Logo do Fórum

Entrevistas de jogadores
guaramiranga - 11-6-13 em 12:48 PM

Dico
No jogo do fim de semana o atacante Dico entrou no decorrer da segunda etapa participou da jogada do gol de empate do Tricolor de Aço. O atleta falou sobre esse lance. “Eu entrei no lugar do Jackson Silva e o professor pediu para eu jogar pelos lados, se movimentando muito para criar chances”.

A atuaç?o do atacante foi muito elogiada por todos que assistiram ao jogo em Sobral. E para o atacante ainda há o que melhorar para ajudar o Fortaleza. “A gente vai melhorar a cada dia, a cada jogo. Nos treinos eu dou o máximo de esforço para aparecer bem nos jogos”.

Na quarta-feira o Le?o viaja para Rio Branco/AC para enfrentar o clube da capital pela Série C já na quinta-feira. A longa viagem n?o assusta o atacante do Tricolor de Aço. “É uma viagem muito longa. Mas é através das dificuldades que vem a glória. A gente tem que deixar as dificuldades de lado quando entrar em tampo. A Série C tem essas dificuldades, mas vamos entrar com força lá”.

Após o confronto os jogadores ter?o seis dias para folgar devido a pausa da Copa das Confederaç?es. O atacante Dico comentou sobre o fato com a imprensa. “Essa folga depois do jogo vai ser boa, após essa maratona de jogos do Fortaleza na Copa do Nordeste, no Cearense, na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro. Vai ser excelente para descansarmos e retornarmos com tudo para corrigir os nossos erros”.


guaramiranga - 11-6-13 em 11:37 PM

No jogo de quinta-feira o Fortaleza terá dois desfalques certos. Jéfferson e Jackson Silva n?o enfrentam o Rio Branco/AC. Erivelton é uma das opç?es para entrar de titular no confronto. Ele diz estar preparado. “Vai ser uma boa partida. Estou aqui para ajudar a minha equipe, os meus companheiros. Se o professor Hélio dos Anjos optar por mim tenho que dar o meu melhor em campo”.

Fortaleza e Rio Branco s?o distantes mais de 5.000 km. O Le?o sai amanh? pela manh? para a cidade acriana e chega no horário da tarde.
Erivelton falou sobre a distância entre as cidades. “A cidade é um pouco longe daqui. Mas lá vamos descansar bem para dar o máximo dentro de campo”.


guaramiranga - 23-6-13 em 11:28 PM

De visual novo, o lateral direito Léo Rodrigues chamou a atenç?o na reapresentaç?o do elenco nessa quinta feira. “Estou pagando uma promessa. Até minha família ficou um pouco assustada quando me viu assim, mas n?o é nada demais, é só uma promessa mesmo, uma coisa muito minha mesmo e é por uma boa causa”, afirmou entre risos.

Sobre a recepç?o do grupo, Léo n?o se intimidou: “Foi muita brincadeira, mas eu já estava preparado pra isso, todo mundo tirando onda, chamando de Belo, mas n?o tem problema, jogador de futebol gosta dessas coisas, mas o pessoal já acostumou e está tudo bem, agora é trabalhar pensando nos jogos que teremos pela frente”, ressaltou.

Léo Rodrigues teve um bom desempenho nas avaliaç?es física realizadas no retorno aos treinos, fato confirmado pelo preparador Roger Gouveia, e ele justificou: “Ao contrário da maioria dos jogadores, eu quando paro durante alguns dias perco peso. Ent?o quando eu volto meu trabalho é para ganhar massa muscular, e isso ajuda na recuperaç?o, além do mais foi uma paralisaç?o muito pequena, n?o deu pra mudar muita coisa n?o”, confirmou.


guaramiranga - 25-6-13 em 12:23 AM

Visando qualificar ainda mais o elenco, a diretoria do Fortaleza Esporte Clube acertou a contrataç?o do meio campista Joílson. Indicaç?o de Hélio dos Anjos, o atleta vem para fortalecer o grupo do Tricolor. Na tarde desta segunda-feira (23) o jogador foi apresentado oficialmente para a imprensa.

Indicado pelo treinador Hélio dos Anjos, Joílson já teve boas passagens em grandes clubes no Brasil. S?o Paulo, Gr?mio e Botafogo foram alguns dos clubes que ele atuou. Polivalente, o atleta n?o só atua na armaç?o de jogadas, mas também como volante, lateral e ala. “Estou aberto para a posiç?o em campo que o Hélio pedir para eu jogar. Já joguei de lateral, volante. Ele me trouxe para jogar de meia, mas de acordo com a necessidade eu posso atuar nas outras posiç?es”.

O meio campista estava na Tombense/MG, onde foi um dos destaques do clube na boa campanha da equipe no campeonato mineiro. Joilson foi considerado um dos melhores meias da competiç?o. O jogador comentou sobre as suas características “Sou um jogador que procura errar poucos passes. Tenho essa característica de armador no meio campo”.

Por ser um dos destaques do campeonato mineiro, o meio campista Joílson recebeu propostas de outros clubes, mas acabou optando pelo Fortaleza.
O jogador explicou o motivo do acerto com o Tricolor de Aço. “Eu preferi vir para o Fortaleza pelo projeto que o clube me apresentou. Além disso também vim pelo fato do Hélio estar por aqui. Trabalhamos juntos e ele me conhece bem”.

O próximo jogo oficial do Fortaleza será no dia 6 de julho, diante do CRB em Sobral. Para esse dia o atleta diz que já estará ? disposiç?o de Hélio dos Anjos. “Estou pronto sim. Já fiz os testes físicos devidos e já trabalhei com o grupo hoje a tarde. Agora é procurar para dia 6 estar na melhor condiç?o”.

Confira a ficha técnica do atleta:

Nome completo: Joilson Rodrigues Machado
Data de nascimento: 07/07/1979 (33 anos)
Naturalidade: Rio de Janeiro
Altura: 1,69 m
Peso: 63 kg
Clubes anteriores:
América/RJ, Cruzeiro/MG, Cabofriense/RJ, Botafogo/RJ, S?o Paulo, Gr?mio, Boavista/RJ, Figueirense/SC, Atlético Goianiense e Tombense/MG


guaramiranga - 1-7-13 em 12:01 PM

Buscando qualificar o elenco do Tricolor de Aço, o atacante Maciel foi contratado no início de junho. Há vinte e um dias treinando no Parque dos Campeonatos, o atacante Maciel atuou alguns minutos no treinamento desta tarde.

Treinando no Parque dos Campeonatos desde o início do m?s de junho, o atacante Maciel foi oficialmente apresentado como atleta do Tricolor de Aço. O jogador assinou contrato com o Fortaleza na tarde desta sexta-feira e agora é mais um dos jogadores que comp?em o elenco do Le?o.

No primeiro semestre de 2013 o atacante foi um dos destaques do Guarany de Sobral, finalista do campeonato estadual. Contratado pelo Fortaleza para a Série C e para a Copa do Brasil o atleta falou sobre o seu atual momento. “Estou muito bem. Fui recebido bem por todos e espero mostrar o meu faro de gol aqui no Fortaleza”.

Há 21 dias treinando no Parque dos Campeonatos, o jogador comentou sobre quando estará a disposiç?o para atuar no time principal do Tricolor de Aço. “Quero estar ? disposiç?o o mais rápido possível. Espero estar pronto para jogar pelo clube após o jogo contra o CRB/AL”.

Outro tema abordado na coletiva de imprensa foi sobre a sua relaç?o com o treinador Hélio dos Anjos. De acordo com Maciel, os conselhos do comandante do Tricolor de Aço foram de muita importância. “Ele sempre me deu apoio. Fui bem recebido quando cheguei aqui. Recebi alguns conselhos dele que me ajudaram e espero ajudá-lo aqui com o meu futebol”.

No Estadual o atleta marcou 15 gols pela equipe sobralense, sendo o vice artilheiro da competiç?o. Agora vestindo as cores do Fortaleza, o atacante espera repetir os gols feitos na equipe do interior.
“O meu objetivo é ser artilheiro por aqui. N?o quero ser só mais um que passou. Quero deixar meu nome marcado aqui”.


guaramiranga - 2-7-13 em 12:41 PM

Camisa 10 do Tricolor de Aço, o meio campista Guaru deu uma cara nova ao grupo do Tricolor de Aço. Mesmo tendo jogado apenas quatro partidas, o jogador vem se destacando com uma peça importante no esquema tático do treinador Hélio dos Anjos

Na sala de imprensa Carlos Rolim Filho o meio campista Guaru conversou com os jornalistas e setoristas que cobrem o dia a dia do clube. O jogador falou sobre a preparaç?o da equipe para o restante da Série C e Copa do Brasil.

Com boas atuaç?es no ano de 2013 pelo campeonato paulista, o meio campista Guaru foi um dos atletas do Fortaleza que mais atuou no primeiro semestre.
O jogador comentou sobre a importância da pausa para a Copa das Confederaç?es.
“Foi muito importante essa pausa que tivemos para descansar. Agora que voltamos, o pensamento é todo na Série C e na Copa do Brasil. Nós estamos cientes do que temos que fazer até o final do ano”.

O jogador também comentou sobre as atividades que o treinador Hélio dos Anjos vem comandando nas últimas semanas para preparar o elenco do Le?o para o restante da temporada. “Procurando passar o que a equipe tem de melhor. O professor vem trabalhando isso. Uma marcaç?o boa. Conseguimos fazer isso no amistoso e agora vamos tentar fazer nesses próximos jogos”.

Na última coletiva de imprensa do atacante Ruan, o jogador teceu diversos elogios para Guaru. Desta vez o meio campista falou das boas características do atacante do Tricolor de Aço. “Ele é um jogador que protege bem a bola, é muito rápido. Ele se movimenta bastante e dá muita condiç?o para a gente passar a bola”.


guaramiranga - 3-7-13 em 11:26 AM

O atleta Guilherme Lazaroni foi contratado junto a Tombense/MG, o atleta vem buscando seu espaço no Tricolor de Aço. Polivalente, o jogador joga em mais de uma posiç?o e dá alternativas para o treinador Hélio dos Anjos. “Eu vim para cá para dar opç?es. Sou um jogador de muita versatilidade. Ano passado eu joguei como meia, esse ano eu joguei o mineiro na lateral”.

O jogador também teceu elogios, falou da saudade de atuar oficialmente e falou sobre a importância da parada da Copa das Confederaç?es para o elenco do Tricolor de Aço. “Todo jogador quer jogar. A gente ficou bem feliz com essa parada. Foi muito boa para dar uma recuperada. Agora é pensar em fazer um ano bom pelo Fortaleza”.

Na partida contra o Rio Branco/AC, Lazaroni deu a assist?ncia para o segundo tento da equipe leonina, marcado por Ruan. O gol deu a liderança provisória do Grupo A para o Fortaleza. O meio campista falou sobre a colocaç?o do clube na competiç?o. “Difícil n?o é chegar a liderança, o difícil é se manter lá. Mas a gente tá mantendo o ritmo forte nos treinamentos e o importante é continuarmos o que a gente tá fazendo”.


guaramiranga - 3-7-13 em 11:27 AM

Titular do Fortaleza desde o ano passado, o volante Esley iniciou a coletiva ressaltando o bom trabalho que o treinador Hélio dos Anjos vem fazendo no Tricolor de Aço. “O Hélio procura tirar o melhor de todo jogador. Ele exige uma marcaç?o forte e a gente v? que tá dando resultado. Muito empenho e que todos tenham a consci?ncia de marcar sem a posse de bola”.

No sábado o Fortaleza Esporte Clube enfrenta o CRB/AL em Sobral. Muitas caravanas, além de torcedores com carros particulares ir?o a cidade interiorana para apoiar o Le?o no confronto contra a equipe alagoana.
“Sempre falo para os jogadores que chegam aqui de um jogo em especial que foi o jogo contra o Náutico ano passado. A torcida apoiou demais e isso acabou nos inflamando em campo e acabamos fazendo um jogo perfeito. A gente sabe que o torcedor será fundamental”.


FCOCARLOSBARBOSA - 3-7-13 em 01:33 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
Titular do Fortaleza desde o ano passado, o volante Esley iniciou a coletiva ressaltando o bom trabalho que o treinador Hélio dos Anjos vem fazendo no Tricolor de Aço. “O Hélio procura tirar o melhor de todo jogador. Ele exige uma marcaç?o forte e a gente v? que tá dando resultado. Muito empenho e que todos tenham a consci?ncia de marcar sem a posse de bola”.

No sábado o Fortaleza Esporte Clube enfrenta o CRB/AL em Sobral. Muitas caravanas, além de torcedores com carros particulares ir?o a cidade interiorana para apoiar o Le?o no confronto contra a equipe alagoana.
“Sempre falo para os jogadores que chegam aqui de um jogo em especial que foi o jogo contra o Náutico ano passado. A torcida apoiou demais e isso acabou nos inflamando em campo e acabamos fazendo um jogo perfeito. A gente sabe que o torcedor será fundamental”.


Guara é por isso que eu defendo que a nossa torcida tem que abraçar a Instituiç?o FORTALEZA ESPORTE CLUBE e, independente de quem está dirigindo o clube, apoiar de forma incondicional o nosso clube, se associando ou indo aos jogos, pois só assim sairemos dessa séria C, lugar que n?o é nosso.

Para mim é inadmissível uma torcida, que se diz a maior do Estado, só ter um pouco mais de 3.600 sócios fidelidade adimplentes.

Afinal, queremos ou n?o sair dessa famigerada terceirinha?

Nesse momento que todos reivindicam, que tal pormos a m?o na consci?ncia e perguntarmos o que realmente temos feito de efetivo para tiramos o nosso amado clube dessa constrangedora situaç?o.

Lembro-me de uma aç?o n?o muito distante adotada pelo grande tricolor Alessandro Fontenele, onde ele n?o só era sócio, como convencia amigos e familiares tricolores a se associarem; que tal voltarmos a nos unir de novo em prol de um FORTALEZA mais forte.

Para sairmos dessa divis?o n?o basta sermos fortes, temos que ser de AÇO.

[Editado em 3-7-13 por FCOCARLOSBARBOSA]


guaramiranga - 9-7-13 em 11:11 AM

Fabrício iniciou a entrevista sendo perguntado sobre o confronto pela 3? rodada da Copa do Brasil diante da equipe mato-grossense do Luverdense. “Temos objetivos na Copa do Brasil. É uma competiç?o que interessa a todos aqui no Fortaleza. Nosso objetivo é passar para a próxima fase. Nós vamos enfrentar uma equipe qualificada, que é nosso rival na Série C e está fazendo uma boa campanha na Copa do Brasil”.

Capit?o do Tricolor de Aço, o defensor também foi questionado sobre a atual situaç?o do Le?o na Série C. “É apenas o início da competiç?o. Nós iniciamos muito bem, mas sabemos que temos que enfrentar alguns jogos decisivos. Na próxima rodada já temos um clássico contra a equipe do Santa Cruz”.

Sem jogar no Presidente Vargas desde o dia 23 de Maio, os jogadores e a torcida matar?o a saudade do estádio que vem sendo a casa do Le?o. Fabrício falou sobre a expectativa de atuar novamente no PV. “Nós contamos com a torcida, que sempre tá com a gente, seja nos momentos bons ou ruins. Tenho certeza que nossa casa estará lotada. Vamos todos matar a saudade do PV. Ano passado jogamos a Série C lá. É um estádio muito bom de se jogar”.


guaramiranga - 9-7-13 em 11:12 AM

O meio campista Lúcio foi outro atleta do Le?o que concedeu entrevista coletiva. O atleta falou sobre a diferença de postura na Série C para a Copa do Brasil. “É diferente porque temos que evitar tomar gols em casa, pois é uma enorme vantagem para o visitante. Na Série C a gente ataca de um jeito e na Copa do Brasil se ataca muito também, mas com mais cautela para n?o dar a vantagem para o adversário”.

Lúcio também comentou sobre a importância da presença da torcida do Tricolor de Aço na quarta-feira. “O fator torcida em uma competiç?o como a Copa do Brasil é importante. Para todas as equipes que chegam longe o fator casa é primordial. A torcida indo para o estádio cria uma confiança ainda maior em nós jogadores”.


guaramiranga - 11-7-13 em 08:58 PM

O atacante Ruan começou a coletiva de imprensa comentando sobre o empate sem gols contra a equipe do Luverdense. “Foi um jogo muito bom. Vimos que a gente poderia ter saído com a vitória. O grupo todo está confiante e sabendo que a gente fez um bom jogo”.

Formado nas categorias de base do Sport Recife, o avançado do Tricolor de Aço conhece bem o Santa Cruz/PE, adversário do fim de semana. “Jogar contra o Santa Cruz é sempre bom, jogar com a casa cheia lá no Arruda, seja pelo Sport/PE ou pelo Fortaleza. Esse ano assisti pela televis?o o Fortaleza vencendo o Santa Cruz/PE pela Copa do Nordeste e foi muito bom”.

Com dois gols na Série C, o atacante também falou sobre a sua conversa com o treinador Hélio dos Anjos após o empate de ontem.“O professor me elogiou falando que eu tive uma boa participaç?o, me movimentando bem, e que eu estou criando muitas jogadas. É continuar desse jeito que a bola vai entrar. O importante é estar que a bola uma hora vai entrar”.


guaramiranga - 11-7-13 em 08:59 PM

O outro entrevistado da tarde foi o volante Jailton. O atleta do Le?o falou sobre as chances de classificaç?o para as oitavas de final da Copa do Brasil. “Dá pra gente buscar lá fora. A Copa do Brasil é uma competiç?o diferente. Sabemos que dos males o menor foi empatar sem gols. Fora de casa se a gente empatar marcando gols nos dá a classificaç?o e isso é possível”.

Para finalizar a entrevista, o experiente homem de contenç?o do Fortaleza falou da dificuldade de jogar no “Mund?o do Arruda” e dos objetivos do Tricolor de Aço no jogo. “É um jogo muito difícil. Jogar nos domínios do Santa Cruz/PE é complicado. Vamos em busca da nossa regularidade, que é o que está nos dando a liderança. E com todo o respeito ao Santa Cruz/PE, vamos lá para buscar a vitória”.


guaramiranga - 17-7-13 em 01:39 AM

Passagem pela Coreia

“É uma cultura totalmente diferente. Os clubes s?o muito organizados, mas a forma de jogar deles é muito diferente da nossa aqui no Brasil. É muita correria e marcaç?o, e isso dificultou um pouco a minha adaptaç?o. Sem falar que o clima lá é muito frio e a alimentaç?o também é meio esquisita. Ent?o eu resolvi voltar, pois estava com saudade do calor humano do povo daqui, pois lá eles s?o muito frios”, explicou o atacante.

Condiç?o física

“Acho que n?o será problema, pois o pessoal daqui é competente e logo vou estar ? disposiç?o. Vinha treinando fisicamente, mas com bola já faz uns dois meses que eu n?o treino, porque teve a pausa para a Copa das Confederaç?es, e depois disso eu já comecei a preparar a minha volta, coisa que eu tinha acertado com o pessoal de lá”, afirmou Waldison.


guaramiranga - 17-7-13 em 01:39 AM

Briga pela posiç?o

“N?o é porque eu fiz um bom trabalho aqui ano passado, que eu vou chegar e ser titular. É lógico que eu vou buscar o meu espaço, mas isso quem decide é o treinador. E quanto mais dúvida ele tiver melhor, pois aqui tem muita gente boa. O Assisinho está bem, tem o garoto Ruan, que tem muita qualidade, o Jailson, que dispensa comentários, ent?o vai ser uma boa fazer parte desse grupo, e o mais importante é que dessa vez a gente consiga o acesso, e se o professor optar por mim, estou aqui para ajudar”, pontuou.

Opç?o pelo Fortaleza

“Eu tinha outras opç?es, com propostas e tudo mais, porém preferi voltar para o Fortaleza, pois aqui eu me sinto muito bem. Além do mais é uma chance da gente se redimir daquele desastre do ano passado. Nem sempre a gente tem uma segunda chance, e eu estou tendo, ent?o eu quero aproveitar para lutar por esse acesso e esquecer de vez aquilo que aconteceu ano passado”, concluiu o novo reforço leonino.


guaramiranga - 23-7-13 em 05:46 PM

Titular na derrota diante do Brasiliense, Adalberto falou com a imprensa sobre os erros que o Fortaleza tem cometido nos jogos. “Nós vamos corrigir os erros que est?o acontecendo. S?o erros bobos e vamos trabalhar sobre eles durante essa semana. Agora vamos jogar diante do nosso torcedor e esperamos que eles nos apoiem. É trabalhar para ter o resultado positivo e voltar ? liderança”.

O zagueiro foi questionado sobre o que o Fortaleza deve melhorar para retornar a boa campanha, e retornar as primeiras colocaç?es no Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C. “Temos que trabalhar na defesa, no meio de campo e no ataque. S?o erros que estamos conscientes que existem. O Professor Hélio dos Anjos sabe e vai corrigir. Hoje já foi feito um trabalho muito bom”.

O polivalente jogador do Le?o finalizou a coletiva de imprensa comentando e elogiando o treinador do Fortaleza Esporte Clube. “É um treinador capacitado, que sabe dos erros que est?o acontecendo e vai corrigir tudo durante essa semana de atividade”.


guaramiranga - 24-7-13 em 12:15 PM

O lateral direito Carlinhos iniciou a coletiva de imprensa comentando sobre a Série C e o momento em que o Fortaleza Esporte Clube se encontra na competiç?o. “É um campeonato de muitos times fortes. Nós estamos vindo de tr?s derrotas, mas vamos virar esse jogo, com a ajuda e a experi?ncia do professor”.

Carlinhos teve sua primeira chance como titular no jogo contra o Luverdense/MT. O atleta agradou Hélio dos Anjos e esteve novamente no onze inicial no confronto diante da equipe do Brasiliense. O jogador falou sobre a sua titularidade. “Foi fruto de muito trabalho. Vinha trabalhando forte todos os dias e graças a Deus fui titular nesses dois jogos e acabei indo bem”.

Após tr?s partidas seguidas atuando fora de seus domínios, o Fortaleza retorna ao Estádio Presidente Vargas para enfrentar o Treze/PB. O lateral ainda n?o atuou na capital cearense e comentou sobre a sua estreia em Fortaleza. “Atuar em casa é sempre muito bom. Minha estreia n?o foi diante da torcida, mas fui bem. Agora é estrear dentro de casa e mostrar o futebol para o torcedor”.


guaramiranga - 24-7-13 em 12:16 PM

Sempre tendo as suas chances de entrar nas partidas no segundo tempo, o meio campista Erivelton analisou a situaç?o em que o Fortaleza está nesta Série C. “É nessas horas que temos que se juntar, se apoiar um no outro e confiar no grupo. Quando tá bem todo mundo é bom, mas agora temos que se apoiar no elenco que temos. A gente tá focado para reverter essa situaç?o”.

Eriveltou aproveitou a oportunidade para chamar a torcida do Tricolor de Aço para encher as arquibancadas do Estádio Presidente Vargas no jogo contra o Treze/PB. “N?o tem coisa melhor que jogar em casa. A gente chama a torcida para nos apoiar no sábado e fazer um bom jogo para nossa torcida”.


guaramiranga - 24-7-13 em 11:23 PM

No domingo o atacante Maciel teve a sua oportunidade de atuar contra a equipe do Brasiliense no segundo tempo do jogo, mas o atacante n?o teve nenhuma oportunidade clara de marcar. “A oportunidade de gol n?o apareceu no jogo passado, mas eu sigo trabalhando forte nessa semana para dar a opç?o para o treinador”.

O avançado comentou sobre a força do ataque do Fortaleza. Além de Maciel, o Tricolor de Aço tem outras opç?es. Dico, Ruan, Assisinho, Jaílson, Romarinho e agora Waldison.

Maciel falou sobre o nível dos atletas de ataque. “É um nível elevado, temos bons jogadores para o ataque, mas estou trabalhando, buscando meu espaço e quando o professor quiser eu estou ? disposiç?o”.

-----
O cara errou o nome do jogador, que é Francisco Marciel Silva Basilio


guaramiranga - 29-7-13 em 12:16 PM

Em desvantagem no placar por duas vezes e vaiado pela torcida, o Fortaleza precisou mostrar o poder de superaç?o no último sábado, quando venceu o Treze por 3 a 2, de virada, no Estádio Presidente Vargas. Com os tr?s pontos, o Tricolor do Pici subiu para a segunda colocaç?o na tabela e deu trégua ?s cobranças na Série C do Campeonato Brasileiro.
Após a partida, o capit?o da equipe, Fabrício, elogiou a postura dos companheiros e afirmou que o triunfo em casa deixou o grupo muito satisfeito.
O zagueiro espera, agora, que o Fortaleza siga no 'caminho das vitórias' na Terceirona.
- Sofremos dois gols, mas o que importa é a vitória. Mostra que o grupo tem um espírito de superaç?o muito grande. Os tr?s pontos deixam a gente satisfeito. A equipe vem mostrando muita força aqui dentro, com bons resultados, agora queremos embalar na competiç?o - afirmou.


guaramiranga - 30-7-13 em 12:46 PM

Retornando após uma les?o na panturrilha que durou tr?s semanas, o volante Jackson Silva diz já estar a disposiç?o para Hélio dos Anjos. O atleta é uma das opç?es para substituir Esley, que cumprirá suspens?o automática e n?o irá viajar para o jogo. “Estou voltando de uma les?o na panturrilha e já estou no trabalhando com bola. Trabalhei esses dias para ter condiç?es de jogo. Se o professor Hélio quiser contar comigo para sábado eu estou ? disposiç?o, até para ajudar o time devido a aus?ncia de Esley”.

O volante também comentou sobre a dificuldade do jogo contra o Luverdense, equipe que eliminou o Tricolor de Aço na Copa do Brasil. “É um jogo bastante competitivo. Eles tem uma boa equipe com atletas de muita qualidade. Nos últimos anos eles v?m fazendo bons trabalhos. Nós já os conhecemos e o professor vai trabalhar no sentido de neutralizá-los”.


guaramiranga - 30-7-13 em 12:47 PM

O lateral esquerdo iniciou a coletiva de imprensa falando sobre a importância da vitória no fim de semana e comentando sobre a equipe do Luverdense/MT. “A gente voltou a vencer e isso é muito importante, pois dá uma moral grande para o grupo. Agora vamos enfrentar o Luverdense e esperamos surpreende-los lá, pois já temos um bom conhecimento da equipe deles”.

Outro assunto comentado pelo jogador foi o equilíbrio do Grupo A, onde o Fortaleza ocupa a 3? posiç?o com 13 pontos conquistados, apenas um ponto atrás do líder Sampaio Corr?a/MA.. “Estamos em um grupo bastante difícil. Ontem o Baraúnas/RN venceu o Santa Cruz/PE por 2x0 lá no Arruda. Isso é o futebol. Agora temos que conquistar uma sequ?ncia de vitórias na competiç?o”.

No fim da coletiva, Marinho Donizete comentou sobre a possibilidade de ter condiç?o de atuar no fim de semana. “Estou na melhor forma possível. Eu vinha jogando e jogador quer sempre estar jogando. Tive uma les?o que foi tratada pelo DM do clube, fiz alguns trabalhos específicos com o professor Roger Gouveia e se o Hélio quiser já posso jogar”.


guaramiranga - 9-8-13 em 11:39 AM

Artilheiro do Fortaleza no ano com 20 gols marcados, oito deles na Série C, onde é o goleador da competiç?o, Assisinho iniciou a entrevista falando sobre especulaç?es acerca do futuro dele no Fortaleza. Um site de futebol nacional publicou matéria dando conta de que o jogador estaria acertando com o kanal. O atacante fez quest?o de desmentir a notícia na coletiva de imprensa, afirmando que quer continuar no Le?o. “Surgiu essa notícia recentemente e eu fiquei sabendo pelo meu empresário. N?o existe nada disso, por isso estou aqui. Sou profissional e tenho contrato com o Fortaleza até o fim do ano. Vou cumprir e com muitas possibilidades de renovar e continuar aqui. Estou no melhor momento da minha carreira e da minha vida, o clube me acolheu muito bem, e quero contribuir para o nosso acesso”.

O jogador também fez uma análise do confronto contra o Sampaio Correia, líder da competiç?o e próximo adversário do Fortaleza. “A gente sabe que é o líder do nosso grupo e que será um jogo muito difícil, mas estamos com um padr?o de jogo muito bom e podemos buscar pontos lá”.


guaramiranga - 9-8-13 em 11:40 AM

No fim de tarde desta quinta-feira, após o trabalho regenerativo nas depend?ncias do clube, a dupla de ataque do Tricolor de Aço concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa Carlos Rolim Filho.

Waldison iniciou a coletiva de imprensa falando sobre a importância da vitória diante da equipe do Cuiabá e fazendo uma breve análise da situaç?o do Fortaleza Esporte Clube. “Foi muito importante, pois a gente tava precisando de uma vitória nesse momento e acabamos vencendo um dos líderes, mas apesar dos tr?s gols marcados foi uma partida muito difícil”.

O atacante do Tricolor de Aço ressaltou a importância que o novo comandante Luiz Carlos Martins terá na campanha do Le?o daqui pra frente. “O elenco teve apenas um dia e meio com ele, mas o ele já mostrou pra todos que é competente e que veio para somar e vai somar muito para o Fortaleza”.

Atuando do lado de Assisinho desde o ano passado, a dupla foi reeditada em 2013 contra o Treze/PB. De lá pra cá foram cinco gols marcados em tr?s partidas pela dupla de ataque do Tricolor. “N?o tem segredo. Nós jogamos o Campeonato Brasileiro do ano passado quase todo juntos, quando n?o era ele era o Jaílson. É um jogador de muita qualidade e a gente se conhece muito bem, por isso acaba dando tudo certo”.


guaramiranga - 14-8-13 em 04:25 PM

Jailton iniciou a coletiva de imprensa falando sobre a derrota no último fim de semana. Titular no confronto, o volante acabou sendo substituído por Jackson Silva na metade da segunda etapa. “Foi um jogo difícil, com um adversário qualificado, jogando dentro de seus domínios. Fomos prejudicados de alguma forma, com o campo grande, o gramado muito fofo, que pelo menos eu senti bastante. Além disso a arbitragem deixou de marcar alguns lances a nosso favor”.

O atleta do Le?o também fez uma análise do que o Fortaleza tem que fazer para obter a classificaç?o para a próxima fase da competiç?o. “É um campeonato bem difícil, a gente v? a disputa dentro do nosso grupo ponto a ponto. A diferença entre os clubes é muito pouca. Temos que buscar o equilíbrio nessa segunda parte para entrar no G4 e classificar”.

No domingo o Fortaleza enfrenta o Baraúnas/RN, vice-lanterna do Grupo A. Porém, Jailton garantiu que n?o será um jogo fácil. “Vamos jogar com uma equipe difícil e que está no nosso mesmo grupo e competiç?o. Eles v?m para cá para buscar pontos, procurar tirar pontos nosso. A situaç?o deles n?o é boa, mas vemos vários casos de equipes que est?o mal, mas vencem fora de casa. Será difícil”.


guaramiranga - 14-8-13 em 04:25 PM

No jogo contra o Sampaio Corr?a o volante do Tricolor de Aço entrou na segunda etapa e foi bastante elogiado pela atuaç?o. Retornando após les?o, o jogador falou sobre o seu retorno aos gramados. “Fiquei feliz pela volta após a minha les?o. Eu procurei fazer o melhor no sentido que o professor Luiz Carlos pediu pra mim. Espero poder estar novamente no jogo contra o Baraúnas/RN”.

Os próximos dois jogos do Fortaleza ser?o em casa, no Presidente Vargas. Jackson Silva falou sobre a importância de pontuar nesses dois jogos e chamou a torcida do Le?o para comparecer em peso ao PV. “Precisamos pontuar nos próximos dois jogos. Estamos considerando esses dois jogos como decisivos para levantar nosso moral e manter o foco no nosso objetivo que é ficar entre os quatro. Peço para a torcida do Fortaleza que compareça nesses dois jogos para tentarmos conquistarmos todos os pontos”.


guaramiranga - 28-8-13 em 11:28 AM

Para a coletiva de imprensa desta terça-feira (27), a assessoria de imprensa do Fortaleza Esporte Clube chamou o atacante Assisinho e o zagueiro Eduardo para conversarem com os setoristas que cobrem o dia a dia do clube.

No fim de semana o atacante Assisinho marcou de cabeça o gol do Fortaleza no empate diante do Águia/PA. O atleta falou sobre a dificuldade do jogo de domingo.
“A gente sabia da dificuldade lá na cidade de Marabá, do campo pequeno e do sol forte. Mas s?o desafios para quem quer chegar lá na frente e no próximo domingo já temos outro grande jogo”.

Com 11 gols na Série C e 24 marcados no ano de 2013, o avançado é o segundo jogador que mais marcou gols em território nacional. Apenas William da Ponte Preta/SP marcou mais gols que Assisinho. O jogador creditou a boa fase a todos os seus companheiros.
“É a melhor fase da minha vida e estou aproveitando ao máximo aqui no Fortaleza. É fruto de um trabalho junto com o grupo e com a comiss?o técnica”.

Tendo o nome sempre especulado em outros clubes, Assisinho fez quest?o de ressaltar mais uma vez que ficará no Fortaleza, no mínimo, até o final do ano de 2013. “Apareceu uma proposta, mas eu dei a minha palavra para o Daniel Frota que eu vou cumprir o meu contrato até o fim”.

Eduardo

Quem também concedeu entrevista coletiva foi o zagueiro Eduardo. Titular desde o confronto contra o Baraúnas/RN, o jogador falou sobre o entrosamento com o restante do elenco do Le?o.
“Estou procurando dentro dos jogos e treinamentos o entrosamento com o restante da equipe. Isso vem com trabalho e com os jogos e nesse tempo que teremos vamos tentar aperfeiçoar ao máximo esse ponto”.

Experiente na competiç?o, o defensor fez uma breve análise do que o Fortaleza tem que fazer na competiç?o para conseguir a classificaç?o para o mata-mata.
“S?o jogos bastante difíceis. O grupo A está muito equilibrado e temos que jogar fora de casa buscando pontuar e quando jogarmos dentro de casa n?o podemos perder pontos”, finalizou o jogador que conquistou o acesso pelo Oeste/SP em 2012


guaramiranga - 29-8-13 em 12:54 PM

No fim de tarde desta quarta-feira (29) a assessoria de imprensa do Fortaleza Esporte Clube chamou o meio campista Joilson e o lateral esquerdo Marinho Donizete para conversar com a imprensa que cobre o dia a dia do clube. Em pauta o atual momento do clube na competiç?o, além do jogo do fim de semana.

Peça muito importante no elenco do Tricolor de Aço, o jogador Joílson iniciou a coletiva de imprensa falando sobre a importância do jogo de domingo e de pontuar fora de casa. “Estamos encarando o jogo de domingo como uma decis?o. Desde que eu cheguei foi a primeira vez que conseguimos pontuar fora de casa. Agora é seguir essa liç?o e ir pra lá para buscar pontos. Jogamos no domingo em uma dificuldade e conseguimos pontuar”.

O polivalente jogador também comentou sobre o adversário do fim de semana, que possui 20 pontos, tr?s a menos que o Fortaleza, e se encontra atualmente na 5? posiç?o do Grupo A. “Quem quer chegar longe precisa jogar bem fora de casa. O CRB/AL vem em uma crescente e encorpando mais nas ultimas semanas, mas a gente também está numa fase boa”.

Marinho Donizete

O lateral esquerdo titular do Tricolor de Aço analisou o Grupo do Fortaleza na competiç?o e pontuou sobre a atual fase do clube na competiç?o. “O nosso grupo tá bastante embolado e o importante é estar sempre pontuando. Estamos em uma crescente, vindo de duas vitórias e um empate e a gente tem que manter a regularidade”.

Com a mudança de esquema tático do Le?o, o jogador agora é ala esquerdo e tem mais liberdade para atacar. O jogador foi perguntado se havia uma prefer?ncia por essa posiç?o em específico. “Quero estar entre os onze que iniciam independente de onde jogar. Procuro sempre ajudar o Fortaleza da melhor forma que eu puder”.

No fim da entrevista o jogador fez uma breve análise do jogo do fim de semana, analisando a equipe do CRB/AL, adversário do Le?o no domingo. “Vai ser uma partida bastante difícil. Temos que entrar ligados pois o CRB/AL tem uma boa equipe e vamos com um único objetivo que é pontuar”.


guaramiranga - 30-8-13 em 12:13 PM

Na busca por reforçar e qualificar o elenco, a diretoria do Fortaleza Esporte Clube acertou a contrataç?o do volante Heleno. O atleta desembarcou na capital cearense nesta quinta-feira e já assinou contrato com o Le?o. Após o treinamento a assessoria de imprensa do clube apresentou o atleta para os jornalistas e radialistas que cobrem o cotidiano do clube.

O jogador iniciou a coletiva de imprensa falando sobre o acerto com o Tricolor de Aço, que durou pouco mais de uma semana para ser finalizado. “Eu decidi juntamente com a minha família vir para o Fortaleza. Estou muito feliz e espero alcançar os objetivos do clube e meus objetivos pessoais”, relatou.

Na tarde de hoje o volante já assinou contrato com o Fortaleza. Para o fim de semana o jogador diz já estar a disposiç?o do treinador Luis Carlos Martins, caso queira escalá-lo. “Estou bem, jogando constantemente. Esse ano eu joguei todos os jogos como titular pela Penapolense/SP e se o professor precisar de mim eu estou pronto para jogar no fim de semana”.

Experiente no mundo do futebol, Heleno já teve a oportunidade de atuar com alguns jogadores do elenco, além de conhecer outros por ter jogado contra. O jogador fez uma breve análise do atual elenco do Tricolor de Aço. “Um grupo bom que tá querendo chegar longe na competiç?o. N?o é a toa que é o líder do grupo. Estou vindo em um momento bom e o clube também”.

Muito aguerrido dentro das quatro linhas, o volante comentou sobre a expectativa de fazer sucesso no Fortaleza Esporte Clube. “Eu quero muito mostrar o meu valor aqui, pretendo fazer história aqui também, como mostrei em outros clubes do futebol brasileiro por onde passei. Para conseguir eu preciso fazer o que o treinador quer e dar meu sangue dentro de campo”.


guaramiranga - 1-9-13 em 04:40 PM

A mais nova contrataç?o do Fortaleza, o lateral direito Boiadeiro, foi apresentado oficialmente na tarde desta sexta feira, após realizar o seu primeiro treino no Parque dos Campeonatos. Na coletiva de imprensa externou toda sua felicidade em vir defender o Le?o.

Indagado sobre o seu sentimento em vestir a camisa do Fortaleza, após fazer história no maior rival, Boiadeiro respondeu com naturalidade: “Normal, mas realmente muito feliz pelo convite e por estar aqui. Fui bem lá no kanal, mas isso já passou, agora é trabalhar e como sempre faço por onde passo, vou dar o meu sangue pelo Fortaleza”, afirmou.

O novo reforço do Fortaleza estava jogando no Joinville de Santa Catarina, que disputa a Série B do Brasileiro. Sobre a sua condiç?o física o mesmo explicou: “Há alguns dias eu vinha treinado em separado, mas se o professor quiser no jogo contra o Santa Cruz eu estarei pronto para ajudar”.

Thiago Xavier da Rosa é o nome do lateral contratado pelo Le?o, e perguntas sobre a origem do apelido “Boiadeiro” foram inevitáveis. “É desde criança que me chamam assim. É que eu andava muito pelos sítios com o meu pai lá no Rio de Janeiro, com chapéu e tudo mais, ent?o falavam que eu era o filho do boiadeiro, depois ficou só Boiadeiro mesmo e pegou até hoje”, explicou.

Boiadeiro realizou treinos físicos com os preparadores Roger Gouveia e Celso Santos nesse primeiro dia no Pici. Amanh? o jogador volta a trabalhar a parte física no Parque dos Campeonatos.


guaramiranga - 5-9-13 em 12:17 PM

No fim de tarde desta quarta-feira (04) a assessoria de imprensa do Fortaleza Esporte Clube convocou o atleta Boiadeiro para conceder entrevista coletiva para a imprensa que cobre o dia a dia do clube. Já regularizado, o jogador falou sobre a expectativa de poder estrear no fim de semana

Na tarde de ontem o atleta já foi regularizado pelo competente e ágil Departamento de Futebol do Fortaleza Esporte Clube e já está a disposiç?o para atuar no fim de semana. “Feliz de já estar regularizado. Eu já estou trabalhando há uma semana e se o professor quiser, eu já estou a disposiç?o para jogar no domingo”.

Podendo fazer a sua estreia com a camisa do Fortaleza em um clássico diante do Santa Cruz, o lateral direito comentou sobre a sua expectativa de atuar no decisivo jogo. É um jogo de seis pontos. Nada melhor que poder estrear em um clássico nordestino. É uma situaç?o que todo mundo quer jogar, eu quero jogar. Mas para eu atuar, dependo da comiss?o técnica”.

Apresentado oficialmente como jogador do Fortaleza na última semana, o jogador vem trabalhando fisicamente e tecnicamente desde a última sexta-feira. O jogador falou sobre a preparaç?o e se estará 100% para domingo. “Tenho trabalhado em dois períodos e até o fim de semana estarei melhor na parte física. Digo que n?o estarei 100%, mas muito próximo disso e pronto para jogar”.

Contratado com a expectativa de um bom futebol por parte dos torcedores, Boiadeiro falou em ajudar o Fortaleza no acesso para a Série B. “A expectativa que o torcedor tem é grande, mas a minha também é. Vou entrar e fazer o que sei fazer melhor, levar pra cima dos adversários e vou ajudar bastante os meus novos companheiros para tentar o acesso”.


guaramiranga - 11-9-13 em 11:17 AM

Iniciando a coletiva de imprensa, Adalberto fez uma breve análise das partidas restantes da Série C. “S?o cinco jogos e nós temos que ir para buscar 5 vitórias. O nosso objetivo é classificar, seja em 1? ou em 4? lugar. Se conseguirmos a classificaç?o, depois é outro campeonato que vamos disputar”.

No jogo do fim de semana o zagueiro foi improvisado na lateral e teve uma atuaç?o muito boa, elogiada por todos. Sobre o seu desempenho, o jogador fez quest?o de ressaltar a força do grupo do Fortaleza. “N?o só eu, mas o grupo todo foi muito bem. Graças a Deus conseguimos essa vitória, que estávamos merecendo muito, pois trabalhamos muito para isso. O grupo está muito forte. Boiadeiro e Heleno chegaram e já se adaptaram bem com o grupo”.

Polivalente, o zagueiro Adalberto também pode atuar como volante e lateral esquerdo. Sendo assim, o jogador dá um leque maior de opç?es para o treinador Luiz Carlos Martins escalá-lo. “Vou continuar trabalhando forte como sempre trabalho e se surgir uma oportunidade de zagueiro, lateral ou volante eu vou querer aproveitar de novo a chance que for dada”.


guaramiranga - 11-9-13 em 11:19 AM

Contratado na última semana para suprir uma posiç?o que o Fortaleza está carente de opç?es, o lateral esquerdo Adriano Chuva veio do Marcílio Dias/SC e falou sobre a oportunidade de jogar em um clube de tanta tradiç?o. “É uma grande oportunidade para mim. Atuar aqui no Fortaleza será a principal chance da minha carreira e quero fazer tudo para agarrar com unhas e dentes”.

Na tarde desta terça-feira o lateral já treinou normalmente, havendo a possibilidade de ser utilizado no fim de semana, caso seja desejo do treinador LC Martins. O jogador falou como o treinador pode escalá-lo. “Jogo mais como ala, mas ultimamente eu jogo na linha de 4 defensores também e até de 3? zagueiro. O jogador de futebol que sempre vir para jogar e eu n?o vim para cá para ser só mais um”.

No fim, o lateral esquerdo falou sobre as suas características que o credenciaram a ser contratado pelo Fortaleza Esporte Clube para o restante da Série C. “Minha principal virtude é ser ofensivo, agredir o adversário pelo lado esquerdo, o cruzamento e até finalizar quando dá. Mas como eu já disse ultimamente eu tenho aprendido também a marcar bastante”.


guaramiranga - 13-9-13 em 01:38 PM

Encerrado o treinamento da tarde desta quinta feira, a assessoria de imprensa do Fortaleza Esporte Clube convocou o meio campista Joilson e o atacante Assisinho para a entrevista coletiva na sala de imprensa Carlos Rolim Filho. Na ocasi?o, o avançado do Tricolor de Aço fez quest?o de ressaltar que o pensamento do momento é o jogo de domingo, contra o Brasiliense, um concorrente direto na briga por uma vaga no G-4.


Peça importantíssima do elenco do Tricolor de Aço, o meio campista Joilson é sempre utilizado pelo treinador Luiz Carlos Martins no decorrer dos jogos. Para domingo, o Fortaleza terá os desfalques de Esley e Jackson Caucaia. Sendo uma das opç?es, Joilson falou sobre a possibilidade de atuar no onze inicial. “O professor ainda n?o definiu a equipe que vai jogar e deve fazer isso amanh?. Se eu tiver a oportunidade eu vou dar o máximo para ajudar o Fortaleza”.

Nesta última semana a diretoria do Fortaleza reforçou e qualificou o elenco com a contrataç?o de dois meio campistas, a mesma posiç?o de Joilson. O jogador comentou sobre a força do atual elenco do Tricolor de Aço e dos próximos desafios. “O grupo tá trabalhando muito forte e chegaram alguns para nos ajudar mais. Chegou o Celsinho, o Danilo Rios que jogou comigo no Gr?mio e o Adriano Chuva. Agora s?o mais cinco decis?es pela frente e a primeira já é no jogo de domingo”.


guaramiranga - 13-9-13 em 01:38 PM

Artilheiro da Série C com 11 gols, o atacante Assisinho n?o quis falar de outro assunto na coletiva, que n?o fosse o duelo contra o time candango, marcado para domingo, 16 horas, no PV. "Nós vamos ter que lutar muito, jogar com inteligencia e cumprir o que o professor determinar, porque esse jogo será muito difícil. Eles ganharam no meio da semana e entraram na briga pela classificaç?o, por isso todo cuidado é pouco", alertou.

Sobre a preparaç?o da semana, direcionada para o importante compromisso, Assisinho elogiou o trabalho da comiss?o técnica: “Contra um adversário direto como o Brasiliense a gente n?o pode perder ponto de forma alguma. Treinamos muito bem na semana anterior ao jogo do Santa Cruz e o resultado veio. Essa semana a preparaç?o está sendo ainda melhor. Vamos buscar os tr?s pontos e contamos com a presença da nossa torcida mais uma vez”, pontuou.

No jogo contra o Santa Cruz, Assisinho foi substituido ainda no primeiro tempo. Indagado sobre o que houve, ele explicou: "Eu já havia entrado em campo com um pouco de dor de cabeça. Depois daquela pancada eu n?o estava me sentindo bem, ent?o pedi pra sair, porque daquele jeito eu n?o ia render. Felizmente o Ruan estava iluminado e fez os dois gols. Agora vamos ver se a gente entra bem concentrado e consegue esses tres pontos, porque dentro de casa n?o podemos perder pontos", finalizou.


guaramiranga - 18-9-13 em 11:22 AM

Para a coletiva de imprensa desta terça-feira (17) o atacante Waldison foi convocado pela assessoria de imprensa do clube para conversar com os jornalistas e radialistas que cobrem o dia a dia do clube.

O primeiro assunto abordado pelos setoristas do clube foi o decisivo jogo do fim de semana diante do Treze/PB. Waldison comentou sobre a importância de um bom resultado no jogo. “Jogo complicado. Como a gente tem sempre falado os jogos restantes s?o todos confrontos diretos. N?o conseguimos os tr?s pontos no domingo e agora vamos buscar pontuar fora de casa. Vai ser muito difícil. A equipe deles está numa crescente muito boa nos últimos jogos”.

Um dos dois gols marcados pelo atacante no último final de semana foi em uma cobrança de penalidade, que normalmente é batida por Assisinho, mas Waldison converteu a penalidade em gol e explicou a situaç?o ? imprensa. “Eu gostaria de esclarecer aqui que n?o existiu nenhum problema. Eu me dou muito bem com Assisinho, somos grandes amigos e n?o houve discuss?o alguma. O meio de comunicaç?o que falou isso e quem falou foi muito infeliz. A gente sempre treina muitos p?naltis, eu, Assisinho e o Guaru e estamos revezando nas cobranças”.

Tendo um poderio ofensivo muito forte, com Waldison, com 4 gols marcados, Assisinho com 11 e Ruan com 6, o Fortaleza é o atual melhor ataque da competiç?o com trinta e tr?s gols marcados. O atacante falou sobre o assunto. “O time está fazendo muitos gols. Se n?o é o Assisinho é o Ruan, se n?o é ele sou eu marcando. A quest?o de jejum de algum de nós n?o é muito importante n?o”.

Com uma campanha de altos e baixos na Série C, o Fortaleza ainda briga para conseguir a classificaç?o. Remanescente da campanha da Série C do ano passado, o atacante fez um breve paralelo entre as duas campanhas. “Ano passado fizemos uma excelente campanha e n?o conseguimos o acesso. Esse ano estamos fazendo uma campanha um pouco mais irregular, mas conseguindo a difícil classificaç?o no grupo e conquistando o acesso, que é o que desejamos, nada disso vai ser importante”.


guaramiranga - 25-9-13 em 11:44 AM

No fim de tarde desta terça-feira a assessoria de imprensa do clube convocou o zagueiro Eduardo para conversar com a imprensa. Após o trabalho regenerativo realizado nesta tarde com os jogadores que atuaram no fim de semana, o defensor concedeu entrevista coletiva. Em pauta os decisivos jogos das próximas semanas.

Luverdense/MT, Cuiabá/MT e Sampaio Correa/MA. Esses s?o as tr?s próximas decis?es que o Fortaleza Esporte Clube enfrentará no Grupo A da Série C antes do término da 1? fase. “Ser?o tr?s jogos decisivos que teremos pela frente, mas antes dos outros temos o Luverdense/MT pela frente e vamos focar neles e trabalhar forte nessa semana para nos sairmos bem”.

Uma das vantagens que o Fortaleza tem em relaç?o aos adversários é poder atuar por duas vezes dentro dos seus domínios com dois adversários diretos na briga pela classificaç?o. O defensor comentou sobre o assunto. “O torcedor vai cobrar vitórias e é o que queremos. Temos dois jogos em casa e temos que impor nosso ritmo de jogo para vencer bem e continuar na briga pelo acesso”.

No jogo contra o Treze/PB o atacante Assisinho n?o pôde atuar devido a dores musculares. Porém hoje o atacante trabalhou fisicamente no Parque dos Campeonatos e o zagueiro Eduardo ressaltou a importância do artilheiro da Série C com 11 gols e de todo o grupo. “É um jogador importante, de muita qualidade e que vem nos ajudando muito durante o campeonato. Esperamos ter n?o apenas ele, mas todos os jogadores do elenco a disposiç?o para sábado”, finalizou.

-----------
O Eduardo diz que é preciso impor o ritmo de jogo.
Mas aquele ritmo mostrado contra o Treze, com aquela tremenda falta de disposiç?o e de vontade é perfeitamente dispensável.

Queremos um time combativo, aguerrido, vibrante e forte.


guaramiranga - 26-9-13 em 12:41 PM

Titular desde que chegou ao clube, o volante Heleno é o atual c?o de guarda de confiança do treinador LC Martins. O experiente jogador foi a sala de imprensa Carlos Rolim Filho para conversar com jornalistas e radialistas que cobrem a rotina de treinos no Parque dos Campeonatos

Para a coletiva desta quarta-feira (25) a assessoria de imprensa do Fortaleza convidou o volante Heleno para conversar com os radialistas e jornalistas que cobrem o clube. A pauta principal foi a preparaç?o para o jogo decisivo do final de semana.

Atualmente o Fortaleza está no grupo dos quatro que se qualificam para a próxima fase da Série C. O clube tem difíceis e decisivos jogos pela frente, entretanto Heleno demonstrou confiança e reiterou que o Fortaleza só depende dele para passar de fase. “O pensamento n?o só meu, mas de toda a equipe é que temos que ir jogo a jogo. Hoje só dependemos de nós e da nossa torcida para irmos bem. Se nós pensarmos apenas nos outros times, estaremos fazendo a coisa errada”.

Décimo segundo jogador, a torcida do Fortaleza vem fazendo bonito nesta Série C. e está sempre apoiando o clube no Presidente Vargas. O volante aproveitou a coletiva de imprensa para chamar a massa para encher as arquibancadas no sábado.
“Nos restam tr?s jogos, sendo dois em casa. Junto com a torcida, que eu peço que ela vá nos apoiar. Esse é o momento. N?o temos que pensar no ano que vem, mas sim nesses tr?s jogos. Espero que a torcida vá nos apoiar para nos dar força”.

Por ter jogado muitas decis?es em sua carreira, Heleno explicou a diferença do importante jogo de sábado para um jogo normal.
“É uma decis?o. E decis?o é para se jogar com o coraç?o e com muita vontade. Se entrarmos dedicados e com raça podemos encurralar o adversário e ficar próximos do bom resultado”.

No fim da coletiva, o experiente jogador falou da confiança que todo o grupo tem no treinador Luiz Carlos Martins para escalar o time para sábado (28). “O treinador Luiz Carlos Martins tem todo o aval do elenco para escolher os jogadores certos para atuar nessa batalha que será o jogo de sábado”.

-------------
É isso que a torcida pede há um longo tempo:
Nós também queremos um time que nos d? apoio, alguma contrapartida, mostrando um mínimo de vontade, determinaç?o e organizaç?o.
Queremos um time combativo, aguerrido, vibrante e forte!


guaramiranga - 1-10-13 em 10:38 AM

Autor do gol salvador que deu a liderança do Grupo A para o Fortaleza, o zagueiro Eduardo explicou para a imprensa o lance do gol marcado aos 46 minutos da segunda etapa. “Quando Esley tocou a bola para mim eu dominei e vi um espaço vazio. Decidi arriscar e chutei, a bola desviou no zagueiro adversário e enganou o goleiro deles. O que mostrou que a gente jogou com muita garra e em nenhum momento desistiu”.

Após o gol a torcida do Tricolor de Aço que foi em bom número explodiu na arquibancada do PV. O defensor falou sobre a importância do torcedor no momento decisivo em que o Fortaleza se encontra. “A gente fica contente demais com o reconhecimento que o torcedor nos passa. Est?o sempre enchendo o estádio e quando estamos dentro de campo eles procuram nos apoiar muito e isso nos ajuda”.

Com os resultados favoráveis de domingo, o Fortaleza seguiu no topo da tabela. Entretanto Eduardo ressaltou a importância de um resultado positivo no próximo domingo diante do Cuiabá. “Os resultados do fim de semana nos ajudaram e nos deixaram na liderança, mas o grupo ainda está muito embolado, todo mundo muito próximo um ao outro e n?o podemos vacilar. Vamos para Cuiabá para buscar a vitória”.


guaramiranga - 1-10-13 em 10:39 AM

Titular no fim de semana, Flávio teve boa atuaç?o na partida que deu a liderança provisória para o Fortaleza no Grupo A. O jogador falou sobre a partida e sobre a vitória conquistada. “Foi um jogo de muitos nervos, mas foi um jogo muito bom. A vibraç?o que a torcida passou, nos apoiando a todo momento. Foi bom pela forma que foi, com um gol no fim do jogo. Do jeito que o campeonato está um empate ou uma derrota faria uma diferença enorme e essa vitória foi essencial”.

Na Série C, o goleiro atuou em tr?s partidas como titular. Nas tr?s oportunidades o Fortaleza obteve resultados positivos. Contra o CRB/AL e contra o Rio Branco/AC o goleiro ainda n?o tinha tomado nenhum gol. Após alguns jogos no banco de reservas, o jogador foi questionado se sentiu falta de ritmo de jogo. “N?o senti n?o. Eu me preparei demais para o jogo e também o lado psicológico. Estava com o pensamento muito bom e positivo para o jogo de sábado”.


guaramiranga - 2-10-13 em 11:54 PM

Para a coletiva de imprensa nesta quarta-feira a assessoria de imprensa do Fortaleza Esporte Clube convocou o lateral direito Boiadeiro para conversar com os setoristas do clube. Em pauta o atual momento do Tricolor de Aço na competiç?o, o decisivo jogo do fim de semana e a mudança do jogo que encerra a fase classificatória para o Castel?o.

Atual líder do Grupo A, o Fortaleza vive um bom momento após a emocionante vitória diante do Luverdense/MT no último final de semana. Boiadeiro falou sobre a boa fase em que o Le?o atualmente se encontra. “Nosso time vem em uma crescente boa. No próprio jogo contra o Treze nós fizemos um primeiro tempo muito bom. No domingo nós iniciamos tomando um gol, mas cumprimos com o nosso objetivo que foi vencer o jogo. O time vem jogando bem nos últimos jogos”.

Com 26 pontos conquistados na Série C o Cuiabá atualmente ocupa a zona de rebaixamento. Porém a equipe vem de resultados positivos e ainda tem chances matemáticas de classificaç?o para a próxima fase. O lateral direito leonino comentou sobre a dificuldade do jogo. “Muito difícil. Eles t?o com 26 pontos, na briga e vai ser o jogo da vida deles. Já atuei lá e sei que o campo n?o é muito bom, que o estádio é pequeno e vai ser complicado. Mas eles v?o para o jogo e para isso devem nos dar espaço. Vai ser o jogo de quem errar menos”.

No próximo domingo o Fortaleza encerra a fase classificatória diante do Sampaio Correa/MA. Porém o jogo n?o será no PV, mas sim no Castel?o. Boiadeiro repercutiu a mudança do local do jogo. “Independente de onde seja o jogo, temos que pensar primeiro no Cuiabá. Mas para o próximo domingo será legal ver um castel?o lotado de torcedores. É um estádio com um campo bom, muito bonito. N?o vai nos atrapalhar de forma alguma”.


guaramiranga - 9-10-13 em 11:30 AM

Para a sala Carlos Rolim Filho a assessoria de imprensa do Fortaleza Esporte Clube convidou o atacante Assisinho para conversar com os setoristas do clube. Em pauta o decisivo jogo do fim de semana.

Novamente a disposiç?o do treinador Luiz Carlos Martins, o atacante Assisinho iniciou a coletiva de imprensa comentando sobre o jogo mais importante do Fortaleza no ano de 2013. “A gente sabe que o jogo é uma decis?o e temos que entrar com muita sabedoria e intelig?ncia. Temos a semana inteira para trabalhar com o professor Luiz Carlos Martins e conseguirmos o nosso objetivo. Peço o apoio do nosso torcedor do início ao fim do jogo”.

No empate contra o Cuiabá o Fortaleza teve uma nova dupla de ataque. Robert entrou no lugar de Assis e abriu o marcador no confronto. Perguntado se o Le?o iria atuar com os tr?s na linha de frente, Assisinho deixou a pergunta para o treinador. “Vou deixar essa pergunta para o Luiz. Acho que uma dor de cabeça como essa todo mundo quer ter. O que temos que fazer é trabalhar forte para ter todo o elenco com condiç?o de ajudar”.

Há duas semanas atrás o atacante desfalcou o Le?o no jogo contra o Treze/PB devido a um desconforto muscular. Após ser poupado, o atleta atuou contra o Luverdense e ficou de fora contra o Cuiabá. O jogador declarou que n?o há mais com o que se preocupar. “Essa semana deu para eu descansar muito bem. Teve essa maratona de jogos apareceu um desconforto muscular, mas agora estou totalmente pronto para jogar”.


guaramiranga - 13-5-14 em 10:14 PM

Na reapresentaç?o do elenco tricolor, na tarde desta terça-feira (13), o artilheiro do Brasil e autor do gol da vitória por 1 a 0 em cima do Águia, que marcou o fim do "tabu do empate" com o time paraense, Robert esteve na Sala de Imprensa falando sobre sua boa fase vivida na equipe leonina, a artilharia do país, o gol marcado aos 42 minutos do 2? tempo, bem como o próximo adversário do Le?o na Série C do Brasileiro.

O atacante tricolor iniciou a coletiva falando sobre o gol que deu a vitória para o Le?o nesta segunda-feira, no PV e o dedicou a todas as m?es tricolores pelo seu dia no último domingo.

"Foi um gol importante, acho que pelo dia das m?es no domingo foi bastante válido, e na festa das m?es aqui no sábado eu falei que ia fazer o gol da vitória e isso aconteceu, fiquei contente. A torcida está de parabéns, que em todo momento nos apoiou, e acho que foi um resultado justo, pelo jogo que a gente fez. Poderia ter sido mais, primeiro tempo tivemos duas chances claras e n?o aproveitamos, mas desde quando cheguei aqui a vitória do Fortaleza é sempre sofrida, sempre no último minutos, tivemos oportunidades pra fazer muito mais", afirmou.

O camisa 9 também falou sobre a sua boa fase vivida na equipe leonina e a confiança que a torcida deposita nele em todas partidas.

"Eu sempre confiei no meu potencial, joguei dez anos fora do Brasil porque eu tive uma coisa boa para oferecer a cada um dos times. Quando vim para o Fortaleza tinha algumas dúvidas e desconfianças, até pela campanha do ano passado, mas isso a gente procura passar por cima, a cada dia com o trabalho. Cada jogo pra mim é o último da minha vida e com isso eu fui conquistando o torcedor e hoje estou feliz, a torcida confia em mim por isso que as coisas est?o dando certo. E sobre a artilharia do Brasil, chega um momento no ano que eu tenho grandes possibilidades de conseguir esse título de goleador, acredito que se eu fizer mais 12 ou 13 gols vai ser difícil alguém alcançar", declarou.


guaramiranga - 13-5-14 em 10:15 PM

Com a bela fase e o bom desempenho do atleta, é natural o assédio dos outros clubes brasileiro. Sobre isso, Robert afirmou que, para sair do Fortaleza, a proposta tem que ser muito boa e que pretende vestir a camisa do Le?o até o final do ano.

"Eu tenho contrato até o final do ano. A gente sabe que o futebol a cada dia muda muitas coisas, hoje estou em uma situaç?o muito boa, sendo reconhecido, ent?o é normal que outros clubes se interessem pelo jogador que está desempenhando o bom futebol. Quando o jogador n?o está bem o clube afasta, rescinde contrato, graças a Deus esse n?o é meu caso, ent?o n?o tenho que me preocupar com isso. Se aparecer alguma coisa eu sou muito livre, muito aberto pra conversar com a diretoria sobre isso, mas para eu sair do Fortaleza hoje tem que ser uma proposta muito boa, porque estou bem aqui e quero ajudar esse time a subir pra série B", destacou.

Para finalizar, o artilheiro falou sobre o próximo jogo do Le?o, contra o CRAC, que acontece neste sábado, ?s 19h, fora de casa.

"Jogamos tr?s jogos difíceis, a Série C é muito competitiva, n?o da pra saber o time que vai sair com a vitória. Ent?o é sempre um jogo difícil, temos que fazer o melhor, como a gente vem fazendo, se empenhando o máximo do primeiro ao último minuto, concentrado. Se continuarmos assim poderemos sair com o resultado positivo", concluiu.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FEC:
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raíssa Feijó


guaramiranga - 29-5-14 em 05:06 PM

Na noite desta quarta-feira (28), o meia tricolor Marcelinho Paraíba esteve na Sala de Imprensa Carlos Rolim Filho, juntamente com o diretor de futebol, Adaílton Campelo esclarecendo as especulaç?es que vinham surgindo de que o jogador iria deixar o Le?o. Na ocasi?o, o atleta falou que irá cumprir o seu contrato até o final do ano e que poderá até renovar para a temporada de 2015.

Antes da palavra do jogador leonino, o diretor de futebol adiantou a perman?ncia de Marcelinho Paraíba e garantiu o fim destas especulaç?es por parte de outros clubes brasileiros. Segundo o dirigente, a torcida pode ficar tranqüila, e caso o Le?o consiga o t?o sonhado acesso ? Série B, Paraíba deve renovar o seu contrato. O jogador ratificou o discurso de Adaílton.

"Eu acredito que sim, eu devo renovar o meu contrato. A conversa que eu tive com o Adaílton foi boa e se Deus quiser vou permanecer aqui e com o fortaleza na Série B. Hoje vou dormir mais tranquilo e voc? pra jogar em um clube tem que estar feliz e tranquilo, agora é focar no jogo de sábado, um jogo difícil. Deixar bem claro que temos que continuar com a mesma humildade e se Deus quiser nós vamos conseguir esse objetivo que é levar o Fortaleza para a série B", afirmou.

A última especulaç?o sobre a saída do jogador foi que o meia estava acertado com o Náutico. Sobre este assunto, o camisa 10 tricolor desmentiu o acerto.

"A gente sabe que especulaç?es sempre acontecem no futebol, principalmente quando o nosso rendimento cai em uma partida, mas essas informaç?es n?o procedem. Interesse do Náutico tinha, e quero deixar bem claro, que fico feliz com o interesse dos clubes isso é sinal que meu futebol agrada, mas a minha intenç?o é permanecer aqui, que aqui estou feliz, minha família está feliz e tenho um carinho enorme por essa torcida, a qual me abraçou desde o dia que cheguei", destacou.


ANIBALDANTAS - 8-7-14 em 01:52 AM

Sala de imprensa: André Zuba

http://www.fortalezaec.net/Arquivos/Fotos/514x386/201407071759-Zuba-interna.jpg

Na tarde desta segunda-feira (07), o goleiro André Zuba esteve na Sala de Imprensa falando sobre a parada no campeonato Brasileiro por conta da Copa do Mundo, bem como sua ansiedade em estrear com a camisa do Le?o.

Com boas atuaç?es no Guarany de Sobral, ex-clube de Zuba, o goleiro tricolor iniciou a coletiva falando sobre seus objetivos dentro do Fortaleza após o destaque que ganhou no bugre sobralense durante o Estadual.

"Acho que o objetivo é esse, fazer bons jogos. Graças a Deus tive uma passagem boa pelo Guarany, mas a visibilidade que o Fortaleza te dar é bem maior, ent?o espero fazer um bom trabalho assim como fiz no Guarany", afirmou.

Desde que chegou, André ainda n?o teve a oportunidade de estrear com a camisa do Tricolor do Pici. Sobre a ansiedade da estreia, o jogador falou que ela existe, mas está esperando e treinando forte para aproveitar a oportunidade da melhor forma possível.

"A ansiedade existe, venho trabalhando forte para que a oportunidade venha a aparecer. Logicamente que o Ricardo está muito bem, mas eu venho trabalhando para quando surgir a oportunidade eu possa defender bem o gol do Fortaleza. A gente fica um pouco triste pela situaç?o de chegar e n?o jogar, mas eu nunca deixei de treinar para estar preparado quando a oportunidade vir a surgir. Quando cheguei aqui tinha uma expectativa muito grande e agora com a saída do Fernando Leal melhorou um pouco a situaç?o pra mim, ent?o vou continuar trabalhando para fazer um bom trabalho", destacou.

O atleta também falou sobre a parada no campeonato por conta do Mundial.

"Essa parada prejudicou um pouco, pois estávamos em uma sequ?ncia boa de jogos, ent?o complica um pouco, mas a gente vem trabalhando forte para darmos uma boa sequ?ncia no campeonato quando ele recomeçar", disse.

Para finalizar, o goleiro falou sobre o seu apelido: Zuba.

"Esse apelido é de infância, um primo meu que colocou. Era um seriado que passava na TV e tinha uma personagem chamado juba e pra n?o ficar igual ele colocou com z, mas era por conta de um seriado", concluiu.


ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FEC:
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raíssa Feijó


guaramiranga - 16-7-14 em 12:21 PM

Na noite desta terça-feira (15), após treinamento em dois períodos, o volante Corr?a esteve na Sala de Imprensa Carlos Rolim Filho falando sobre o jogo deste sábado, com o Treze, a preparaç?o do time para o reinício do campeonato, bem como sua condiç?o física para o restante da temporada.

Iniciando a entrevista, o volante falou sobre seu condicionamento físico para a reestreia e o restante da Série C.

"Foi um período difícil aquele antes da parada, consegui recuperar, consegui até jogar meio tempo ai teve outra parada que foi essa da Copa. Ent?o pra mim foi difícil, porque estava começando a me recondicionar, mas agora graças a Deus estou treinando normalmente, treinei a parte física, já estou trabalhando junto com o pessoal desde ontem, me sentindo bem e me preparando para estar ? disposiç?o do professor para ele me utilizar da forma como acha melhor", afirmou.

O Le?o reestreia no Brasileiro neste sábado, diante do Treze. De acordo com o atleta será mais um adversário complicado.

"Acho que é um adversário difícil, principalmente jogando em casa, muitos jogadores saíram e chegaram, ent?o tem pouca informaç?o, mas a nossa postura todos já conhecem, respeitando bastante, mas temos um padr?o de jogo que está sendo bem trabalhado, vamos finalizar os treinamentos bem essa semana para sair com o resultado positivo lá de Campina Grande", disse.

Corr?a briga pela titularidade com Guto e Walfrido no meio de campo. Sobre essa concorr?ncia, o jogador afirmou ser boa e saudável.

"É uma briga saudável e é importante o time ter peça de reposiç?o. Eu saí por causa de les?es, ent?o perdi um pouco do ritmo, entrou outro jogador que vem jogando bem, mas eu vou trabalhar e procurar voltar bem para deixar essa dúvida na cabeça do professor", destacou.

Para finalizar, o volante falou sobre a parada para a Copa do Mundo e as expectativas do grupo para o restante da competiç?o.

"A gente tem um padr?o e essas quatro semanas de folga serviram pra descansar, corrigir os erros e recondicionar. Nós sabemos da nossa responsabilidade, o time é líder e temos que fechar a semana bem para fazer um bom jogo sábado.
O Fortaleza vai ser cobrado pela forma que terminou o campeonato, líder do grupo e líder geral da competiç?o, agora a gente tem que ter tranqüilidade e n?o fugir muito do que estamos acostumados. Acho que levamos um pouco de vantagem por ter mantido o conjunto, mas isso só vamos ver quando o campeonato voltar, estamos trabalhando bem, o time está em um nível legal e esperamos corresponder dentro do campo, sempre respeitando o adversário em busca dos resultados positivos", concluiu.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FEC:
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raíssa Feijó


ANIBALDANTAS - 16-7-14 em 06:11 PM

Perdemos o Danilo Rios e o Fernando Leal, precisamos recompor o banco de reservas.


guaramiranga - 5-8-14 em 12:05 PM

O meia iniciou a entrevista falando da vitória por 3 a 1, sobre o ASA de Arapiraca, no último sábado, fora de casa.

"Sempre é bom vencer e antes da partida eu já tinha conversado com meus companheiros e falei pra eles que time grande n?o pode ficar tr?s rodadas sem vencer. Graças a Deus passamos por cima de muitas dificuldades dentro da partida, mas conseguimos os tr?s pontos", afirmou.

Aos 24 minutos do 1? tempo o atacante tricolor, Waldison levou cart?o vermelho após reclamar de uma falta com o juiz. Sobre o fato, Paraíba afirmou que o camisa 11 n?o ofendeu o árbitro.

"É complicado falar sobre isso, estava do lado quando aconteceu a expuls?o. N?o precisou o Waldison conversar com a gente porque nós todos vimos que n?o teve ofensa com o árbitro, n?o falou nada que fizesse com que ele levasse aquele cart?o. Ele pediu desculpa para todos, mas é coisa que acontece no futebol, ele tem consci?ncia que n?o adianta brigar com o árbitro. Conseguimos vencer o jogo, mas o Waldison é um jogador que fez falta no restante da partida, depois da expuls?o a gente se superou para suprir a falta dele e agora ele tem que ter consci?ncia para n?o acontecer mais", destacou.

O Le?o volta a jogar no Castel?o, neste sábado, quando enfrentará o Salgueiro. De acordo com o camisa 10 leonino, a ansiedade para vencer em casa, diante da torcida, já começou.

"A ansiedade pra voltar a vencer em casa é grande, que bom que temos um jogo no final de semana contra o Salgueiro, um adversário que temos que ter muita atenç?o, ent?o essa semana vamos observar nosso oponente, trabalhar forte para no final de semana conseguirmos a primeira vitória depois da parada da Copa em casa, diante do nosso torcedor", disse.

Para finalizar, o jogador falou sobre seu rendimento no time tricolor.

"Estou contente com meu rendimento porque estou conseguindo ajudar o grupo, estou pensando no coletivo e n?o no Paraíba, lógico que tenho que voltar a fazer gols, n?o fiz nenhuma na série C ainda, mas o meu objetivo aqui é subir para a série B e o torcedor pode ter certeza que eu vou procurar sempre melhorar, porque a competiç?o está se afunilando e vou dar mais de mim ainda, principalmente no mata mata, que se Deus quiser vamos nos classificar. Ent?o n?o adianta eu jogar bem e a equipe n?o obter o resultado, n?o adianta eu fazer o gol e o Fortaleza perder de 2 a 1 com gol do Marcelinho, quando eu menos esperar a bola vai entrar e pode até ser em um jogo decisivo mais pra frente", concluiu.


guaramiranga - 5-8-14 em 12:06 PM

Assim como Paraiba, o volante Adriano, que entrou no 2? tempo, também falou sobre a vitória com o ASA.

"Foi uma vitória importante, mostramos a nossa força. Nos dois empates seguidos houve uma especulaç?o do que estava acontecendo com o time e a vitória de sábado mostrou que temos um time bom, um elenco de qualidade e que superou as dificuldades que aconteceram lá", ressaltou.

Adriano faz parte do banco de reservas do Le?o, e segundo ele, vai continuar treinando forte para conseguir o seu espaço na equipe titular.

"O time vem em uma seqü?ncia boa, está encaixado. Ent?o estou tendo paci?ncia e esperando a minha oportunidade. O treinador tem conversado comigo ent?o estou esperando a minha hora. Aqui no grupo temos uma disputa sadia, espero sempre estar relacionado para todas as partidas e poder ajudar o Fortaleza seja sendo titular ou entrando no decorrer do confronto", afirmou.

Concluindo, o atleta falou sobre a uni?o do grupo, um dos pontos forte da equipe nesta temporada.

"A uni?o que o grupo está tendo faz a diferença. Nós estamos nos entregando nos treinamentos, gostamos de vir treinar, estamos sempre alegres, brincando. A gente se sente bem estando aqui, treinando todos os dias e isso faz a diferença na luta pelo nosso objetivo", finalizou.


guaramiranga - 7-8-14 em 01:32 PM

Iniciando sua entrevista, Erick Flores falou sobre suas condiç?es físicas para estrear com a camisa tricolor.

"Estou bem melhor fisicamente. A gente vem trabalhando gradativamente, venho ralando bastante, o professor querendo me usar, mesmo um pouco abaixo ainda, a gente pode desenvolver um bom futebol. O Professor Roger já me entregou ao Chamusca, ent?o estou ? disposiç?o, lógico que o ritmo de jogo conta bastante, mas ritmo só pega jogando ent?o essa é uma oportunidade boa e estou preparado para a estreia, agora depende do professor", afirmou.

O jogador também falou da sua expectativa para entrar em campo.

"Minha expectativa é grande, quero jogar logo, estou treinando muito de manh? e de tarde para fazer o que eu mais gosto, que é jogar. Ent?o eu posso dizer que estou preparado para fazer minha estreia. Estou esperando muito esse jogo para estrear com o pé direito, como fiz na maioria das vezes em outros clubes. No campeonato paulista esse ano estreei e fiz gol, contra o Corinthians, em outros times também marquei no meu 1? jogo e espero fazer isso no sábado", destacou.

Quando perguntado se veio para o Le?o para ser apenas uma opç?o ou para ser titular, o meia-atacante foi enfático: eu vim brigar pela posiç?o.

"N?o vim ser só mais um, estou aqui para brigar pela posiç?o, venho pra procurar meu espaço. Lógico que um passo de cada vez, venho ganhando a forma física e espero estrear no sábado para ir conquistando meu espaço. Eu me cobro bastante, n?o deixei uma impress?o boa quando saí do Estado, agora é trabalhar como eu venho trabalhando e mudar essa concepç?o, quero criar uma identidade aqui no Fortaleza e deixar minha marca", disse.

Para finalizar o atleta falou sobre a sua possível estreia diante da torcida tricolor, que deve comparecer em bom número ao Castel?o.

"A gente vem de uma grande vitória e espera que sábado a torcida compareça, como vem fazendo. Pra mim, é bem melhor estrear diante da torcida, com o apoio do torcedor na arquibancada", concluiu.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FEC:
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raíssa Feijó


guaramiranga - 12-8-14 em 11:33 AM

O camisa 4 do Le?o iniciou a entrevista falando sobre a boa fase da defesa da equipe, que é a melhor da Série C do Brasileiro.

"Acho que isso é fruto do trabalho, procuramos trabalhar, seguimos o que o professor fala e graças a Deus vem dando certo. Esperei minha oportunidade, e agora estou agarrando-a e dando o meu melhor. A gente vem fazendo bons jogos, agora é continuar para conseguir o nosso objetivo", afirmou.

O atleta leonino também falou sobre a titularidade na equipe de Chamusca.

"Titular no grupo n?o existe. O professor n?o v? dessa forma, v? o grupo todo como titular, até porque quando se precisa de um jogador o elenco é muito qualificado e esse jogador que entra dá conta do recado. E vem sendo assim, temos o exemplo do Uilliam que teve a oportunidade, fez seu papel, ainda é muito novo, mas fez um bom jogo. Ent?o quando a oportunidade aparece temos que agarrar para sair com o resultado positivo", destacou.

Quando perguntado a que se deve seu bom entrosamento com Genílson, Adalberto falou de confiança, conversa e humildade.

"S?o vários fatores. Humildade, vontade de vencer, simplicidade, trabalho, ele vem comigo no carro quase todos os dias e estamos sempre conversando. Tem que ser dessa forma, um ajudando o outro, um protegendo as costas do outro, e vem dando certo, esperamos dar continuidade para que possamos levar o Fortaleza para a Série B", disse.

Para finalizar, o jogador falou sobre a chegada de mais um zagueiro ao elenco do Le?o, no caso Lima, que deu entrevista após as palavras de Adalberto.

"O grupo está sempre aberto para contrataç?es. Se o professor optou trazer um zagueiro ele está correto, se trouxer de outra posiç?o ele está correto, porque está vendo que tem necessidade, até porque o campeonato é longo e em uma partida ele pode perder dois ou tr?s jogadores, ent?o se ele achar necessário tem que trazer mesmo. O grupo está aberto para qualquer reforço, sempre com humildade, sempre recebendo bem os que est?o chegando do para que possamos conseguir o acesso", concluiu.


guaramiranga - 21-8-14 em 04:59 PM

Para começar o volante tricolor falou sobre a aus?ncia do meia Marcelinho Paraíba no time titular e a possibilidade de substituí-lo, já que Chamusca também tem a opç?o de iniciar o jogo de segunda-feira com tr?s volantes e Edinho no meio.

"Marcelinho faz falta, tem muita qualidade, mas creio que se ele optar por mim e colocar tr?s volantes vamos tentar fechar o meio ali, puxar pro ataque e sair com o resultado positivo", afirmou.

Walfrido vinha sendo titular ao lado de Guto até sofrer uma les?o na coxa esquerda e agora se tornou uma das opç?es no banco de reservas do técnico tricolor. Sobre essa mudança o jogador afirmou que está treinando forte e esperando mais uma oportunidade.

"Tem que trabalhar forte e quando tiver uma chance entrar bem, fazer um bom jogo e agarrar a oportunidade. O treinador também falou comigo mandou eu treinar firme e disse que ainda tem muitos jogos, acho que vou ter outra oportunidade de mostrar meu futebol e ajudar o Fortaleza", disse.

Para finalizar, o atleta falou sobre as atuaç?es do goleiro Ricardo.

"No começo teve aquela press?o, mas ele foi seguro e confiante. O treinador deu uma moral pra ele, ele foi bem e agora está passando tranquilidade. Time bom tem que ter um goleiro bom e ele está fazendo esse papel", concluiu.

Ricardo

Dando início a sua entrevista, o camisa 1 do Le?o falou justamente sobre a sua titularidade no gol.

"Acho que conforme os jogos v?o passando voc? vai adquirindo a confiança e isso que estou em busca de fazer, bons jogos e fazer com que a torcida acredite em mim. Mas para isso acontecer tenho consci?ncia que preciso continuar trabalhando para seguir forte trazendo vitórias para o Fortaleza", destacou.

Ricardo é o goleiro menos vazado da Série C, sofrendo apenas cinco gols em 11 jogos. Sobre os números expressivos, o goleiro afirmou estar vivendo um momento especial em sua carreira.

"Todo goleiro almeja isso: fazer muitos jogos e ter uma média pequena de gols. Agradeço muito a Deus por estar passando por esse momento especial na minha carreira e a todo o elenco por me ajudar a ter alcançado esses números", afirmou.

O arqueiro tricolor também falou sobre a preocupaç?o em se classificar para a próxima fase da competiç?o.

"Essa é nossa preocupaç?o, durante os trabalhos da semana conseguir manter esse índice de foco nos próximos jogos. A gente ouve falar muito em mata-mata mas nesses últimos quatro anos o Fortaleza só se classificou uma vez, ent?o nossa maior preocupaç?o é estar entre os quatro e depois pensar no mata-mata", disse.

Concluindo, o camisa 1 falou sobre o próximo adversário do Le?o e o fato de o time tricolor ser líder do Grupo A e o Águia ser o lanterna.

"Quem acompanha o futebol sabe que isso é somente notícias de jornais. Ontem mesmo Vasco e Vila Nova, todo mundo esperava uma vitória do Vasco e todos viram o que aconteceu. Isso também serve de liç?o pra gente para termos uma preocupaç?o com o Águia. A gente é líder e eles s?o lanternas mas quando entra em campo s?o 11 contra 11, ent?o nosso foco é trabalhar forte durante a semana para fazermos um bom jogo e seguir somando pontos na competiç?o", finalizou.


guaramiranga - 21-8-14 em 10:41 PM

Na noite desta quinta-feira (21) o meia-atacante Erick Flores esteve na Sala de Imprensa Carlos Rolim filho falando sobre a possível titularidade no jogo de segunda-feira, com o Águia, bem como as dificuldades que o time deve encontrar em Marabá.

Iniciando a coletiva, Erick falou sobre a possibilidade de substituir Marcelinho Paraíba no próximo confronto.

"Acredito que n?o tenha mais dúvida, o professor me deu uma chance de participar no treino de hoje no time titular, sempre venho dando meu melhor no dia a dia pra quando eu tiver oportunidade estar preparado. Desde que cheguei falei que vim pra brigar, pra jogar. A gente tem que aproveitar as oportunidades, entrei nos dois jogos, venho mantendo um bom nível e se ele optar por mim segunda-feira eu vou estar 100%", afirmou.

O jogador também falou sobre as dificuldades que o time deve encontrar em Marabá, começando pela defici?ncia no gramado.

"O estádio deles é bem pequeno o jogo vai ser muito truncado, bom para jogadores de força. O professor está trabalhando aqui com o campo reduzido pra gente se adequar o mais rápido possível. Estamos trabalhando bem todas as armas que temos, vai ser complicado pelo campo de jogo lá mas eu particularmente estou acostumado com isso. Nosso time é muito técnico, e em relaç?o a isso vai atrapalhar bastante, mas a gente vem treinando certinho e se adequando pra fazer um bom jogo", destacou.

Além das dificuldades, Flores também explanou sobre as qualidades do adversário.

"Um jogo difícil até pela situaç?o deles na tabela. Trocou o treinador lá e quando isso acontece os jogadores querem mostrar mais serviço. Nós somos líderes e invictos e todos querem ganhar da gente, ent?o acho que vai ser um jogo muito difícil, mas vamos dar nosso melhor para saírmos com a vitória", disse.

Para finalizar, o atleta falou sobre a responsabilidade de substituir o camisa 10 da equipe, no caso Marcelinho Paraíba, que cumpre suspens?o.

"É uma responsabilidade boa, o time está bem, é líder invicto e é uma responsabilidade boa substituir o Marcelo que vem bem assim como todo o time. Eu vou dar o meu melhor sempre, vim pra buscar a posiç?o, brigar pra jogar. E isso é bom pro grupo, ent?o venho buscando meu espaço ali pelas beiradas e dando meu melhor sempre", concluiu.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FEC:
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raíssa Feijó


guaramiranga - 10-10-14 em 12:49 PM

Na noite desta quinta-feira (09), foi a vez do zagueiro Genilson ir até a Sala de Imprensa Carlos Rolim Filho falar sobre o próximo jogo do Le?o, diante do Macaé, no Estádio Moarcyz?o, o qual o atleta conhece bastante.

"O estádio tem um campo bom, joguei várias vezes lá, é parecido com o PV, a bola fica rápida também, nossa equipe está acostumada a jogar assim. Vamos jogar com uma grande equipe, ent?o acredito que será um grande jogo", afirmou o zagueiro.

O jogador também falou sobre a ansiedade para os dois confrontos decisivos do mata-mata, tanto dos jogadores, quanto da torcida.

"Ansiedade existe em qualquer jogo, mas temos que continuar focados no objetivo. Eu fico ansioso em todos os jogos, a gente quer logo entrar em campo, tocar na bola pra passar logo, ent?o é normal, temos que nos manter conscientes e focados. Quanto a torcida, a gente entende o lado deles e espera que eles entendam a gente, que esse jogo n?o é importante só pra eles, mas também é muito importante pra nós", destacou.

Genilson e Adalberto ganharam a titularidade após contus?o de Max Oliveira e Eduardo Luiz. Além deles, Marcelo Chamusca ainda tem como opç?o para a defesa os jogadores Breno e Lima. Sobre essa briga pela titularidade, o jogador destacou que o importante é o Fortaleza.

"Os zagueiros s?o todos muito qualificados e todo mundo vem trabalhando forte procurando seu espaço, minha oportunidade e do Adalberto chegou, soubemos aproveitar e a gente espera continuar forte sem tomar gols. A gente quer o melhor pro grupo e pro Fortaleza", disse.

Quando perguntado sobre a equipe do Macaé, o atleta afirmou que o time sempre chega forte no campeonato Estadual e Brasileiro, portanto será um jogo difícil.

"Vinha acompanhando muito pouco essa equipe do Macaé agora, mas eles sempre montam uma equipe forte no Estadual e na Série C, vem batendo na trave há um tempo, ent?o vai ser um jogo corrido. Eu espero que seja um grande jogo e a gente saia com o resultado positivo", ressaltou.

Para finalizar, o defensor falou sobre a sua melhor lembrança no local do confronto, Estádio Moarcyz?o, em Macaé.

"Foi quando eu joguei lá pela última vez, no ano passado, com o Bela Vista. Ganhamos de 3 a 2 e eu fiz um dos gols. Todos os jogos que eu fiz lá saí com a vitória", concluiu.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FEC:
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raíssa Feijó


guaramiranga - 15-10-14 em 11:08 AM

O elenco leonino viaja na tarde desta quarta-feira, com destino ao Rio de Janeiro. O atacante Waldison iniciou a entrevista falando sobre a condiç?o do grupo para esta primeira decis?o.

"O grupo está bem e preparado, nós estávamos aguardando esse mata-mata desde a desclassificaç?o em 2013 e ele chegou. A gente vem trabalhando desde o começo do ano pensando no acesso e sábado é a primeira batalha. O treinador está estudando muito a equipe adversária pra gente errar pouco e trazer a vitória", afirmou.

Aproximadamente quatro mil torcedores compareceram ao treino desta terça-feira e passaram toda a confiança e apoio para o elenco antes da viagem a Macaé. Sobre a presença do torcedor e o grande número de pessoas que foram ao Pici, Waldison n?o poupou elogios a torcida tricolor e destacou a motivaç?o que eles passam para todo o grupo.

"A gente sabe a grandeza do clube e dessa torcida, quando o time está mal eles comparecem, imagine quando está bem. Isso serve de incentivo a mais pra gente, é a confiança que eles est?o depositando nessa equipe e a gente espera retribuir com a vitória e colocando o Fortaleza onde ele merece", disse.

Continuando no assunto, o atleta ressaltou o espanto de alguns jogadores com todo o apoio da torcida.

"Eu que estou aqui há mais tempo já sei dessa força da torcida, mas os meninos que chegaram agora entraram no campo e falaram: Pô, que torcida é essa?! E foi a mesma imagem que eu tive quando cheguei aqui. Quando a gente olha a arquibancada lotada pra um treinamento percebe que esse é um time que merece todo respeito e a gente ta procurando honrar isso. No meu ponto de vista, o Fortaleza é um time de Série A que está na Série C, por tudo que envolve a instituiç?o, e vamos fazer de tudo pra colocar ele onde merece", ressaltou.

Quando perguntado se a equipe está confiante no acesso ou se está tendo "oba oba" no grupo, o atacante prontamente afirmou que nada está ganho.

"Praticamente 70% desse time é de jogadores experientes, rodados, a gente sabe o que quer e do que o time precisa. Todos sabemos que n?o conquistamos nada ainda, sabemos da qualidade do Macaé, que é o 4? ano consecutivo que eles se classificam, ent?o temos que ter respeito pelo adversário, como tivemos por todos os outros e nada de "oba oba". O time tem que ter humildade e pés no ch?o pra trazer a vitória", explanou.

Waldison está no clube desde 2012 e sofreu com o n?o-acesso nestes últimos anos. Para ele, a equipe desta temporada tem uma uni?o diferente dos outros elencos, e isso é muito importante para o time chegar ao seu objetivo.

"Essa equipe de 2014 é mais consciente, mais preparada para chegar ao objetivo que é o acesso. Desde o início, nós que já estávamos aqui passamos pra quem chegou o que era o Fortaleza e que acima de nome, de fama e carreira, tem a instituiç?o. O Fortaleza é maior que todos nós, e sempre falamos que tínhamos que dar a resposta esse ano. Estamos há 10 meses juntos, nunca houve nenhuma confus?o, nenhuma briga, está todo mundo focado e isso é muito bom. O time, a torcida, a diretoria, a comiss?o técnica, é todo mundo unido em prol do Fortaleza, acho que o ponto forte desse ano é isso, a uni?o", finalizou.

- - - - - - -
Essas declaraç?es s?o muito boas, pois é preciso muito cuidado para n?o vitaminar e incentivar o pessoal do Macaé!


guaramiranga - 17-10-14 em 04:25 PM

Fernandinho pede cautela para time evitar surpresas

Experiente, mesmo com 28 anos de idade, o lateral-esquerdo Fernandinho já rodou por vários clubes de express?o do futebol brasileiro e neles encarou decis?es importantes. Atuando por equipes como Vasco, Cruzeiro e Atlético/MG, o camisa 6 do Fortaleza já sentiu o peso da cobrança em um momento decisivo. Pelo Tricolor do Pici n?o é diferente.

O mata-mata diante do Macaé, que pode render ao Le?o uma vaga na Série B do Campeonato Brasileiro em 2015, é encarada por Fernandinho com a mesma seriedade com a qual atuou em outros clubes.

No hotel onde o clube está hospedado, no Rio de Janeiro, o lateral tricolor conversou ontem com a reportagem sobre o peso da decis?o, além do apoio da torcida e da importância do clube leonino sair da Série C.

Ele se disse surpreso pela manifestaç?o de apoio da torcida no embarque da última quarta-feira para o Rio. Mesmo calejado por jogar em clubes de massa, o lateral n?o escondeu que ficou emocionado com o apoio. "S?o coisas que a gente n?o consegue nem falar sobre a dimens?o disso, devido ? maneira como vem acontecendo. Eu tive a oportunidade de jogar em grandes clubes do Brasil e agora estou tendo a oportunidade de conhecer a torcida do Fortaleza. Tenho certeza de que muitos atletas que também passaram por grandes clubes se surpreenderam com o que aconteceu n?o só no embarque, mas também no treino", disse.

Precauç?o

Apesar da emoç?o, Fernandinho disse que é necessário ter cautela e n?o se deixar contagiar completamente pela euforia da torcida. "Pela parte emotiva, tem algumas coisas que a gente traz pra gente, outras n?o, até porque as coisas tem de acontecer naturalmente, pra gente n?o ser surpreendido", precaveu-se.


guaramiranga - 23-10-14 em 12:30 AM

Nesta quarta-feira (22), o goleiro Ricardo concedeu entrevista coletiva na Arena Castel?o, antes do trabalho tático desta tarde. Na ocasi?o, o atleta falou sobre o assunto inevitável: o jogo decisivo do final de semana.

"Será um grande jogo, uma partida histórica pra nós jogadores, pro clube e pra torcida. Conseguimos fazer um bom jogo em Macaé, sem tomar gols, e com uma vitória simples podemos conseguir o acesso. Ent?o estamos focados durante essa semana, trabalhando forte e agora mais do que nunca é concentraç?o total para fazer um bom jogo e chegar a classificaç?o", afirmou.

Quando perguntado sobre o que vai fazer de especial neste confronto, o goleiro afirmou que vai procurar se comportar da mesma forma.

"Eu procuro fazer o que eu vinha fazendo durante o campeonato, claro que a responsabilidade aumenta, é um jogo aonde sofrer gol seria trabalhar em dobro na frente, mas acredito que a gente vem fazendo um bom trabalho e respeitando sempre o adversário. Ent?o temos que ficar sem sofrer gols e esperar que o nosso ataque faça lá na frente, como vem decidindo durante todo o campeonato", disse.

Há algumas entrevistas passadas, o camisa 1 do Le?o falou que queria fazer história no clube, e o seu pedido pode se realizar neste sábado, ao conseguir o acesso.

"Estou pedindo a Deus que isso se realize, desde quando eu cheguei expressei esse meu sentimento e acredito que um jogador só faz história com títulos e acessos, esse jogo é o mais importante dos últimos cinco anos para o Fortaleza e para a nossa vida também, ent?o esperamos conseguir esse acesso", destacou.

Ricardo também falou sobre o diferencial desse grupo, que pode levar o Le?o ? Série B do Brasileiro.

"Uni?o, dedicaç?o, acima de tudo humildade e se ajudar dentro de campo. No jogo em Macaé, mesmo com o campo grande, pesado, continuamos correndo um pelo outro até o último minuto, e sábado n?o será diferente, vamos dar nosso máximo sempre ajudando o companheiro", ressaltou.

O Fortaleza precisa de uma vitória simples para garantir a classificaç?o na Arena, sobre a postura que a equipe deve ter dentro das quatro linhas, o arqueiro tricolor destacou a tranqüilidade.

"Teremos que ter paci?ncia e ser organizados taticamente, como foi até agora. Esse jogo é diferente do outro mata-mata que passamos meses atrás, diante do Icasa, que precisávamos reverter um placar, agora começamos nos p?naltis e a equipe está ciente disso. Tem que ter tranqüilidade do primeiro ao último minuto, se o gol acontecer rápido, ótimo, mas se n?o acontecer logo sabemos que temos 90 minutos pra resolver a partida, n?o podemos sair dessa tranqüilidade, mas também sabemos que precisamos atacar. Eles v?m jogar por uma bola, um contra ataque e a gente vem trabalhando pra isso, pra chegar aos gols", explicou.

Com o resultado de 0 a 0, a classificaç?o será decidida nos p?naltis e neste momento o goleiro pode se tornar o herói do jogo, mas, para Ricardo, ele prefere deixar o heroísmo para os atacantes lá na frente.

"Na minha carreira já defendi alguns p?naltis, numa decis?o na sul-americana fui feliz, mas espero n?o passar novamente por isso e decidir nos 90 minutos, deixa a glória para os nossos atacantes, se n?o vier nenhuma bola pra mim melhor ainda, fico feliz em ter ajudado o campeonato todo e apenas assistir esse jogo de camarote", disse.

Finalizando, o atleta falou sobre a presença da Maior do Estado neste jogo, que deve quebrar o recorde de púbico da Arena Castel?o.

"Na semana passada vimos o estádio vazio e já falávamos que dia 25 seria diferente. A gente n?o vai ver nenhuma cadeira vazia, já foram vendidos quase todos os ingressos e isso demonstra a grandeza desse clube e a paix?o dessa torcida e aumenta a nossa responsabilidade. Ent?o só tenho que pedir que nos apoie, nos incentive os 90 minutos pra conseguirmos a classificaç?o. Será um grande jogo, uma grande decis?o e esperamos n?o decepcionar os torcedores dentro de casa. Espero que eles venham confiantes e acredito que Deus vai nos coroar com esse acesso no sábado", concluiu.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO FEC:
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raíssa Feijó


guaramiranga - 30-12-14 em 11:15 AM

O lateral, que também atua como volante, iniciou a coletiva falando sobre a sua primeira impress?o acerca do Tricolor de Aço.

"Deu pra sentir que é um clube que tem estrutura, por ser pernambucano eu sempre acompanho o futebol do Nordeste e sei que o Fortaleza é um time de massa e estou muito feliz com a oportunidade de estar aqui", disse.

Sobre a sua funç?o dentro das quatro linhas, Auremir confirmou sua versatilidade, jogando como volante e lateral-direito.

"Comecei como volante no Náutico e depois de uma dificuldade no clube passei a jogar na lateral-direita, os treinadores foram gostando e eu faço as duas funç?es. Minha posiç?o é volante, mas nos últimos anos eu venho jogando na lateral e nem é mais uma improvisaç?o, é uma funç?o que eu aprendi a fazer", destacou.

O Le?o vai participar de tr?s competiç?es antes de chegar ? Série C, maior objetivo de 2015. Segundo o jogador, o clube precisa e tem condiç?es de fazer boas campanhas em todos os campeonatos anteriores antes do Brasileir?o.

"Até a Série C tem o Estadual, Copa do Nordeste, Copa do Brasil, ent?o o ano começa agora. Temos que começar fazendo um bom Estadual e uma boa Copa do Nordeste. O Fortaleza tem condiç?es de fazer boas competiç?es, depois chegar na Série C e ter mais efici?ncia nas decis?es", ressaltou.

Quando perguntado sobre sua negociaç?o com o Tricolor, o atleta afirmou que "n?o pensou duas vezes" em vir defender as tr?s cores cearenses.

"Eu tinha um outro clube do Campeonato Paulista quase que acertado, mas quando surgiu o Fortaleza n?o tive o que pensar. Eles já ligaram pra mim esse ano, mas eu n?o pude vir, ent?o n?o pensei nem duas vezes. É um time que tem estrutura, tem um bom treinador, uma diretoria nova chegando, n?o tive o que pensar", disse.

Para finalizar, o lateral/volante falou sobre a Maior Torcida do Estado.

"É impossível n?o conhecer a torcida do Fortaleza, o que eles fizeram no jogo do Macaé foi lindo demais, é uma torcida diferente. É até parecida com a torcida do Santa, que passou por dificuldades, mas continua sendo apaixonada independente da fase que o time está e eu espero que ela esteja junto com a gente esse ano que vem e que nós possamos fazer um bom trabalho", concluiu.


guaramiranga - 30-12-14 em 11:16 AM

O meia Samuel fala sobre a sua vinda para o Tricolor de Aço.

"Pra mim é uma honra. Poder retornar a minha cidade, poder jogar e honrar essa camisa é um orgulho. Tenho família e amigos que est?o torcendo pra que tudo corra bem, joguei em vários lugares, hoje estou jogando na minha cidade e isso é especial", afirmou.

Samuel, quem tem seis acessos em sua carreira, disse que caso consiga subir para a Série B com o Fortaleza, este será o mais importante.

"Tenho seis acessos na minha carreira, 2013 foi o último com o Luverdense e eu espero contribuir com os meus companheiros pra conseguir mais um. Sem dúvida eu conseguindo o acesso em 2015 vai valer mais que os outros seis que eu conquistei", disse.

Sobre uma possível identificaç?o com a equipe rival, Samuel foi sucinto e disse ser profissional, além de ter reconhecido que foi um momento de infelicidade.

"Falei, mas eu sou profissional, ontem vesti a camisa do Luverdense e meu time era o Luverdense, agora eu visto a camisa do Fortaleza e sou Fortaleza. Nunca joguei na minha cidade e voc? pode ter certeza que vou honrar essa camisa e vou contribuir com o Fortaleza que é um time grande", ressaltou.


O jogador também falou sobre as suas características dentro do gramado.

"Sou meia ofensivo, crio e faço gols também. Sou até um meia finalizador demais (risos). E eu espero fazer gols, ajudar meus companheiros com passes e conseguir as vitórias pelo Fortaleza", destacou.

Quando perguntado qual é o caminho para chegar ?s conquistas no Tricolor, Samuel ressaltou o trabalho árduo.

"O caminho é trabalho. Sabemos que vamos enfrentar equipes qualificadas, mas é trabalhar intensamente, ter um grupo fechado e focado todos pelo mesmo objetivo e colocar Deus na frente pra nos ajudar nessa campanha", disse.

Concluindo, o meia falou sobre seu acerto com o clube.

"Eu já estava acertado com o Luverdense, iria continuar lá, outras equipes também tinham me ligado, mas eu preferi ficar no Luverdense, porém quando o diretor Marcelo Paz me ligou no dia 19 ou 20 eu n?o pensei duas vezes, pesou bastante eu vir jogar na minha terra e agora estou aqui. Recusei um time de série B pra estar aqui no Fortaleza, pela grandeza do clube, pelo que essa camisa representa. É a primeira experi?ncia que eu tenho de jogar na minha cidade, ent?o os ânimos est?o exaltados pra conquistar os objetivos, começando pelo campeonato cearense, que queremos o título", concluiu.


Madeira - 30-12-14 em 10:01 PM

Gostei da personalidade dele, esta babaquice de que ele torce Kanal, já nos prejudicou em outras ocasi?es., coisa de futebol amador.


guaramiranga - 7-1-15 em 03:57 PM

Até o momento, o Fortaleza já acertou a contrataç?o de 10 novos reforços para 2015. Porém, apenas um deles é atacante. Lúcio Maranh?o, que estava no futebol tailand?s, chega ao Pici para substituir Robert como 'camisa 9' tricolor. Mesmo sendo considerado um típico 'centroavante trombador', Lúcio garante que está preparado para desempenhar a funç?o que o técnico Nedo Xavier precisar.

"Eu n?o tenho prefer?ncia. O professor me conhece, sabe o jeito que eu gosto de jogar. Eu posso me considerar um camisa 9, que fica mais próximo da área pra finalizar a jogada, mas também posso me movimentar mais. Por isso estou me condicionando o mais rápido possível para ficar ? disposiç?o. Pode ter certeza que o Fortaleza vai ter muitas alegrias com o Lucio Maranh?o", destacou.

Entretanto, mesmo com boas condiç?es físicas, Lúcio Maranh?o só estará ? disposiç?o do técnico Nedo Xavier, no mínimo, a partir da 4? rodada do Campeonato Cearense, quando o Tricolor enfrenta o Horizonte, no dia 24 de janeiro.

PRIMEIRA IMPRESS?O DO ELENCO
"É um grupo maravilhoso, unido, com objetivo maior. E espero que com os treinamentos a gente possa melhorar cada vez mais".

CONDIÇ?O FÍSICA
"Estou me preparando a cada dia pra estar sempre ? disposiç?o do treinador. Já estou pegando no pesado pra me condicionar o mais rápido possível, quando tiver regularizado e ? disposiç?o fazer o meu melhor. Vim pra cá n?o foi pra brincar e sim pra conquistar títulos"

PRESS?O
"Estou preparadíssimo. É uma coisa normal, tranquila. É muito importante jogar em time de massa. Vou ter tranquilidade, mas a luta vai ser maior. Estou preparado e venho disposto a enfrentar todas as ocasi?es e a ajudar a todos".

OBJETIVOS
"Venho aqui pra fazer gols, dar sempre resultados positivos. Vim com o intuito de ajudar meus companheiros, tenho boa técnica, qualidade de passe, ent?o o primeiro objetivo é conquistar as vitórias e logicamente os gols v?o saindo naturalmente. O Robert esteve aqui e marcou 30 gols, é um grande atacante, ent?o eu espero chegar perto disso ou fazer até mais, mas o objetivo maior é do clube e eu espero fazer uma boa temporada no Fortaleza".


guaramiranga - 31-1-15 em 11:29 AM

O zagueiro começou a entrevista fazendo uma análise do que está faltando para o Le?o conseguir os resultados.

"Acho que a ansiedade está atrapalhando um pouco. Sabemos que é difícil e todo jogador que está no grupo passou por situaç?es parecidas, mas temos que saber que quem vai mudar a história somos nós, n?o vai tirar todo mundo e trazer mais 20 ou 30 jogadores novos. Sabemos que os jogos v?o ser difíceis, mas se todo mundo entrar determinado sairemos com o objetivo", ressaltou.

E prosseguiu:

"Falta um pouco de tranqüilidade pra fazer o gol e a press?o atrapalha um pouco, mas todo jogador vive de press?o jogo a jogo e a oportunidade que aparecer na frente do gol tem que fazer. Acho que temos que fazer nossa parte, jogar mais alegre, tirar essa tens?o pro gol sair e sairmos com a vitória", afirmou.

Adalberto também falou sobre a briga pela titularidade na zaga leonina, tendo em vista que os seus companheiros de posiç?o também t?m tido boas atuaç?es nos jogos.

"Brigar por posiç?o no time briga dia a dia, acho que é uma amizade grande que eu tenho com o Max, Genilson e Lima e é uma briga saudável. Temos que brigar dentro de campo e onde o professor optar que eu jogue eu vou procurar dar meu melhor, jogar com minha raça, minha vontade pra ajudar meus companheiros", destacou.

Para finalizar, o jogador falou sobre o jogo deste domingo diante do S?o Benedito e a busca pela classificaç?o para a 2? fase do Campeonato Cearense.

"Acho que o ruim é quando se depende de alguém, mas só dependemos de nós mesmos. Vamos procurar trabalhar respeitando o S?o Benedito, sabemos que vai ser um jogo muito difícil, mas vamos entrar concentrados, fazer o gol e sair com a vitória", concluiu.


guaramiranga - 31-1-15 em 11:30 AM

Iniciando, o volante, que foi regularizado na tarde desta quinta-feira, falou sobre a expectativa da estreia.

"A motivaç?o é imensa, quero jogar, quero voltar minha forma o mais rápido possível, mas sem ultrapassar os meus limites, passo a passo e ajudar a equipe dentro de campo. N?o cheguei a conversar ainda com o Nedo sobre se vou começar jogando ou n?o domingo, mas vou ser uma opç?o e vou ganhando condiç?es durante os jogos", disse.

De acordo com Dudu, neste primeiro momento prefere jogar como 1? volante.

"Nesse momento ser 1? volante seria interessante, pra ganhar confiança, ritmo e depois 1? ou 2? dependendo do jogo posso alterar com o Correa", afirmou.

Concluindo, o atleta falou sobre sua estreia também no Campeonato Cearense, o qual nunca atuou como jogador profissional.

"Alegria muito grande, só o fato de eu crescer aqui, sair, conhecer o mundo e voltar agora jogando no Fortaleza, um time de tradiç?o com uma torcida imensa, estou muito motivado e começar com uma vitória vai ser muito bom pra mim", finalizou.


guaramiranga - 20-3-15 em 12:50 PM

Prosseguiu:

"A titularidade n?o vem só em um jogo, ela vem em vários jogos, com a confiança do Chamusca, mas estou paciente, sem pressa, meu momento vai chegar e tenho que dar forças para quem está em campo. Acho que grupo vencedor é assim quem está fora quer entrar e quem está dentro n?o quer sair, mas sempre com uma disputa saudável. Ent?o é um momento de paci?ncia, a torcida está cobrando essa titularidade, a imprensa também, mas o comandante é o Chamusca e só vou entrar quando ele quiser, vou mostrar meu trabalho independente de estar em campo ou n?o", ressaltou.

Sobre o clássico, Dudu se mostrou satisfeito com a atuaç?o da equipe, mas triste pelo placar final.

"Classificamos e temos que estar satisfeitos pelo conteúdo do jogo, pelo volume, pelas chances que tivemos e manter os pés no ch?o que muita coisa ainda vai acontecer. Acho que a desconfiança acabou e a credibilidade voltou, a torcida está vendo que temos um padr?o de jogo, uma qualidade melhor, organizaç?o e uma equipe sólida e enquanto mantivermos isso é procurar evoluir, acertando alguns defeitos, porque n?o somos uma equipe perfeita, se pudermos manter isso vai ser excelente ao longo do ano", disse.

Finalizando, Dudu falou sobre a festa que a torcida fez na arquibancada, elaborando o primeiro mosaico 3D do Brasil.

"O que eu vi ontem foi impressionante, eu fiquei arrepiado, me deu um sentimento diferente, pelos times que passei na minha carreira vi poucos com uma torcida assim, com essa paix?o, nossa torcida é apaixonada. N?o ganhamos nada ainda e a torcida fez uma festa imensa, ela merece muitos títulos", concluiu.


guaramiranga - 19-5-15 em 10:30 AM

Pra começar, o goleiro Erivelton falou sobre a sua atuaç?o no gol tricolor, no jogo diante do Verd?o do Cariri. O camisa 12 n?o foi muito acionado, porém teve muita tranquilidade durante os 90 minutos.

"Acho que minha atuaç?o foi boa, foi bem tranquila n?o fui muito exigido, tiveram dois chutes, mas no todo foi tranquilo. Agora vou procurar manter a tranquilidade, venho trabalhando sempre pra poder ficar tranquilo, passar isso para os meus companheiros e fazer bons jogos", disse.

Erivelton n?o quis jogar com a camisa 1 e mesmo como titular do time preferiu vestir a 12.

"A intenç?o foi minha em jogar com a 12, pelo Deola jogar com a 1, ter sido campe?o com a 1, ent?o acho que esse número ficou marcado com ele, e se for pra eu fazer história aqui quero fazer com a número 12", afirmou.

O arqueiro também falou sobre o apoio que esta recebendo da torcida leonina.

"Fico feliz, fazem nove anos que estou aqui e esse apoio por parte da torcida é a primeira vez, ent?o fiquei feliz com isso. E agora vamos fazer um jogo em casa e jogar dentro de casa é sempre melhor, com o apoio da torcida. Espero entrar e fazer um bom jogo", ressaltou.

Quando perguntado se queria ter sido mais acionado durante o jogo do final de semana, para mostrar seu potencial, Erivelton deixou claro que n?o.

"N?o. Penso em buscar os tr?s pontos, o importante é conseguir a vitória, é melhor que apareça o grupo todo e n?o só um jogador", concluiu.


lopez03 - 19-5-15 em 12:02 PM

Torcendo muito pra ele n?o falhar, mas já vem um goleiro aí (parece ser o veterano Roberto, ex XV de Novembro, Ponte Preta...), que, certamente, virá pra ser titular.


guaramiranga - 22-5-15 em 11:08 AM

Contratado no início do ano como soluç?o para o setor ofensivo, o atacante Lúcio Maranh?o perdeu espaço para os concorrentes da posiç?o após más atuaç?es e escassez de gols (quatro em toda a temporada) e foi parar no banco de reservas. Lúcio diz, como na canç?o de Erasmo Carlos e Roberto Carlos, que “daqui para frente tudo vai ser diferente”. Basta que o treinador Marcelo Chamusca resolva confiar novamente no instinto goleador do atacante.

O camisa 9 se fia no seu desempenho para justificar o merecimento de uma nova oportunidade como titular. “A gente conversou sobre a minha evoluç?o no dia a dia. Estou evoluindo em termos táticos, em termos de finalizaç?o, estou melhorando cada vez mais, tanto com a perna esquerda como com a perna direita, na bola aérea, e vamos aperfeiçoar cada vez mais para n?o ter dificuldades”, argumenta o jogador. Se Chamusca dará nova chance para o atacante ser titular n?o se sabe, pois o treino de ontem, no Castel?o, foi fechado ? imprensa.

O próprio Lúcio Maranh?o atribui a má fase dentro de campo a acontecimentos ocorridos fora dele. Tudo culminou na perda de um beb? sofrida pela esposa do atacante, algumas semanas atrás. Seria o terceiro filho de Lúcio, ele é pai de g?meos. Torcedores do Le?o souberam e foram até o Pici demonstrar solidariedade através de faixas no alambrado. “Fiquei emocionado. Graças a Deus eles viram a minha situaç?o toda e fico até curioso, né? Como eles sabem tanto da minha vida desta forma para saber me ajudar no momento certo? Espero retribuir dentro de campo”, agradece.


guaramiranga - 9-6-15 em 11:31 AM

Por que voc? voltou para a sua terra para jogar pelo Fortaleza?
Eu tinha propostas de Série B e A, mas queria dois anos de contrato, pois é muito rápido, muito instável. N?o estou em um momento bom no Fortaleza porque n?o estou jogando. N?o é porque estou mal fisicamente, é por opç?o. O (jogador) que está na minha frente está melhor porque está jogando. Respeito completamente. Imagina se eu fizesse quatro meses de contrato? Tinha ido embora, ninguém queria ficar comigo. Dois anos, n?o. Sei que se ficar aqui, no ano que vem vou arrebentar. Independentemente de estar jogando ou n?o, estou com a consci?ncia tranquila.

Como voc? analisa a sua carreira após o ano de 2007?
Na época do Olympiakos, estava arrebentando, mas acabei n?o indo para a Seleç?o. Por isso preferi voltar ao Brasil, para ter mais visibilidade, e acabou n?o dando certo. A volta foi muito complicada porque na época do Atlético (Mineiro), a equipe n?o estava t?o forte como hoje e eu estava em um período de readaptaç?o. A equipe precisava que eu jogasse urgente, mas eu n?o tinha a resposta que queria ainda. No outro ano, foi um erro ficar esperando pela oportunidade. Se eu saísse no começo de 2012, teria sido até melhor para mim. Joguei pouco, fui para o Goiás na Série B, fomos campe?es. Tive uma boa sequ?ncia em 2013, fui muito bem. Mas no Brasil é muito instável. Amanh? voc? pode arrebentar e no outro dia n?o prestar mais.

Quais s?o os seus sonhos e metas?
Quando fui convidado pelo Fortaleza, através do Marcelo Paz, falei 'quero ir para ser campe?o'. Minha meta foi conquistada com o Estadual. Estavam há quatro anos sem títulos e cheguei sendo campe?o. Quero colocar a mentalidade vencedora. E n?o é falar, é mostrar no campo, no treinamento. Hoje sou exemplo para os mais jovens aqui. Temos uma torcida que n?o condiz com a nossa condiç?o de Série C. Uma torcida imensa, apaixonada, com sede de títulos. Vi agora, no Cearense, as carreatas, as festas. Imagina sendo campe?o da Série C e subindo para a Série B e da B para a A.

Como tem sido o relacionamento com a direç?o do clube?
Est?o conduzindo da melhor maneira possível e fazendo o melhor para a gente, fora e dentro de campo. Fazemos nossa parte, que é n?o ter indisciplina, desavenças e vaidades dentro do clube. A diretoria está em um bom caminho e está tudo encaixado.

-.-.-.-.-
Complemento o que ele disse
1.
N?o estou em um momento bom no Fortaleza porque n?o estou jogando. N?o é porque estou mal fisicamente, é por opç?o...

De todos nós tricolores.
E quem se escala é o próprio jogador. Faça por onde.

2.
Se ficar aqui no ano que vem, vou arrebentar...

Com as finanças do FEC ou com nossa paci?ncia?


NonatodeManaus - 9-6-15 em 04:27 PM

Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
Por que voc? voltou para a sua terra para jogar pelo Fortaleza?
Eu tinha propostas de Série B e A, mas queria dois anos de contrato, pois é muito rápido, muito instável. N?o estou em um momento bom no Fortaleza porque n?o estou jogando. N?o é porque estou mal fisicamente, é por opç?o. O (jogador) que está na minha frente está melhor porque está jogando. Respeito completamente. Imagina se eu fizesse quatro meses de contrato? Tinha ido embora, ninguém queria ficar comigo. Dois anos, n?o. Sei que se ficar aqui, no ano que vem vou arrebentar. Independentemente de estar jogando ou n?o, estou com a consci?ncia tranquila.

Como voc? analisa a sua carreira após o ano de 2007?
Na época do Olympiakos, estava arrebentando, mas acabei n?o indo para a Seleç?o. Por isso preferi voltar ao Brasil, para ter mais visibilidade, e acabou n?o dando certo. A volta foi muito complicada porque na época do Atlético (Mineiro), a equipe n?o estava t?o forte como hoje e eu estava em um período de readaptaç?o. A equipe precisava que eu jogasse urgente, mas eu n?o tinha a resposta que queria ainda. No outro ano, foi um erro ficar esperando pela oportunidade. Se eu saísse no começo de 2012, teria sido até melhor para mim. Joguei pouco, fui para o Goiás na Série B, fomos campe?es. Tive uma boa sequ?ncia em 2013, fui muito bem. Mas no Brasil é muito instável. Amanh? voc? pode arrebentar e no outro dia n?o prestar mais.

Quais s?o os seus sonhos e metas?
Quando fui convidado pelo Fortaleza, através do Marcelo Paz, falei 'quero ir para ser campe?o'. Minha meta foi conquistada com o Estadual. Estavam há quatro anos sem títulos e cheguei sendo campe?o. Quero colocar a mentalidade vencedora. E n?o é falar, é mostrar no campo, no treinamento. Hoje sou exemplo para os mais jovens aqui. Temos uma torcida que n?o condiz com a nossa condiç?o de Série C. Uma torcida imensa, apaixonada, com sede de títulos. Vi agora, no Cearense, as carreatas, as festas. Imagina sendo campe?o da Série C e subindo para a Série B e da B para a A.

Como tem sido o relacionamento com a direç?o do clube?
Est?o conduzindo da melhor maneira possível e fazendo o melhor para a gente, fora e dentro de campo. Fazemos nossa parte, que é n?o ter indisciplina, desavenças e vaidades dentro do clube. A diretoria está em um bom caminho e está tudo encaixado.

-.-.-.-.-
Complemento o que ele disse
1.
N?o estou em um momento bom no Fortaleza porque n?o estou jogando. N?o é porque estou mal fisicamente, é por opç?o...

De todos nós tricolores.
E quem se escala é o próprio jogador. Faça por onde.

2.
Se ficar aqui no ano que vem, vou arrebentar...

Com as finanças do FEC ou com nossa paci?ncia?


Só pode estar de brincadeira o Dudú, isso me parece mais como deboche.


guaramiranga - 14-6-15 em 01:37 PM

O volante Dudu Cearense sonha com uma vaga no time titular do Fortaleza para provar que é uma boa opç?o no meio-campo tricolor. Contratado no início da temporada com status de grande jogador, o volante, que já defendeu a seleç?o brasileira e foi campe?o da Copa América, em 2004, pelo Brasil (a seleç?o estreia na competiç?o neste domingo), espera retomar a boa fase atuando pelo Le?o. Ele entrou em apenas um terço dos 34 jogos do Tricolor no ano.

Mas o flerte com a titularidade n?o está fácil. Foi na vitória de 2 a 1, do Fortaleza sobre o River-PI, pela Copa do Brasil, no dia 16 de abril, que Dudu teve sua última chance na equipe principal. De lá para cá, o jogador conseguiu apenas ser relacionado no banco.

O atleta se diz pronto para agarrar uma nova chance e deixa claro que sua condiç?o física n?o é problema. “O time é forte e a concorr?ncia é grande. Aí, depende de como o Chamusca quer que eu jogue. A expectativa quando cheguei foi muito grande, mas é impossível corresponder se eu só estiver fora de campo”, afirma.

Dudu diz que n?o há mal estar pela condiç?o de reserva pouco utilizado, mas admite que a realidade é bem diferente daquela que sonhou quando assinou contrato. “Quando cheguei no Fortaleza tinha muita esperança de jogar todos os jogos. Mas agora eu só penso em estar bem comigo mesmo, jogando ou n?o”, diz.

POUCA EXPECTATIVA
Nada leva a crer que a situaç?o do atleta tenha uma reviravolta num futuro próximo. Nos quatro jogos do Fortaleza pela Série C, Dudu só foi relacionado em dois e mesmo assim n?o entrou em campo. Mas ele n?o esmoreceu. Enquanto a maior parte do elenco retorna amanh? de uma folga de uma semana, o jogador permaneceu dando expediente no Pici, treinando com outros jogadores que se recuperam de contus?o, como o volante o Corr?a.

É preciso trabalhar, pois os números do jogador n?o s?o animadores. Entrou em campo oito vezes durante o ano, tr?s delas no decorrer da partida. N?o conseguiu fazer gol e nem dar assist?ncia. N?o deixa de ser um reserva de luxo para Marcelo Chamusca.


Que campanha é essa para Dudu ser titular?


lopez03 - 15-6-15 em 08:14 PM

PeloamordeDeus!

Só teríamos a ganhar se o Dudu emplacasse.

Minha humilde opini?o.


guaramiranga - 20-6-15 em 05:36 PM

Destaque no Campeonato Mineiro deste ano com a camisa da Caldense, o meia Tiago Azul?o chegou ao Parque dos Campeonatos no dia 26 de maio. Há quase um m?s no Fortaleza, o armador de 27 anos se diz habituado ao clube, elogia o ambiente interno e promete bastante empenho para ter mais oportunidades de vestir a camisa tricolor no decorrer da Série C.

Após algumas semanas parado entre o fim do Estadual e o acerto com o Le?o, o apoiador n?o poupa esforços para recuperar o tempo perdido. Na última semana, o elenco ganhou folga, seguindo a programaç?o de pausa de 20 dias no Campeonato Brasileiro em meio ? Copa América, mas Tiago Azul?o dispensou a pausa e treinou diariamente no estádio Alcides Santos.

"Nós, do pelot?o de trás, temos que trabalhar muito mais do que quem vem jogando, porque o ritmo é outro, é diferente. O pessoal pegou folga na semana passada, mas eu, Dudu e Hudson ficamos treinando. Foi bom demais para nós para manter o ritmo, porque seria ruim se nós parássemos. Estamos esperando oportunidade, mas futebol é produtividade. N?o tem como mudar uma equipe que está ganhando. O grupo está coeso, fechado, com bom ambiente no vestiário, ent?o tem tudo para dar certo", disse.

Tiago Azul?o estreou pelo Tricolor na vitória sobre o Cuiabá por 3 a 1, na Arena Pantanal. Depois, atuou pela primeira vez diante da torcida no empate por 1 a 1 com o ASA, na Arena Castel?o. O meia admite que n?o estava no ápice da forma física, mas garante evoluç?o nas próximas partidas.

"Fisicamente, eu ainda n?o estava muito bem. No último jogo, eu entrei um pouco melhor porque o time estava atacando mais, realmente, e tive uma participaç?o pelo lado direito. No futebol, voc? tem que se enquadrar com as características do treinador e dos jogadores, e estou ganhando isso no dia a dia", afirmou.

A pausa da competiç?o nacional se encerrará para o Fortaleza no próximo dia 28, com a partida diante do Salgueiro, ?s 19h, no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro/PE, válida pela quinta rodada. Invicto, o Le?o é o líder do Grupo A, com dez pontos, e mira se consolidar no G-4 para assegurar vaga nas quartas de final. "Já disputei a Série C e a cada ano fica mais difícil, porque times fortes caem e clubes que est?o se estruturando sobem", falou Tiago Azul?o.
[img]
http://www.fortalezaec.net/Arquivos/Fotos/514x386/201506182041-tiago-azulao.jpg
[/img


guaramiranga - 20-6-15 em 05:41 PM

Em preparaç?o intensa junto com os companheiros para o reinício da Série C, no jogo contra o Salgueiro, no próximo dia 28, ?s 19h, no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro/PE, pela quinta rodada da competiç?o, o volante Dudu Cearense afirmou que está ? disposiç?o da comiss?o técnica tricolor para ser utilizado e aguarda nova oportundiade na equipe.

"N?o estou tendo a sequ?ncia que eu quero devido aos meus companheiros estarem muito bem. Estamos em uma guerra, que é a Série C, e eu sou o soldado da equipe. Existe um pelot?o de frente, e eu estou um pouco atrás, trabalhando muito para conseguir minha oportunidade, que pode chegar no próximo jogo ou quando quiser o professor Chamusca", disse o meio-campista. "O pelot?o de trás está trabalhando muito forte. Quem está na frente n?o quer sair, e quem está fora quer entrar. É uma disputa sadia e salutar entre todos, que é importante, e quem ganha é o Fortaleza", completou.

Com currículo extenso, o vitorioso volante de 32 anos, natural de Fortaleza, destacou que o histórico n?o é suficiente para se destacar no futebol atual. Campe?o estadual deste ano com o Le?o, Dudu Cearense também já conquistou títulos como Copa do Nordeste, Copa América, Campeonato Mundial sub-20, campeonatos nacionais de Grécia e Rússia, além de outros estaduais.

"No Brasil, n?o existe isso. O nome e a história n?o jogam, o que vale é hoje. Sou um cara que trabalha muito no dia a dia, me dou bem com todo mundo no vestiário. Tenho ética no meu trabalho e respeito meu clube e meus companheiros. Tenho que estar pronto para fazer minha parte bem feita quando chegar a oportunidade", declarou.

Dudu Cearense destacou que o Tricolor deve manter o foco de retornar ? Série B a cada rodada do Campeonato Brasileiro e alertou que o primeiro objetivo na competiç?o nacional é se consolidar no G-4 do Grupo A para selar a classificaç?o para as quartas de final, fase em que é decidido o acesso.

"Temos que pensar em subir a cada jogo. Nosso primeiro objetivo é classificar para a segunda fase, que é totalmente diferente. Acho que o último jogo foi uma simulaç?o do mata-mata, com o time todo atrás, esperando os contra-ataques", falou o camisa 22.
-.-.-.-.-

Como disse Lopez: Todos ganharíamos se Dudu Cearense voltasse a jogar.

Futebol.


guaramiranga - 24-6-15 em 07:06 PM

Artilheiro do Fortaleza na temporada, ao lado do meia Éverton, com sete gols (tr?s no Campeonato Cearense, um na Copa do Nordeste e tr?s na Série C), o volante Pio comemora a boa fase com a camisa tricolor. O camisa 8 diz que trabalha diariamente para qualificar a finalizaç?o e pretende prolongar o bom momento até o final do ano para alcançar os objetivos do Le?o.

"Passei bons momentos em outras equipes, mas 2015 é meu melhor momento, com a camisa do Fortaleza, e espero manter essa performance junto com meus companheiros para que possamos alcançar nosso objetivo", disse. "Uma das minhas qualidades é a finalizaç?o, bola parada. A cada dia tento aperfeiçoar e aprimorar minha finalizaç?o. Graças a Deus, está dando certo nos jogos", festejou o jogador cearense.

Apesar da boa fase, Pio alerta que n?o há cadeira cativa no time titular e destaca a briga natural e sadia por posiç?o. Recuperado de les?o muscular, o volante Corr?a volta a ser mais uma opç?o para os jogos do Campeonato Brasileiro, e o camisa 8 diz que a decis?o de definir a equipe está nas m?os da comiss?o técnica.

"É bom assim, dando dor de cabeça para o Chamusca. Com todo o respeito, ele que se vire para escalar o time. Mas creio que quem estiver melhor, treinando bem e mostrando que quer conquistar seu espaço na equipe titular, tem que fazer valer a pena", opinou Pio.

Depois da pausa de 20 dias da Série C em meio ? Copa América, o Fortaleza volta a disputar uma partida oficial no próximo domingo, diante do Salgueiro, a partir das 19h, no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro/PE, pela quinta rodada. Pio destaca a qualidade do time pernambucano, que é o terceiro colocado e ainda está invicto, mas assegura que o Tricolor, líder do Grupo A, com dez, pontos, buscará o terceiro triunfo consecutivo fora de casa.

"Sabemos que vai ser uma partida muito difícil. O Salgueiro é uma equipe muito qualificada e é muito difícil jogar nos seus domínios, mas o Fortaleza está bem preparado", declarou. "O Fortaleza sempre entra para vencer e n?o vai ser diferente contra eles. Claro, temos que respeitar a equipe do Salgueiro, que é muito qualificada, mas o Fortaleza está ciente do dever que tem que fazer", completou o meio-campista.


guaramiranga - 9-9-15 em 05:37 PM

Com mais tr?s jogos da fase classificatória da Série C pela frente, o lateral-direito Tinga diz que o objetivo do Fortaleza é n?o tropeçar para conseguir garantir vaga nas quartas de final na primeira colocaç?o. Por isso, o foco é vencer o Confiança, adversário no próximo domingo, ?s 19h, na Arena Castel?o, pela 16? rodada da competiç?o nacional.

O camisa 2 alerta que a equipe alagoana briga pela classificaç?o, mas diz que o Tricolor deve repetir a postura que teve no triunfo por 4 a 2 sobre o Salgueiro e no empate sem gols com o América-RN para obter o resultado positivo diante da torcida e se garantir na próxima fase.

"Vai ser um jogo muito duro. O Confiança ainda tem chance de se classificar, ent?o temos que entrar com o mesmo espírito dos dois últimos jogos, sempre com a intenç?o de vencer", disse o jogador gaúcho, em entrevista coletiva na Sala de Imprensa Carlos Rolim Filho.

Com o Le?o na liderança do Grupo A do Campeonato Brasileiro, com 31 pontos conquistados, Tinga afirma que a meta é manter a ponta da tabela até a última rodada, garante o grupo focado e rechaça ansiedade para a fase decisiva.

"V?o ser tr?s jogos difíceis. Nosso objetivo é classificar em primeiro lugar e sabemos que vai ser difícil. Estamos bem focados para conseguir esse objetivo", garantiu. "Ainda temos tr?s jogos importantes para chegar lá, mas estou bem tranquilo. Espero que cheguem logo esses jogos, que v?o ter bastante torcida, estádios lotados, e é o melhor lugar de se jogar e mostrar o futebol", completou.


lopez03 - 10-9-15 em 12:39 PM

É incrível:

se voc? colocar todas as entrevistas, de jogadores, treinador... s?o todas as mesmas palavras. Nada diferente.

E em mais de 50% das fotos, o Laertes aparece. T?o divulgado e t?o sem garra pra mostrar futebol.


guaramiranga - 9-10-15 em 11:44 AM

? espera do jogo contra o Brasil de Pelotas, neste sábado, ?s 16h, no estádio Bento Freitas, em Pelotas/RS, pelas quartas de final da Série C, o atacante Maranh?o afasta a ansiedade, diz que o Fortaleza deve ter calma e destaca a importância de balançar as redes como visitante no duelo decisivo.

Artilheiro do Le?o no Campeonato Brasileiro, com sete gols, o jogador maranhense comemora o bom momento e admite a prefer?ncia por momentos decisivos, mas evita se cobrar para marcar diante do time gaúcho e afirma que a equipe deve caprichar na pontaria para aproveitar as chances e sair com o triunfo.

"É sempre importante fazer gols, e eu gosto de fazer gols em momentos decisivos. Estou tranquilo. Essa minha fase está sendo maravilhosa, graças aos meus companheiros e ? diretoria, que v?m confiando em mim. O jogador se sente mais leve em campo. S?o dois jogos difíceis e sabemos que a decis?o n?o será no sábado, mas será um passo. Vamos procurar fazer um bom jogo e ter tranquilidade nas oportunidades que v?o aparecer para sair com um bom resultado", analisou o camisa 8.

Fazer gols, aliás, é uma das prioridades que Maranh?o diz que o Tricolor deve ter no Bento Freitas. O atacante prega respeito ao adversário, mas diz que a equipe manterá o padr?o tático para evitar passar em branco como visitante devido ao peso do gol nas partidas decisivas da competiç?o.

"Claro que vamos respeitar o Brasil de Pelotas, que é uma boa equipe, mas vamos procurar apertar o time deles e marcar um gol fora de casa, que é muito importante. Em alguns jogos fora de casa n?o conseguimos fazer gol, mas nessa fase decisiva temos que fazer para sair com um bom resultado", disse.

Assessoria de Comunicaç?o do Fortaleza Esporte Clube
Afonso Ribeiro e Raíssa Feijó
imprensa@fortalezaec.net