Fortaleza Esporte Clube. FEC. Ativo pela última vez: Nunca
Não fez Login [Login - Cadastro]
Descer para o final da página

Versão para impressão | Assinar | Adicionado aos Favoritos   Enviar nova mensagem
Autor: Assunto: Embaixadas tricolores
EBJ-CORAÇ?O-DE-LE?O
Sub-21
*****


Avatar


Mensagens: 330
Cadastrado: 4-8-03

Naturalidade: Fortaleza

O usuário não está online

Humor: Esperançoso!

enviada em 21-12-10 em 03:41 PM Responder com Citação
Embaixadas tricolores



Diretoria convoca embaixadores do Tricolor espalhados pelo Brasil

A diretoria do Fortaleza Esporte Clube para o bi?nio 2011/2012, na pessoa do Diretor de Atividades Sociais, Promoç?es e Marketing, Demetrius Coelho Ribeiro, convoca todos os embaixadores do Fortaleza, espalhados pelo Brasil, para entrarem em contato com o clube pelo e-mail marketing@fortalezaec.net.

O objetivo do contato é acertar a revitalizaç?o das Embaixadas e unificar aç?es de marketing junto aos torcedores Tricolores, que moram em outras cidades do país.

O clube recebeu no último sábado, a visita do embaixador de Teresina-PI, Maviael Xavier de Lima Filho, que iniciou o processo de soerguimento do projeto das Embaixadas Tricolores.

"Foi interessante ver o brilho nos olhos e a paix?o desprendida dos integrantes da Embaixada de Teresina. Muitos dos torcedores do Fortaleza que moram aqui, n?o t?m o sentimento e amor que eles demonstraram ter", ressaltou Demetrius Coelho Ribeiro.

Fonte: http://www.fortalezaec.net/2009/Noticia.aspx?id=6de893768f5246e6905a170038189534

PARECE QUE AGORA V?O ESCUTAR E VALORIZAR OS EXILADOS... VAMOS LÁ PESSOAL, ENTREM EM CONTATO.
Visualizar o Perfil do Usuário Enviar e-mail para o usuário Visitar a Homepage do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
flaviofor
Craque
********


Avatar


Mensagens: 2789
Cadastrado: 4-8-03

Naturalidade: FORTALEZA

O usuário não está online

Humor: Em Brasília e com muitas saudades do TETRACAMPE?O de 2007/2008/2009/2010!!!

enviada em 21-12-10 em 03:56 PM Responder com Citação


Moro aqui em Brasília e, sen?o me engano, o último embaixador daqui era o Othon e depois que o time caiu pra terceira, pronto, n?o mantive mais contato com ninguém...



http://img815.imageshack.us/img815/5346/posterfec1991.jpg
O 1o. Título que vi o LE?O ganhar!
Foi em 1991(Campe?o Cearense) com um GOLAÇO do Mirandinha!
O TIME QUE NASCEU PARA SER CAMPE?O!!!
Visualizar o Perfil do Usuário Visitar a Homepage do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
ANIBALDANTAS
Super Moderator
**********


Avatar


Mensagens: 10459
Cadastrado: 5-8-03

Naturalidade: Morrinhos-GO

O usuário não está online

Humor: Sem humor temporário

enviada em 22-12-10 em 11:04 AM Responder com Citação


Moro em Crato, a regi?o Crajubar é muito grande, Crato, Juazeiro e Barbalha. Sou sócio proprietário, creio que posso ser embaixador por aqui.

Como fazer?




http://www.fortalezaec.net/Content/Splash/escudoh.pngCOMPRE ESSA IDÉIA!https://scontent-b-gru.xx.fbcdn.net/hphotos-prn2/t1.0-9/10305050_655659804488067_4125737658806915381_n.jpg
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário Este usuário tem MSN Messenger
EBJ-CORAÇ?O-DE-LE?O
Sub-21
*****


Avatar


Mensagens: 330
Cadastrado: 4-8-03

Naturalidade: Fortaleza

O usuário não está online

Humor: Esperançoso!

enviada em 23-12-10 em 03:06 AM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por ANIBALDANTAS
Moro em Crato, a regi?o Crajubar é muito grande, Crato, Juazeiro e Barbalha. Sou sócio proprietário, creio que posso ser embaixador por aqui.

Como fazer?


marketing@fortalezaec.net
Visualizar o Perfil do Usuário Enviar e-mail para o usuário Visitar a Homepage do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
guaramiranga
Super Craque
*********


Avatar


Mensagens: 6541
Cadastrado: 1-8-03

Naturalidade: Botija - Guarami

O usuário não está online

Humor: Esses DIRETORES s?o de PRIMEIRA!

enviada em 4-11-11 em 09:56 AM Responder com Citação
A maior torcida organizada de Boa Vista-RR é do Fortaleza. Isso mesmo, o Le?o do Pici



O extremo setentrional do Brasil n?o é o Oiapoque, no Amapá, como muita gente (ainda) pensa. Desde 1998 que o Ministério da Educaç?o (MEC) considera Caburaí, em Roraima. E é da capital do estado que tem a ponta norte oficial do País que vem uma história curiosa. Na cidade de Boa Vista, a maior torcida organizada n?o é de nenhum time local. Nem do Rio de Janeiro ou de S?o Paulo. Por lá, popular mesmo é o Fortaleza.

A Toca do Le?o foi a semente de tudo, plantada em 2004 por um grupo de ex-integrantes de torcidas organizadas do Le?o que moravam na cidade. Eram torcedores que já havia passado pela Fiel Tricolor, Filhotes do Le?o e Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF). Assim, de longe, resolveram se juntar para acompanhar jogos.

Mas a história começou até antes, em 2001. Cinco tricolores resolveram ver juntos as partidas do Fortaleza naquela Série B. “O número foi crescendo e ganhou força na subida para a Série A em 2002”, lembra o funcionário público Antônio José Leite, um dos primeiros integrantes do grupo. Dois anos depois, a torcida foi formalizada e chegou a ter 112 membros cadastrados oficialmente.

A “Toca” era toda caracterizada, com pintura estilizada e estrutura para servir de arquibancada ? distância durante os jogos do Fortaleza. “Após os jogos (com vitória), sempre havia carreata pela cidade”, lembra o cearense, que garante ter convencido vários roraimenses a torcerem pelo Tricolor.

O grupo cresceu e acabou virando um braço oficial da TUF. Hoje, é a maior torcida organizada de Roraima. E este ano, por exemplo, a fidelidade passou por provaç?es. A torcida chegou a ter de acompanhar partidas pelo rádio e até por ligaç?o de celular (a cada dez minutos) daqueles que estavam no estádio. Uma paix?o, literalmente, sem fronteira.




No final, nós nos lembraremos do sil?ncio de nossos amigos e n?o das palavras de nossos inimigos. Luther King
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
NonatodeManaus
Craque
********


Avatar


Mensagens: 2752
Cadastrado: 2-10-03

Naturalidade: Pentecoste-CE.

O usuário não está online

Humor: Sempre confiante

enviada em 4-11-11 em 01:28 PM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
O extremo setentrional do Brasil n?o é o Oiapoque, no Amapá, como muita gente (ainda) pensa. Desde 1998 que o Ministério da Educaç?o (MEC) considera Caburaí, em Roraima. E é da capital do estado que tem a ponta norte oficial do País que vem uma história curiosa. Na cidade de Boa Vista, a maior torcida organizada n?o é de nenhum time local. Nem do Rio de Janeiro ou de S?o Paulo. Por lá, popular mesmo é o Fortaleza.

A Toca do Le?o foi a semente de tudo, plantada em 2004 por um grupo de ex-integrantes de torcidas organizadas do Le?o que moravam na cidade. Eram torcedores que já havia passado pela Fiel Tricolor, Filhotes do Le?o e Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF). Assim, de longe, resolveram se juntar para acompanhar jogos.

Mas a história começou até antes, em 2001. Cinco tricolores resolveram ver juntos as partidas do Fortaleza naquela Série B. “O número foi crescendo e ganhou força na subida para a Série A em 2002”, lembra o funcionário público Antônio José Leite, um dos primeiros integrantes do grupo. Dois anos depois, a torcida foi formalizada e chegou a ter 112 membros cadastrados oficialmente.

A “Toca” era toda caracterizada, com pintura estilizada e estrutura para servir de arquibancada ? distância durante os jogos do Fortaleza. “Após os jogos (com vitória), sempre havia carreata pela cidade”, lembra o cearense, que garante ter convencido vários roraimenses a torcerem pelo Tricolor.

O grupo cresceu e acabou virando um braço oficial da TUF. Hoje, é a maior torcida organizada de Roraima. E este ano, por exemplo, a fidelidade passou por provaç?es. A torcida chegou a ter de acompanhar partidas pelo rádio e até por ligaç?o de celular (a cada dez minutos) daqueles que estavam no estádio. Uma paix?o, literalmente, sem fronteira.


Gostaria de expressar, com muito orgulho, meu testemunho sobre esse excepcional trabalho desenvolvido pelos meus amigos de Boa Vista.
É um trabalho sensacional, maravilhoso, digno de registro na história do próprio Fortaleza...tive a honra de assistir com nossos amigos em Boa Vista a nossa última subida para a série A, e nunca vou esquecer aquele dia...eu n?o estava acreditando que iríamos conseguir um novo acesso, pois como lembram nossas chances eram mínimas, e por isso fiquei no hotel confinado, mas meu filho Tibério foi assistir ao jogo com a moçada de Boa Vista no Clube da AABB...quando terminou o primeiro tempo ele me ligou dizendo como estava o jogo e os resultados dos outros times e que nos favoreciam naquele momento, onde pedi a ele que fosse apanhar-me no hotel.
Após nossa classificaç?o, presenciei algo inédito, diria até incrível, pois assim que terminou o jogo saimos em carreata pela cidade, com direito a buzinaça e tudo, e terminamos em um posto de gasolina onde entornamos todas.
Depois disso ficamos amigos da rapaziada, e várias foram as vezes em que fui a Boa Vista e assisti aos jogos do Fortaleza na Toca do Le?o, que funciona na resid?ncia do grande tricolor Roberto.
Um grande abraço a todos os amigos de Boa Vista.




Visualizar o Perfil do Usuário Enviar e-mail para o usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário Este usuário tem MSN Messenger
Ariston
Profissional
*******


Avatar


Mensagens: 1003
Cadastrado: 6-8-03

Naturalidade: Fortaleza

O usuário não está online

Humor: Como todo tricolor, sempre de bem com a vida

enviada em 5-11-11 em 05:52 PM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por NonatodeManaus
Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
O extremo setentrional do Brasil n?o é o Oiapoque, no Amapá, como muita gente (ainda) pensa. Desde 1998 que o Ministério da Educaç?o (MEC) considera Caburaí, em Roraima. E é da capital do estado que tem a ponta norte oficial do País que vem uma história curiosa. Na cidade de Boa Vista, a maior torcida organizada n?o é de nenhum time local. Nem do Rio de Janeiro ou de S?o Paulo. Por lá, popular mesmo é o Fortaleza.

A Toca do Le?o foi a semente de tudo, plantada em 2004 por um grupo de ex-integrantes de torcidas organizadas do Le?o que moravam na cidade. Eram torcedores que já havia passado pela Fiel Tricolor, Filhotes do Le?o e Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF). Assim, de longe, resolveram se juntar para acompanhar jogos.

Mas a história começou até antes, em 2001. Cinco tricolores resolveram ver juntos as partidas do Fortaleza naquela Série B. “O número foi crescendo e ganhou força na subida para a Série A em 2002”, lembra o funcionário público Antônio José Leite, um dos primeiros integrantes do grupo. Dois anos depois, a torcida foi formalizada e chegou a ter 112 membros cadastrados oficialmente.

A “Toca” era toda caracterizada, com pintura estilizada e estrutura para servir de arquibancada ? distância durante os jogos do Fortaleza. “Após os jogos (com vitória), sempre havia carreata pela cidade”, lembra o cearense, que garante ter convencido vários roraimenses a torcerem pelo Tricolor.

O grupo cresceu e acabou virando um braço oficial da TUF. Hoje, é a maior torcida organizada de Roraima. E este ano, por exemplo, a fidelidade passou por provaç?es. A torcida chegou a ter de acompanhar partidas pelo rádio e até por ligaç?o de celular (a cada dez minutos) daqueles que estavam no estádio. Uma paix?o, literalmente, sem fronteira.


Gostaria de expressar, com muito orgulho, meu testemunho sobre esse excepcional trabalho desenvolvido pelos meus amigos de Boa Vista.
É um trabalho sensacional, maravilhoso, digno de registro na história do próprio Fortaleza...tive a honra de assistir com nossos amigos em Boa Vista a nossa última subida para a série A, e nunca vou esquecer aquele dia...eu n?o estava acreditando que iríamos conseguir um novo acesso, pois como lembram nossas chances eram mínimas, e por isso fiquei no hotel confinado, mas meu filho Tibério foi assistir ao jogo com a moçada de Boa Vista no Clube da AABB...quando terminou o primeiro tempo ele me ligou dizendo como estava o jogo e os resultados dos outros times e que nos favoreciam naquele momento, onde pedi a ele que fosse apanhar-me no hotel.
Após nossa classificaç?o, presenciei algo inédito, diria até incrível, pois assim que terminou o jogo saimos em carreata pela cidade, com direito a buzinaça e tudo, e terminamos em um posto de gasolina onde entornamos todas.
Depois disso ficamos amigos da rapaziada, e várias foram as vezes em que fui a Boa Vista e assisti aos jogos do Fortaleza na Toca do Le?o, que funciona na resid?ncia do grande tricolor Roberto.
Um grande abraço a todos os amigos de Boa Vista.



Voc? é um tricolaço que dá gosto a gente admirar, Nonato.




Fortaleza, na chuva e no sol, és o maior do futebol. (do grande Jackson de Carvalho).
Sou Le?o desde a fecundaç?o.
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
ESTEVAO
Super Craque
*********


Avatar


Mensagens: 8667
Cadastrado: 3-8-03

Naturalidade: Fortaleza/Meirel

O usuário não está online

Humor: na esperança de dias melhores

enviada em 6-11-11 em 12:33 AM Responder com Citação


Esse projeto é muito importante para manter acesa a chama dos torcedores do Fortaleza espalhados pelo Brasil ....
muitos destes sao conselheiros, sócios proprietários ou contribuintes ou compram camisas e ajudam o Fortaleza de várias formas.
Temos que fomentar isso reativando brilhante idéia do marcos augusto e que foi se perdendo depois de 2008....
parabéns a todos torcedores exilados do Leao
ao flavio
anibal
nonato
emanuel
super tricolor
e tantos outros amigos




Há homens que lutam um dia e s?o bons. Há outros que lutam um ano e s?o melhores. Há os que lutam muitos anos e s?o muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes s?o imprescindíveis." Bertold Brecher
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
NonatodeManaus
Craque
********


Avatar


Mensagens: 2752
Cadastrado: 2-10-03

Naturalidade: Pentecoste-CE.

O usuário não está online

Humor: Sempre confiante

enviada em 6-11-11 em 02:26 PM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por Ariston
Citação:
Mensagem original enviada por NonatodeManaus
Citação:
Mensagem original enviada por guaramiranga
O extremo setentrional do Brasil n?o é o Oiapoque, no Amapá, como muita gente (ainda) pensa. Desde 1998 que o Ministério da Educaç?o (MEC) considera Caburaí, em Roraima. E é da capital do estado que tem a ponta norte oficial do País que vem uma história curiosa. Na cidade de Boa Vista, a maior torcida organizada n?o é de nenhum time local. Nem do Rio de Janeiro ou de S?o Paulo. Por lá, popular mesmo é o Fortaleza.

A Toca do Le?o foi a semente de tudo, plantada em 2004 por um grupo de ex-integrantes de torcidas organizadas do Le?o que moravam na cidade. Eram torcedores que já havia passado pela Fiel Tricolor, Filhotes do Le?o e Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF). Assim, de longe, resolveram se juntar para acompanhar jogos.

Mas a história começou até antes, em 2001. Cinco tricolores resolveram ver juntos as partidas do Fortaleza naquela Série B. “O número foi crescendo e ganhou força na subida para a Série A em 2002”, lembra o funcionário público Antônio José Leite, um dos primeiros integrantes do grupo. Dois anos depois, a torcida foi formalizada e chegou a ter 112 membros cadastrados oficialmente.

A “Toca” era toda caracterizada, com pintura estilizada e estrutura para servir de arquibancada ? distância durante os jogos do Fortaleza. “Após os jogos (com vitória), sempre havia carreata pela cidade”, lembra o cearense, que garante ter convencido vários roraimenses a torcerem pelo Tricolor.

O grupo cresceu e acabou virando um braço oficial da TUF. Hoje, é a maior torcida organizada de Roraima. E este ano, por exemplo, a fidelidade passou por provaç?es. A torcida chegou a ter de acompanhar partidas pelo rádio e até por ligaç?o de celular (a cada dez minutos) daqueles que estavam no estádio. Uma paix?o, literalmente, sem fronteira.


Gostaria de expressar, com muito orgulho, meu testemunho sobre esse excepcional trabalho desenvolvido pelos meus amigos de Boa Vista.
É um trabalho sensacional, maravilhoso, digno de registro na história do próprio Fortaleza...tive a honra de assistir com nossos amigos em Boa Vista a nossa última subida para a série A, e nunca vou esquecer aquele dia...eu n?o estava acreditando que iríamos conseguir um novo acesso, pois como lembram nossas chances eram mínimas, e por isso fiquei no hotel confinado, mas meu filho Tibério foi assistir ao jogo com a moçada de Boa Vista no Clube da AABB...quando terminou o primeiro tempo ele me ligou dizendo como estava o jogo e os resultados dos outros times e que nos favoreciam naquele momento, onde pedi a ele que fosse apanhar-me no hotel.
Após nossa classificaç?o, presenciei algo inédito, diria até incrível, pois assim que terminou o jogo saimos em carreata pela cidade, com direito a buzinaça e tudo, e terminamos em um posto de gasolina onde entornamos todas.
Depois disso ficamos amigos da rapaziada, e várias foram as vezes em que fui a Boa Vista e assisti aos jogos do Fortaleza na Toca do Le?o, que funciona na resid?ncia do grande tricolor Roberto.
Um grande abraço a todos os amigos de Boa Vista.



Voc? é um tricolaço que dá gosto a gente admirar, Nonato.


Obrigado pelas palavras Ariston, mas eu n?o sou mais tricolor e nem menos que voc?...claro que adoro meu Fortaleza, e o fato de morar fora, longe dos estádios e do dia a dia do meu tricolor, só aumenta o meu amor e as vezes até o sofrimento.




Visualizar o Perfil do Usuário Enviar e-mail para o usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário Este usuário tem MSN Messenger
flaviofor
Craque
********


Avatar


Mensagens: 2789
Cadastrado: 4-8-03

Naturalidade: FORTALEZA

O usuário não está online

Humor: Em Brasília e com muitas saudades do TETRACAMPE?O de 2007/2008/2009/2010!!!

enviada em 9-10-12 em 03:40 PM Responder com Citação
Entrevista: Embaixada Tricolor em Boa Vista/RR



Olha aí, Lino! Temos que "retomar os trabalhos" aqui em Brasília quando o Le?o voltar pra Série B...

----------------------------------------------------------------------------

Nesta semana o Verminosos por Futebol aborda o cotidiano de duas legi?es de torcedores de Fortaleza e kanal fora do estado-natal: os tricolores de Boa Vista-RR e os alvinegros de Brasília.

Em entrevista, o servidor público Antônio José Leite de Albuquerque, o Tonzé, cearense que mora em Boa Vista, fala sobre a expressiva torcida tricolor em Roraima. Em 2004, foi formado um núcleo da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF), do qual ele é diretor.

Existem 112 torcedores cadastrados, sendo o maior grupo organizado do clube fora do Estado. “Após cada jogo há carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causa grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista”, conta Tonzé.

A surpresa é natural, afinal as duas cidades est?o separadas por 2,5 mil km via aérea e 6,5 mil km via terrestre. Só mesmo o futebol para aproximá-las, superando uma distância quase continental.

Verminosos por Futebol – Quando foi fundada a torcida do Fortaleza em Boa Vista?
Tonzé – Em 2001, cearenses amigos se reuniram na resid?ncia do Roberto Ubajara, para os jogos da Série B, daí em diante foram aumentando os adeptos, sobretudo pelo acesso em 2002. Em 2003 continuamos, mesmo com a queda de divis?o, mas em 2004 a torcida voltou com força total. A resid?ncia já fora adaptada para uma sede (casa de esquina), com ambiente exclusivo para os jogos, cuja média de telespectadores era de 100. Após cada jogo havia carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causava grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista. Em 2005, fomos abarcados pelo projeto Embaixada Tricolor, aqui representada por mim, o que gerou um orgulho muito grande, inclusive com divulgaç?o de matéria em jornal de grande circulaç?o. Após a queda para a Série B e depois para a C, obviamente, houve um desânimo por parte de alguns, e o fato de a TV Diário n?o ser mais disponível para Roraima enfraqueceu o movimento.

VPF – Existem quantos integrantes?
Tonzé – Catalogados s?o 112, e vários destes t?m carteira da TUF, núcleo que criamos em 2004 por grande incentivo do Tibério, representante da TUF no Estado do Amazonas, outra base forte do Tricolor de Aço, que inclusive tinha também Embaixada, tendo o embaixador Raimundo Nonato.

VPF – Atualmente voc?s se reúnem em todos os jogos com exibiç?o pela TV?
Tonzé – Nos reunimos na resid?ncia do jornalista Gilvan Costa, quando os jogos s?o transmitidos, mas quando n?o é possível, nos juntamos em células espalhadas na cidade pela web ou rádio. No próximo ano, na Série B (caso o acesso seja assegurado), teremos novamente assiduidade pela transmiss?o dos jogos.

VPF – Como fazem pra assistir a jogos sem transmiss?o nacional?
Tonzé – No Campeonato Cearense ou na Série C, pela web ou rádio. Mas na decis?o deste ano, nos reunimos na resid?ncia do Oton Luz, de Pacoti, que conseguiu um retransmissor, e vimos o Fortaleza ser afanado naquele p?nalti mandrake. Neste dia, tivemos vários sorteios de camisas oficiais e souvernires enviados pelo Mozart Martins, presidente do Conselho Deliberativo.

VPF – A torcida já esteve presente em algum jogo do clube na regi?o?
Tonzé – Em Manaus, em jogo do Brasileiro contra o Vasco (1×1, gol do Rena). No Pará ventilamos ir, mas a viol?ncia da torcida do Paysandu nos inibe. De fato, vamos mais a jogos do Le?o em Fortaleza, pois sempre que podemos estamos aí. Eu mesmo já fui a dois jogos neste ano.

VPF – Já houve alguma ocasi?o em que num jogo na Amazônia a torcida cearense fosse maioria ou rivalizasse com o time local?
Tonzé – Nunca mensuramos este tipo de dado, mas genuinamente somos a maior torcida de time externo, pois é composta por cearenses que torcem por time cearense, ao contrário de flamenguistas ou vascaínos que s?o roraimenses, mas sequer conhecem o Rio de Janeiro. Quanto a torcida daqui, temos boas relaç?es com a “Terror Tricolor”, do Roraima Atlético Clube , tricolor (com as cores do Fluminense), e almejamos fazer parcerias como a Remoçada no Pará, Independente do S?o Paulo, Young Flu…

VPF – A diferença de fuso prejudica acompanhar alguns jogos?
Tonzé – No horário de ver?o, sim, pois os jogos ?s 16h aí passam a ser 14h aqui; e no Brasileiro, jogo de semana que começa ?s 19h aqui é 17h. Entretanto, usamos isso a nosso favor, especialmente quando o jogo é ? tarde, pois já organizamos o almoço, com mungunzá, tripa assada, mussum, cará tilápia, panelada, sarapatel… E aí se juntam todos, inclusive família.

VPF – Os torcedores que est?o na cidade s?o cearenses ou filhos de cearenses que herdaram a paix?o pelo time?
Tonzé – 99% s?o cearenses e/ou filhos de cearenses (inclusive meu filho que aqui nasceu), mas existem também roraimenses que se apaixonaram pelo Fortaleza quando foram passear aí, ou se contaminaram com a massa tricolor aqui em Roraima. Também há outros nordestinos que torcem pelo Le?o. Aqui o estado foi colonizado por cearenses e paraibanos, e estima-se que 45% da populaç?o seja nordestina.

VPF – Como é a saudade do PV e do Castel?o para os torcedores cearenses que atualmente est?o morando longe?
Tonzé – É, sofremos bastante, tanto é que vivemos ligados em promoç?es de companhias aéreas e nos deslocamos muitas vezes em finais de semana, só para ver o Le?o rugir, principalmente a velha guarda, que acompanhou Cícero Capacete, Lulinha, Louro, Zé Carlos, Osires, Bauer, Chinezinho, Hamilton Melo, Amilton Rocha, Haroldo Flecha, Geraldino Saravá, Odilon, Sérgio Monte, Arnaldo, Mazolinha, Alexandre e, principalmente, Tadeu, Celso, Serginho, Adilton, Geraldino Mexicano, Luisinho das Arábias, Júlio César Urigueller, Marquinhos Carioca, Eliézer, Mirandinha… o Josimar mora aqui, tem uma escolinha de futebol, e sempre conversamos sobre aquele Fortaleza de 1992.

VPF – Tem alguma história curiosa que envolva a torcida organizada? Algo que mostre a força ou representatividade da torcida?
Tonzé – Dentre tantas pitorescas, em 2005, em jogo da Série C, o Remo veio jogar aqui contra o time do S?o Raimundo de Roraima. A torcida da Remoçada pediu apoio da TUF daqui para agitarmos nas arquibancadas pelo Remo. Quando chegamos, nos juntamos com os paraenses remistas daqui e estiramos a faixa da TUF, de 12 metros. Ent?o a polícia veio mandar tirar porque estávamos atrapalhando a vis?o dos torcedores da geral. No outro dia, fomos duramente criticados pela mídia local, nos acusando de morar em Roraima e torcer contra time roraimense.

http://www.verminososporfutebol.com.br/deu-a-louca/torcida-do-fortaleza-vira-uma-forca-em-roraima/


http://www.verminososporfutebol.com.br/wp-content/uploads/2012/10/Fortaleza-Roraima-torcida.jpg
----------------------------------------------------------------------------

[Editado em 9-10-2012 por flaviofor]




http://img815.imageshack.us/img815/5346/posterfec1991.jpg
O 1o. Título que vi o LE?O ganhar!
Foi em 1991(Campe?o Cearense) com um GOLAÇO do Mirandinha!
O TIME QUE NASCEU PARA SER CAMPE?O!!!
Visualizar o Perfil do Usuário Visitar a Homepage do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
NonatodeManaus
Craque
********


Avatar


Mensagens: 2752
Cadastrado: 2-10-03

Naturalidade: Pentecoste-CE.

O usuário não está online

Humor: Sempre confiante

enviada em 9-10-12 em 04:01 PM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por flaviofor
Olha aí, Lino! Temos que "retomar os trabalhos" aqui em Brasília quando o Le?o voltar pra Série B...

----------------------------------------------------------------------------

Nesta semana o Verminosos por Futebol aborda o cotidiano de duas legi?es de torcedores de Fortaleza e <b>kanal</b> fora do estado-natal: os tricolores de Boa Vista-RR e os alvinegros de Brasília.

Em entrevista, o servidor público Antônio José Leite de Albuquerque, o Tonzé, cearense que mora em Boa Vista, fala sobre a expressiva torcida tricolor em Roraima. Em 2004, foi formado um núcleo da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF), do qual ele é diretor.

Existem 112 torcedores cadastrados, sendo o maior grupo organizado do clube fora do Estado. “Após cada jogo há carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causa grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista”, conta Tonzé.

A surpresa é natural, afinal as duas cidades est?o separadas por 2,5 mil km via aérea e 6,5 mil km via terrestre. Só mesmo o futebol para aproximá-las, superando uma distância quase continental.

Verminosos por Futebol – Quando foi fundada a torcida do Fortaleza em Boa Vista?
Tonzé – Em 2001, cearenses amigos se reuniram na resid?ncia do Roberto Ubajara, para os jogos da Série B, daí em diante foram aumentando os adeptos, sobretudo pelo acesso em 2002. Em 2003 continuamos, mesmo com a queda de divis?o, mas em 2004 a torcida voltou com força total. A resid?ncia já fora adaptada para uma sede (casa de esquina), com ambiente exclusivo para os jogos, cuja média de telespectadores era de 100. Após cada jogo havia carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causava grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista. Em 2005, fomos abarcados pelo projeto Embaixada Tricolor, aqui representada por mim, o que gerou um orgulho muito grande, inclusive com divulgaç?o de matéria em jornal de grande circulaç?o. Após a queda para a Série B e depois para a C, obviamente, houve um desânimo por parte de alguns, e o fato de a TV Diário n?o ser mais disponível para Roraima enfraqueceu o movimento.

VPF – Existem quantos integrantes?
Tonzé – Catalogados s?o 112, e vários destes t?m carteira da TUF, núcleo que criamos em 2004 por grande incentivo do Tibério, representante da TUF no Estado do Amazonas, outra base forte do Tricolor de Aço, que inclusive tinha também Embaixada, tendo o embaixador Raimundo Nonato.

VPF – Atualmente voc?s se reúnem em todos os jogos com exibiç?o pela TV?
Tonzé – Nos reunimos na resid?ncia do jornalista Gilvan Costa, quando os jogos s?o transmitidos, mas quando n?o é possível, nos juntamos em células espalhadas na cidade pela web ou rádio. No próximo ano, na Série B (caso o acesso seja assegurado), teremos novamente assiduidade pela transmiss?o dos jogos.

VPF – Como fazem pra assistir a jogos sem transmiss?o nacional?
Tonzé – No Campeonato Cearense ou na Série C, pela web ou rádio. Mas na decis?o deste ano, nos reunimos na resid?ncia do Oton Luz, de Pacoti, que conseguiu um retransmissor, e vimos o Fortaleza ser afanado naquele p?nalti mandrake. Neste dia, tivemos vários sorteios de camisas oficiais e souvernires enviados pelo Mozart Martins, presidente do Conselho Deliberativo.

VPF – A torcida já esteve presente em algum jogo do clube na regi?o?
Tonzé – Em Manaus, em jogo do Brasileiro contra o Vasco (1×1, gol do Rena). No Pará ventilamos ir, mas a viol?ncia da torcida do Paysandu nos inibe. De fato, vamos mais a jogos do Le?o em Fortaleza, pois sempre que podemos estamos aí. Eu mesmo já fui a dois jogos neste ano.

VPF – Já houve alguma ocasi?o em que num jogo na Amazônia a torcida cearense fosse maioria ou rivalizasse com o time local?
Tonzé – Nunca mensuramos este tipo de dado, mas genuinamente somos a maior torcida de time externo, pois é composta por cearenses que torcem por time cearense, ao contrário de flamenguistas ou vascaínos que s?o roraimenses, mas sequer conhecem o Rio de Janeiro. Quanto a torcida daqui, temos boas relaç?es com a “Terror Tricolor”, do Roraima Atlético Clube , tricolor (com as cores do Fluminense), e almejamos fazer parcerias como a Remoçada no Pará, Independente do S?o Paulo, Young Flu…

VPF – A diferença de fuso prejudica acompanhar alguns jogos?
Tonzé – No horário de ver?o, sim, pois os jogos ?s 16h aí passam a ser 14h aqui; e no Brasileiro, jogo de semana que começa ?s 19h aqui é 17h. Entretanto, usamos isso a nosso favor, especialmente quando o jogo é ? tarde, pois já organizamos o almoço, com mungunzá, tripa assada, mussum, cará tilápia, panelada, sarapatel… E aí se juntam todos, inclusive família.

VPF – Os torcedores que est?o na cidade s?o cearenses ou filhos de cearenses que herdaram a paix?o pelo time?
Tonzé – 99% s?o cearenses e/ou filhos de cearenses (inclusive meu filho que aqui nasceu), mas existem também roraimenses que se apaixonaram pelo Fortaleza quando foram passear aí, ou se contaminaram com a massa tricolor aqui em Roraima. Também há outros nordestinos que torcem pelo Le?o. Aqui o estado foi colonizado por cearenses e paraibanos, e estima-se que 45% da populaç?o seja nordestina.

VPF – Como é a saudade do PV e do Castel?o para os torcedores cearenses que atualmente est?o morando longe?
Tonzé – É, sofremos bastante, tanto é que vivemos ligados em promoç?es de companhias aéreas e nos deslocamos muitas vezes em finais de semana, só para ver o Le?o rugir, principalmente a velha guarda, que acompanhou Cícero Capacete, Lulinha, Louro, Zé Carlos, Osires, Bauer, Chinezinho, Hamilton Melo, Amilton Rocha, Haroldo Flecha, Geraldino Saravá, Odilon, Sérgio Monte, Arnaldo, Mazolinha, Alexandre e, principalmente, Tadeu, Celso, Serginho, Adilton, Geraldino Mexicano, Luisinho das Arábias, Júlio César Urigueller, Marquinhos Carioca, Eliézer, Mirandinha… o Josimar mora aqui, tem uma escolinha de futebol, e sempre conversamos sobre aquele Fortaleza de 1992.

VPF – Tem alguma história curiosa que envolva a torcida organizada? Algo que mostre a força ou representatividade da torcida?
Tonzé – Dentre tantas pitorescas, em 2005, em jogo da Série C, o Remo veio jogar aqui contra o time do S?o Raimundo de Roraima. A torcida da Remoçada pediu apoio da TUF daqui para agitarmos nas arquibancadas pelo Remo. Quando chegamos, nos juntamos com os paraenses remistas daqui e estiramos a faixa da TUF, de 12 metros. Ent?o a polícia veio mandar tirar porque estávamos atrapalhando a vis?o dos torcedores da geral. No outro dia, fomos duramente criticados pela mídia local, nos acusando de morar em Roraima e torcer contra time roraimense.

http://www.verminososporfutebol.com.br/deu-a-louca/torcida-do-fortaleza-vira-uma-forca-em-roraima/


http://www.verminososporfutebol.com.br/wp-content/uploads/2012/10/Fortaleza-Roraima-torcida.jpg
----------------------------------------------------------------------------

[Editado em 9-10-2012 por flaviofor]


Eu sou f? dessa turma de Boa Vista, eles s?o simplesmente demais.




Visualizar o Perfil do Usuário Enviar e-mail para o usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário Este usuário tem MSN Messenger
LinoFortaleza
Profissional
*******


Avatar


Mensagens: 1231
Cadastrado: 21-9-03

Naturalidade: FORTALEZA

O usuário não está online

Humor: Confiante no meu Le?o Rumo a Série B

enviada em 10-10-12 em 01:37 AM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por flaviofor
Olha aí, Lino! Temos que "retomar os trabalhos" aqui em Brasília quando o Le?o voltar pra Série B...

----------------------------------------------------------------------------

Nesta semana o Verminosos por Futebol aborda o cotidiano de duas legi?es de torcedores de Fortaleza e <b>kanal</b> fora do estado-natal: os tricolores de Boa Vista-RR e os alvinegros de Brasília.

Em entrevista, o servidor público Antônio José Leite de Albuquerque, o Tonzé, cearense que mora em Boa Vista, fala sobre a expressiva torcida tricolor em Roraima. Em 2004, foi formado um núcleo da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF), do qual ele é diretor.

Existem 112 torcedores cadastrados, sendo o maior grupo organizado do clube fora do Estado. “Após cada jogo há carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causa grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista”, conta Tonzé.

A surpresa é natural, afinal as duas cidades est?o separadas por 2,5 mil km via aérea e 6,5 mil km via terrestre. Só mesmo o futebol para aproximá-las, superando uma distância quase continental.

Verminosos por Futebol – Quando foi fundada a torcida do Fortaleza em Boa Vista?
Tonzé – Em 2001, cearenses amigos se reuniram na resid?ncia do Roberto Ubajara, para os jogos da Série B, daí em diante foram aumentando os adeptos, sobretudo pelo acesso em 2002. Em 2003 continuamos, mesmo com a queda de divis?o, mas em 2004 a torcida voltou com força total. A resid?ncia já fora adaptada para uma sede (casa de esquina), com ambiente exclusivo para os jogos, cuja média de telespectadores era de 100. Após cada jogo havia carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causava grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista. Em 2005, fomos abarcados pelo projeto Embaixada Tricolor, aqui representada por mim, o que gerou um orgulho muito grande, inclusive com divulgaç?o de matéria em jornal de grande circulaç?o. Após a queda para a Série B e depois para a C, obviamente, houve um desânimo por parte de alguns, e o fato de a TV Diário n?o ser mais disponível para Roraima enfraqueceu o movimento.

VPF – Existem quantos integrantes?
Tonzé – Catalogados s?o 112, e vários destes t?m carteira da TUF, núcleo que criamos em 2004 por grande incentivo do Tibério, representante da TUF no Estado do Amazonas, outra base forte do Tricolor de Aço, que inclusive tinha também Embaixada, tendo o embaixador Raimundo Nonato.

VPF – Atualmente voc?s se reúnem em todos os jogos com exibiç?o pela TV?
Tonzé – Nos reunimos na resid?ncia do jornalista Gilvan Costa, quando os jogos s?o transmitidos, mas quando n?o é possível, nos juntamos em células espalhadas na cidade pela web ou rádio. No próximo ano, na Série B (caso o acesso seja assegurado), teremos novamente assiduidade pela transmiss?o dos jogos.

VPF – Como fazem pra assistir a jogos sem transmiss?o nacional?
Tonzé – No Campeonato Cearense ou na Série C, pela web ou rádio. Mas na decis?o deste ano, nos reunimos na resid?ncia do Oton Luz, de Pacoti, que conseguiu um retransmissor, e vimos o Fortaleza ser afanado naquele p?nalti mandrake. Neste dia, tivemos vários sorteios de camisas oficiais e souvernires enviados pelo Mozart Martins, presidente do Conselho Deliberativo.

VPF – A torcida já esteve presente em algum jogo do clube na regi?o?
Tonzé – Em Manaus, em jogo do Brasileiro contra o Vasco (1×1, gol do Rena). No Pará ventilamos ir, mas a viol?ncia da torcida do Paysandu nos inibe. De fato, vamos mais a jogos do Le?o em Fortaleza, pois sempre que podemos estamos aí. Eu mesmo já fui a dois jogos neste ano.

VPF – Já houve alguma ocasi?o em que num jogo na Amazônia a torcida cearense fosse maioria ou rivalizasse com o time local?
Tonzé – Nunca mensuramos este tipo de dado, mas genuinamente somos a maior torcida de time externo, pois é composta por cearenses que torcem por time cearense, ao contrário de flamenguistas ou vascaínos que s?o roraimenses, mas sequer conhecem o Rio de Janeiro. Quanto a torcida daqui, temos boas relaç?es com a “Terror Tricolor”, do Roraima Atlético Clube , tricolor (com as cores do Fluminense), e almejamos fazer parcerias como a Remoçada no Pará, Independente do S?o Paulo, Young Flu…

VPF – A diferença de fuso prejudica acompanhar alguns jogos?
Tonzé – No horário de ver?o, sim, pois os jogos ?s 16h aí passam a ser 14h aqui; e no Brasileiro, jogo de semana que começa ?s 19h aqui é 17h. Entretanto, usamos isso a nosso favor, especialmente quando o jogo é ? tarde, pois já organizamos o almoço, com mungunzá, tripa assada, mussum, cará tilápia, panelada, sarapatel… E aí se juntam todos, inclusive família.

VPF – Os torcedores que est?o na cidade s?o cearenses ou filhos de cearenses que herdaram a paix?o pelo time?
Tonzé – 99% s?o cearenses e/ou filhos de cearenses (inclusive meu filho que aqui nasceu), mas existem também roraimenses que se apaixonaram pelo Fortaleza quando foram passear aí, ou se contaminaram com a massa tricolor aqui em Roraima. Também há outros nordestinos que torcem pelo Le?o. Aqui o estado foi colonizado por cearenses e paraibanos, e estima-se que 45% da populaç?o seja nordestina.

VPF – Como é a saudade do PV e do Castel?o para os torcedores cearenses que atualmente est?o morando longe?
Tonzé – É, sofremos bastante, tanto é que vivemos ligados em promoç?es de companhias aéreas e nos deslocamos muitas vezes em finais de semana, só para ver o Le?o rugir, principalmente a velha guarda, que acompanhou Cícero Capacete, Lulinha, Louro, Zé Carlos, Osires, Bauer, Chinezinho, Hamilton Melo, Amilton Rocha, Haroldo Flecha, Geraldino Saravá, Odilon, Sérgio Monte, Arnaldo, Mazolinha, Alexandre e, principalmente, Tadeu, Celso, Serginho, Adilton, Geraldino Mexicano, Luisinho das Arábias, Júlio César Urigueller, Marquinhos Carioca, Eliézer, Mirandinha… o Josimar mora aqui, tem uma escolinha de futebol, e sempre conversamos sobre aquele Fortaleza de 1992.

VPF – Tem alguma história curiosa que envolva a torcida organizada? Algo que mostre a força ou representatividade da torcida?
Tonzé – Dentre tantas pitorescas, em 2005, em jogo da Série C, o Remo veio jogar aqui contra o time do S?o Raimundo de Roraima. A torcida da Remoçada pediu apoio da TUF daqui para agitarmos nas arquibancadas pelo Remo. Quando chegamos, nos juntamos com os paraenses remistas daqui e estiramos a faixa da TUF, de 12 metros. Ent?o a polícia veio mandar tirar porque estávamos atrapalhando a vis?o dos torcedores da geral. No outro dia, fomos duramente criticados pela mídia local, nos acusando de morar em Roraima e torcer contra time roraimense.

http://www.verminososporfutebol.com.br/deu-a-louca/torcida-do-fortaleza-vira-uma-forca-em-roraima/


http://www.verminososporfutebol.com.br/wp-content/uploads/2012/10/Fortaleza-Roraima-torcida.jpg
----------------------------------------------------------------------------

[Editado em 9-10-2012 por flaviofor]



Beleza Flávio, vou tentar um local para esse jogo contra o Santa Cruz para voltarmos a nos reunir e rever os Le?es do DF vibrando com o nosso Fortaleza.

Amanh? eu respondo a todos.

PRÁ CIMA DELES LE?O!




FORA BAQUIT E TODA DIRETORIA DE SANGUE SUGAS E RAPINADORES.
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
eriko
Junior
****




Mensagens: 149
Cadastrado: 4-8-03


O usuário não está online

Humor: teste

enviada em 10-10-12 em 11:14 AM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por LinoFortaleza
Citação:
Mensagem original enviada por flaviofor
Olha aí, Lino! Temos que "retomar os trabalhos" aqui em Brasília quando o Le?o voltar pra Série B...

----------------------------------------------------------------------------

Nesta semana o Verminosos por Futebol aborda o cotidiano de duas legi?es de torcedores de Fortaleza e <b>kanal</b> fora do estado-natal: os tricolores de Boa Vista-RR e os alvinegros de Brasília.

Em entrevista, o servidor público Antônio José Leite de Albuquerque, o Tonzé, cearense que mora em Boa Vista, fala sobre a expressiva torcida tricolor em Roraima. Em 2004, foi formado um núcleo da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF), do qual ele é diretor.

Existem 112 torcedores cadastrados, sendo o maior grupo organizado do clube fora do Estado. “Após cada jogo há carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causa grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista”, conta Tonzé.

A surpresa é natural, afinal as duas cidades est?o separadas por 2,5 mil km via aérea e 6,5 mil km via terrestre. Só mesmo o futebol para aproximá-las, superando uma distância quase continental.

Verminosos por Futebol – Quando foi fundada a torcida do Fortaleza em Boa Vista?
Tonzé – Em 2001, cearenses amigos se reuniram na resid?ncia do Roberto Ubajara, para os jogos da Série B, daí em diante foram aumentando os adeptos, sobretudo pelo acesso em 2002. Em 2003 continuamos, mesmo com a queda de divis?o, mas em 2004 a torcida voltou com força total. A resid?ncia já fora adaptada para uma sede (casa de esquina), com ambiente exclusivo para os jogos, cuja média de telespectadores era de 100. Após cada jogo havia carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causava grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista. Em 2005, fomos abarcados pelo projeto Embaixada Tricolor, aqui representada por mim, o que gerou um orgulho muito grande, inclusive com divulgaç?o de matéria em jornal de grande circulaç?o. Após a queda para a Série B e depois para a C, obviamente, houve um desânimo por parte de alguns, e o fato de a TV Diário n?o ser mais disponível para Roraima enfraqueceu o movimento.

VPF – Existem quantos integrantes?
Tonzé – Catalogados s?o 112, e vários destes t?m carteira da TUF, núcleo que criamos em 2004 por grande incentivo do Tibério, representante da TUF no Estado do Amazonas, outra base forte do Tricolor de Aço, que inclusive tinha também Embaixada, tendo o embaixador Raimundo Nonato.

VPF – Atualmente voc?s se reúnem em todos os jogos com exibiç?o pela TV?
Tonzé – Nos reunimos na resid?ncia do jornalista Gilvan Costa, quando os jogos s?o transmitidos, mas quando n?o é possível, nos juntamos em células espalhadas na cidade pela web ou rádio. No próximo ano, na Série B (caso o acesso seja assegurado), teremos novamente assiduidade pela transmiss?o dos jogos.

VPF – Como fazem pra assistir a jogos sem transmiss?o nacional?
Tonzé – No Campeonato Cearense ou na Série C, pela web ou rádio. Mas na decis?o deste ano, nos reunimos na resid?ncia do Oton Luz, de Pacoti, que conseguiu um retransmissor, e vimos o Fortaleza ser afanado naquele p?nalti mandrake. Neste dia, tivemos vários sorteios de camisas oficiais e souvernires enviados pelo Mozart Martins, presidente do Conselho Deliberativo.

VPF – A torcida já esteve presente em algum jogo do clube na regi?o?
Tonzé – Em Manaus, em jogo do Brasileiro contra o Vasco (1×1, gol do Rena). No Pará ventilamos ir, mas a viol?ncia da torcida do Paysandu nos inibe. De fato, vamos mais a jogos do Le?o em Fortaleza, pois sempre que podemos estamos aí. Eu mesmo já fui a dois jogos neste ano.

VPF – Já houve alguma ocasi?o em que num jogo na Amazônia a torcida cearense fosse maioria ou rivalizasse com o time local?
Tonzé – Nunca mensuramos este tipo de dado, mas genuinamente somos a maior torcida de time externo, pois é composta por cearenses que torcem por time cearense, ao contrário de flamenguistas ou vascaínos que s?o roraimenses, mas sequer conhecem o Rio de Janeiro. Quanto a torcida daqui, temos boas relaç?es com a “Terror Tricolor”, do Roraima Atlético Clube , tricolor (com as cores do Fluminense), e almejamos fazer parcerias como a Remoçada no Pará, Independente do S?o Paulo, Young Flu…

VPF – A diferença de fuso prejudica acompanhar alguns jogos?
Tonzé – No horário de ver?o, sim, pois os jogos ?s 16h aí passam a ser 14h aqui; e no Brasileiro, jogo de semana que começa ?s 19h aqui é 17h. Entretanto, usamos isso a nosso favor, especialmente quando o jogo é ? tarde, pois já organizamos o almoço, com mungunzá, tripa assada, mussum, cará tilápia, panelada, sarapatel… E aí se juntam todos, inclusive família.

VPF – Os torcedores que est?o na cidade s?o cearenses ou filhos de cearenses que herdaram a paix?o pelo time?
Tonzé – 99% s?o cearenses e/ou filhos de cearenses (inclusive meu filho que aqui nasceu), mas existem também roraimenses que se apaixonaram pelo Fortaleza quando foram passear aí, ou se contaminaram com a massa tricolor aqui em Roraima. Também há outros nordestinos que torcem pelo Le?o. Aqui o estado foi colonizado por cearenses e paraibanos, e estima-se que 45% da populaç?o seja nordestina.

VPF – Como é a saudade do PV e do Castel?o para os torcedores cearenses que atualmente est?o morando longe?
Tonzé – É, sofremos bastante, tanto é que vivemos ligados em promoç?es de companhias aéreas e nos deslocamos muitas vezes em finais de semana, só para ver o Le?o rugir, principalmente a velha guarda, que acompanhou Cícero Capacete, Lulinha, Louro, Zé Carlos, Osires, Bauer, Chinezinho, Hamilton Melo, Amilton Rocha, Haroldo Flecha, Geraldino Saravá, Odilon, Sérgio Monte, Arnaldo, Mazolinha, Alexandre e, principalmente, Tadeu, Celso, Serginho, Adilton, Geraldino Mexicano, Luisinho das Arábias, Júlio César Urigueller, Marquinhos Carioca, Eliézer, Mirandinha… o Josimar mora aqui, tem uma escolinha de futebol, e sempre conversamos sobre aquele Fortaleza de 1992.

VPF – Tem alguma história curiosa que envolva a torcida organizada? Algo que mostre a força ou representatividade da torcida?
Tonzé – Dentre tantas pitorescas, em 2005, em jogo da Série C, o Remo veio jogar aqui contra o time do S?o Raimundo de Roraima. A torcida da Remoçada pediu apoio da TUF daqui para agitarmos nas arquibancadas pelo Remo. Quando chegamos, nos juntamos com os paraenses remistas daqui e estiramos a faixa da TUF, de 12 metros. Ent?o a polícia veio mandar tirar porque estávamos atrapalhando a vis?o dos torcedores da geral. No outro dia, fomos duramente criticados pela mídia local, nos acusando de morar em Roraima e torcer contra time roraimense.

http://www.verminososporfutebol.com.br/deu-a-louca/torcida-do-fortaleza-vira-uma-forca-em-roraima/


http://www.verminososporfutebol.com.br/wp-content/uploads/2012/10/Fortaleza-Roraima-torcida.jpg
----------------------------------------------------------------------------

[Editado em 9-10-2012 por flaviofor]



Beleza Flávio, vou tentar um local para esse jogo contra o Santa Cruz para voltarmos a nos reunir e rever os Le?es do DF vibrando com o nosso Fortaleza.

Amanh? eu respondo a todos.

PRÁ CIMA DELES LE?O!



to dentro
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
flaviofor
Craque
********


Avatar


Mensagens: 2789
Cadastrado: 4-8-03

Naturalidade: FORTALEZA

O usuário não está online

Humor: Em Brasília e com muitas saudades do TETRACAMPE?O de 2007/2008/2009/2010!!!

enviada em 10-10-12 em 01:09 PM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por eriko

to dentro


Dr. Eriko, preciso falar contigo...

mandei uma mp pra ti...

Saudaç?es!




http://img815.imageshack.us/img815/5346/posterfec1991.jpg
O 1o. Título que vi o LE?O ganhar!
Foi em 1991(Campe?o Cearense) com um GOLAÇO do Mirandinha!
O TIME QUE NASCEU PARA SER CAMPE?O!!!
Visualizar o Perfil do Usuário Visitar a Homepage do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
AntonioValdir
Mirim
**


Avatar


Mensagens: 40
Cadastrado: 23-4-04

Naturalidade: CE

O usuário não está online

Humor: Nenhum

enviada em 10-10-12 em 11:25 PM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por LinoFortaleza
Citação:
Mensagem original enviada por flaviofor
Olha aí, Lino! Temos que "retomar os trabalhos" aqui em Brasília quando o Le?o voltar pra Série B...

----------------------------------------------------------------------------

Nesta semana o Verminosos por Futebol aborda o cotidiano de duas legi?es de torcedores de Fortaleza e <b>kanal</b> fora do estado-natal: os tricolores de Boa Vista-RR e os alvinegros de Brasília.

Em entrevista, o servidor público Antônio José Leite de Albuquerque, o Tonzé, cearense que mora em Boa Vista, fala sobre a expressiva torcida tricolor em Roraima. Em 2004, foi formado um núcleo da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF), do qual ele é diretor.

Existem 112 torcedores cadastrados, sendo o maior grupo organizado do clube fora do Estado. “Após cada jogo há carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causa grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista”, conta Tonzé.

A surpresa é natural, afinal as duas cidades est?o separadas por 2,5 mil km via aérea e 6,5 mil km via terrestre. Só mesmo o futebol para aproximá-las, superando uma distância quase continental.

Verminosos por Futebol – Quando foi fundada a torcida do Fortaleza em Boa Vista?
Tonzé – Em 2001, cearenses amigos se reuniram na resid?ncia do Roberto Ubajara, para os jogos da Série B, daí em diante foram aumentando os adeptos, sobretudo pelo acesso em 2002. Em 2003 continuamos, mesmo com a queda de divis?o, mas em 2004 a torcida voltou com força total. A resid?ncia já fora adaptada para uma sede (casa de esquina), com ambiente exclusivo para os jogos, cuja média de telespectadores era de 100. Após cada jogo havia carreata e concentraç?o em um dos postos da cidade, em avenida central, o que causava grande impacto (e espanto) na sociedade de Boa Vista. Em 2005, fomos abarcados pelo projeto Embaixada Tricolor, aqui representada por mim, o que gerou um orgulho muito grande, inclusive com divulgaç?o de matéria em jornal de grande circulaç?o. Após a queda para a Série B e depois para a C, obviamente, houve um desânimo por parte de alguns, e o fato de a TV Diário n?o ser mais disponível para Roraima enfraqueceu o movimento.

VPF – Existem quantos integrantes?
Tonzé – Catalogados s?o 112, e vários destes t?m carteira da TUF, núcleo que criamos em 2004 por grande incentivo do Tibério, representante da TUF no Estado do Amazonas, outra base forte do Tricolor de Aço, que inclusive tinha também Embaixada, tendo o embaixador Raimundo Nonato.

VPF – Atualmente voc?s se reúnem em todos os jogos com exibiç?o pela TV?
Tonzé – Nos reunimos na resid?ncia do jornalista Gilvan Costa, quando os jogos s?o transmitidos, mas quando n?o é possível, nos juntamos em células espalhadas na cidade pela web ou rádio. No próximo ano, na Série B (caso o acesso seja assegurado), teremos novamente assiduidade pela transmiss?o dos jogos.

VPF – Como fazem pra assistir a jogos sem transmiss?o nacional?
Tonzé – No Campeonato Cearense ou na Série C, pela web ou rádio. Mas na decis?o deste ano, nos reunimos na resid?ncia do Oton Luz, de Pacoti, que conseguiu um retransmissor, e vimos o Fortaleza ser afanado naquele p?nalti mandrake. Neste dia, tivemos vários sorteios de camisas oficiais e souvernires enviados pelo Mozart Martins, presidente do Conselho Deliberativo.

VPF – A torcida já esteve presente em algum jogo do clube na regi?o?
Tonzé – Em Manaus, em jogo do Brasileiro contra o Vasco (1×1, gol do Rena). No Pará ventilamos ir, mas a viol?ncia da torcida do Paysandu nos inibe. De fato, vamos mais a jogos do Le?o em Fortaleza, pois sempre que podemos estamos aí. Eu mesmo já fui a dois jogos neste ano.

VPF – Já houve alguma ocasi?o em que num jogo na Amazônia a torcida cearense fosse maioria ou rivalizasse com o time local?
Tonzé – Nunca mensuramos este tipo de dado, mas genuinamente somos a maior torcida de time externo, pois é composta por cearenses que torcem por time cearense, ao contrário de flamenguistas ou vascaínos que s?o roraimenses, mas sequer conhecem o Rio de Janeiro. Quanto a torcida daqui, temos boas relaç?es com a “Terror Tricolor”, do Roraima Atlético Clube , tricolor (com as cores do Fluminense), e almejamos fazer parcerias como a Remoçada no Pará, Independente do S?o Paulo, Young Flu…

VPF – A diferença de fuso prejudica acompanhar alguns jogos?
Tonzé – No horário de ver?o, sim, pois os jogos ?s 16h aí passam a ser 14h aqui; e no Brasileiro, jogo de semana que começa ?s 19h aqui é 17h. Entretanto, usamos isso a nosso favor, especialmente quando o jogo é ? tarde, pois já organizamos o almoço, com mungunzá, tripa assada, mussum, cará tilápia, panelada, sarapatel… E aí se juntam todos, inclusive família.

VPF – Os torcedores que est?o na cidade s?o cearenses ou filhos de cearenses que herdaram a paix?o pelo time?
Tonzé – 99% s?o cearenses e/ou filhos de cearenses (inclusive meu filho que aqui nasceu), mas existem também roraimenses que se apaixonaram pelo Fortaleza quando foram passear aí, ou se contaminaram com a massa tricolor aqui em Roraima. Também há outros nordestinos que torcem pelo Le?o. Aqui o estado foi colonizado por cearenses e paraibanos, e estima-se que 45% da populaç?o seja nordestina.

VPF – Como é a saudade do PV e do Castel?o para os torcedores cearenses que atualmente est?o morando longe?
Tonzé – É, sofremos bastante, tanto é que vivemos ligados em promoç?es de companhias aéreas e nos deslocamos muitas vezes em finais de semana, só para ver o Le?o rugir, principalmente a velha guarda, que acompanhou Cícero Capacete, Lulinha, Louro, Zé Carlos, Osires, Bauer, Chinezinho, Hamilton Melo, Amilton Rocha, Haroldo Flecha, Geraldino Saravá, Odilon, Sérgio Monte, Arnaldo, Mazolinha, Alexandre e, principalmente, Tadeu, Celso, Serginho, Adilton, Geraldino Mexicano, Luisinho das Arábias, Júlio César Urigueller, Marquinhos Carioca, Eliézer, Mirandinha… o Josimar mora aqui, tem uma escolinha de futebol, e sempre conversamos sobre aquele Fortaleza de 1992.

VPF – Tem alguma história curiosa que envolva a torcida organizada? Algo que mostre a força ou representatividade da torcida?
Tonzé – Dentre tantas pitorescas, em 2005, em jogo da Série C, o Remo veio jogar aqui contra o time do S?o Raimundo de Roraima. A torcida da Remoçada pediu apoio da TUF daqui para agitarmos nas arquibancadas pelo Remo. Quando chegamos, nos juntamos com os paraenses remistas daqui e estiramos a faixa da TUF, de 12 metros. Ent?o a polícia veio mandar tirar porque estávamos atrapalhando a vis?o dos torcedores da geral. No outro dia, fomos duramente criticados pela mídia local, nos acusando de morar em Roraima e torcer contra time roraimense.

http://www.verminososporfutebol.com.br/deu-a-louca/torcida-do-fortaleza-vira-uma-forca-em-roraima/


http://www.verminososporfutebol.com.br/wp-content/uploads/2012/10/Fortaleza-Roraima-torcida.jpg
----------------------------------------------------------------------------

[Editado em 9-10-2012 por flaviofor]



Beleza Flávio, vou tentar um local para esse jogo contra o Santa Cruz para voltarmos a nos reunir e rever os Le?es do DF vibrando com o nosso Fortaleza.

Amanh? eu respondo a todos.




Grande Lino, estou com vc nessa, avise o local que estarei lá com os tricolores do DF !!!!
PRÁ CIMA DELES LE?O!
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
LinoFortaleza
Profissional
*******


Avatar


Mensagens: 1231
Cadastrado: 21-9-03

Naturalidade: FORTALEZA

O usuário não está online

Humor: Confiante no meu Le?o Rumo a Série B

enviada em 11-10-12 em 08:28 PM Responder com Citação


Pessoal, a Embaixada de Brasília e a Confraria Le?es do DF estará mais uma vez reunida para assistir a mais uma vitória do nosso FORTALEZA ESPORTE CLUBE. O local será no Bar do Albergue no Cruzeiro Novo, fica nas próximidades dos Bombeiros. Eu e o tricolor Wagner, estaremos no local a partir das 15h00 para esperar pelos colegas. Qualquer dúvida sobre como chegar é só me ligar, estarei no XXXXX. Levem suas bandeiras, vistam suas camisas tricolores, levem algum amigo Le?o do P?ci, convide mais alguém, o espaço é tricolor mas por favor, n?o levem amigos de outras torcidas, principalmente da karniça, além de n?o ficar legal vamos ter um cara secando nossas cores. Esse voces podem levar pro cemitério, velório e até pro inferno mas prá lá n?o!
Lembrando que o jogo entre Santa Cruz e Fortaleza será transmitido no dia 13/10/2012 ?s 16h00.

VAMOS ACABAR COM ELES LE?O!

[Editado em 11-10-2012 por LinoFortaleza]

[Editado em 11-10-2012 por LinoFortaleza]

[Editado em 26-3-2013 por LinoFortaleza]




FORA BAQUIT E TODA DIRETORIA DE SANGUE SUGAS E RAPINADORES.
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
AlessandroFontenele
Craque
********


Avatar


Mensagens: 2300
Cadastrado: 22-8-03


O usuário não está online

Humor: De Prima

enviada em 12-10-12 em 05:54 PM Responder com Citação


Já vi muito jogo com essa galera a?.
Abraço para o Wagner, o Flavinho e o Dr. Ériko, proctologista do Anax.
Se a mulher deixasse, o Sérgio Alves, que agora tá morando em BSB, ia ver o jogo com voc?s.
Mas a mulher num deixa...
Abs, Alex

[Editado em 12-10-2012 por AlessandroFontenele]




Bora, Le?o!
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
AlessandroFontenele
Craque
********


Avatar


Mensagens: 2300
Cadastrado: 22-8-03


O usuário não está online

Humor: De Prima

enviada em 12-10-12 em 05:55 PM Responder com Citação


Citação:
Mensagem original enviada por AlessandroFontenele
Já vi muito jogo com essa galera a?.
Abraço para o Wagner, o Flavinho e o Dr. Ériko, proctologista do Anax.
Se a mulher deixasse, o Sérgio Alves, que agora tá morando em BSB, ia ver o jogo com voc?s.
Mas a mulher num deixa...
Abs, Alex




Bora, Le?o!
Visualizar o Perfil do Usuário Visualizar todas as mensagens do usuário Enviar Mensagem Privada ao Usuário
Enviar nova mensagem


Subir para o início da página