Fortaleza Esporte Clube. FEC. Ativo pela última vez: Nunca
Não fez Login [Login - Cadastro]
Descer para o final da página

Versão para impressão | Assinar | Adicionado aos Favoritos  
Autor: Assunto: OFF- Calor de 52° castiga brasuca no Catar
MarceloCosta
Moderador
**********


Avatar


Mensagens: 2865
Cadastrado: 1-8-03

Naturalidade: Fortaleza

O usuário não está online

Humor: Mais liso do que antes!

enviada em 10-8-07 em 04:04 PM Responder com Citação
OFF- Calor de 52? castiga brasuca no Catar



Muita gente diz que, quando alguém vai jogar no futebol do exterior, os grandes problemas na hora da adaptaç?o s?o o idioma, a cultura e o clima. No Catar, entretanto, o terceiro ítem é muito mais que um mero problema. Técnico do Mesaimeer, clube da capital Doha, o brasileiro LUIS ZALUAR vem sofrendo com as altas temperaturas que chegam, ?s vezes, aos 52°. Por isso, o ex-técnico do Americano-RJ e Fortaleza só comanda treinos ? noite, quando o termômetro marca "apenas" 38°.


Divulgaç?o
Luis Zaluar, último ? direita, ao lado da comiss?o técnica toda brasileira- O ver?o aqui é rigoroso demais e a umidade é muito grande. No geral, durante o dia, pegamos temperaturas de 48°, ent?o marcamos os trabalhos para as sete da noite. Durante o dia, trabalhamos na academia, mas com tr?s aparelhos de ar-condicionado ligados – conta Zaluar, revelando que, em média, tr?s gal?es, de 20 litros cada, s?o consumidos nos treinos.

- Todas as casas possuem cinco ou seis aparelhos de ar-condicionado ligados. Uma vez, quando fomos treinar, deixamos um ovo na frente de casa, quando chegamos, mais tarde um pouco, ele estava durinho – diz Zaluar, aos risos, por telefone, em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM.

Saiba mais

» Catar será sede da Copa da Ásia em 2011 » Time de Paquetá em final de Copa na Arábia » Desafeto de Romário brilha na Arábia Além de Zaluar e sua comiss?o técnica (formada pelos compatriotas Jairo Cunha, Felipe Verta e Fabio Lefundes), outros 52 brasileiros, entre treinadores e jogadores, est?o espalhados nos 16 clubes do Catar. Entre eles, o meia Felipe, ex-Flamengo, Fluminense, Vasco, que defende o atual campe?o Al Saad e é a maior estrela do futebol do país, e o técnico Marcos Paquetá, que dirigiu a Arábia Saudita na última Copa do Mundo.

- O país é pequeno e tudo é perto. Por isso, tirando o calor, aqui é um lugar muito bom para se viver e trabalhar. Além disso, o país é bastante cosmopolita. Quase 70% da populaç?o (Nota: aproximadamente tr?s milh?es de habitantes) é de estrangeiros – ressalta Zaluar, que prepara o Mesaimeer para disputa da Copa da Confederaç?o do Catar, que começa no dia 20 de agosto. Os jogos do torneio, para a sorte dos brasileiros, ser?o disputados ? noite




N?O ME ILUDO COM FOGO DE PALHA.

TENHO DITO!
Visualizar o Perfil do Usuário Visitar a Homepage do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário MarceloCosta's ICQ status Este usuário tem MSN Messenger


Subir para o início da página