Logo do Fórum

Contrato com Arena Castel?o: 3 anos (era Arrendamento do Castel?o: contrato de 6 anos)
guaramiranga - 13-12-12 em 10:49 PM

A reformulaç?o que o Fortaleza vem fazendo para a temporada 2013 pode incluir a mudança do local onde o time mandará seus jogos. O Tricolor do Pici estuda assinar um contrato com a Arena Castel?o que garante a exclusividade das partidas realizadas no estádio.

Caso assine o contrato que possui seis anos de duraç?o, o Fortaleza deixará de jogar nos estádios Presidente Vargas e Alcides Santos. Em entrevista ao programa Trem Bala, da Rádio Globo / O POVO, o presidente do Fortaleza, Osmar Baquit falou sobre o possível acordo. "Estamos avaliando o contrato. Se for bom para o clube, vamos assinar. N?o posso dizer que está mais para acertar ou n?o. Se a gente assinar, vamos ter que jogar só lá mesmo", disse.

Segundo o presidente, o Fortaleza ganharia R$ 3,6 milh?es, levando em conta que o clube receberia, mensalmente, cota de R$ 80 mil. O tricolor pagaria apenas uma taxa de 7% referente a renda total de cada jogo.

O clube também teria direito de uma loja no Shopping do Castel?o, um camarote e percentual na cota de ingressos VIP. O presidente completa. "Além disso, também receberíamos uma quantia extra por meta atingida, como a classificaç?o na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil".

Com isso, o PV, onde o Fortaleza mandou todos as suas partidas deste ano, sairia de cena para o time. O Alcides Santos, que foi liberado para receber os jogos do clube, também seria esquecido. Contudo, o Pici seguirá sendo o local de treinamento do time.

[Editado em 5-7-2014 por ANIBALDANTAS]


webmaster - 14-12-12 em 05:59 AM

N?o entendi... o Fortaleza arrenda o castel?o e ganha R$3,6 milh?es? Num teria era que pagar n?o? Vai pagar dando 7% de suas rendas mas em compensaç?o ganha 80 mil por mes é isso? Tem alguma coisa esquesita nesses detalhes do contrato...


guaramiranga - 17-12-12 em 11:01 AM

Isso é uma das vantagens das Parcerias PPP.
Se o FEC n?o quiser jogar lá obviamente o estádio fica vazio.
http://fortalezaec.net/Content/Splash/Splash.jpg


AlessandroFontenele - 17-12-12 em 04:55 PM

A gest?o do Castel?o, bem como os lucros advindos da atividade, é privada. Acho que deveria ficar como sempre: jogos pequenos no ASantos, médios no PV e apenas os grandes jogos no Castel?o.
N?o é problema do Fortaleza se o Castel?o tem retorno financeiro complicado. Os caras ficam jogando migalhas e a gente corre pra pegar.
Além disso, essa exclusividade significaria o fim do PV.
Mas aí a gente para pra pensar: os presidentes de Kanal e Fortaleza s?o emrpegados do Governador; o prefeito também; o Castel?o corre o risco de se tornar (mais) um elefante branco...aí tudo se explica.

Aliás, por falar nisso, com muito mais intelig?ncia parece agir o presidente do Kanal, que, a despeito de ser empregadinho do Governador, portanto, sem muita autonomia, tá querendo vender o time dele mais caro.
Olha, eu num sou de perder jogo n?o, mas Fortaleza e Crato, quinta feira de noite no Castel?o...Esse vai ser o 'Desfio dos Deuses" para o meu fanatismo tricolor.
Caramba, aquilo num é uma arena multiuso? Ent?o bota o Forró Calcinha Preta pra fazer show lá; traz o Plácido Domingo (num precisa para cach? de U$ 1,5mi), o Wesley Safad?o...mas esqueçam do Fortaleza.
Quem nu msoube fazer conta que se rasgue.
Abs, Alex


guaramiranga - 19-12-12 em 01:19 PM

Hoje, Baquit e dirigentes do /Ceará ter?o um café da manh? com o secretário especial da Copa, Ferruccio Feitosa, e com a administraç?o do Castel?o para tentar uma definiç?o sobre proposta de fidelidade no uso da Arena.


guaramiranga - 20-12-12 em 12:50 PM

/Ceará e Fortaleza apresentam proposta única para contrato de exclusividade e se aproximam de acordo

A nova Arena Castel?o foi inaugurada no último dia 16 e deve ser o palco exclusivo de jogos de /Ceará e Fortaleza até 2018, se o contrato for assinado por ambos.

Depois de muitos encontros, desencontros, tira daqui e bota de lá, /Ceará e Fortaleza est?o mais próximos de fechar o contrato de exclusividade com a Arena Castel?o, mandando seus jogos no estádio até 2018. Ontem pela manh?, ocorreu uma reuni?o entre os clubes, o secretario especial da Copa, Ferruccio Feitosa, e representantes do Consórcio Arena Castel?o.

Na ocasi?o, os dois clubes apresentaram uma contraproposta feita em conjunto, modificando em alguns pontos o contrato anteriormente oferecido pelo consórcio. O presidente do /Ceará, Evandro Leit?o, declarou que, até o começo de 2013, o clube deve ter uma posiç?o. "Até o início do próximo ano, devem nos dar uma posiç?o. Nossa proposta contempla todos os itens que apresentaram. Temos tudo para acertar", antecipou.

Rivais em campo, Vovô e Le?o se unem fora dele para negociar o contrato para jogar no estádio onde se enfrentaram pela última vez 2011.

O mandatário alvinegro declarou que no mais tardar até o dia 15 de janeiro tudo deve estar sacramentado. "Nossa proposta n?o foi muito diferente da apresentada por eles. Alguns pontos foram modificados, ajustados, como taxa de aluguel, área VIP, camarotes, estacionamento e valor repassado aos clubes. Acredito que até o dia 15 de janeiro tudo se resolve", previu.

Uma das propostas apresentadas aos dirigentes do Alvinegro e do Tricolor indicava o pagamento de apenas 7% da renda de cada partida para o aluguel da arena, um ganho de 70 mil reais mensal por seis anos, direito a quatro camarotes e quatro lojas no estádio, além de bônus em caso de avanço ?s fases finais da Copa do Brasil e do Nordest?o.

Vale ressaltar que a ideia do consórcio é que o contrato de exclusividade seja fechado antes da rodada dupla no dia 27 de janeiro entre /Ceará e Bahia, e Fortaleza e Sport, pela 3? rodada da Copa do Nordeste, para que os novos termos do contrato já estejam em vig?ncia. No último dia 14, os dirigentes dos dois clubes revelaram que haviam recebido uma proposta da Arena Castel?o para jogarem no estádio até 2018.

E de forma surpreendente, /Ceará e Fortaleza resolveram se unir e trabalhar em prol dos mesmos interesses, realizando reuni?es e unificando os contratos, para que n?o houvessem ganhos ou perdas diferenciadas para um ou outro.

"As reuni?es sempre foram feitas com presença dos dois clubes mais representantes do consórcio, para que nenhum dos dois clubes esteja em desvantagem. /Ceará e Fortaleza, defendendo os mesmos interesses, sem dúvida ficam mais fortes", ressaltou o vice-presidente do kanal, Robinson de Castro.

Pouca resist?ncia

O presidente do Le?o, Osmar Baquit, disse que n?o viu muita resist?ncia por parte do consórcio, ?s propostas dos dois clubes. "Está avançando muito a negociaç?o", disse, para depois afirmar que o conselho deliberativo tricolor é quem vai decidir.

Acrescentou também o momento importante em que os dois clubes caminham juntos. "Dentro de campo, pode ter a rivalidade, mas fora dele, temos que estar juntos. Assim, seremos mais fortes. A Arena Castel?o, para ser viabilizada, necessita dos clubes", comentou o dirigente do Le?o.

Baquit disse que vai saber se deu tudo certo, quando os clubes receberem a minuta do contrato da Arena Castel?o, informando se concordaram ou n?o com as propostas de ambos.

Consórcio

Por meio da sua assessoria de imprensa, o Consórcio Arena Castel?o limitou-se a apenas confirmar a reuni?o. De acordo com eles, as negociaç?es ainda continuam acontecendo entre a empresa e os clubes e, por essa raz?o, nenhum detalhe a respeito do encontro entre as partes poderia ser divulgado.


guaramiranga - 30-12-12 em 12:34 PM

Vazaram alguns itens da contraproposta de /Ceará e Fortaleza ? Arena Castel?o.
Querem quatro camarotes em dias de jogos e, também, em outros eventos no estádio, como shows, para promoç?es com sócios e parceiros; segurança e quadro móvel por conta da Arena; uma loja para cada; estacionamento a R$ 10, com seguro incluido.

Pedem, ainda, repasse mensal de R$ 70 mil para cada clube.

Ou, se a Arena preferir, o valor correspondente ao espaço de patrocinador master nas camisas, podendo a empresa negociá-lo junto com o naming right do estádio.


guaramiranga - 12-1-13 em 12:09 AM

A diretoria do Fortaleza admitiu, pela primeira vez, estar insatisfeita com a demora nas negociaç?es do contrato de exclusividade para que o clube mande seus jogos na Arena Castel?o.

Ao contrário do discurso otimista do presidente tricolor Osmar Baquit no início da semana, de que a novela estava bem próxima de um acerto, o vice-presidente do clube, Daniel Frota, revelou ontem que a negociaç?o n?o está evoluindo. E a diretoria está cansando de esperar.

"Está um impasse e estamos reavaliando. A negociaç?o n?o está evoluindo. Temos que rever alguns jogos (do Fortaleza) na Copa do Nordeste, contra o Sousa, por exemplo, de repente n?o ser realizado no Castel?o. Só jogaríamos lá alguns jogos. A quest?o é a seguinte: ou se resolve de vez essa situaç?o ou iremos mandar nossos jogos no PV", disparou o dirigente.

Impasse

De acordo com Daniel Frota, os valores a serem pagos aos clubes é o ponto central do entrave. A proposta final da Arena era de repasse mensal de R$ 150 mil, o que n?o vem agradando a diretoria tricolor.

Além do repasse de uma cota mensal, o termo que será válido até 2018 inclui ainda “benefícios” como camarotes fixos, lojas no futuro shopping de atacado da Arena e participaç?o sobre a venda de ingressos VIP. O preço do aluguel do estádio manteria o percentual de 7% da renda, o mesmo praticado antes da reforma. Nenhuma das partes envolvidas quis divulgar os valores da negociaç?o. (Bruno Balacó)


webmaster - 12-1-13 em 03:47 PM

Castel?o = Jogos com grande expectativa de público (cerca de 20 mil pra cima)
PV = Jogos média expectativa de público (de 5 a 15 mil)
Alcides Santos = Jogos de 5 mil pra baixo

Acho que a formula é essa dai mesmo.

Ir pro Castel?o num dia de semana a noite pra ver FEC x qualquer time sem express?o vai dar prejuizo.

Podia fazer tb uma negociaç?o do tipo:

Jogos contra time da 1a e 2a divis?o = Castel?o
Jogos contra times da 3a e 4a divis?o = PV ou Alcides Santos. (Com a ressalva de poder levar alguns desses para o castel?o caso fosse um jogo importante).


guaramiranga - 15-1-13 em 03:52 PM

Ainda n?o foi fechado acordo.
Motivos e valores.

Motivo 1 - A Arena Castel?o vai explorar camarotes, lugares vips, estacionamentos e restaurantes. Os clubes n?o ter?o nenhuma participaç?o nisso. Assim, uma contrapartida mensal está em discuss?o. Há discordância nesse valor. Os clubes ficariam satisfeitos com 150 mil reais para cada, mas a Arena oferece 130 mil.

Motivo 2 - O custo do quadro móvel aumentou demais e era algo natural, afinal, agora o estádio tem mais de 50 entradas, outro sistema de segurança. É um outro lugar, com muito mais obrigaç?es e conforto aos torcedores. É uma outra realidade. Custos anteriores no Castel?o indicavam algo em torno de 20 a 25 mil reais por partida. Com a nova Arena, pula para quase 70 mil reais. Clubes querem que a Arena pague o valor total (e justificam porque a Arena vai ficar com os valores do motivo 1), mas uma proposta de divis?o das despesas poderia até agradar eventualmente.

Motivo 3 – Os clubes querem luvas para assinar o contrato que tem prazo de seis anos. Consideram um tempo longo pela exclusividade e querem em torno de 500 mil reais cada um. A Arena quer dar o valor como adiantamento do contrato, algo que /Ceará e Fortaleza rechaçam completamente, afinal, adiantamento n?o é luva.

Vale lembrar que o contrato prev? que os clubes paguem 7% dos valor do borderô (apenas bilheteria, sem camarotes e área vip) pelo aluguel da Arena. Há também a exig?ncia dos clubes usarem o patrocínio master “Arena Castel?o” nas camisas. A renda do borderô fica toda com os clubes, com exceç?o, claro, dos camarotes e lugares vips, que devem somar cerca de 4 a 5 mil lugares e ficam com o estádio.


guaramiranga - 29-1-13 em 05:31 PM

Os altos custos para a utilizaç?o da Arena Castel?o causaram um susto no Fortaleza, que espera a reduç?o dessas despesas, para, assim, poder definir algum contrato de exclusividade, embora junto com o /Ceará.

"Nós entendemos que esse foi um primeiro jogo na Arena. O mundo estava de olho na inauguraç?o e estava presente o secretário-geral da Fifa. É natural que os custos fossem altos, mas quando for realizado apenas um jogo, essas despesas devem cair", analisou o presidente do clube, Osmar Baquit.

Para o presidente tricolor, Osmar Baquit, os custos foram altos por conta da rodada dupla inaugural, mas devem cair em jogos únicos.

Já o seu vice, Daniel Frota, considera que fica inviável assinar contrato de exclusividade com a Arena nas condiç?es financeiras atuais. "N?o podemos jogar lá só por acharmos o estádio bonito, sen?o n?o pagamos as nossas contas", reclamou.

--------
A inauguraç?o da Arena Castel?o, com direito a rodada dupla e dois clássicos nordestinos, atraiu um público que ocupou pouco mais da metade da capacidade do estádio. Ao todo, 33.249 pagantes e público total de 34.249 espectadores.

Na tarde desta segunda-feira (28), a Federaç?o Cearense de Futebol (FCF) divulgou ? imprensa um borderô único dois dois jogos detalhando os dados financeiros da reabertura do estádio.

Da renda bruta de R$ 590.494, mais de R$ 400 mil foram destinados ao pagamento das despesas gerais, como o aluguel do campo e fatia destinada ? FCF.

Aos clubes, restou a quantia de apenas R$ 94.187,66.
Feitas as deduç?es, o valor líquido que o /Ceará receberá será de R$ 83.355,66.
Já o Fortaleza vai embolsar R$ 69.207,51.

A diferença de valores entre as duas equipes, já que o combinado seria uma divis?o da renda de forma igualitária, ocorreu em virtude de um desconto de R$ 14.128,15, quitando parte de uma dívida que o tricolor tem com a Justiça Trabalhista.


guaramiranga - 29-1-13 em 11:33 PM

O borderô da rodada dupla ocorrida de domingo foi divulgado e dúvidas apareceram imediatamente. Entender o documento é importante porque passa muito pelos valores ali registrados a dificuldade alegada por /Ceará e Fortaleza em mandarem no reformado estádio suas partidas. Tudo parece muito caro e os clubes alegam que ter?o prejuízo na maioria das partidas.
Assim, exigem um bom acordo para um contrato de seis anos mandando partidas ali.

Procurei falar pelo telefone com o responsável pelo borderô, mas a opç?o dos diretores da empresa foi responder por email alguns questionamentos. Abaixo, portanto, reproduzo o texto que me foi enviado mediante indagaç?es minhas e anoto alguns comentários a seguir de cada resposta:

Os 57 mil reais de bilhetagem se referem aos ingressos apenas?
Resposta de Arena – N?o, de todo o custo de controle de acesso
Comentário meu – Esse valor é caríssimo. Imaginem se /Ceará e Fortaleza utilizarem o contratado da Arena e gastarem por jogo algo parecido com 10% do valor apurado de ingressos e afins? Inviabiliza completamente a renda da partida. É por isso que os clubes querem, entre outras coisas, que a Arena pague o quadro móvel para aceitarem jogar no Castel?o. Desta forma, a Arena faz o que bem entender com suas despesas.


Os 171 mil reais de outras despesas se referam a que despesas?
Resposta da Arena – Esses custos foram os extras para a realizaç?o da rodada dupla, com duraç?o de 5 horas dentro dos padr?es da FIFA, como por exemplo, a promoç?o do evento, seguranças, orientadores e propaganda.
Comentário meu – Efetivamente as despesas aqui explicadas n?o ser?o as mesmas quando /Ceará e Fortaleza atuarem lá, caso isso ocorra efetivamente. Ainda assim, seria bacana e esclarecedor que todo o relatório das despesas fossem divulgado, até para parâmetros futuros. O jogo era CBF, mas como políticos e representantes da Fifa lá estavam, a Arena optou por simular um jogo de Copa do Mundo. Como relatei em post aqui no blog, muita confus?o ocorreu com os orientadores, mas o objetivo era fazer o primeiro evento teste. O número de seguranças era muito grande e a sensaç?o foi de paz, efetivamente, mas isso tem um custo altíssimo.


guaramiranga - 29-1-13 em 11:36 PM

A Arena comprou o jogo do Fortaleza e do /Ceará com um custo fixo?
Resposta da Arena – Isso faz parte da negociaç?o que estamos tendo com os clubes. Esta negociaç?o ainda n?o foi finalizada
Comentário meu – Fonte de um dos clubes me garantiu, assim como garantiu pra outros jornalistas, que a Arena pagou 500 mil reais para cada clube, imaginando que arrecadaria cerca de 2 milh?es de reais com o evento. A arrecadaç?o, entretanto, ficou em 590 mil reais.

-------
Assustaram todo mundo, dando a impress?o de que seria palco de guerra, ninguém foi e tiveram um prejuízo enorme.


guaramiranga - 15-2-13 em 04:05 PM

FIASCO de público na inauguraç?o da Arena Castel?o. Sequer a metade da sua capacidade. A ideia de juntar /Ceará e Fortaleza em rodada dupla, enfrentando Sport e Bahia, foi um tiro no pé. Aliás, dois.

IDEIA pode até ter sido louvável, especialmente depois da vers?o espalhada de que /Ceará e Fortaleza preferiram n?o se enfrentar na abertura oficial do novo estádio. Motivos até hoje n?o bem explicados, ou mal explicados mesmo. Depois daí o estádio permanece fechado.

ATÉ que se prove o contrário estádio de futebol foi feito para o pov?o. N?o parece ser o caso da Arena Castel?o. Querem ver? Consórcio que administra o estádio, por oito longos anos, tentou juntar os dois grandes clubes para a celebraç?o de um acordo de exclusividade da dupla.

SABEM quantas reuni?es? Cinco ao todo. Acordo, nenhum. Depois daí, n?o aconteceu mais nada. Apesar do segredo guardado debaixo de sete chaves, nada podia transpirar para a imprensa [sempre ela] gotejaram algumas vers?es.

PRINCIPAL delas. Ou principais. Proposta feita pelo consórcio tanto para alvinegros quanto para tricolores foi considerada ridícula. Detalhe. Recentemente o Bahia fechou acordo com a Fonte Nova de R$ 9 milh?es por ano, exclusividade apenas para seus jogos. Exceto contra o Vitória que preferiu continuar jogando no Barrad?o onde faturará muito mais.

FIO da meada. Enquanto aqui, a pedida dos dois clubes consta ser R$ 150 mil por m?s, esbarrou na intransig?ncia do consórcio que chegou a oferecer a metade, somadas algumas despesas extras que seriam bancadas por /Ceará e Fortaleza. Aí o bicho pegou e as negociaç?es atolaram.

ENQUANTO o tempo corre, /Ceará e Fortaleza que se uniram fora das quatro linhas, principalmente neste pleito no que fizeram muito bem, o PV continua sendo de bom tamanho para os dois. Os últimos números da renda e público n?o me deixam mentir.


PELO andar da carruagem, proximidade da Copa das Confederaç?es, conclus?o inevitável que se chega é a de que a belíssima e majestosa Arena Castel?o será frequentada por ricos e turistas. Pov?o, nem pensar entrar ali. Terá que se contentar em contemplá-la através dos cart?es postais.


guaramiranga - 19-2-13 em 12:03 PM

/Ceará e Fortaleza disputar?o as semifinais da Copa do Nordeste no Castel?o, que n?o recebe jogos desde a rodada dupla realizada no dia 27 de janeiro. Na manh? de ontem, reuni?o entre representantes dos clubes e administraç?o do estádio definiu que a arena receberá as partidas decisivas dos clubes cearenses.

Para o titular da Secretaria, Ferruccio Feitosa, n?o há melhor momento para que Le?o e Vovô voltem a mandar jogos na Arena Castel?o, que, daqui a menos de quatro meses será palco da Copa das Confederaç?es 2013. “Temos certeza que o Castel?o vai trazer sorte ao /Ceará e ao Fortaleza para, quem sabe, assistirmos também uma final com um Clássico-Rei na Arena”, afirmou.

Acordo

Sem conseguir fechar o acordo de exclusividade com os clubes, a Arena apresentou, pontualmente, uma proposta satisfatória aos dirigentes. Segundo o vice-presidente do Fortaleza, Daniel Frota, os novos valores propostos pelo consórcio condizem com a realidade financeira das agremiaç?es. Frota adiantou que o quadro móvel custará em torno de R$ 31.200.

“Conversamos com a Secopa e o pessoal da Arena. Eles fizeram um redirecionamento dos custos do quadro móvel. Este teto nos satisfaz. Ainda mais porque que esperamos um grande público, visto a virada emocionante e histórica que o clube conquistou no último domingo”, disse. Mesmo assim, o dirigente confessou que ainda há o desejo das diretorias em chegar a um custo inferior ao acertado ontem.


LeoNaRDo - 20-2-13 em 10:15 PM

Jogar sempre no Castel?o é complicado... há jogos e jogos... uma eventual final da copa do nordeste sim, a semi final, nesse preço eu ainda colocaria no PV... pelo fato da distância e dificuldade de transporte eu acho que n?o é a melhor opç?o.


guaramiranga - 21-2-13 em 11:38 AM

Em visita ao Castel?o ontem, o coordenador da seleç?o brasileira, Carlos Alberto Parreira, bateu o martelo e confirmou o estádio Presidente Vargas como campo de treinamento durante a Copa das Confederaç?es. Segundo ele, o PV atendeu a maioria das especificaç?es desejadas.

“O estádio Presidente Vargas é novo, está muito bem conservado. Apenas o gramado precisa de algumas melhorias, mas tenho certeza que tudo estará pronto quando chegarmos em junho. O PV vai ser nosso campo de treinamento”, afirmou. Antes de ir ao Castel?o, Parreira esteve no PV para avaliar a situaç?o de gramado, vestiários e segurança do estádio.

Faltando menos de quatro meses para a Copa das Confederaç?es, as reformas do gramado demandam urg?ncia para começar. E tempo para ficar a contento. PV e Castel?o precisam estar sob controle da Fifa já 20 dias antes da Copa das Confederaç?es. E o calendário de aç?es nos estádios precisa ser equacionado para evitar deixar os times cearenses “despejados” durante os jogos da Copa do Brasil e as séries B e C do Campeonato Brasileiro.

Complicaç?es

Segundo o secretário de Esporte e Lazer de Fortaleza, Márcio Lopes, ainda n?o há decis?o se o gramado do PV será tratado ou substituído. Fato é que o campo precisará de descanso para as obras. “Os jogos menores devem passar para Horizonte e os grandes para o Castel?o, mas isso deve ser acertado com a Federaç?o Cearense de Futebol”, afirmou.

A vinda de Parreira e Murtosa a Fortaleza faz parte de uma série de visitas de inspeç?o ?s cidades em que o Brasil vai jogar na Copa das Confederaç?es. Eles estiveram em Brasília e seguiram para Salvador após Fortaleza.


Depois de confirmado como campo de treino da seleç?o, ainda n?o há decis?o se o gramado do PV será tratado ou substituído.

-----------
Resumo: o PV passará por reformas e vamos mesmo para o Castel?o!


guaramiranga - 3-3-13 em 05:46 PM

Os governos estaduais ter?o que criar uma alternativa se quiserem ocupar os camarotes dos estádios que construíram para a Copa das Confederaç?es.

Até agora, apenas 30% dos espaços do Maracan?, Mineir?o e cia. foram vendidos e a Fifa estima que no máximo 60% estar?o ocupados em junho.

Dos 50 milh?es de dólares que esperava faturar com empresas brasileiras, foram arrecadados 20 milh?es de dólares.

Na África do Sul, em 2010, quando os camarotes também encalharam, o governo deixou militares e seus familiares assistirem partidas nos locais vips que n?o foram vendidos.

---------
Resumindo:
Só v?o utilizar o Castel?o enquanto durar a reforma do PV?


guaramiranga - 8-3-13 em 12:56 PM

FERROVIÁRIO, primeiro clube cearense a firmar exclusividade com Arena Castel?o, espaço de seis anos.

CREIAM, pasmem, n?o tenham uma síncope. Ferr?o conseguiu passar a perna em /Ceará e Fortaleza, que ainda n?o chegaram a um acordo.

COSTURA fina feita por Ferrucio Feitosa, Secretário da Copa, tocador de obras da Arena Castel?o, que apadrinhou a ideia.

DETALHES financeiros do acordo da exclusividade n?o foram revelados. Arriscar pode? Vamos lá. Acima de R$ 50 mil por m?s, podem ter certeza .

----------
Passou a perna?

Essa é para rir!


RAFAELE?O - 9-3-13 em 12:31 AM

Imagina aí a tristeza que deve ser os 1500 torcedores do Ferroviário no Castel?o...


LinoFortaleza - 25-3-13 em 01:26 AM

22/03/2013

Vidro despenca de altura de dez metros no Castel?o
Nesta quinta-feira (21), antes da partida entre kanal e Ferroviário, uma placa de vidro despencou de uma altura de 10 metros do estádio e por pouco n?o ocasionou uma tragédia.

Um outro detalhe denunciado por torcedores também p?e em prova a capacidade das cadeiras de suportarem as reaç?es dos torcedores. As placas de metal que sustentam a base das cadeiras t?m espaço para quatro grandes parafusos, mas, no entanto, apenas dois foram fixados no local.

Outro detalhe do estádio é o acabamento ruim dos degraus, tanto nas arquibancadas, como no estacionamento. Falando no estacionamento, a escada que dá acesso ? esplanada é estreita e os elevadores n?o funcionam – ou pelo menos n?o foram ligados. Nessa partida mesmo entre kanal e Ferroviário presenciei a dificuldade de uma idosa em conseguir descer da praça que dá acesso ao estádio par ao estacionamento.

Pergunto: FOI ENTREGUE?


LinoFortaleza - 25-3-13 em 01:32 AM

Na verdade, um país de políticos corruptos, sem educaç?o, segurança, saúde, rodovias, n?o podia sediar uma copa do mundo... vai ser uma desgraça, vai ter muita palhaçada, claro, com a rede bobo encobrindo.... depois, bem depois, v?o mostrar as mazelas.


guaramiranga - 26-3-13 em 11:22 AM

O Conselho Deliberativo do Fortaleza se reúne, hoje ? noite, no Marina Park Hotel, para discutir a proposta do Consórcio Arena Castel?o a fim de que o clube feche um contrato de exclusividade para jogar no estádio. As negociaç?es entre o Fortaleza e o Consórcio já se arrastam há mais de um m?s, mas tudo caminha para um acordo.

Se o Conselho Deliberativo do Tricolor do Pici concordar com os valores oferecidos pelo Consórcio, amanh? ou quinta-feira, a parceria deve ser chancelada entre os dirigentes do Le?o e do Consórcio Arena Castel?o.

A equipe do Ferroviário foi a primeira a negociar a exclusividade para jogos na Arena Castel?o. Fortaleza e /Ceará vem negociando para fechar a parceria com o Consórcio, mas o acordo tem esbarrado na quest?o financeira, principalmente, em relaç?o ?s despesas com o quadro móvel a cada partida, consideradas bastante elevadas pelo clube.


guaramiranga - 27-3-13 em 11:04 AM

Finalmente uma decis?o. O Conselho Deliberativo do Fortaleza aprovou, por unanimidade, na noite desta terça-feira (26), o contrato de exclusividade com a Arena Castel?o até o final de 2018.

Em reuni?o realizada no Marina Park Hotel, os conselheiros do Tricolor discutiram a proposta do Consórcio Arena Castel?o e definiu de vez o caminho das negociaç?es, que já se arrastavam há mais de de dois meses.

Segundo o acordo, o Fortaleza jogará todas as partidas como mandante na Arena Castel?o. Em entrevista ao Portal Esportes O POVO, o presidente do Conselho Deliberativo, Elpídio Brígido, confirmou o acordo. "Faltam detalhes contratuais, mas o espelho foi aprovado por unanimidade pelos 44 conselheiros do clube. O Fortaleza receberá uma cota mensal no valor de R$ 130 mil", confirmou, ressaltando que a cota já inclui um patrocinador master no uniforme da equipe.

Após a aprovaç?o, Elpídio disse que o próximo passo é aguardar o documento oficial para a assinatura. "A diretoria executiva e a diretoria do conselho v?o receber o contrato e, se estiver dentro do que foi apresentado na reuni?o, nós assinamos".

Sobre o prazo para receber o documento, o presidente afirmou que n?o deve demorar e que, como foi uma proposta feita em conjunto com o /Ceará, aguarda que o clube alvinegro também aceite para que os clubes possam assinar contrato com a Arena. "Ficou acertado que seria feito em conjunto com o kanal. Deve sair ainda nesta semana".

Benefícios

Entre os principais benefícios, o Fortaleza terá direito a: explorar tr?s lojas do shopping do Castel?o, tr?s camarotes do estádio (e mais um camarote para visitante) e livre acesso para utilizar a área externa da Arena para realizar eventos do clube. "Além disso, também receberíamos uma quantia extra por meta atingida, como a classificaç?o na Copa do Brasil e vaga na Série B", informou o presidente do clube, Osmar Baquit.

Quadro móvel

O clube bem que tentou, mas n?o conseguiu negociar a isenç?o do pagamento do quadro móvel. Com isso, seguirá arcando com o pagamento da taxa de 7% referente a renda total de cada jogo.

Caso haja algum dano no estádio em jogos em que o Fortaleza for o mandante, o Fortaleza dividirá os prejuízos, em meio a meio, com o consórcio Arena Castel?o.


guaramiranga - 5-5-13 em 12:37 PM

Contrato de /Ceará e Fortaleza com a Arena Castel?o, que parecia certo, virou uma incógnita. Clubes receberam minuta do contrato que, segundo eles, veio com algumas cláusulas que n?o estavam no acordo.
Consultaram advogados, fizeram as devidas ressalvas e devolveram os contratos ? Arena. Isso, há mais de quinze dias. De lá pra cá, sil?ncio absoluto. N?o se consegue falar com o presidente da Arena, Sílvio Andrade. Já a assessoria de imprensa diz que n?o há nenhuma novidade no momento.
Quem sabe depois do show do Paul McCartney? O fato é que, do jeito que está, /Ceará e Fortaleza já disseram que n?o assinam o contrato.

PC Nor?es


EBJ-CORAÇ?O-DE-LE?O - 5-5-13 em 06:06 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
Contrato de /Ceará e Fortaleza com a Arena Castel?o, que parecia certo, virou uma incógnita. Clubes receberam minuta do contrato que, segundo eles, veio com algumas cláusulas que n?o estavam no acordo.
Consultaram advogados, fizeram as devidas ressalvas e devolveram os contratos ? Arena. Isso, há mais de quinze dias. De lá pra cá, sil?ncio absoluto. N?o se consegue falar com o presidente da Arena, Sílvio Andrade. Já a assessoria de imprensa diz que n?o há nenhuma novidade no momento.
Quem sabe depois do show do Paul McCartney? O fato é que, do jeito que está, /Ceará e Fortaleza já disseram que n?o assinam o contrato.

PC Nor?es


Na minha opini?o acho essa exclusividade perigosa, pois dependendO da campanha do clube nas competiç?es, horários dos jogos e adversários de menor express?o, irá acontecer o que aconteceu no jogo contra o Ferrim, ou seja, público ridículo r prezuízo. Melhor mesmo é definir ocampo de jogo de acordo com as circunstâncias...

AGUARDEMOS...

[Editado em 5-5-2013 por EBJ-CORAÇ?O-DE-LE?O]


guaramiranga - 22-5-13 em 02:34 PM

A direç?o cruzeirense classificou a execuç?o do hino do rival de "ataque frontal", "golpe vil" e "desrespeito ? instituiç?o que tem o Mineir?o como sua casa"

Totalmente reformado para receber os jogos da Copa das Confederaç?es de 2013 e do Mundial de 2014, o Estádio Governador Magalh?es Pinto, o Mineir?o, em Belo Horizonte, corre o risco de ficar subutilizado e se juntar aos outros candidatos a elefante branco do país. Depois de uma obra que custou 695 milh?es de reais - com aumento de 63% no orçamento inicial -, a arena pode ficar sem nenhum inquilino fixo.

Os problemas na gest?o do estádio pelo consórcio Minas Arena foram duramente criticados pelo Atlético-MG, que já havia se recusado a assinar contrato de uso do estádio por considerar "imorais" os termos do acordo (o clube adotou o Estádio Independ?ncia, também na capital mineira, como sua casa). O outro grande clube do estado, o Cruzeiro, vinha sendo o grande cliente do consórcio, mas agora ameaça rescindir o acordo que determinava o mando de suas partidas no local - e, curiosamente, n?o só por causa dos atritos com o Minas Arena, mas também pela rivalidade acirrada com os atleticanos.
Se antes defendia o acordo para usar o Mineir?o, agora o Cruzeiro reclama do consórcio. E o que motivou essa mudança foi um episódio visto como provocaç?o ao clube, no domingo, quando o Atlético, mesmo perdendo por 2 a 1 para o Cruzeiro, conquistou o título do Campeonato Mineiro. O hino do Atlético foi tocado pelo sistema de som do estádio "no exato momento em que a torcida do Cruzeiro demonstrava seu apoio ? equipe" cantando o próprio hino, reclamou o presidente cruzeirense, Gilvan de Pinho Tavares. A direç?o cruzeirense classificou a execuç?o do hino do rival de "ataque frontal", "golpe vil" e "desrespeito ? instituiç?o que tem o Mineir?o como sua casa". Em notificaç?o enviada ao presidente do Minas Arena, Ricardo Salles de Oliveira Barra, na terça, o clube afirma ainda que o consórcio cometeu uma "afronta desmedida, impensada e inoportuna" que poderia ter desencadeado viol?ncia por parte da torcida "que teve seu brado contido no seu próprio lar".
Em seu site oficial, o Cruzeiro acusa o Minas Arena de "diversas infraç?es" no contrato, como "falha na prestaç?o de serviço ao torcedor, aus?ncia de informaç?o adequada, n?o concess?o de vagas de estacionamento ao clube, falta de transpar?ncia, aus?ncia de prestaç?o de contas, inadimpl?ncia e atraso no pagamento de verbas estabelecidas, dentre tantas outras". O presidente do Cruzeiro cogita a possibilidade de o time atuar no Mineir?o apenas nas partidas de "grande porte" e optar por outras arenas para jogos com expectativa de público menor. O Mineir?o foi reinaugurado em dezembro, após uma reforma que demorou mais de dois anos. E a primeira partida realizada no local, também entre Cruzeiro e Atlético-MG, no início de fevereiro, foi marcada por vários problemas. O consórcio também sofre ameaça de interdiç?o da arena por causa de problemas no acesso a cadeirantes. A Justiça deu prazo de 30 dias para que as adaptaç?es necessárias sejam concluídas.

----------
E aqui parece que nada foi resolvido ainda.


guaramiranga - 9-7-13 em 11:24 AM

A diretoria do Fortaleza poderá até definir essa semana o seu contrato de parceria ou arrendamento do Estádio Presidente Vargas. Na semana passada, dirigentes do clube estiveram reunidos com o prefeito Roberto Cláudio, que por sua vez autorizou o secretário de esportes e lazer do município, Márcio Lopes, a passar todas as informaç?es sobre a praça esportiva e de como poderá ser assinado esse contrato.

Ponto de partida

A vinda de Sérgio Landau será o ponto de partida para o entendimento entre as partes, conforme as palavras do presidente do Fortaleza. "Com a chegada dele (Landau), é que poderemos saber como proceder. Vamos tomar conhecimento como será essa parceria, em que moldes ela se dará", explicou Baquit.

O mandatário leonino afirmou também que precisa tomar conhecimento sobre qual a contrapartida que seu clube terá como o arrendamento ou parceria.

No primeiro caso, o Fortaleza teria de arcar com todas as despesas do estádio e prover a sua manutenç?o.
Já com a parceria a Prefeitura Municipal cumpriria o papel dela de gestora, dividindo ônus e bônus com o Tricolor do Pici. "N?o sei se haverá uma contrapartida social, como fazer atendimento a crianças no local, fazer projetos, enfim, nós ainda n?o sabemos", prosseguiu o dirigente tricolor.

Transformando o PV em Arena Tricolor, o clube quer montar uma grande loja no local para negociar seus produtos, tal como a Fifa fizera na Arena Castel?o na Copa das Confederaç?es.

Na entrevista coletiva do presidente Osmar Baquit, um repórter perguntou se o Fortaleza teria de pagar R$ 100 mil mensais ? Prefeitura para o PV ser arrendado. O dirigente desmentiu a informaç?o, dizendo que os valores ainda n?o foram definidos. As próximas reuni?es é que servir?o para a fixaç?o de valores.


guaramiranga - 10-8-13 em 08:32 PM

O Fortaleza pode reabrir as negociaç?es para um contrato de exclusividade com a Arena Castel?o. A informaç?o foi confirmada pelo próprio presidente do clube, Osmar Baquit.

"Nós nunca fechamos as negociaç?es. Ocorre que n?o poderíamos assinar a exclusividade dentro das condiç?es que eles impuseram no contrato. O que surgiu de novo é que um dirigente da nossa diretoria foi contactado pela Arena Castel?o, perguntando se a gente gostaria de retomar as negociaç?es. Estamos abertos para conversar, até porque o Conselho Deliberativo já havia nos autorizado para isso", disse o dirigente.

A assinatura de contrato já concederia ao clube o adiantamento de R$ 500 mil, considerados importantes para quitar o pagamento dos vencimentos aos jogadores.

Uma nova reuni?o com dirigentes da Arena Castel?o, entretanto, deve ocorrer somente na próxima semana.


flaviofor - 12-8-13 em 05:13 PM

Maior besteira que v?o fazer!!! Pq n?o cobraram dos jogadores empenho para passar de fase na Copa do Brasil?

Ninguém faz contrato de exclusividade com público esperado de menos de 10 mil pessoas para o Castel?o... ganha 500 mil agora mas só vai ter prejuízo lá na frente...

N?o precisa ser inteligente para entender essa desvantagem... :(

[Editado em 12-8-2013 por flaviofor]


guaramiranga - 28-10-13 em 04:20 PM

O jogo entre Portuguesa x Flamengo, no Castel?o, em Fortaleza, acabou virando caso de polícia. E no centro da quest?o está a empresa organizadora do jogo, com base no Mato Grosso do Sul, cujo representante ficou com a renda do jogo - R$ 810.950 - e deu um calote. A informaç?o é do blog do jornalista Mário Kempes.

- N?o pagaram o estádio, as Federaç?es de SP e CE, parte do quadro móvel, percentual da imprensa e mais algumas coisas - contou o presidente da Federaç?o Cearense, Mauro Carmélio, que, via Twitter, acrescentou:

- Faltou pagar as despesas normais do boletim financeiro. Ela pagou somente a alguns e, pelo que soube, fugiu inclusive do hotel.

O dirigente contou que a polícia foi acionada para resolver a quest?o, revelando ainda o nome de um suposto envolvido na confus?o.

- A polícia está atrás. Inclusive, tem o senhor Godofredo, que se intitula, e n?o acredito, vice-presidente da Federaç?o do Mato Grosso do Sul. Amanh? (segunda-feira) falarei com o amigo presidente (Francisco) Cezário para saber o que esse rapaz tem com o caso - completou o mandatário cearense.

O LANCE!Net consultou o site da Federaç?o do Mato Grosso do Sul e, de fato, há um Godofredo na relaç?o dos diretores. Mas a descriç?o, atualizada em 2010, dá conta de que o citado era, até ent?o, membro do Conselho Fiscal da entidade.

------------

Qualquer dano feito pela torcida do FEC é logo mostrada em todos os jornais do Brasil e do mundo.
Alguém sabia disso?


guaramiranga - 6-5-14 em 01:13 PM

A Arena Castel?o já tem nova administraç?o. Depois de um processo transitório, as empresas BWA e a francesa Lagard?re s?o as novas controladoras do estádio, que será um dos palcos de jogos da Copa do Mundo, a partir do próximo m?s. O contrato vigora até 2018.

Após a aprovaç?o do Governo do Estado, o consórcio recebeu a responsabilidade de administrar a arena no lugar da Galv?o Engenharia, que tinha o controle administrativo e financeiro de todas as atividades no Castel?o desde a sua reforma e ampliaç?o.

kanal e Ferroviário mant?m contratos de exclusividade com a Arena Castel?o. Os acordos quanto a valores e concess?es com os dois clubes seguem sem nenhuma alteraç?o.

Com a mudança de administraç?o para a dupla BWA/Lagard?re, a diretoria do Fortaleza já mostrou disposiç?o em negociar um contrato de exclusividade com a arena. As conversas já foram iniciadas.


ANIBALDANTAS - 21-6-14 em 01:29 PM

A diretoria do Fortaleza está negociando contrato com a Arena Castel?o, por 5 anos, mas sem exclusividade, as duas pates chegariam a uma quantidade de jogos/ano, mas é bom ter cuidado, porque a carniça maledicente do Kanal já está fora:

Citação:
A partir de julho, o Kana ln?o terá mais nenhuma obrigaç?o de mandar seus jogos oficiais no Castel?o. A nova administradora da Arena enviou notificaç?o ? diretoria do Kanal para rescindir o contrato de exclusividade entre as partes. A informaç?o foi confidenciada por uma fonte de dentro do Castel?o.

Kanal e Arena haviam firmado acordo em junho de 2013 por cinco anos. O vínculo rendia cerca de R$ 130 mil ao clube Ovopreto para mandar as partidas com exclusividade no Castel?o. ? época, o Estádio era administrado pela Galv?o Engenharia. No entanto, desde abril deste ano, o consórcio da empresa BWA juntamente com a empresa francesa Lagard?re assumiu o comando.

O departamento jurídico do Kanal disse que só vai se pronunciar sobre o assunto, quando receber a notificaç?o. O Blog tentou contato com o Secretário da Copa, Ferruccio Feitosa, mas seu celular n?o atendeu nenhuma das ligaç?es realizadas. Já o diretor jurídico da Arena Castel?o, Aymeric Magne, disse que n?o iria falar sobre este tema.

Levantamento feito pelo Blog mostrou que em 12 meses de contrato com o Castel?o, o Kanal atuou em 30 partidas como mandante (foram 18 pela Série B, cinco pela Copa do Nordeste, uma pela Copa do Brasil e seis pelo Estadual). Só de aluguel, o time ovopreto pagou R$ 790.140,20. S?o quase R$ 70 mil por m?s.

Dos R$ 130 mil por m?s que o kanal recebe, R$ 70 mil s?o de patrocínio. O clube é obrigado a expor a marca da administradora da Arena nas camisas. Vale lembrar, contudo, que o Kanal usa parte deste valor do contrato com a Arena para pagar o Centro de Treinamento Luís Campos, adquirido no início deste ano.

A multa rescisória entre Arena Castel?o e kanal é de tr?s meses do valor do contrato. Cerca de R$ 400 mil.

Temos que nos cuidar,porque nosso presidente é político, está em campanha (precisa da ajuda do governo estadual) e pode estar sendo pressionado a assinar um contrato que justifique o investimento no estádio.


ANIBALDANTAS - 5-7-14 em 11:31 AM

Com contrato de parceria aprovado, Fortaleza x Botafogo-PB vai ser realizado no Castel?o

http://kempao.com.br/wp-content/uploads/2013/10/fec1.jpg

O Conselho Deliberativo do Fortaleza aprovou por unanimidade nessa quinta-feira, 03, em reuni?o extraordinária, o contrato de parceria com a Arena Castel?o.

O departamento de marketing do clube informou que na próxima semana acontece a assinatura do vínculo que deverá ter 3 anos de duraç?o. O compromisso do Fortaleza é de atuar 80% dos jogos na Arena.

E a primeira partida na nova casa já está marcada. Dia 26 de julho, sábado, ?s 19h, contra o Botafogo-PB, pela 8? Rodada da Série C do Brasileiro. O duelo está programado inicialmente para o PV, mas a diretoria do Fortaleza vai solicitar a mudança para o Castel?o.

http://kempao.com.br/com-contrato-aprovado-fortaleza-x-botafogo-pb-vai-ser-realizado-no-castelao/


ANIBALDANTAS - 11-7-14 em 11:58 AM

Citação:

Fortaleza aguarda resposta para fechar contrato com Arena Castel?o

O Fortaleza está bem próximo de voltar a mandar seus jogos na Arena Castel?o. Depois de retomar as negociaç?es com o consórcio da Arena, o departamento jurídico do clube enviou o contrato e aditivo para as empresas responsáveis, aguardando apenas a resposta das administradoras do consórcio.

O presidente interino do clube, Daniel Frota, destacou tr?s pontos essenciais no contrato. No novo acordo, o clube terá:
- até 80% das partidas realizadas no Castel?o;
- quadro móvel indicado pelo próprio Fortaleza;
- um contrato firmado entre as partes por 3 anos e meio.

Ainda de acordo com Daniel Frota, dois contratos ser?o unificados a esse novo acordo, um de aluguel do estádio e outro contrato de parceria. "Em dias de jogo, o clube teria 20% da receita liquida do valor arrecadado em bares, restaurantes, lojas e estacionamento", destacou o presidente em exercício.

Caso o fechamento do contrato aconteça até a próxima quarta-feira (16) a partida contra o Botafogo/PB, pela 8? rodada do Grupo A da Série C, deverá ser na Arena Castel?o. O Fortaleza volta a campo no dia 19 de julho, quando enfrenta o Treze/PB, ?s 19h, no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande-PB, pela 7? rodada da terceirona.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/jogada/online/fortaleza-aguarda-resposta-para-fechar-contrato-com-arena-castelao -1.1056041
Alguém me esclareça: quadro móvel indicado pelo Fortaleza, ok, mas quem paga? O kanal, parece-me, n?o pagava, n?o sei ao certo se é verdade ou fofoca.


guaramiranga - 21-7-14 em 03:14 PM

A diretoria do Fortaleza vem negociando com a nova administraç?o da Arena Castel?o, um contrato de parceria que prev? a realizaç?o de jogos do Le?o na nossa maior praça de esportes. Embora o documento ainda n?o esteja assinado, o Le?o já faz o jogo contra a equipe paraibana na Arena.

Segundo a diretoria, o contrato está prestes a ser assinado e sacramentado, faltando apenas alguns ajustes, mas que já est?o sendo providenciados.
Porém o presidente em exercício do Le?o, Daniel Frota, esclarece que n?o se trata de um contrato de exclusividade, mas sim de parceria, o que possibilita a realizaç?o de jogos de menor apelo popular em outros locais, como o estádio Presidente Vargas ou até mesmo o Alcides Santos, como já aconteceu na atual temporada.

Os treinos da semana na Arena Castel?o ser?o realizados na quarta e na quinta-feira, ambos com início previsto para as 16 horas.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FEC
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raissa Feijó


guaramiranga - 26-7-14 em 01:29 PM

(7) - ATENTEM aos números do Fortaleza na Arena, compilados pelo brilhante Miguel Júnior e seus famosos alfarrábios.

(8) - ANOTEM: 14 jogos ali realizados, 3 vitórias, 8 empates, 3 derrotas, coincid?ncia todas para o kanal, o rival maior.


guaramiranga - 28-7-14 em 05:18 PM

O que era para ter sido o início de uma relaç?o de parceria, pode acabar em distanciamento. A diretoria do Fortaleza havia transferido o jogo do último sábado, contra o Botafogo/PB, para a Arena Castel?o como um 'teste' antes da assinatura do contrato com o estádio, sob administraç?o da BWA, para mandar até 80% dos seus jogos em tr?s anos.

Porém, depois da partida que terminou sem gols, o cenário mudou, com a diretoria do clube descontente com dois acontecimentos no sábado: Primeiro, o tratamento dado ao torcedor do clube, que sofreu para entrar no Castel?o após apenas dois port?es estarem disponíveis.

Segundo: com a taxa cobrada pela administraç?o do estádio, descontando quase R$ 130 mil da renda da partida, valor considerado alto para os tricolores e praticamente o valor que o clube receberia mensalmente da administradora após um acordo. Com um público de R$ 19.958,00 uma renda de R$ 324.649,00, o Le?o teve descontado R$ 129.416,49.


O diretor de marketing do clube, Fábio Mota, em entrevista ontem para a imprensa, ressaltou que a organizaç?o n?o foi a esperada pela diretoria leonina, principalmente a quest?o envolvendo o acesso dos torcedores. O diretor ainda explicou que caso n?o hajam mudanças na parte organizacional dificilmente o acordo será firmado.

O torcedor Gilberto Saboia, relatou em contato com o Diário do Nordeste, sua afliç?o na entrada do estádio. "O Castel?o estava um sufoco de engarrafamento de carros e a entrada dos torcedores com apenas dois pequenos port?es abertos foi um empurra-empurra t?o grande que pessoas foram prensadas contra a cerca e port?es, crianças chorando e mulheres reclamando demais. Foi um sufoco, uma falta de respeito a torcida tricolor".


guaramiranga - 7-8-14 em 01:28 PM

Duas semanas depois de sofrer duras críticas dos torcedores e de próprios dirigentes, o Fortaleza retorna ? Arena Castel?o.

No próximo sábado, o time tricolor encara o Salgueiro, ?s 16h, com a expectativa e a esperança de que tudo ocorra bem para a torcida. Se no jogo anterior, ante o Botafogo/PB, houve um desgaste desnecessário com a Arena Castel?o, que até estremeceu a relaç?o para a assinatura do contrato de parceria com o clube, os dirigentes do Fortaleza e a própria administradora do estádio resolveram se preparar com mais cautela desta vez.

Na reuni?o de provid?ncias e segurança realizada, ontem, na sede da FCF, foram definidos diversos pontos para proporcionar o melhor acesso ao público.

Apesar de a estimativa de público divulgada no plano de aç?o especial do Fortaleza para essa partida ser de 20 mil torcedores (no jogo passado foi de 30 mil), haverá mais bilheterias disponíveis, 27, mais entradas, 10, e um número maior de orientadores, 130 agentes.

As duas entradas do estacionamento estar?o abertas, o que deverá facilitar o acesso dos carros e melhorar a evacuaç?o do fluxo dos veículos. "Haverá setores dentro do estádio que n?o estar?o funcionando, mas haverá dezenas de agentes orientado os torcedores para o local correto. Queremos evitar o que aconteceu no jogo passado. Ninguém ficou satisfeito", declarou o diretor de marketing do Fortaleza, Fábio Mota, que também fez uma ressalva.

"A gente pede encarecidamente que o torcedor compre seu ingresso antecipado e tente chegar cedo ao Castel?o para evitar aglomeraç?es e tumultos na entrada. Vamos tentar utilizar o tel?o do estádio para exibir vídeos que possam entreter o torcedor e com isso dar um atrativo a mais para n?o haver o que houve no jogo passado", avisou o dirigente tricolor.

A preocupaç?o do Fortaleza tem seus motivos. Segundo dados do próprio clube, a demanda de torcedores é muito maior do que o número de acesso e de bilheterias disponíveis. No último jogo, por exemplo, o Fortaleza comercializou em quatro dias de vendas antecipadas cerca de 11 mil ingressos. No entanto, em apenas uma hora, momentos antes da partida diante do Botafogo, nos guich?s do Castel?o, foram comercializados em torno de 8 mil bilhetes.

Parceria

Se tudo correr bem para o torcedor tricolor e as solicitaç?es do Fortaleza forem atendidas pela Luarenas, o contrato de parceria entre o clube leonino e a Arena Castel?o deverá sair.

A diretoria do Fortaleza, contudo, ressalta que n?o há pressa para a assinatura do vínculo. Porém, já avisou que, para a parceria ser fechada, o jogo-teste diante do Salgueiro é primordial para o acordo vingar.


ANIBALDANTAS - 13-8-14 em 02:32 PM

Diretor do Fortaleza viaja para encontro em S?o Paulo com a cúpula da BWA

A novela da assinatura do contrato de parceria entre Fortaleza e Arena Castel?o apresenta nesta quarta-feira, mais um capítulo. O diretor de futebol do clube, Adailton Campelo, estará em S?o Paulo para uma reuni?o com representantes da BWA, uma das empresas do consórcio que administra o Estádio.

Para Adailton Campelo, o encontro é para estreitar as diferenças, que persistem entre clube e empresa.

“Queremos que as nossas exig?ncias sejam atendidas. Houve uma evoluç?o nos serviços apresentados no último jogo-teste (partida contra o Salgueiro), mas queremos que avance mais. O torcedor pode ficar tranquilo, que nós vamos buscar o melhor para o Fortaleza. N?o assinaremos nada que possa trazer problemas para o clube e principalmente para a nossa torcida”, declarou o dirigente leonino, que completou.

“É bom esclarecer que nós queremos, sim, assinar o contrato, mas se n?o for concretizado, n?o haverá nenhum problema. Eu reforço o pensamento de toda a nossa diretoria, nós só vamos assinar, se eles atenderem as nossas exig?ncias”, concluiu Adailton Campelo, em entrevista ? Rádio Cidade.

Há cerca de um m?s, Fortaleza e BWA entraram em acordo para fecharem vínculo de parceria por tr?s anos. O contrato exigia que o clube mandasse até 80% das partidas da temporada no Castel?o, além de outros pontos, como a bilhetagem dos jogos a ser gerenciada pela empresa. Em troca, o Fortaleza receberia um valor mensal.

No entanto, alguns pontos do contrato (n?o reveladas pelo clube), n?o agradaram aos dirigentes do Fortaleza. Duas partidas foram realizadas no Castel?o, como forma de teste. A primeira, diante do Botafogo, causou profunda irritaç?o e insatisfaç?o aos tricolores. Na segunda, houve melhorias, mas que precisam de avanços, como bem disse Adailton Campelo.

Resta saber se nessa reuni?o, em S?o Paulo, Fortaleza e BWA, enfim, encerraram a novela.

http://kempao.com.br/diretor-do-fortaleza-viaja-para-encontro-em-sp-com-cupula-da-bwa/


ANIBALDANTAS - 15-8-14 em 04:05 PM

Acordo…
Nessa quarta-feira, o Fortaleza entregou aos representantes da BWA, na sede da empresa em S?o Paulo, o contrato de parceria entre o clube e a administradora do Castel?o. O documento contém as reivindicaç?es que o clube tricolor deseja para fechar o acordo.

… Fechado
Se os executivos da BWA n?o aceitarem todos os pontos, os dirigentes do Fortaleza v?o agradecer o diálogo, encerrar o assunto, voltar a mandar os jogos no PV e somente atuar no Castel?o em grandes partidas.

http://kempao.com.br/coluna-de-primeira-no-68/


ANIBALDANTAS - 20-8-14 em 04:22 PM

Fortaleza ainda espera resposta da BWA; jogo diante do Crac deve permanecer no PV
http://kempao.com.br/wp-content/uploads/2014/05/escudo-fortaleza.jpg
Uma semana depois de ter entregue a minuta do contrato com o desejo e as exig?ncias para fechar a parceria com a Arena Castel?o, a diretoria do Fortaleza ainda n?o recebeu resposta da BWA, empresa que faz parte do consórcio Luarenas, que administra o Castel?o.

O clube tricolor ainda aguarda um retorno dos representantes da BWA para saber se o documento foi aprovado ou n?o. A diretoria do Fortaleza garante que só fecha a parceria com a Arena Castel?o se o contrato for aceito em sua totalidade, conforme o clube entregou.

Os dirigentes do Tricolor, contudo, garantem que n?o há pressa e nem há press?o para que o vínculo seja oficializado.

Por outro lado, apesar do Fortaleza garantir que n?o está pressionando a Arena, a tend?ncia é que a próxima partida do time, dia 31 diante do Crac, n?o seja levada para o Castel?o, e permaneça no Estádio Presidente Vargas.

Um dos motivos de manter o jogo no PV é o horário da partida, 19h de um domingo. Além disso, será o último dia do m?s, período em que torcedor já se encontra praticamente de bolso vazio.

O Fortaleza tem até esta quinta-feira, 21 (10 dias antes da partida), para enviar a solicitaç?o da mudança. Do contrário, a partida segue no Estádio Presidente Vargas, conforme está no site da CBF. Lembrando que esse jogo estava marcado para a segunda-feira, 01, e a entidade atendeu ao pedido do clube tricolor e antecipou para o domingo, 31.

http://kempao.com.br/fortaleza-ainda-espera-resposta-da-bwa-jogo-diante-do-crac-deve-permanecer-no-pv/


guaramiranga - 18-9-14 em 12:47 PM

A Luarenas, administradora da Arena Castel?o confirmou para ?s 14 horas dessa quinta-feira (18), na Sala de Imprensa daquela praça de esportes, a entrevista coletiva dos dirigentes de Fortaleza e Arena.

O evento terá a participaç?o da diretoria da Luarenas, representada pelo presidente Bruno Balsimelli e pelo diretor geral Aymeric Magne, da diretoria do Fortaleza, com o presidente Daniel Frota e com o diretor jurídico Giovanni Santos, além do secretário adjunto da Secretaria Especial de Grandes Eventos Esportivos - SEGE- , Osterne Feitosa.

A pauta principal da entrevista versará sobre o contrato de parceria firmado entre as duas instituiç?es. Fortaleza e Luarenas contam com a presença da imprensa esportiva.

SERVIÇO
Coletiva de imprensa
Data: 18 de setembro (quinta-feira).
Horário: 14 horas.
Local: Sala de Imprensa da Arena Castel?o

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FEC
Jornalistas Nodge Nogueira/Raissa Feijó


ANIBALDANTAS - 18-9-14 em 01:25 PM

Queria detalhes, há boatos de 8 anos de contrato, se for verdade, que tiro no pé!


guaramiranga - 28-10-14 em 01:56 PM

"Arena Castel?o Operadora de Estádio informa que após vistoria realizada ontem, na presença do representante do Fortaleza Esporte Clube, foram constatados pequenos danos compatíveis com o porte do evento, que teve a presença de um grande público. Sendo assim, conforme previsto no contrato de parceria entre a Arena Castel?o e o Fortaleza, os custos foram absorvidos pela agremiaç?o desportiva, como em outros eventos já realizados pelo Fortaleza no estádio."

Comunicaç?o | Arena Castel?o


guaramiranga - 4-5-15 em 08:05 PM

A administradora do Castel?o deve ter alguma responsabilidade pois n?o pediu policiamento para a parte interna do estádio.

Que paguem os prejuízos também.


FCOCARLOSBARBOSA - 4-5-15 em 09:38 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
A administradora do Castel?o deve ter alguma responsabilidade pois n?o pediu policiamento para a parte interna do estádio.

Que paguem os prejuízos também.



E quem era o MANDANTE do jogo?

N?o era esse que teria que garantir toda a segurança do evento?

As imagens revelam que n?o houve nenhuma resist?ncia ? torcida do Fortaleza (inclusive mulheres e crianças) por parte da segurança do evento, se é que tinha.

Parece até que foi de caso pensado, para provocar um tumulto posterior, para tirar o brilho da conquista.

N?o duvido nada vindo da onde sempre veio as PORCARIAS.

Há um ditado infalível que diz: QUANDO UM N?O QUER DOIS N?O BRIGAM.


guaramiranga - 5-5-15 em 12:01 PM

Aluguel de campo: R$ 116.946,70
Controle de acesso: R$ 18.000,00
Outras despesas: R$ 68.002,50


E o secretário reconhece: Realmente houve essa falha de posicionamento da Polícia dentro do gramado. Ou seja, colocaram os torcedores em risco. E ainda tem coragem de cobrar dos clubes. A administradora do Castel?o deve assumir os prejuízos pela irresponsabilidade.


Julio - 5-5-15 em 05:05 PM

Mas pera ai...Pelas imagens mostradas as cadeiras destruídas estavam quase todas no lado do canalhenses...que por sinal era mandante do jogo, e sua torcida invadiu o campo para agredir a torcida do FEC que comemorava (Tá certo que zonando com os canalhenses)...
E os torcedores canalhenses, que invadiram o acesso aos tuneis e agrediu os jogadores do LE?O, isso ninguém dessa imprensas podre e parcial do estado n?o comenta...Ô praga ruim esses canalhenses