-3-13 em 12:13 AM

Mas o time pode jogar em outro estádio com torcida (como Sobral ou Juazeiro) ou terá que cumprir de port?es fechados mesmo???


guaramiranga - 16-3-13 em 01:33 PM

Na tarde de ontem, o Fortaleza foi novamente condenado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Desta vez, o clube terá de pagar R$ 6 mil pelo atraso de seis minutos para o início do jogo contra o Campinense, pela semifinal da Copa do Nordeste, no dia 3 de março.

-----
R$ 6.000,00 jogados pela janela!


SuperTricolor - 16-3-13 em 08:40 PM

Citação:
Mensagem original enviada por FCOCARLOSBARBOSA
E aí quem vai pagar o prejuíuzo da Instituiç?o Fortaleza? Será que a TUF ainda n?o se deu conta do mal que tem feito ao FEC?


Claro que n?o se deu conta. E vc espera algo desses caras da TUF? Est?o mais interessados na TUF do que no Fortaleza.


FCOCARLOSBARBOSA - 26-4-13 em 02:17 AM

Olhem só o que o Gr?mio conseguiu, reduzir sua pena em um caso que, ao meu ver, foi muito pior que o do jogo contra o Oeste, onde insisto que aquele jogador safado do time paulista foi o maior responsável pela atos seguintes a sua incitaç?o/gozaç?o com a torcida tricolor.

Fomos punidos por conta daquele fato lamentável envolvendo a torcida do Corinthians na Bolívia, levando a justiça desportiva, inflamada pela mídia, a eleger um Cristo para servir de exemplo de sua austeridade.

Essa desculpa de uma garrafinha d'água n?o me convence, pois os BO feitos eram para todo tipo de objeto lançado ao gramado, se cadeiras, guimbas de cigarro, marujinhos, copos, garrafinhas, pouco importa. Bom que se diga que nenhum desses objetos, ao que me consta, atingiu alguém em campo, diferente do caso do Gr?mio, vide abaixo:

O precedente está aí e espero que o STJD n?o se valha de dois pesos e de duas medidas.

"Punido pelo STJD, Gr?mio deve estrear no Brasileiro em Caxias do Sul

Com decis?o do STJD, Gr?mio n?o poderá jogar na Arena ou no Olímpico
Foto: Lucas Uebel/Gr?mio FBPA / Divulgaç?o
Cristiano Silva
Direto de Porto Alegre
.
O STJD julgou na tarde desta quinta-feira o recurso gremista pedindo a reduç?o da puniç?o da perda de dois mandos de campo no Campeonato Brasileiro. A puniç?o imposta pelo STJD foi devido aos incidentes no clássico Gre-Nal, disputado na última rodada do Brasileiro do ano passado, quando foram arremessados por parte dos torcedores do Gr?mio roj?es para dentro do gramado, uma das bombas chegou a atingir o preparador físico colorado.






“Eram duas partidas de suspens?o, uma pela bomba arremessada na área técnica do Inter, que acabou atingindo um membro da comiss?o técnica e a outra partida de puniç?o pelos roj?es que foram arremessados para o gramado após o jogo. Hoje (quinta-feira) foi julgado o nosso recurso e a puniç?o caiu de dois para um jogo de puniç?o, que será cumprido na primeira rodada do Brasileiro”, disse Gabriel Vieira, advogado do Gr?mio.


A partida que o Gr?mio vai cumprir sem o mando de campo será contra o Náutico, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. A direç?o gremista está acertando com o Juventude para mandar este jogo no Estádio Alfredo Jaconi, na cidade de Caxias do Sul."


guaramiranga - 9-5-13 em 12:30 PM

A Segunda Seç?o do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a compet?ncia da Justiça de Campina Grande (PB) para processos que discutem a vaga de 2012 na Série C do futebol brasileiro. A decis?o foi unânime.

Treze Futebol Clube, de Campina Grande, Rio Branco Football Club, de Rio Branco (AC), e Araguaína Futebol e Regatas, de Araguaína (TO), buscavam garantir a participaç?o no campeonato. O relator, ministro Marco Buzzi, já havia determinado que a Justiça paraibana decidisse quest?es urgentes. Ele havia reiterado seu entendimento no voto, agora confirmado pelos demais ministros.

Antes, os ministros discutiram se ainda haveria conflito diante do fato de que o campeonato já foi realizado e de pedidos de desist?ncia n?o homologados. Por maioria, eles entenderam que o conflito ainda existia e deveria ser julgado.

Mesmo que o campeonato já tenha sido realizado, a n?o participaç?o pode eventualmente dar direito a indenizaç?o para algum dos clubes, justificando o interesse na decis?o.


guaramiranga - 29-5-13 em 03:55 PM

O Superior Tribunal Federal (STF) divulgou nesta terça-feira a decis?o de incluir o Rio Branco-AC na Série C do Campeonato Brasileiro. A medida aumenta um imbróglio iniciado em 2011 na competiç?o, que inicialmente terá 21 equipes neste ano.

O Rio Branco-AC foi beneficiado por uma audi?ncia de conciliaç?o realizada em Brasília e mediada pelo ministro Luiz Fux, do STF. Além de representantes do clube, o encontro contou a com representantes da Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF), da Federaç?o Paraibana de Futebol, e do Treze-PB, de Campina Grande.

Na segunda fase da Série C de 2011, o Rio Branco-AC teve seu estádio interditado e apelou ? justiça comum para poder atuar normalmente na Arena da Floresta. Punido, foi rebaixado. O Treze, ent?o na Série D, pleiteou judicialmente a vaga.

Em meio ? confus?o da competiç?o, o time de Campina Grande (PB) bloqueou aç?es que mantinham o Rio Branco na terceira divis?o nacional, conseguindo respaldo junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para subir de divis?o. Derrotado, o Rio Branco caiu para a Série D de 2012, enquanto o Treze disputou a Série C.

Segundo o comunicado do STF, o ministro Fux, mediador da decis?o desta terça-feira, “é relator da Reclamaç?o (RCL) 14247, ajuizada pela CBF contra decis?o da 1? Vara Cível de Campina Grande que determinou a inclus?o do Treze na Série C do Brasileiro de 2012, no lugar do Rio Branco, afastado da competiç?o no ano anterior por decis?o do Superior Tribunal de Justiça Desportiva”.


guaramiranga - 29-5-13 em 03:55 PM

No texto, a entidade máxima do futebol brasileiro argumentava que o Rio Branco estava classificado para a segunda fase da Série C de 2011 – foi o primeiro colocado do Grupo A, ? frente do Paysandu, mas acabou punido e perdendo a vaga nas quartas de final para o Luverdense, terceiro da chave. Punida, a equipe acreana teria a participaç?o na Série C de 2012 assegurada, mas ficou de fora.

“A transaç?o leva em conta a exist?ncia de acordo extrajudicial entre o Rio Branco e a CBF, que deveria garantir sua participaç?o no campeonato de 2012, e a decis?o judicial que beneficiou o Treze, assegurando-lhe o mesmo direito. Por isso, a Série C terá, este ano, um clube a mais – a fim de incluir o Rio Branco”, comunica o STF, que vai além e “fecha” as portas da Série C deste ano para demais interessados a vagas – recado claro ao Brasil de Pelotas, que tentou cassar o rebaixamento de 2011, quando foi punido pela inscriç?o de um jogador irregular na partida contra o Santo André pela primeira rodada.

“As partes reconhecem (...) que nenhuma outra agremiaç?o que n?o tenha obtido classificaç?o de acordo com as regras desportivas estabelecidas nos regulamentos da CBF poderá participar do campeonato”, completou. As partes em quest?o s?o CBF, Federaç?o Paraibana de Futebol, Treze e Rio Branco.

“A conciliaç?o extingue todas as aç?es judiciais relativas ? quest?o, atualmente em tramitaç?o na 1? Vara Cível de Campina Grande e na 1? Vara da Fazenda Pública de Rio Branco”, encerra a nota do STF.

O Treze, que poderia perder a vaga e ser substituído pelo próprio Rio Branco, comemorou a perman?ncia do clube na divis?o. "A torcida do Treze, definitivamente, pode dormir tranquila. N?o existe mais o risco das decis?es serem modificadas. O Treze permanece na Série C", festejou o presidente Eduardo Medeiros.

Desta forma, a Série C do Campeonato Brasileiro de 2013 deve ter 11 times na chave de clubes do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste: Águia de Marabá, Baraúnas, Brasiliense, CRB, Cuiabá, Fortaleza, Luverdense, Rio Branco-AC, Sampaio Corr?a, Santa Cruz e Treze. A chave Centro-Oeste, Sul e Sudeste segue com dez: Betim, Caxias, Crac, Duque de Caxias, Gr?mio Barueri, Guarani, Macaé, Madureira, Mogi Mirim e Vila Nova.


guaramiranga - 14-6-13 em 04:00 PM

O "Caso Denílson" ganhou proporç?es nacionais e também pode ter desdobramentos na Série C do Brasileiro. O Santa Cruz tomou conhecimento do processo movido pelo CSA no Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas e informou ao GLOBOESPORTE.COM que irá tomar as suas provid?ncias, já que o atleta entrou em campo na partida entre os clubes, no último domingo, e inclusive marcou um dos gols do CRB. Nesse confronto, o Galo venceu o time pernambucano no Estádio Rie Pelé, em Maceió, por 2 a 1.
De acordo com o diretor de futebol do Santa, Constantino Júnior, o Departamento Jurídico coral entrará em aç?o em breve para proteger o clube.

- Nós estamos reunindo as provas ainda. N?o podemos fazer de qualquer jeito. Vamos entregar ao Departamento Jurídico do clube para que eles tomem as atitudes. Deveremos ter uma reuni?o na sexta-feira para definir como faremos - disse Constantino.


guaramiranga - 18-7-13 em 11:56 AM

O Fortaleza estava incurso no artigo 231 do CBJD, pela invas?o de um torcedor que pulou o alambrado do Estádio do Junco, em Sobral, no último dia 06 de julho, quando o Le?o venceu o CRB de Alagoas por 3 a 0.

Já o atleta Joilson foi julgado com base no artigo 254-A, do CBJD que abrange os casos de agress?o física durante a partida, prova ou equivalente. Ao final o meia leonino foi apenado por maioria de votos, com duas partidas de suspens?o.

Com a puniç?o aplicada o meia Joilson, o mesmo fica fora do jogo de domingo contra o Brasiliense/DF, que é válido pela Série C e será disputado em Taguatinga, ?s 10 horas da manh?.

Além de Joilson, Helio dos Anjos também n?o terá para esse jogo o meia Jackson Caucaia, que cumpre suspens?o pelo terceiro cart?o amarelo.


guaramiranga - 17-12-13 em 03:59 PM

É difícil saber o que irrita mais em toda a história da virada de mesa que resulta, no momento, no rebaixamento da Portuguesa, salvaç?o (mais uma!!) do Fluminense.

Irrita ver a destruiç?o total da credibilidade de um campeonato que vinha se reerguendo pouco a pouco, após tantos anos de mandos, desmandos, regulamentos bizarros, Teixeiradas e Euricadas.

Irrita perceber a quantidade de coisas estranhas em sequ?ncia no julgamento de cartas marcadas. Vejamos:

Uma puniç?o de dois jogos para uma expuls?o que TV alguma conseguiu mostrar. Expuls?o que, como mostra o levantamento da ESPN, em menos da metade dos julgamentos rende tamanho gancho. Na sequ?ncia do ocorrido, na calada da noite de uma sexta-feira, o obscuro advogado n?o informa o clube sobre a pena. A Portuguesa cai na armadilha com todo o amadorismo que tem direito. Aí, antes mesmo de a CBF indicar o erro, o procurador-geral Paulo Schmitt decreta a “fal?ncia do STJD'' caso a Portuguesa n?o seja declarada culpada. Que velocidade!! Que gatilho, amigos! O mais rápido do oeste. Ou melhor, o mais rápido da zona sul.

O mesmo Schmitt que, tr?s anos atrás, dizia, antes mesmo de analisar uma jurisprud?ncia que poderia prejudicar o ent?o campe?o Fluminense, que seria “imoral'' desrespeitar o resultado do campo. E aí, afinal, chega o julgamento. Em que a Portuguesa se defendeu de maneira quase tosca, mas em que ficou claro que poderia estar lá o maior advogado de todos os tempos que nada adiantaria. O relator abriu sua pastinha, levou a liç?o de casa, leu o que já havia preparado antes mesmo de escutar a defesa. E os outros, convenientemente, apenas “seguiram o relator''.

Irrita que estes senhores n?o tenham, pelo menos, disfarçado.

Como também irrita o disfarce maior, este sim, um álibi perfeito. Pune-se também o Flamengo, mas sem prejuízo algum para o clube mais popular do Brasil. Assim, podem adotar o discurso do “este tribunal n?o tem olhos para poderosos e fracos, pune todos da mesma forma. Punimos a Portuguesa, mas punimos também o Flamengo''.

Irrita, como n?o, o discursinho do Fluminense de “n?o temos nada a ver com isso''. Mas que coisa! Para quem dizia que “apenas aguardava'', n?o é que mandaram o advogado lá para participar do julgamento? Prontinhos para entrar com recurso. Que cara de pau.

Irrita ver como torcedores do Fluminense comemoraram uma vitória no tribunal. Burros! Isso mesmo, burros. N?o percebem o mal que isso fará ao clube. O tricolor dispara na lista de clube mais antipático do país. E n?o se esqueçam de que ele faz parte do campeonato que teve sua credibilidade destruída. Perder?o dinheiro todos os envolvidos, incluindo o próprio Fluminense. Um ano de Série B apagaria as viradas de mesa do passado, traria uma comunh?o nova entre time e torcida, teria muito mais prós do que contras. Será muito mais humilhante para o tricolor ver seu time na Série A do que na Série B em 2014.

Irrita pensar que Héverton n?o teve nenhuma importância para o campeonato. Jogou pouco mais de 90 minutos, somando todas as partidas do campeonato. N?o fez a menor diferença no jogo contra o Gr?mio. E, mesmo que tivesse feito alguma diferença, o jogo em si n?o fazia diferença alguma para a Portuguesa.

Irrita pensar nos sete pontos que a Portuguesa perdeu no campo, antes de perder os quatro fora dele. O único time do campeonato todo que n?o ganhou um ponto sequer por erros de arbitragem (desafio alguém a mostrar o contrário). Sim, os erros v?m e v?o, todos os times s?o ajudados aqui, atrapalhados ali. Menos a Portuguesa. Só foi prejudicada, o tempo inteiro, o ano todo. Até o também pequeno Criciúma, na hora H, ganhou um p?nalti amigo contra o S?o Paulo na penúltima rodada. Que certamente compensou outros tantos erros. Para a Lusa, n?o teve p?nalti mal dado nem expuls?o esquisita nem nada de nada.

Um dos pontos tirados da Portuguesa foi, vejam só que coincid?ncia, contra o próprio Fluminense. No campo também teve ajuda, pois. N?o sou eu quem conta, é o Juca Kfouri mesmo.

Ao longo do ano, a Portuguesa foi estuprada pelas arbitragens da CBF. E ainda levou a culpa no fim. “Também, olha a saia curta que ela estava usando! A culpa é da moça…''

Paulo Maluf soltou, entre tantas outras bobagens na vida, aquela frase do “estupra, mas n?o mata!''. José Maria Marin sucedeu Maluf no governo biônico do Estado de S?o Paulo, nos anos 80.

A CBF de Marin já estuprou a Portuguesa. O STJD de Schmitt já deu o tiro no estômago. Falta só matar. No dia 27. Já tem data para o tiro de misericórdia, na cabeça.

Quem clama pela justiça da bola, só tem um pedido a fazer. Piedade. Estuprem, mas n?o matem!

---------- -------------- ------------
Que nosso departamento jurídico e de futebol fiquem atentos!


guaramiranga - 2-5-14 em 02:22 PM

Uma evid?ncia de fraude ronda a venda de Hulk para o Zenit em setembro de 2012, uma das transfer?ncias mais caras da história do futebol.
O jogador comunicou recentemente aos russos que nunca jogou no Campinense, clube que passou a constar na CBF tr?s meses depois da transaç?o como o seu formador.

Pelas regras da Fifa, os times que desenvolvem um atleta entre 12 e 23 anos de idade devem receber 5% do valor do negócio, que na ocasi?o chegou a 40 milh?es de euros. Desde ent?o, o clube paraibano já faturou quase 1 milh?o de reais com a transfer?ncia. Quem teria enfiado o nome do Campinense nos documentos da CBF?


Até novembro de 2012, o passaporte de Hulk na CBF tinha o registro dos seguintes clubes formadores do jogador: Serrano (1998 a 2000), S?o Paulo (2002 a 2003), Vitória (2003 a 2006) e o Kawasaki (2006). O advogado Fernando Lamar, hoje no Vasco, foi quem pleiteou a inclus?o do Campinense na relaç?o.

A assessoria de imprensa de Hulk respondeu aos questionamentos sobre a pol?mica:

1) Quanto ao registro alterado na CBF pela Federaç?o Paraibana é uma quest?o jurídica. O Hulk n?o participou e apenas agora ficou sabendo do fato;

2) Se houve falsificaç?o de assinatura e/ou de registro é caso de Polícia e será resolvida pela Justiça;

3) Há um outro processo em quest?o com pessoas usando o nome de Hulk para obter alguma vantagem. Ele quer todo o esclarecimento pela justiça. E reafirma que sempre falou a verdade e continuará assim, embora sempre torça para o sucesso do futebol paraibano.
Por Lauro Jardim


ANIBALDANTAS - 15-8-14 em 04:11 PM

Citação:

Árbitro de kanal 3×1 Inter relata viol?ncia dos torcedores contra o ônibus do time gaúcho

O árbitro Ricardo Marques denunciou na súmula da partida kanal 3×1 Internacional, o problema ocorrido com ônibus, que conduzia o time colorado para o Estádio Castel?o.

No caminho para a Arena, antes do início da partida, o veículo teve duas janelas quebradas por torcedores do time alvinegro. O vice-presidente do Internacional, Marcelo Medeiros, após o incidente, concedeu entrevista ? ESPN Brasil para relatar o problema e criticar a falta de segurança dada ao clube.

O dirigente ainda fez um boletim de ocorr?ncia e, n?o satisfeito, foi até o árbitro da partida para denunciar o ocorrido. Ricardo Marques relatou no documento oficial do jogo.

http://kempao.com.br/wp-content/uploads/2014/08/S%C3%BAmula-CSC-x-Inter.png

Com isso, o kanal corre o risco de ser denunciado pela procuradoria do STJD, ir a julgamento e sofrer alguma puniç?o. Agora, é aguardar.

http://kempao.com.br/wp-content/uploads/2014/08/Onibus-Inter.jpg

http://kempao.com.br/arbitro-de-ceara-3x1-inter-relata-violencia-dos-torcedores-contra-o-onibus-do-time-gaucho/
Como de outras vezes, n?o dá em nada, as articulaç?es políticas sobrep?em-se ?s normas desportivas.


Madeira - 17-8-14 em 12:35 AM

Eles s?o fortes, mas n?o s?o Deuses, um dia a casa cái.


guaramiranga - 21-8-14 em 10:39 PM

Vice-líder do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro, o Botafogo-PB corre o risco de ser excluído da competiç?o em julgamento que vai ser realizado nesta sexta-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O campe?o paraibano foi indiciado no artigo 231 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por ter entrado na Justiça Comum antes de esgotadas todas as instâncias na esfera esportiva, e no artigo 191, por ter deixado de cumprir determinaç?o do STJD.

O julgamento se refere ao fato de o clube ter se beneficiado com a aç?o do vereador de Jo?o Pessoa, Renato Martins (PSB), para jogar no Almeid?o, depois que o estádio foi interditado pelo STJD por conta de confus?o na partida entre Botafogo-PB e Sport, na abertura da Copa do Nordeste deste ano. Caso seja condenado ? pena máxima, o Belo terá que pagar uma multa de R$ 200 mil e será excluído da Série C, única competiç?o que disputa atualmente.

O diretor jurídico do Botafogo-PB, Luiz Augusto Crispim Filho, no entanto, tratou de tranquilizar a torcida e ressaltou que n?o v? motivos para o clube ser punido pelo STJD. Ele lembra que a aç?o foi impetrada por uma "pessoa estranha aos quadros do clube" e por isso n?o v? raz?es para puniç?es.

- O Botafogo n?o teve interfer?ncia alguma nessa aç?o. Foi feita por uma pessoa completamente estranha aos quadros do clube, que n?o nos representa de forma nenhuma. O Botafogo cumpriu tudo que a FPF e a CBF determinaram. Se jogamos no Almeid?o, é porque na tabela assim constava. Chegamos a viajar para Goianinha, respeitando aquilo que a CBF mandava. Ent?o, n?o vejo como tomamos proveito da situaç?o - comentou o advogado.


guaramiranga - 6-11-14 em 07:54 PM

Como se já n?o bastasse a eliminaç?o na Série C do Brasileiro deste ano, o Fortaleza ainda pode encerrar o ano com outro dissabor: o de ser punido com multa pesada e perda de mando de campo nos seus jogos promovidos pela Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) em 2015.

A primeira informaç?o do site do STJD, Superior Tribunal de Justiça Desportiva é exatamente esta: a de que o Fortaleza pode ser punido por conta de infraç?es ocorridas após o jogo em que o Le?o empatou em 1x1 com o Macaé e deu adeus ao sonho do acesso ? Série B.

O site cita, inclusive, a palavra "horrores" que aconteceram após a eliminaç?o, fala de viol?ncia e laser lançado pela torcida durante a partida, e arremesso de cadeiras no gramado.

A data do julgamento ainda n?o foi marcada, mas o post do site do SJTD também diz que a citaç?o do Le?o do Pici ocorreu por manifestaç?o da Procuradoria do órg?o judicante.

Os atletas expulsos na partida, Diego e Bruno Alves, do Macaé e Erick Flores, do Fortaleza, também foram citados para ir a julgamento pelo ocorrido.

Torcedor baleado

O site do STJD diz, também, que houve quebra de bilheterias, cadeiras arremessadas no gramado e torcedor baleado nas cercanias. Entretanto, conforme informaç?es da Polícia Militar, o torcedor baleado n?o foi atingido nas cercanias da Arena Castel?o, mas a caminho do Estádio, portanto, bem distante.

A citaç?o do clube tricolor ocorreu nos artigos 231 (I e III), 191 (I) e o 184, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que pede a uni?o de todas as penas a serem aplicadas.

O artigo mais duro para o Le?o é o 213, que se refere a "Deixar de tomar provid?ncias capazes de prevenir e reprimir desordens no estádio. O item III é "lançamento de objetos no campo, cuja pena é multa R$ 100,00 a R$ 100.000,00 e perda do mando de campo de uma a 10 partidas, se o lançamento de objetos for de elevada gravidade, conforme o CBJD.

Defesa do Le?o

O vice-presidente do Fortaleza, Daniel Frota, ponderou alguns aspectos da denúncia: inicialmente disse que o clube ainda n?o foi notificado, oficialmente.

Lembrou que o árbitro da partida, nada relatou sobre os citados episódios, a n?o ser o raio laser no jogo. Falou também que n?o houve paralisaç?o da partida em momento algum.

"Essa citaç?o é muito estranha, porque existe outro clube que atua na Arena Castel?o e, quando houve insatisfaç?o da torcida dele, explodiram bomba dentro do estádio e o clube nem foi a julgamento. A Procuradoria está no seu papel, mas tem gente daqui que fica nos denunciando. Vamos descobrir quem é", disse.

Este ano, o Le?o cumpriu um jogo de port?es fechados na Série C, por julgamento id?ntico.

Ivan Bezerra
Repórter


FCOCARLOSBARBOSA - 7-11-14 em 12:21 PM

Quer dizer que apedrejar o ônibus do Inter e outras tantas mil já cometidas pela kanalgay n?o s?o passíveis de denuncia alguma por esses PARCIAIS STJD e correspondente PROCURADORIA.

Agora tentar demonizar a nossa torcida, onde a imensa maioria é de pessoas pacatas, de bem. Distorcer, criar e aumentar fatos, onde a própria responsável pela Arena já havia se pronunciado, minimizando os possíveis estragos, tudo isso se revela uma perseguiç?o odiosa e motivada exclusivamente por pessoas torcedoras do rival.

E o caso Assisinho, o PENTAFANTASMA e o caso David Madrigal porque n?o há transpar?ncia dos ilustres doutos? E outros tantos desmandos da justiça desportiva em prol do Prócanal?

Cad? a IMPARCIALIDADE dessas Vossas Excel?ncias?

Tudo isso dá Nojo....

O FORTALEZA que cubra seu leme e trate de contratar o advogado que defendeu os interesses do Fluminense e recentemente do AMÉRICA-MG, esse sabe o caminho das pedras; pois do contrário seremos presa fácil desses Sanguinários fétidos da imprensa ALVISUJA.
N?o esquecendo que o que vale é o 2? julgamento, nem por isso devemos dormir de touca, pois os nossos inimigos s?o MAQUIAVÉLICOS e a QUADRILHA é forte...

[Editado em 7-11-14 por FCOCARLOSBARBOSA]


guaramiranga - 28-3-15 em 11:33 AM

24 horas após o TJDF-CE excluir o Fortaleza do Campeonato Cearense, o goleiro tricolor Deola, foi citado para julgamento na próxima terça-feira (31).

Justamente ?s vésperas das semifinais do Estadual, o que deixa os tricolores mais chateados.

O atleta n?o foi expulso, nem nada a seu respeito apareceu na súmula do árbitro de um dos clássicos kanal e Fortaleza, pela Copa do Nordeste de 2015. Entretanto, declaraç?es dadas pelo guarda-metas do Le?o, após o jogo de 28 de fevereiro, criticando a arbitragem, foram vistas por um membro do TJDF, que acabou citando o jogador em dois artigos do CBJD, Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Os artigos s?o o 258, assumir conduta contra a ética e a disciplina, e o 243, ofender a honra de alguém relacionado ao desporto. As penas s?o de 6 jogos para cada artigo.
Deola pensou que fosse por conta de bobinas de papel atiradas pela torcida rival.


guaramiranga - 8-4-15 em 11:42 AM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
24 horas após o TJDF-CE excluir o Fortaleza do Campeonato Cearense, o goleiro tricolor Deola, foi citado para julgamento na próxima terça-feira (31).

Justamente ?s vésperas das semifinais do Estadual, o que deixa os tricolores mais chateados.

O atleta n?o foi expulso, nem nada a seu respeito apareceu na súmula do árbitro de um dos clássicos <b>kanal</b> e Fortaleza, pela Copa do Nordeste de 2015. Entretanto, declaraç?es dadas pelo guarda-metas do Le?o, após o jogo de 28 de fevereiro, criticando a arbitragem, foram vistas por um membro do TJDF, que acabou citando o jogador em dois artigos do CBJD, Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Os artigos s?o o 258, assumir conduta contra a ética e a disciplina, e o 243, ofender a honra de alguém relacionado ao desporto. As penas s?o de 6 jogos para cada artigo.
Deola pensou que fosse por conta de bobinas de papel atiradas pela torcida rival.

O goleiro Deola foi absolvido por unanimidade pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do kanal (TJDF-CE) na tarde de terça-feira, 7. O julgamento tratou de declaraç?es do jogador proferidas depois do segundo Clássico-Rei deste ano, em fevereiro. Na ocasi?o ele criticou a arbitragem pela atuaç?o no clássico.

Havia o risco do atleta pegar até 12 jogos de suspens?o. O presidente tricolor, Jorge Mota, comemorou a vitória no julgamento. “N?o havia nenhuma prova de que ele havia cometido alguma infraç?o. N?o constava na súmula nenhuma prova de que ele havia falado algo”, afirmou o dirigente.

Deola já está livre para o próximo jogo do Fortaleza nas semifinais do Campeonato Cearense contra o Icasa, domingo, 12.

Antes e durante o julgamento, um grupo de 30 torcedores vestindo camisas de torcidas organizadas protestou exibindo faixas com os dizeres “Federaç?o vendida e “171”.


guaramiranga - 9-4-15 em 03:49 PM

Em julgamento realizado na manh? desta quinta-feira (9), no Rio de Janeiro, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu por unanimidade (5 votos a 0) manter o pentacampeonato Estadual do kanal, entre 1915 e 1919. O pleno decidiu rejeitar o pedido do Fortaleza, que entrou com um mandado de garantia para ser inserido no processo como terceiro interessado.

O STJD manteve a decis?o tomada pela Federaç?o Cearense de Futebol (FCF) com determinaç?o do Tribunal de Justiça Desportiva (TJDF-CE), que em 2008 reconheceu o pentacampeonato alvinegro.

Ao Portal Esportes O POVO, o Diretor Jurídico do kanal, Guilherme Magalh?es, que participou da defesa do clube, falou sobre a decis?o.

"(O resultado) era esperado. Quando o direito é correto, n?o há questionamento. O kanal ganhou em campo. Inventaram que foi no tribunal, mas o kanal ganhou no campo. A decis?o do STJD, por unanimidade, comprova isso", garantiu.

Desta forma, encerram-se todas as instâncias na justiça desportiva. Caso queira recorrer da decis?o, o Fortaleza deverá entrar com uma aç?o na Justiça Comum.

O Portal Esportes O POVO tentou entrar em contato com o Diretor Jurídico do Fortaleza, Daniel de Paula Pessoa, mas as ligaç?es n?o foram atendidas.


SuperTricolor - 9-4-15 em 07:20 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
Em julgamento realizado na manh? desta quinta-feira (9), no Rio de Janeiro, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu por unanimidade (5 votos a 0) manter o pentacampeonato Estadual do <b>kanal</b>, entre 1915 e 1919. O pleno decidiu rejeitar o pedido do Fortaleza, que entrou com um mandado de garantia para ser inserido no processo como terceiro interessado.

O STJD manteve a decis?o tomada pela Federaç?o Cearense de Futebol (FCF) com determinaç?o do Tribunal de Justiça Desportiva (TJDF-CE), que em 2008 reconheceu o pentacampeonato alvinegro.

Ao Portal Esportes O POVO, o Diretor Jurídico do <b>kanal</b>, Guilherme Magalh?es, que participou da defesa do clube, falou sobre a decis?o.

"(O resultado) era esperado. Quando o direito é correto, n?o há questionamento. O <b>kanal</b> ganhou em campo. Inventaram que foi no tribunal, mas o <b>kanal</b> ganhou no campo. A decis?o do STJD, por unanimidade, comprova isso", garantiu.

Desta forma, encerram-se todas as instâncias na justiça desportiva. Caso queira recorrer da decis?o, o Fortaleza deverá entrar com uma aç?o na Justiça Comum.

O Portal Esportes O POVO tentou entrar em contato com o Diretor Jurídico do Fortaleza, Daniel de Paula Pessoa, mas as ligaç?es n?o foram atendidas.


Coisa que n?o me preocupa é esse penta do kanal! Se o Fortaleza estivesse bem na atualidade seria ainda menos importante. De que vale isso? Antes, falávamos que esse penta era a diretoria deles dando chupeta pros torcedores porque n?o tinham nada pra comemorar. E era verdade. O problema é que atualmente nós é que n?o temos nada....


guaramiranga - 11-4-15 em 11:34 AM

A novela sobre a exclus?o e rebaixamento do Fortaleza do Campeonato Cearense ganhou mais um capítulo.

A Procuradoria do Tribunal de Justiça do Futebol no Estado (TJDF/CE) protocolou na última segunda-feira, 6, um mandado de garantia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) questionando a decis?o do Presidente do TJDF/CE, Jamilson Veras, que concedeu efeito suspensivo ao Fortaleza. O clube tricolor foi punido em 1? instância pela corte cearense.

O presidente do STJD, Caio Rocha, confirmou o recebimento do ofício. "Recebi a solicitaç?o da procuradoria do tribunal (cearense), que questiona a decis?o do presidente do TJDF, mas n?o despachei ainda. Informei que quero ouvir o argumento do Fortaleza. Só depois é que darei minha decis?o", afirmou Caio Rocha por telefone.

A reportagem tentou contato com o procurador geral do TJDF/CE, Max Delano Damasceno, que protocolou o mandado de garantia, mas as ligaç?es n?o foram atendidas. Assim como para o procurador adjunto, Carlos Tolstoi, que também n?o atendeu as ligaç?es.

Independente

Já o presidente do TJDF/CE, Jamilson Veras, comentou sobre o assunto. Ele afirmou que soube do protocolo feito pela procuradoria, mas que n?o sabia dizer qual seria o conteúdo.

Jamilson Veras, contudo, afirmou que Procuradoria do Tribunal é um órg?o independente dentro da corte e que tem total liberdade.


guaramiranga - 4-5-15 em 01:21 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
Como se já n?o bastasse a eliminaç?o na Série C do Brasileiro deste ano, o Fortaleza ainda pode encerrar o ano com outro dissabor: o de ser punido com multa pesada e perda de mando de campo nos seus jogos promovidos pela Confederaç?o Brasileira de Futebol (CBF) em 2015.

A primeira informaç?o do site do STJD, Superior Tribunal de Justiça Desportiva é exatamente esta: a de que o Fortaleza pode ser punido por conta de infraç?es ocorridas após o jogo em que o Le?o empatou em 1x1 com o Macaé e deu adeus ao sonho do acesso ? Série B.

O site cita, inclusive, a palavra "horrores" que aconteceram após a eliminaç?o, fala de viol?ncia e laser lançado pela torcida durante a partida, e arremesso de cadeiras no gramado.

Torcedor baleado

O site do STJD diz, também, que houve quebra de bilheterias, cadeiras arremessadas no gramado e torcedor baleado nas cercanias.
Entretanto, conforme informaç?es da Polícia Militar, o torcedor baleado n?o foi atingido nas cercanias da Arena Castel?o, mas a caminho do Estádio, portanto, bem distante.
"Essa citaç?o é muito estranha, porque existe outro clube que atua na Arena Castel?o e, quando houve insatisfaç?o da torcida dele, explodiram bomba dentro do estádio e o clube nem foi a julgamento. A Procuradoria está no seu papel, mas tem gente daqui que fica nos denunciando. Vamos descobrir quem é", disse.


Ivan Bezerra
Repórter

Citação:
Mensagem original enviada por FCOCARLOSBARBOSA
Quer dizer que apedrejar o ônibus do Inter e outras tantas mil já cometidas pela kanalgay n?o s?o passíveis de denuncia alguma por esses PARCIAIS STJD e correspondente PROCURADORIA.

Agora tentar demonizar a nossa torcida, onde a imensa maioria é de pessoas pacatas, de bem. Distorcer, criar e aumentar fatos, onde a própria responsável pela Arena já havia se pronunciado, minimizando os possíveis estragos, tudo isso se revela uma perseguiç?o odiosa e motivada exclusivamente por pessoas torcedoras do rival.

Cad? a IMPARCIALIDADE dessas Vossas Excel?ncias?

Tudo isso dá Nojo....



O Povo, 04/05/2015
O primeiro combate aos invasores do gramado que saíram da torcida do Fortaleza foi feito mesmo pelos seguranças particulares.
Isso porque no outro extremo, homens do BPChoque reprimiam torcedores alvinegros que arrancavam as cadeiras do estádio e as atiravam no campo, transformando em vandalismo a fúria causada pelo sabor da derrota. Os seguranças, acuados, apenas observavam.

- - - - - - - -
Observem que o jornal diz que o BPChoque estava no outro lado pois torcedores alvinegros arrancavam cadeiras e atiravam em campo.
E passaram uns 4 anos dizendo que somente tricolores eram vândalos!


Julio - 11-6-15 em 10:23 PM

Alguém esta acompanhando o julgamento do caso Fortaleza x Tjd de hoje?


Ricarte - 11-6-15 em 10:53 PM

Citação:
Mensagem original enviada por Julio
Alguém esta acompanhando o julgamento do caso Fortaleza x Tjd de hoje?


3 votos a favor para o Fortaleza.

Faltando 01 voto a favor dos quatro restantes para o Fortaleza se livrar dessa bagaça.


Ricarte - 11-6-15 em 11:03 PM

20:0311/06/2015

Fortaleza recebe mais um voto favorável. Agora o placar é 4 a 0 para que o Tricolor seja absolvido


Julio - 11-6-15 em 11:55 PM

Fortaleza absolvido...por unanimidade...

[Editado em 12-6-2015 por Julio]


Julio - 12-6-15 em 01:35 AM

Palavras do relator Haroldo Guimar?es: " Até as 5 da manh? eu n?o iria votar em favor do Fortaleza, mas tive uma epifania e resolvi salvar o clube".
Medo, paura amarel?o, covardia mudou de nome, agora é epifania......
Sr. Haroldo...VTNC...

[Editado em 12-6-2015 por Julio]


Julio - 12-6-15 em 01:38 AM

Durante o julgamento, os auditores mostraram-se tensos por conta de ameaças que receberam nas redes sociais. O relator José Haroldo Guimar?es chegou a afirmar que puniria o Fortaleza, porém, mudou de ideia na manh? desta quinta-feira, por ter uma epifanias obre a quest?o do direito conquistado pelo Tricolor.
FI
Covard?o...amarelow...


Sátyro - 12-6-15 em 03:10 AM

? parte o resultado do julgamento, é impressionante o grau de "isenç?o" dos auditores. O comentário do relator na reportagem do Diário do Nordeste, mencionado acima pelo Julio, é vergonhoso. Se ele acreditava que o FEC devia ser punido, que votasse de acordo com sua consci?ncia. Se votou a favor, que justifique sua posiç?o de forma adequada, nunca poderia dizer que "salvou o tricolor". Aliás, se n?o me engano ele também foi o relator do pentalice.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/jogada/online/por-unaminidade-tjdf-ce-decide-e-titulo-do-fortaleza-e-mantido-1.1 313954


Anaximandro - 12-6-15 em 09:51 PM

Eu "fasso" é "se" abrir.
Chupa, mundiçada!


roberioximenes - 22-6-15 em 09:23 PM


TJDF-CE decide punir kanal e Fortaleza com sete e oitos jogos, respectivamente, após confus?o
22/06/2015 - 16:14
Selvageria aconteceu após a final do Campeonato Cearense; Arena Castel?o foi interditada por 90 dias
O Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do kanal (TJDF-CE) puniu severamente kanal, Fortaleza e a Federaç?o Cearense de Futebol (FCF). O Vovô, mandante da partida, foi apenado em sete partidas com port?es fechados mais multa de R$ 10 mil. Já o Le?o recebeu pena de oito jogos além de multa de R$ 15 mil. A FCF, por sua parte, recebeu multa de R$ 10 mil. O Castel?o, palco do incidente, por sua vez foi punido pela FCF com 90 dias de interdiç?o. Os jogos sem a presença dos torcedores dever?o sem cumpridos, por ambos os clubes, na Copa Fares Lopes.
A continuaç?o do julgamento por conta das invas?es de campo e brigas generalizadas ocorridas após a final do Estadual aconteceu na tarde desta segunda-feira (22), na sede do Tribunal, no bairro Benfica.
> Saiba o motivo do adiamento para esta segunda
Os clubes ir?o recorrer da decis?o para o pleno do Tribunal. A administradora do Castel?o tem um prazo de dez dias para apresentar vários laudos como o da Polícia Militar, Vigilância Sanitária, Bombeiros e Ministério Público, além do seu plano de segurança, feito para a finalíssima do certame. Com a apresentaç?o de tais documentos o estádio poderá ser novamente liberado para práticas esportivas. Enquanto isso, kanal e Fortaleza provavelmente atuar?o no Presidente Vargas.


roberioximenes - 22-6-15 em 09:27 PM

ABSURDO COMPLETO!!!

Torcida do kanal faz quebra-quebra.

Kanal é mandante e responsável pelo estádio.

Aí punem

Kanal 7 jogos e R$ 10 mil

FORTALEZA 8 jogos e R$ 15 mil

A B S U R D O !!! I N T O L E R Á V E L !!

De novo houve JULGAMENTO DE TORCEDORES !!


Sátyro - 23-6-15 em 03:15 AM

Na vis?o deles, somos culpados porque ganhamos e estragamos a festa do penta. Por isso nossa puniç?o é maior e a quebradeira deles, justificável.


lopez03 - 23-6-15 em 02:48 PM

N?o entendi por que o FEC quebrou cadeiras. Era comemorando o título?

Sabemos que a maioria do tribunal é KANALHENSE.

Se o meu time perde um campeonato, após estar penta durante 2 minutos, eu iria, após o término do jogo, pra casa, imediatamente, aborrecido.

O que a torcida dos GAMBÁS fazia no estádio, após perder o título daquela forma?


roberioximenes - 23-6-15 em 10:44 PM

Quando eles empataram e após a virada deve ter tido alguns idiotas quebrando cadeiras do nosso lado.
Porém foi ínfimo comparado com o lado de lá.
E tem gente falando que o quebra-quebra vai ser dividido meio-a-meio.
FORTALEZA n?o deve aceitar isso de jeito nenhum.


lopez03 - 24-6-15 em 09:44 AM

Citação:
Mensagem original enviada por roberioximenes
Quando eles empataram e após a virada deve ter tido alguns idiotas quebrando cadeiras do nosso lado.
Porém foi ínfimo comparado com o lado de lá.
E tem gente falando que o quebra-quebra vai ser dividido meio-a-meio.
FORTALEZA n?o deve aceitar isso de jeito nenhum.


Explicado!


webmaster - 25-6-15 em 07:01 PM

Triste, hoje é um dia de luto para o futebol cearense....


Sátyro - 25-6-15 em 07:03 PM

É inacreditável. N?o é surpresa alguma, mas é inacreditável que tenham tido essa audácia.


lopez03 - 25-6-15 em 07:38 PM

O autor das puniç?es é o mesmo que quer/queria evitar o título do FEC, pelo imbróglio david madrigal.


Julio - 25-6-15 em 11:53 PM

E enquanto isso o Little Pig, foi absolvido da agress?o covarde que cometeu contra o arbitro na final do cearense...
Se alguém ainda tinha alguma dúvida da parcialidade e desonestidade do tjd do kanal, maior prova que essa n?o pode ter...
Ô lastima...


guaramiranga - 28-7-15 em 05:40 PM

O Sindicato dos Atletas Profissionais de S?o Paulo (Sapesp) enviou ofício ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva pedindo para que o Santos perca pontos no Brasileir?o em virtude de atrasos salariais.

O Sindicato usou como base o artigo 18 do Regulamento do Campeonato Brasileiro em que um clube pode ter 3 pontos retirados caso haja falta de pagamento (confira abaixo a íntegra do artigo 18).

Íntegra do artigo 18 do Campeonato Brasileiro

"O Clube que, por período igual ou superior a 30 (trinta) dias, estiver em atraso com o pagamento de remuneraç?o, devida única e exclusivamente durante a competiç?o, conforme pactuado em Contrato Especial de Trabalho Desportivo, a atleta profissional registrado, ficará sujeito ? perda de 3 (tr?s) pontos por partida a ser disputada, depois de reconhecida a mora e o inadimplemento por decis?o do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)"


guaramiranga - 12-8-15 em 11:55 AM

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) absolveu o Botafogo-PB na aç?o que julgava uma possível culpa do clube na invas?o de campo de torcedores na partida contra o América de Natal, pela nona rodada da Série C do Campeonato Brasileiro (quando os botafoguenses tentaram sem sucesso chegar até onde estava a torcida rival) . O julgamento aconteceu na tarde desta terça-feira, na sede do Tribunal no Rio de Janeiro.

Segundo o advogado do Botafogo, Alexandre Cavalcanti, o clube vai ter que pagar apenas uma multa de R$ 100 por causa de um atraso de poucos minutos no início da partida. O confronto entre o Belo e o Mec?o aconteceu no Estádio Almeid?o, no dia 26 de julho, e terminou com a vitória do time paraibano por 1 a 0.

- O STJD acatou nossa tese e absolveu o Botafogo. No Código Brasileiro de Justiça Desportiva, tem um dispositivo que fala que se o clube registrar um boletim de ocorr?ncia numa delegacia e os torcedores forem identificados, o clube é isentado da culpa. E o Botafogo fez o B.O e a Polícia Militar identificou as pessoas que invadiram o campo. Ent?o n?o tinha motivos para que o tribunal decidisse por nos penalizar – afirmou Alexandre Cavalcanti.